A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PALESTRA 36/2009 - 13/10/2009 Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O NÃO SEPAREIS O QUE DEUS JUNTOU.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PALESTRA 36/2009 - 13/10/2009 Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O NÃO SEPAREIS O QUE DEUS JUNTOU."— Transcrição da apresentação:

1

2 PALESTRA 36/ /10/2009 Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O NÃO SEPAREIS O QUE DEUS JUNTOU

3 Capítulo 22 Casamento Divórcio Não separeis o que Deus juntou

4 O Espiritismo não é doutrina do não e sim da responsabilidade. Viver é escolher, é optar, é decidir, e a escolha é sempre livre dentro de um leque relativamente amplo de alternativas. A semeadura, costumamos dizer, é voluntária; a colheita é que é sempre obrigatória. Obras: Africanismo e Espiritismo, Allan Kardec, Análises Espíritas, Doutrina Espírita, Espiritismo à Luz da Crítica, Espiritismo e as Doutrinas Espiritualistas, Espiritismo e Criminologia, Idéias e Reminiscências Espíritas, Ponderações Doutrinárias, Relembrando Deolindo-Vol.1, Relembrando Deolindo-Vol.2 O espiritismo e os problemas humanos Nome: Deolindo Amorim Nascido: 23/01/1906 (Bahia) Desencarnou: 24/4/1984 (Rio) Jornalista, escritor e conferencista espírita brasileiro.

5 Sentido de casamento No sentido de acordo, é um pacto entre duas ou mais partes objetivando a realização de fins comuns. Aliança É um anel usado para simbolizar um compromisso e a união afetiva entre duas pessoas, em noivados e cerimônias de casamento.

6 Sentido de casamento Relação de colaboração entre duas ou mais pessoas com vista à realização de um objetivo comum. Parceria É Uma relação de mão-dupla: os parceiros partilham seus recursos de modo a trocar benefícios mútuos e chegar a objetivos comuns.

7 Casamento Dos Sexos Civil ? Tipos de União

8 Casamento No casamento, o que é de ordem divina é a união dos sexos, para que se opere a substituição dos seres que morem.

9 Casamento Daí resulta que, em face da lei civil, o que é legítimo num país e em dada época, é adultério noutro país e noutra época, isso pela razão de que a lei civil tem por fim regular os interesses das famílias, interesses que variam segundo os costumes e as necessidades locais. Assim é, por exemplo, que, em certos países, o casamento religioso é o único legítimo; noutros é necessário, além desse, o casamento civil; noutros, finalmente, este último casamento basta.

10 Casamento Mas, na união dos sexos, a par da lei divina material, comum a todos os seres vivos, há outra lei divina, imutável como todas as leis de Deus, exclusivamente moral: a lei de amor.

11 Teremos aquelas pessoas que, defrontando-se um dia, se vêem, se conhecem, se aproximam, surgindo, daí, o enlace acidental, sem qualquer ascendente espiritual. Tipos de Casamento Acidentais Sem que duas almas se reencontram em processo de reajustamento, necessário ao crescimento espiritual, esses são os mais freqüentes. Provacionais Esses reúnem almas possuidoras de virtude e sentimentos opostos. É uma alma esclarecida, ou iluminada, que se propõe ajudar a que se atrasou na jornada ascensional. Sacrificionais São os que reúnem almas esclarecidas e que muito se amam. São Espíritos que, pelo matrimônio, no doce reduto do lar, consolidam velhos laços de afeição. Afis São constituídos por almas engrandecidas no amor fraterno e que se reencontram, no plano físico, para as grandes realizações de interesse geral. A vida desses casais encerra uma finalidade superior. Transcedentes José Martins Peralva - Estudando a Mediunidade

12 Casamento É um progresso na marcha da Humanidade. Questão 695: Será contrário à lei da Natureza o casamento, isto é, a união permanente de dois seres?

13 Casamento Seria uma regressão à vida dos animais. Questão 696: Que efeito teria sobre a sociedade humana a abolição do casamento?

14 Casamento É uma lei humana muito contrária à da Natureza. Mas os homens podem modificar suas leis; só as da Natureza são imutáveis. Questão 697: Está na lei da Natureza, ou somente na lei humana, a indissolubilidade absoluta do casamento?

15 Divórcio O divórcio é lei humana que tem por objeto separar legalmente o que já, de fato, está separado. Não é contrário à lei de Deus, pois que apenas reforma o que os homens hão feito e só é aplicável nos casos em que não se levou em conta a lei divina

16 Casamento Muito amargos, realmente. Trata-se, porém, de uma dessas infelicidades de que sois, na maioria das vezes, a causa principal. Em primeiro lugar, são vossas leis que estão erradas, pois acreditais, por ventura, que Deus vos obrigaria a permanecer junto dos que vos desagradam? Depois, nessas uniões, geralmente buscais a satisfação do orgulho e da ambição, mais do que a felicidade de uma afeição mútua. Então sofreis as conseqüências de vossos preconceitos. Questão 697: A falta de simpatia entre seres destinados a viver juntos não constitui igualmente fonte de dissabores, tanto mais amargos porque envenenam toda a existência?

17 Divórcio Há Espíritos que necessitam da união conjugal e, conseqüentemente, de uma família para refrear certos impulsos prejudiciais ao seu próprio progresso espiritual. Adenauer Novaes

18 Divórcio Quando puderes, não te afastes do lar, ainda que mesmo quando o lar te pareça inquietante fornalha de fogo e aflição.

19 Divórcio, retirada, rejeição e demissão, às vezes, constituem medidas justificáveis nas convenções humanas, mas quase sempre não passam de moratórias para resgate em condições mais difíceis, com juros de escorchar. Ouçamos o intimo de nós mesmos. Enquanto a consciência se nos aflige, na expectativa de afastar-nos da obrigação, perante alguém, vibra em nós o sinal de que a divida permanece. Divórcio

20 Casamento...Em uma diferente civilização, os seres possuíam duas cabeças, quatro braços e pernas e dois corpos distintos - masculino e feminino - mas com apenas uma alma... Viviam em pleno amor e harmonia, e justamente esse equilíbrio provocou a inveja e a irá de alguns deuses do Olimpo. Enfurecidos, enviaram àquela civilização uma tormenta repleta de trovões e relâmpagos, que dividiram os corpos, separando a parte feminina da masculina e repartindo as almas ao meio... Diz a lenda que até hoje os seres lutam na busca de sua outra metade, a sua alma gêmea. Diz a lenda que até hoje os seres lutam na busca de sua outra metade, a sua alma gêmea.

21 1.Nós que aprendemos a salvar o trigo e a batata, os campos e as fontes, saibamos preservar a união também; 2.Se sabes que a tolerância e a bondade resolvem os problemas, a ti cabe o primeiro passo, garantindo a harmonia doméstica; 3.Mudemos a nós mesmos para melhor e aqueles que nos compartilham a estrada não se deterão insensíveis; 4. Planta de novo a alegria e o bem, para que obtenhas o bem e a alegria novamente. Dicas dos espíritos para se manter um bom casamento

22 Tem paciência e confia em Deus Dicas dos espíritos para se manter um bom casamento Casar-se é tarefa para todos os dias Joanna de Ângelis da obra Após a tempestade psicografia de Divaldo Pereira Franco Emmanuel da obra Na era do espírito psicografia de Francisco Cândido Xavier

23 Que bom que você veio! Volte sempre e vá com Jesus de Nazaré!!! Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O


Carregar ppt "PALESTRA 36/2009 - 13/10/2009 Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O NÃO SEPAREIS O QUE DEUS JUNTOU."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google