A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANÁLISE LITERÁRIA REVOLUÇÃO DOS BICHOS REVOLUÇÃO DOS BICHOS DANTON, O PROCESSO DE REVOLUÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANÁLISE LITERÁRIA REVOLUÇÃO DOS BICHOS REVOLUÇÃO DOS BICHOS DANTON, O PROCESSO DE REVOLUÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 ANÁLISE LITERÁRIA REVOLUÇÃO DOS BICHOS REVOLUÇÃO DOS BICHOS DANTON, O PROCESSO DE REVOLUÇÃO

2 O FILME TÍTULO: Danton TÍTULO: Danton DIRETOR: Andrzej Wajda DIRETOR: Andrzej Wajda PRODUÇÃO: França/Polônia PRODUÇÃO: França/Polônia ANO:1982 ANO:1982

3 CONTEXTO HISTÓRICO FINAL DO SÉCULO XVIII (1794): Revolução Francesa; Revolução Francesa; Ascensão da burguesia; Ascensão da burguesia; Cientificismo, Positivismo (Renascimento); Cientificismo, Positivismo (Renascimento); Declínio das Monarquias. Declínio das Monarquias.

4 ENREDO Na primavera de 1794, Danton retorna a Paris e constata que o Comitê de Segurança, sob a incitação de Robespierre, inicia várias execuções em massa. O povo, que já passava fome, agora vive um medo constante, pois qualquer coisa que desagrade o poder é considerado um ato contra-revolucionário. Nem mesmo Danton, um dos líderes da Revolução Francesa, deixa de ser acusado. Os mesmos revolucionários que promulgaram a Declaração de Direitos do Homem implantaram agora um regime onde o terror impera. Confiando no apoio popular, Danton entra em choque com Robespierre, seu antigo aliado, que detém o poder. O resultado deste confronto é que Danton acaba sendo levado a julgamento, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade foram facilmente esquecidas. Na primavera de 1794, Danton retorna a Paris e constata que o Comitê de Segurança, sob a incitação de Robespierre, inicia várias execuções em massa. O povo, que já passava fome, agora vive um medo constante, pois qualquer coisa que desagrade o poder é considerado um ato contra-revolucionário. Nem mesmo Danton, um dos líderes da Revolução Francesa, deixa de ser acusado. Os mesmos revolucionários que promulgaram a Declaração de Direitos do Homem implantaram agora um regime onde o terror impera. Confiando no apoio popular, Danton entra em choque com Robespierre, seu antigo aliado, que detém o poder. O resultado deste confronto é que Danton acaba sendo levado a julgamento, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade foram facilmente esquecidas.

5 O SOLDADO PROTAGONISTAS: Georges Jacques Danton ( ) foi um advogado e político francês que se Georges Jacques Danton ( ) foi um advogado e político francês que se tornou uma figura destacada nos estágios iniciais da Revolução Francesa. O seu talento oratório se exprimia com frases violentas, mas era indulgente e se considerava discípulo dos filósofos iluministas. Não via como conspiradores todos os que não pensassem como ele.

6 O PENSADOR Maximilien François Marie Isidore de Robespierre ( ), advogado e político francês, foi uma das personalidades mais importantes da Revolução Francesa. Seus amigos chamavam-lhe "O Incorruptível". Encarnou a tendência mais radical da Revolução, transformando-se numa das personagens mais controversas deste período. Seus inimigos chamavam-lhe o Candeia de Arras, Tirano e Ditador sanguinário durante o Terror. Robespierre criou um Comitê de Salvação Pública para perseguir os inimigos da revolução. Foi instaurado o regime do "Grande Terror" - o auge da ditadura de Robespierre. Maximilien François Marie Isidore de Robespierre ( ), advogado e político francês, foi uma das personalidades mais importantes da Revolução Francesa. Seus amigos chamavam-lhe "O Incorruptível". Encarnou a tendência mais radical da Revolução, transformando-se numa das personagens mais controversas deste período. Seus inimigos chamavam-lhe o Candeia de Arras, Tirano e Ditador sanguinário durante o Terror. Robespierre criou um Comitê de Salvação Pública para perseguir os inimigos da revolução. Foi instaurado o regime do "Grande Terror" - o auge da ditadura de Robespierre.

