A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARTE DA TESE Disciplina: Metodologia Científica Aplicada Professor Responsável: Sonia Afonso Alunas: Eliane & Heloisa / 2007 MICHEL BEAUD apresentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARTE DA TESE Disciplina: Metodologia Científica Aplicada Professor Responsável: Sonia Afonso Alunas: Eliane & Heloisa / 2007 MICHEL BEAUD apresentação."— Transcrição da apresentação:

1 ARTE DA TESE Disciplina: Metodologia Científica Aplicada Professor Responsável: Sonia Afonso Alunas: Eliane & Heloisa / 2007 MICHEL BEAUD apresentação desenvolvida a partir do livro PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO /UFSC

2 Uma boa pesquisa implica em: Equilíbrio entre teoria e empirismo Em questionamentos Conhecimento das diferentes interpretações teóricas Das diferentes abordagens Em reflexões e críticas Adotar métodos (dominar método da área) T R A B A L H O (... motivação)

3 Não é razoável se comprometer na preparação de uma tese por razões negativas Falta de perspectiva ociosidade frustrações MAS SIM COM PROPÓSITOS.... Se inscrever num plano de carreira Carreira universitária Como pesquisador Numa organização pública ou privada, nacional ou internacional É necessário vontade firme e capacidade de emprego

4 Escolha do assunto e do Orientador 1. Você tem o assunto e o orientador (partir pro abraço) 2. Você tem o orientador mas não tem o assunto (possibilidade de aproximações entre o tema de pesquisa do orientador e o seu interesse) 3. Você tem o assunto, mas não o orientador (repensar o assunto, o tema é realmente um bom assunto? Talvez a questão seja flexibilidade intelectual) (mau sinal, deve refletir....) 4. Você não tem nem assunto, nem orientador

5 Um bom assunto Em relação a você mesmo Se inscreve na esfera de pesquisa do orientador Há um debate emergente sobre o assunto, é necessário, atual... (motivação, interesse, se insere na sua própria perspectiva pessoal ou profissional...)

6 Um bom orientador 1.Está habilitado ou autorizado a orientar? 2.Está a menos de dois anos de aposentadoria? 3.Demonstra-se em geral disponível p/ atender pesquisadores e estudantes que trabalham sobre sua orientação? 4.Tem interesse pelo assunto que você quer trabalhar? 5.É competente na área em que você quer trabalhar? 6.Se ele já o conhece incitou-o a desenvolver uma tese sob a orientação dele? 7.Limita o numero de estudantes que aceita orientar? 8.Permite aos orientandos procedimentos que se afastem ou difiram do seu? 9.Toma conhecimento dos trabalhos que lhe são submetidos com suficiente atenção? 10.Promove seminários ou oficinas de pesquisa abertos a seus alunos?

7 Se obtiver de: 8 a 10 SIM Trata-se de uma pérola. Empregue todo seu talento para beneficiar-se de sua orientação 5 a 7 SIM Leve sempre em consideração suas qualidades e seus defeitos. 4 ou menos SIM Melhor procurar outra pessoa em qualquer situação, preserve-se e nunca esqueça que há orientadores de teses que são como remédios: É PRECISO SABER FAZER BOM USO DELES É Fundamental que a tese se enquadre numa ESTRATÉGIA.

8 Você tem um assunto, um orientador, aceito e inscrito no programa Um trabalho sério a ultrapassagem de diferentes etapas ter um procedimento organizado ESTABELECER UM CRONOGRAMA ( considerar o tempo limitado) EXPLORAÇÃO SISTEMÁTICA DA DOCUMENTAÇÃO AVALIAR AS OBRAS QUE SE REPORTAM AO ASSUNTO ESCOLHIDO CONTATO COM O LOCUS, PESSOAS OU INSTITUIÇÕES QUE IRÁ TRABALHAR FICHAR LIVROS, ARTIGOS... DIMENSIONAR A AMPLITUDE DAS TAREFAS Primeiras elucidações

9 PROBLEMÁTICA I Escolha do assunto Elucidações / desbastes Definição da área de trabalho Uma ou várias questões Campos a aprofundar (problemática provisória) Tomada de consciência da amplitude da área de trabalho, das inter-relações, da complexidade... Multiplicidades das questões, os eixos de aproximação com outras áreas...

10 A elaboração da PROBLEMÁTICA I passa pela escolha de UMA QUESTÃO PRINCIPAL que deve ser crucial, essencial e central em relação ao assunto escolhido. Escolha do assunto Elucidações e desbastes

11 (Tens um plano de trabalho e vai formular a questão principal) A QUESTÃO PRINCIPAL Deve ser crucial, central e essencial no tocante do assunto Aprofunda e caracteriza o assunto Não deve ser paralela e nem desconectada ou fora do eixo Será a chave do seu trabalho de pesquisa A questão principal pode levar algum tempo.... Continue a trabalhar.... Com a preocupação permanente de delimitar cada vez melhor e o mais precisamente possível essa indispensável questão PROBLEMÁTICA I

12

13

14 Problemática II Questão principal Idéia diretriz Desenvolvimento dessa idéia diretriz Plano de redação Plano de trabalho X Plano de Redação

15 Planos.... Na maioria das vezes, um bom plano de trabalho(de pesquisa) não produz um bom plano de redação( de exposição) Um bom plano de redação é aquele pelo qual a idéia diretriz (que corresponde a questão principal) vai poder desenvolver-se ao longo das diferentes etapas de uma movimento de pensamento, gerando as partes e os capítulos da dissertação.

16 Bom uso do orientador e dos outros Recebimento de críticas filtrar Mal-estar do leitor ----críticas---clareza na escrita Em toda e qualquer dificuldade, é somente o AUTOR quem é responsável pela tomada de decisão

17 Preparação para a redação TEMPO + ORGANIZAÇÃO Investir de 8-15 dias na organização Proporção nos Capítulos (Grosso X Fino)

18 Dica: Coloque numa cartolina todo o seu plano de redação, depois pregue num local bem visível da sua área de trabalho Idéia Diretriz ---orienta seu dia-dia

19 Redação Interpretação visual da dissertação

20 Anexos Segundo sua natureza e objetos a que se reportam, os anexos podem vir: no fim do capítulo; no fim de uma parte; no fim da dissertação. Desejável - um índice de anexos.

21 Mapas, gráficos, esquemas, quadros Usar para destacar uma idéia/informação dos texto; Esclarecer grandezas; Referencial de pesquisa;

22 Referências Divisão de leituras em: Principais Fontes; Leitura Complementar ; Materiais estatísticos, etc. Dica– referenciar as obras do orientador e da banca, caso sejam relacionados com o seu tema.

23 Releitura e produto final Verificar o introduzir e o concluir em cada capítulo; Adequação do padrão da Universidade Tirar cópias para : 3 membros da banca, 2 para universidade, 1 para você.

24 A defesa Atenção a apresentação oral ( pode aumentar ou diminuir sua avaliação); Apresente-se para a banca; Reconheça os erros evidentes; Valorize os pontos motrizes; Sustente as posições pessoais expressas na dissertação; Ao comemorar(em casa ou num bar) estenda o convite a todos os membros e presentes.

25 Após a defesa Faça as correções sugeridas pela banca; Torne-a pública em artigos, congressos, livros, revistas,palestras,etc.

26 e comece tudo de novo com a pesquisa do Doutorado!!


Carregar ppt "ARTE DA TESE Disciplina: Metodologia Científica Aplicada Professor Responsável: Sonia Afonso Alunas: Eliane & Heloisa / 2007 MICHEL BEAUD apresentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google