A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Responsabilidade Social Organizacional Disciplina: Responsabilidade Social Corporativa Professor: Demóstenes Farias Fortaleza, agosto de 2011 2 Desenvolvimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Responsabilidade Social Organizacional Disciplina: Responsabilidade Social Corporativa Professor: Demóstenes Farias Fortaleza, agosto de 2011 2 Desenvolvimento."— Transcrição da apresentação:

1 Responsabilidade Social Organizacional Disciplina: Responsabilidade Social Corporativa Professor: Demóstenes Farias Fortaleza, agosto de Desenvolvimento sustentável Ética Ética empresarial Aspectos históricos

2 Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento: Há só uma Terra, mas não um só mundo. Todos nós dependemos de uma biosfera para conservarmos nossas vidas. Mesmo assim, cada comunidade, cada país luta pela sobrevivência e pela prosperidade quase sem levar em conta o impacto que causa sobre os demais. Alguns consomem os recursos da Terra a um tal ritmo que provavelmente pouco sobrará para as gerações futuras. Outros, em número muito maior, consomem pouco demais e vivem na perspectiva da fome, da miséria, da doença e da morte prematura (CMMAD, 1991, p. 29). [vide vídeo A história das coisas] Desenvolvimento Sustentável 1/14

3 1 (Apresentação do Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial 2009 do Instituto Ethos) (*) De acordo com o Relatório Brundtland (*), Desenvolvimento sustentável é aquele que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades. Esse conceito alerta para o cuidado com a exploração irracional dos recursos naturais, com os direitos humanos, com o resgate da cidadania e com o acesso ao consumo de bens e serviços. Desenvolvimento Sustentável 2/14

4 Princípios de Ética 1 Ética vem de ethos, palavra grega que significa costume, maneira habitual de agir, índole. Em sentido semelhante, moral vem o latim, de mos e moris. Ética pode ser entendida como a ciência voltada para o estudo filosófico da ação e conduta humanas, considerada em conformidade ou não com a reta razão. Trataremos ética e moral como ciência prática que tende a procurar pura e simplesmente o bem do homem A Ética é a parte da filosofia que estuda a moralidade dos atos humanos, enquanto livres e ordenados a seu fim último. De modo natural, a inteligência adverte a bondade ou malícia dos atos livres, haja vista o remorso ou satisfação que se experimenta por ações livremente realizadas. Cabe sempre a dúvida, no entanto, sobre o que é bem e o mal, ou porque tal ação é boa ou má. A resposta a tais questões conduz a um estudo científico dos atos humanos enquanto bons ou maus (ARRUDA, 2009). 3/14

5 Princípios de Ética 1 Voltada para a retidão moral dos atos humanos, a Ética é uma ciência prática, de caráter filosófico. Sob esse prisma, sabe-se que o conhecer não tem sentido em si, mas sim por se dirigir à ação, buscando o bem do homem. O homem é social por natureza, e dirige-se para o seu fim último em união com outros homens; assim, a Moral Geral analisa aspectos tais como o fim último, a lei moral, a consciência, as virtudes; e a Moral Especial ou Moral Social aplica tais princípios à vida do homem na sociedade: família, bem comum da sociedade, autoridade e governo, leis civis, e ordem moral da economia e das organizações (RODRIGUES LUÑO, in ARRUDA, 2009). 4/14

6 Princípios de Ética Empresarial 1 Reflexão 1: O amianto está presente em caixas dágua, telhas, pisos, lonas e pastilhas de freio, tintas e tecidos antichama; é tão resistente quanto o aço e é imune ao fogo; ocorre que foi banido de 21 países por ser cancerígeno; No Brasil, 4º produtor mundial, está proibido em várias cidades; o Ministério do Meio Ambiente chegou a anunciar que seria proibido em 2003, mas depois transferiu a decisão para o Congresso nacional; Goiás tem a única mina da América Latina e há interesses políticos e empresariais envolvidos; os empresários alegam que dão aos funcionários uma ajuda financeira; que os casos de doença são antigos e que atualmente segue as normas de segurança: nossa produção não vai acabar enquanto houver demanda e a legislação permitir Tudo o que é legal é ético ? Reflexão 2: Um funcionário de um grande supermercado acompanha uma família desde o café da manhã até à noite, quando vêem o futebol pela TV; ele anota cada produto consumido, que emissora é sintonizada ou qualquer outro gesto que se relacione a consumo; é uma técnica de marketing que tem o objetivo de mapear os hábitos do consumidor, para inspirar suas ideias de vendas mais eficientes. Discuta os critérios de eticidade dessas ações. 5/14