7 TEMÁTICA Revolução Francesa (marco histórico); Revolução Francesa (marco histórico); Revoluções (Processo social e político); Revoluções (Processo social e político); Democracia (Ideais Iluministas); Democracia (Ideais Iluministas); Exploração e Opressão (Desigualdade); Exploração e Opressão (Desigualdade); O poder e a Corrupção (valores políticos acima dos valores morais); O poder e a Corrupção (valores políticos acima dos valores morais);

8 A OBRA Revolução dos Bichos (Animal Farm); Revolução dos Bichos (Animal Farm); Autor: George Orwell; Autor: George Orwell; Publicação: 1945 Publicação: 1945

9 O AUTOR Eric Arthur Blair (1903/1950): - Nasceu na Índia, mas viveu maior parte de sua vida na Inglaterra; - Foi um jornalista, ensaísta e romancista britânico, que escreveu sob o pseudônimo George Orwell. - Sua escrita é marcada por descrições concisas de eventos e condições sociais e o desprezo por todos os tipos de autoridade. - É mais conhecido por suas duas obras maiores: 1984 (crítica ao autoritarismo) e Revolução dos Bichos, uma sátira ao stalinismo.

10 CONTEXTO HISTÓRICO Década de 40: Década de 40: Segunda Guerra Mundial; Segunda Guerra Mundial; Plena Industrialização; Plena Industrialização; A psicologia freudiana; A psicologia freudiana; Ditadura Vargas (Brasil). Ditadura Vargas (Brasil).

11 PERSONAGENS PRINCIPAIS Major (porco); Major (porco); Bola de neve (porco); Bola de neve (porco); Sr. Jones (dono da granja); Sr. Jones (dono da granja); Sansão (cavalo); Sansão (cavalo); Mimosa (a vaca); Mimosa (a vaca); Garganta (porco); Garganta (porco); Benjamim (burro); Benjamim (burro); Moisés (corvo); Moisés (corvo); Ovelhas. Ovelhas.

12 OS PROTAGONISTAS Bola de Neve: seguia os princípios do Animalismo, e mesmo sendo superior (em quesitos de inteligência e cultura) em relação aos outros animais, sempre se considerou igual a todos, não tendo privilégios devido à sua condição (pode ser comparado a Danton); Bola de Neve: seguia os princípios do Animalismo, e mesmo sendo superior (em quesitos de inteligência e cultura) em relação aos outros animais, sempre se considerou igual a todos, não tendo privilégios devido à sua condição (pode ser comparado a Danton); Napoleão: era assistente de Bola de Neve, mas na ânsia pelo poder, traiu o amigo, assumindo a administração da Granja. Napoleão mostrou-se competente e justo no começo, mas depois passou a desrespeitar os SETE MANDAMENTOS (pode ser comparado a Robespierre). Napoleão: era assistente de Bola de Neve, mas na ânsia pelo poder, traiu o amigo, assumindo a administração da Granja. Napoleão mostrou-se competente e justo no começo, mas depois passou a desrespeitar os SETE MANDAMENTOS (pode ser comparado a Robespierre).

13 OUTROS ANIMAIS Velho Major(porco):criou o Animalismo (Karl Marx) Velho Major(porco):criou o Animalismo (Karl Marx) Sansão e Quitéria(cavalos) : o operário (o povo, a massa de manipulada; sem acesso à informação, acreditam em tudo que lhes dizem); Sansão e Quitéria(cavalos) : o operário (o povo, a massa de manipulada; sem acesso à informação, acreditam em tudo que lhes dizem); Cães Ferozes: verdadeiros defensores da revolução, que funcionam como a polícia secreta (KGB) não permitindo dissensão nem oposição ao poder central. Cães Ferozes: verdadeiros defensores da revolução, que funcionam como a polícia secreta (KGB) não permitindo dissensão nem oposição ao poder central.

14 OUTROS ANIMAIS Moisés (o corvo): falava aos animais sobre a Montanha Cande,o céu para os animais). Represente a religião (manipulação pela fé). Benjamin (burro): velho e sábio que suspeitava da Revolução (representa aqueles que não acreditam nos governos e na revoluções) Mimosa (vaca):vaidosa, amava sua beleza e a si; representa as pessoas que não pensam no coletivo; agem apenas em interesse próprio. Garganta (porco): orador, tinha poder de persuasão; convencia os animais a acreditarem e seguirem Napoleão. Representa o departamento de propaganda do governo (uso da mentira).

