A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Dados / Informação Prof. Eduardo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Dados / Informação Prof. Eduardo."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Dados / Informação Prof. Eduardo

2 Afinal de contas, o que é informação Qual sua importância Qual sua importância

3 Existe constantemente uma confusão dentro do campo da Admistração de Sistemas de Informação sobre o que se está administrando, ou seja, gerando, armazenando, recuperando e disseminando. Por diversas vezes ouvimos relatos sobre a importância de armazenar dados ou de analisar dados. Por outras, ouvimos sobre a eficiência/eficácia na análise e gerenciamento de informações e, mais atualmente, sobre os mesmos aspectos, mas tratando do conhecimento

4 Os dados são elementos brutos, sem significado, desvinculados da realidade. São, segundo DAVENPORT, observações sobre o estado do mundo. Eles constituem a matéria-prima da informação. Dados sem qualidade levam a informação e decisões da mesma natureza.

5 Sendo os dados considerado a matéria- prima para a informação: o que são informações?

6 As informações são dados com significado. Segundo DAVENPORT, são dados dotados de relevância e propósito. Elas são dados contextualizados que visam a fornecer uma solução para determinada situação de decisão. A informação pode assim ser considerada como dados processados e contextualizados, em outras palavras, poderíamos dizer que é a matéria-prima para se obter conhecimento.

7 GORDON, os gestores obtêm informação a partir de dados e as usam para obter informações.

8 Mas o que é conhecimento? DAVENPORT, conhecimento é a informação mais valiosa (…) é valiosa precisamente porque alguém deu à informação um contexto, um significado, uma interpretação.

9 Mas o que é conhecimento? O conhecimento pode então ser considerado como a informação processada pelos indivíduos. O valor agregado à informação depende dos conhecimentos anteriores desses indivíduos. Assim sendo, adquirimos conhecimento por meio do uso da informação nas nossas ações. Desta forma, o conhecimento não pode ser desvinculado do indivíduo; ele está estritamente relacionado com a percepção do mesmo, que codifica, decodifica, distorce e usa a informação de acordo com suas características pessoais, ou seja, de acordo com seus modelos mentais.

10 Mas o que é conhecimento? O conceito de conhecimento possui um sentido mais complexo que o de informação. O conhecer é um processo de entender e internalizar as informações recebidas, e assim através das combinações gerar mais conhecimento.

11 Mas o que é conhecimento? Ao se considerar a inter-relação entre os três elementos e efetuar a análise tendo como foco o nosso estudo, podemos inferir que os dados por si só não significam conhecimento útil para a tomada de decisão, constituindo-se apenas o início do processo. O grande desafio dos tomadores de decisão é o de transformar dados em informação e informação em conhecimento, minimizando as interferências individuais nesse processo de transformação.

12 EXEMPLO: Considere pedaços de madeira como dados. Neste caso, a madeira tem pouco valor além de seu valor inerente como um simples objeto. Se houver relação entre os pedaços de madeira, eles ganham valor. A informação é criada definindo-se e organizando as relações entre dados. A definição de diferentes relações resulta em diferentes informações. Por exemplo, ao se empilhar as madeiras elas podem ser usadas de várias maneiras.

13 EXEMPLO: Regras e Relações podem ser estabelecidas para organizar os dados em informação útil e valiosa. O tipo de informação criada depende de relação definida entre os dados existentes. Por exemplo, a forma de organizar a madeira. Adicionar dados novos ou diferentes significa que as relações podem ser redefinidas, e novas informações podem ser criadas. Por exemplo, quando acrescentamos pregos alteramos o valor final.

14 EXEMPLO: A transformação dos dados em informação é um Processo. Processo – pode ser uma série de tarefas relacionadas, executadas para atingir um resultado definido. O processo de definição de relações entre os dados requer conhecimento. (administradores possuem este conhecimento). O conhecimento é o corpo ou as regras, diretrizes e procedimentos usados para selecionar, organizar e manipular os dados, para torná-los úteis para uma tarefa específica. Por exemplo, o conhecimento necessário para construção da escada (parte) é a regra de como devem ser colocadas as barras de madeira horizontalmente, e as pernas, verticalmente.

15 EXEMPLO: O ato de seleção ou rejeição dos fatos, baseados na sua importância em relação a tarefas particulares é também um tipo de conhecimento usado no processo de conversão de dados em informação. Portanto, a informação pode ser considerada um dado útil através da aplicação do conhecimento. O conjunto de dados, regras, procedimentos e relações utilizadas para se atingir o valor informacional ou resultado adequado do processo está contido na Base de Conhecimento.

16 Um volume enorme de DADOS é garantia de boa INFORMAÇÃO?


Carregar ppt "SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Dados / Informação Prof. Eduardo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google