7 Princípios de Ética Empresarial 1 Reflexão 3: O engenheiro Paulo da Silva era diretor de uma grande empresa estatal de energia e um mês depois de sair, passou a dirigir uma empresa do mesmo setor. Outro engenheiro, Pedro Souza, fez parecido, ao trocar a presidência de uma estatal da telefonia, onde ganhava R$ 10 mil pela presidência de uma empresa privada do ramo, passando a receber R$1,2 milhões. Não vejo nenhum problema em alguém ser presidente de uma estatal e passar à iniciativa privada Discuta os critérios de eticidade dessas ações. As empresas precisam de ética. A economia precisa de ética. A sociedade precisa de ética. Espera-se que o século XXI seja o século da ética. 6/14

8 Aspectos históricos da Ética Empresarial 1 Primeiros debates, nos anos 60, em países de origem alemã, quando se pretendeu levar o trabalhador a participar dos conselheiros de administração das organizações; Ainda nos anos 60 e nos anos 70, o ensino da Ética tomou impulso, especialmente nas faculdades de Administração e Negócios dos Estados Unidos, daí surgindo a Ética Empresarial. Tornou-se referência a pesquisa junto a empresários, pelo Professor Baumhart sobre a ética nos negócios, quando o enfoque da Ética nos Negócios era na conduta ética pessoal e profissional. Com a expansão de multinacionais estadunidenses e européias para países de outros continentes, deu-se o choque cultural, assim como outras formas de fazer negócios, surgindo o conflito com os padrões de ética da matriz, o que veio a redundar na criação dos códigos de ética corporativos. Nos anos 80, registraram-se esforços de professores dos MBAs norte- americanos; surgiram publicações, a exemplo da revista pioneira Journal of Business Ethics. Nos anos 90, o Prof. Georges Enderle, da Suíça, elaboram a primeira pesquisa em nível global, apresentada no 1º Congresso ISBEE, no Japão, que passou a se repetir a cada quatro anos, originando publicações científicas sobre o assunto. 7/14

9 Alguns consomem os recursos da Terra a um tal ritmo que provavelmente pouco sobrará para as gerações futuras. Outros, em número muito maior, consomem pouco demais e vivem na perspectiva da fome, da miséria, da doença e da morte prematura (CMMAD, 1991). Vídeo A história das coisas, 23 em 3 partes Desenvolvimento Sustentável 8/14

10 Aspectos históricos da Ética Empresarial 1 Alguns desafios foram delineados, tais como da importância de diferir o clima moral de um país para outro. Outros temas que emergiram foram a corrupção, a liderança e as responsabilidades corporativas. Observou-se o surgimento de grande número de ONGs em todo o mundo, dedicadas aos vários aspectos da ética, a partir das atuais tendências de Governança Corporativa, da Responsabilidade Social e Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável; prevê-se que seu desempenho será destaque a estudos acerca de seu desempenho na aplicação da Ética nos Negócios no século que se inicia. Criaram-se normas e índices internacionais para incentivar as empresas a elevar o seu padrão quanto ao tema, em diferentes áreas, tais como o SA 8000; o AA 1000; o Global Reporting Initiative (GRI); e a ISO Na América Latina, o marco histórico foi o Congresso Latino-Americano de Ética, Negócios e Economia, em 1998, quando se debateu semelhanças e diferenças entre os países envolvidos. Em seguida, com a troca de experiências empresariais e acadêmicas foi criada a ALENE-Associação Latino-americana de Ética, Negócios e Economia. O Peru lançou os dois primeiros livros sobre o assunto na AL. Outros avanços importantes se registraram na Argentina, no Chile, no México, Bolívia e Equador. 9/14

