A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lideranças nas organizações educativas A Centralidade das lideranças- GREENFIELD, 2000.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lideranças nas organizações educativas A Centralidade das lideranças- GREENFIELD, 2000."— Transcrição da apresentação:

1 Lideranças nas organizações educativas A Centralidade das lideranças- GREENFIELD, 2000

2 5 Problemáticas de investigação 1. As qualidades pessoais dos liders 2. Os contextos de liderança 3. Os quotidianos da vida escolar 4. Os estímulos para a liderança 5. Os efeitos da liderança

3 1. As qualidades pessoais e de eficácia são factores determinantes de influência das lideranças: - estado de espírito - capacidade de reflexão - valores profissionais, sociais e políticos, no contexto da resolução de problemas

4 2. De que modo o contexto específico de cada escola tem influências nas lideranças ? Nas exigências morais, sociais, interpessoais, educacionais, administrativas e políticas ?Os contextos de reformas e mudanças que impacto têm nos comportamentos dos liders ? 3. O quotidiano das escolas, permite-nos saber o que fazem e porquê, na observação de aspectos como: Partilha da informação Clarificação de expectativas Motivação para o trabalho em equipa Planificação de actividades e processos úteis à resolução de problemas

5 4. Que condições atraem e estimulam os liders para exercer a liderança? Haverá um padrão de comportamento ou dependem das qualidades pessoais e do contexto? 5. Que efeitos da liderança nos indivíduos, nos grupos e nos contextos? Outras lideranças anteriores terão efeitos na eficácia das escolas?

6 Caracterização das lideranças, concepções cruzadas com as escolas portuguesas -J. Adelino Costa, 2000 Lideranças dispersas que percorrem os diversos níveis, sectores e agrupamentos da organização escolar. Relatividade da liderança, interpretação ambígua,confusão entre liderança e autoritarismo e concentração de poderes. Lideranças e democracia, pressupostos no sentido do reforço da democracia e da participação de todos os implicados. Lideranças e colegialidade, processo interpares, apelos à autonomia docente, trabalho de reflexão partilhada.... Liderança enquanto saber especializado, formação e competência pedagógica como fundamento estrutural. Lideranças e gestão, necessidade de distinção.

7 A complexidade da liderança implicam competências de nível elevado- Formação Formação de nível de pós- graduação, mestrado Necessidade de desenvolver competências e conhecimentos de modo a acumular bases teóricas e experiência/problemas complexos. Necessidade das competências não se centrarem exclusivamente na experiência do lider. Formadores, tutores e professores são chamados a trabalhar com a experiência profissional dos directores (Suécia). Formação inclui programas agrupados em grandes temas ( liderança organizacional, pedagógica, comunicação, gestão escolar ), tutoria e estágio (USA). Formação inclui estágio com inspectores, directores experientes (mentor- Inglaterra).

8 Boas Práticas na Formação- UK- Nacional College Of School Leadership STANDARDS de qualidade: - Liderança profissional - educação de elevada qualidade para os alunos. - Qualidade para melhorar o desempenho dos alunos, padrões de aprendizagem, desenvolvimento moral, social e cultural. - Qualidade nas estratégias de desenvolvimento da cidadania e diversidade cultural e étnica. - Qualidade no processo de aprendizagem, língua materna, matemática e ciências e aplicação das TIC, na sala de aula. - Qualidade no desenvolvimento de modelos curriculares e avaliação.

9 Boas Práticas na formação- UK - Condições políticas, económicas, sociais e tecnológicas com impacto no planeamento e execução estratégica e operacional. - Estilos de liderança e respectivos efeitos. - Gestão e gestão da mudança, aplicação das TIC. - Política educativa nacional. - Enquadramento estatutário da educação.

10 Perfil de competências: - Competências de liderança - Competências de tomada de decisão - Competências de comunicação - Competências de auto-gestão - Auto-confiança, empenho, entusiasmo, integridade, motivação para a mudança.

11 Boas Práticas- UK Áreas estratégicas: - Liderança e desenvolvimento estratégico da escola - Ensino e aprendizagem - Liderança e gestão do pessoal - Gestão eficaz e eficiente de recursos humanos e materiais - Prestação de contas

12 PORTUGAL- Formação especializada para a gestão escolar Despacho Conjunto 198/99: ----competências de análise crítica ----competências de intervenção ----competências de formação, supervisão e avaliação ----consultoria

13 Conteúdos: -- política educativa e sociedades contemporâneas -- sociologia das organizações -- gestão organizacional e escolar -- organização e gestão da formação -- gestão do currículo e processos pedagógicos -- direito administrativo -- informática aplicada à gestão -- deontologia e profissão docente -- informática aplicada à gestão, Tic na escola -- economia e marketing -- métodos de investigação -- inovação educacional -- avaliação educacional

14 Análise Avaliativa Elabore um programa de formação para as lideranças de topo nas nossas escolas, definindo : -- áreas estratégicas -- competências -- metodologias de formação


Carregar ppt "Lideranças nas organizações educativas A Centralidade das lideranças- GREENFIELD, 2000."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google