A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elementos básicos sobre o Processo RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elementos básicos sobre o Processo RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)"— Transcrição da apresentação:

1 Elementos básicos sobre o Processo RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)

2 Pressupostos do Processo RVCC Baixa qualificação dos trabalhadores Portugueses Altíssima percentagem de adultos activos sem escolaridade obrigatória (agora sem secundário) Alta percentagem de adultos activos sem escolaridade obrigatória, mas realizando funções de alguma responsabilidade / complexidade É possível fazer equivaler as competências ganhas em todos os contextos (profissional, escolar, social, familiar, etc.), ao longo da nossa vida, a um diploma escolar Uma questão de justiça social

3 A evolução do sistema nacional de RVCC Grupo de missão ( ) Constituição da ANEFA (1999…) Primeiros 6 centros-piloto (2000/2001) Rede de 84 centros prevista para Jan 2006 Janeiro de 2005 – 84 centros ANEFA (1999 – 2002) DGFV ( ) Extinção de tudo o que não fosse RVCC, EFA, Mais Introdução de metas quantitativas no processo RVCC 2006: Lançamento do Programa «Novas Oportunidades» Ampliação da rede de centros (170 abertos num ano) Eliminação da legislação que exigia acreditação das instituições promotoras dos centros Possibilidades das Escolas Secundárias promoverem Centros NO, EFA, etc. ANQ (2007-?)

4 Fases do Processo RVCC 1. Acolhimento / Inscrição 2. Reconhecimento Balanço de competências (frente ao referencial de competências- chave) Conscientização do adulto Negociação (nível, formação…) 3. Validação Formação (se necessário…) Elaboração do dossier pessoal / portfolio Validação por parte da equipa Sessão de júri de validação 4. Certificação

5 Equipa de um centro RVCC – nível básico e secundário Director Coordenador Administrativo Técnico de apoio à gestão financeira Profissionais de RVC (3) Formadores (2): 1 para MV e TIC; 1 para LC e CE Profissionais de RVC (2) Formadores (6): 2 para CP, 2 para STC, 2 para CLC

6 Estruturação do processo RVCC – Centro da ESE/Ualg Acolhimento / Informação Entrevistas biográficas (perfil e reenc.; PI/ PC) 6 sessões colectivas Balanço Formação Complementar Acções Curta Duração Elaboração Portfolio Júri de Validação (nível básico)

7 Júri de validação – modelo centro Lagoa Apresentação por parte do adulto Comentários por parte da equipa, se necessário Apreciação do avaliador externo Questões colocadas pelo avaliador externo Dinâmica colectiva

8 Vantagens do processo RVCC Horários, condições contextuais, condições de aprendizagem centradas no adulto activo Vantagens profissionais imediatas Aumento da auto-confiança, auto-estima, etc. Reconhecimento social das competências Reconhecimento da importância das profissões de baixo valor social Uma revalorização da educação e da formação, como atitude básica da vida dos adultos Possibilidade de continuidade de estudos / formação

9 Perigos de um processo RVCC sem rigor nem qualidade Certificação não traz revalorização dos aspectos educativos e formativos Perigo de fazer a equivalência Vida = certificação Insucesso nos níveis educativos imediatamente superiores Frustrar expectativas criadas Gastar recursos numa «fábrica» de certificação sem vantagens para nenhuma das partes envolvidas Descredibilização do sistema em si


Carregar ppt "Elementos básicos sobre o Processo RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google