11 Aspectos históricos da Ética Empresarial 1 No Brasil, a ESAN-Escola Superior de Administração de Negócios, de São Paulo, privilegiou o ensino da ética nos cursos de Administração Em 1992, o MEC sugeriu a inclusão, em todos os curso de graduação e de pós- graduação de Administração, da disciplina de ética. Mais de 100 representantes dos Conselhos regionais de Administração se comprometeram a atender á recomendação do MEC. No mesmo ano, a FGV criou o CENE (depois GVcene), Centro de Estudos de Ética nos Negócios. Foi iniciativa do órgão o I Concgtresso Latino-Americano de Ética, Negócios e Economia, de 1998, e do II Congresso Mundial da International Society of Business, Economics and Ethics (ISBEE) Ainda em 1992, a Fundação Fides desenvolveu e publicou sólida pesquisa sobre a ética das empresas brasileiras, vindo a repeti-la em O Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, criado em 1998 desenvolveu trabalho de grande projeção, incentivando empresas a combater a corrupção, a pobreza e a injustiça social e contando com o apoio de muitas empresas brasileiras comprometidas com os temas propostos. Fundado em 2003, o Instituto Brasileira de Ética nos Negócios fomenta princípios, valores e práticas éticas entre crianças e jovens – futuros empresários. 10/14

12 Responsabilidade Social Organizacional 1 Responsabilidade Social Organizacional é a forma de gestão que se define pela relação ética e transparente da empresa com todos os públicos com os quais ela se relaciona e pelo estabelecimento de metas empresariais compatíveis com o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais para as gerações futuras, respeitando a diversidade e promovendo a redução de desigualdades sociais (ETHOS, 2007). Conceito de Responsabilidade Social Organizacional 11/14

13 Responsabilidade Social Organizacional 1 (Apresentação do Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial 2009 do Instituto Ethos) [cadeia de valor é uma série de atividades relacionadas e desenvolvidas pela empresa para satisfazer as necessidades dos clientes, desde as relações com os fornecedores e ciclos de produção e venda até a fase final da distribuição para o consumidor final] 12/14

14 Desenvolvimento Sustentável Capital verde A política de sustentabilidade adotada pelas sucessivas administrações de Vitória-Gasteiz, no País Basco, na Espanha, acaba de render reconhecimento internacional. A política de sustentabilidade adotada pelas sucessivas administrações de Vitória-Gasteiz, no País Basco, na Espanha, acaba de render reconhecimento internacional. A cidade foi nomeada a Capital Verde Europeia para Essa iniciativa da União Europeia serviu de inspiração para um grupo de ONGs paulistanas que pretendem lançar, na sexta-feira 19, o Programa Cidades Sustentáveis. O objetivo é disseminar boas práticas nessa área, que possibilitem aos municípios brasileiros evoluir no aspecto socioeconômico sem agredir o meio ambiente. Revista IstoéDinheiro, Nº 723, de 11.AGO.11 13/14

15 11 Capital verde N º EDI Ç ÃO: 723 | 11.AGO :00 A pol í tica de sustentabilidade adotada pelas sucessivas administra ç ões de Vit ó ria-Gasteiz, no Pa í s Basco, na Espanha, acaba de render reconhecimento internacional. POR ROSENILDO GOMES FERREIRA A POL Í TICA DE SUSTENTABILIDADE ADOTADA PELAS SUCESSIVAS ADMINISTRA Ç ÕES DE VIT Ó RIA-GASTEIZ, NO PA Í S BASCO, NA ESPANHA, ACABA DE RENDER RECONHECIMENTO INTERNACIONAL. A CIDADE FOI NOMEADA A CAPITAL VERDE EUROPEIA PARA ESSA INICIATIVA DA UNIÃO EUROPEIA SERVIU DE INSPIRA Ç ÃO PARA UM GRUPO DE ONGS PAULISTANAS QUE PRETENDEM LAN Ç AR, NA SEXTA-FEIRA 19, O PROGRAMA CIDADES SUSTENT Á VEIS. O OBJETIVO É DISSEMINAR BOAS PR Á TICAS NESSA Á REA, QUE POSSIBILITEM AOS MUNIC Í PIOS BRASILEIROS EVOLUIR NO ASPECTO SOCIOECONÔMICO SEM AGREDIR O MEIO AMBIENTE. Desenvolvimento Sustentável 10/14


Carregar ppt "Responsabilidade Social Organizacional Disciplina: Responsabilidade Social Corporativa Professor: Demóstenes Farias Fortaleza, agosto de 2011 2 Desenvolvimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google