A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Penínsulas da Europa Grécia Continental Grécia Peninsular Grécia Insular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Penínsulas da Europa Grécia Continental Grécia Peninsular Grécia Insular."— Transcrição da apresentação:

1

2 Penínsulas da Europa Grécia Continental Grécia Peninsular Grécia Insular

3 Esparta Atenas Grécia Localiza-se ao sul da Península Balcânica (tem este nome porque se liga, ao norte, ao continente europeu por uma cadeia de montanhas chamada de montes Balcãs.) Sudeste da Europa Mar Mediterrâneo (Mar Jônio e Egeu)

4 Turquia Itália Líbia França Turquia Egito

5 O relevo montanhoso e o litoral recortado fizeram com que os gregos se dedicassem à navegação, pesca e ao comércio marítimo. A agricultura também era praticada, mas com menor intensidade.

6 Dividindo a história da Grécia Pré-Homérico ( a.C.) Pré-Homérico ( a.C.) – Início da formação da Grécia com a ocupação por diferentes povos Homérico ( a.c.) Homérico ( a.c.) – A vida tinha por base a família ou os clãs (comunidades gentílicas) Arcaico (700 – 500 a.c.) – O desenvolvimento das cidades-estados Clássico (500 – 338 a.C.) – Disputas entre as cidades gregas pelo poder Helenístico (338 – 30 a.C.) – A fusão da culturas grega, egípcia, mesopotâmica e persa surgiu a cultura helenística. Um mil novecentos e setenta anos de História!!!!

7 A formação da Grécia Antiga (Período Pré-Homérico) Na ilha de Creta, por volta de 2000 a.C. desenvolveu-se a civilização cretense. Os aqueus invadiram Creta, dando origem a civilização creto-micênica, origem do povo grego. Os eólios e jônios chegaram na região por volta de 1700 a.C., realizando uma integração pacífica com os habitantes que encontraram na Grécia antiga. Os dórios chegaram por volta de 1200 a.C.. Arrasaram as cidades gregas, deixando Micenas em ruínas.

8 Nesta época, a vida na Grécia tinha por base a grande família, o genos, controlado pelo patriarca (basileu). Tudo era coletivo. Com o crescimento da população e a escassez de terra houve necessidade da divisão das terras (propriedades particulares), sendo que o patriarca ficou com as melhores terras. Outro grupo ficou com terras não tão boas e um outro, ainda, sem nada. Havia necessidade de encontrar outras terras, assim formaram-se as colônias gregas. Os clãs se uniram para se defenderem, surgindo as cidades-estados. Período Homérico (Ilíada e a Odisséia de Homero)

9 Cidades-estado: Cada cidade grega tinha uma organização social própria, com seu governo, seus costumes e sua religião. Eram independentes umas das outras. Com o fim do Período Homérico (propriedades coletivas) as cidades gregas passaram por um intenso desenvolvimento, mas as terras ficaram cada vez mais concentradas nas mãos da aristocracia. Os pequenos agricultores não conseguiam concorrer com os produtos baratos que vinham das colônias. Cheios de dívidas estes pequenos agricultores tornaram-se escravos como forma de saldar suas contas. Assim, na Grécia havia escravos por dívidas.... e não apenas prisioneiros de guerra. Período Arcaico Período do desenvolvimento das cidades-estados. Aristocracia: O grupo dos nobres, os mais ricos: proprietários de terras.

10 Acrópole de Atenas Local mais alto das antigas cidades gregas, que servia de cidadela e onde eventualmente se erguiam templos e palácios. Pártenon, templo edificado em homenagem a Deusa Atena.

11 No centro das cidades gregas havia um espaço chamado de Ágora. Neste local os homens se reuniam para conversar coisas importantes sobre a cidade. A Ágora era a praça pública dos gregos.

12 A sociedade ateniense Cidadãos: Grandes e pequenos proprietários, comerciantes e artesãos. Todo indivíduo com mais de 18 anos, do sexo masculino e filho de ateniense era considerado cidadão. Metecos: Estrangeiros ou descendentes de estrangeiros. Não tinham direitos políticos (não podiam votar ou ser votados). Escravos: Filhos de escravos, prisioneiros de guerra, cidadãos ou metecos condenados por dívidas ( a escravidão por dívida foi abolida com as Reformas de Sólon)

13 A sociedade espartana Espartanos ou espartíatas: Eram proprietários de terras e somente eles podiam participar do governo de Esparta. Periecos: Eram livres mas não podiam participar do governo. Eram pequenos proprietários de terras, comerciantes, artesãos ou soldados. Deviam pagar impostos aos espartanos. Hilotas: Eram os servos dos Estado que trabalhavam nas terras dos espartanos. Não podiam ser vendidos sem a autorização do governo. Viviam como escravos, sempre em grupos. O governo espartano: - Éforos (5 membros) - Gerúsia ou Conselho dos Anciãos 28 membros, comandados por dois reis – diarquia) - Ápela ou Assembléia Popular (elegiam os Éforos ou gerontes)

14 Teatro de Dionísio theatron: é o auditório propriamente dito orchestra: local onde o coro cantava e dançava eisodos: os dois acessos laterais para o coro entrar e sair de cena skene: palco onde os atores atuavam mechané: grua ou guindaste para elevar atores O teatro grego

15 Ruínas de teatro grego na cidade de Epidauto Aristófanes nasceu em Atenas em 457a.C. Viveu o esplendor do Século de Péricles e viu Atenas decair com a Guerra do Peloponeso. Fazia comédias contra as coisas que achava responsáveis pela decadência de Atenas. Criticava a democracia e os demagogos. Suas peças: As aves e a paz As nuvens As rãs Os Babilônios Os cavaleiros

16 greek.hp.vilabol.uol.com.br/ Giovanni, Cristina Visconti; Junqueira, zilda Almeida; Tuono, Sílvia Guena. História Compreender para aprender 5. São Paulo: FTD, 1998 migueleloi3.no.sapo.pt/.../ Acropole%


Carregar ppt "Penínsulas da Europa Grécia Continental Grécia Peninsular Grécia Insular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google