15 ENREDO Sentindo chegar sua hora, Major, um velho porco, reúne os animais da fazenda para compartilhar de um sonho: serem governados por eles próprios, os animais, sem a submissão e exploração do homem. Ensinou-lhes uma antiga canção, Animais da Inglaterra (Beasts of England), que resume a filosofia do Animalismo, exaltando a igualdade entre eles e os tempos prósperos que estavam por vir, deixando os demais animais extasiados com as possibilidades. Sentindo chegar sua hora, Major, um velho porco, reúne os animais da fazenda para compartilhar de um sonho: serem governados por eles próprios, os animais, sem a submissão e exploração do homem. Ensinou-lhes uma antiga canção, Animais da Inglaterra (Beasts of England), que resume a filosofia do Animalismo, exaltando a igualdade entre eles e os tempos prósperos que estavam por vir, deixando os demais animais extasiados com as possibilidades. O velho Major faleceu três dias depois, tomando a frente os astutos e jovens porcos Bola-de-Neve e Napoleão. Após clandestinas reuniões para traçar as estratégias, Sr. Jones, então proprietário da fazenda, se descuidou na alimentação dos animais, mal sabendo que este seria o estopim para aqueles bichos. Deu-se a Revolução. O velho Major faleceu três dias depois, tomando a frente os astutos e jovens porcos Bola-de-Neve e Napoleão. Após clandestinas reuniões para traçar as estratégias, Sr. Jones, então proprietário da fazenda, se descuidou na alimentação dos animais, mal sabendo que este seria o estopim para aqueles bichos. Deu-se a Revolução.

16 OS SETE MANDAMENTOS 1. Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo. 2. Qualquer coisa que ande sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo. 3. Nenhum animal usará roupas. 4. Nenhum animal dormirá em cama. 5. Nenhum animal beberá álcool. 6. Nenhum animal matará outro animal. 7.Todos os animais são iguais.

17 MUDANÇA NOS 7 MANDAMENTOS 4. Nenhum animal dormirá em cama com lençóis. 5. Nenhum animal beberá álcool em excesso. 6. Nenhum animal matará outro animal sem motivo. 7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

18 CONTEXTUALIZAÇÃO A revolução russa. Major (Lenin); Napoleão (Stalin); Bola-de-neve (Trotsky); as ovelhas, que repetem sem consciência os lemas; os cavalos com seus tapa-olhos que só conseguem olhar para o trabalho; as galinhas que se perdem na dispersão; o burro empacado em suas verdades; os cães fiéis à guarda de seus donos... Todos personagens históricos, escravos da própria revolução, prisioneiros dos sonhos depauperados... Como alterar a história? Tornar-se sujeito ativo de transformação? Reescrever os velhos mandamentos e ensaiar uma precipitada revolução ou elaborar uma nova análise das conjunturas a fim de reavaliar nossos princípios? A revolução dos bichos se repete na história. Novos personagens assumem os papéis dos protagonistas e o enredo continua... Alguns preferem a silenciosa leitura dos fatos, outros desejam escrever novos capítulos... A revolução russa. Major (Lenin); Napoleão (Stalin); Bola-de-neve (Trotsky); as ovelhas, que repetem sem consciência os lemas; os cavalos com seus tapa-olhos que só conseguem olhar para o trabalho; as galinhas que se perdem na dispersão; o burro empacado em suas verdades; os cães fiéis à guarda de seus donos... Todos personagens históricos, escravos da própria revolução, prisioneiros dos sonhos depauperados... Como alterar a história? Tornar-se sujeito ativo de transformação? Reescrever os velhos mandamentos e ensaiar uma precipitada revolução ou elaborar uma nova análise das conjunturas a fim de reavaliar nossos princípios? A revolução dos bichos se repete na história. Novos personagens assumem os papéis dos protagonistas e o enredo continua... Alguns preferem a silenciosa leitura dos fatos, outros desejam escrever novos capítulos...

19 TEMÁTICA Ambição, poder; Ambição, poder; Autoritarismo; Autoritarismo; Revoluções que nada mudam; Revoluções que nada mudam; A vaidade humana; A vaidade humana; Animalização do homem, personificação dos animais. Animalização do homem, personificação dos animais.

20 INTERTEXTUALIDADE REVOLUÇÃO (BUSCA DE LIBERDADE E IGUALDADE); REVOLUÇÃO (BUSCA DE LIBERDADE E IGUALDADE); AUTORITARISMO (PODER NAS MÃOS DE POUCOS); AUTORITARISMO (PODER NAS MÃOS DE POUCOS); EXPLORAÇÃO DOS MENOS FAVORECIDOS (PODER, AMBIÇÃO E CAPITALISMO); EXPLORAÇÃO DOS MENOS FAVORECIDOS (PODER, AMBIÇÃO E CAPITALISMO); IDEALIZAÇÃO DE UM MUNDO LIVRE (UTOPIA). IDEALIZAÇÃO DE UM MUNDO LIVRE (UTOPIA).


Carregar ppt "ANÁLISE LITERÁRIA REVOLUÇÃO DOS BICHOS REVOLUÇÃO DOS BICHOS DANTON, O PROCESSO DE REVOLUÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google