A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

10/03/20121Influência e suas Consequências TÍTULO DA PALESTRA (Org. por Sérgio Biagi Gregório)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "10/03/20121Influência e suas Consequências TÍTULO DA PALESTRA (Org. por Sérgio Biagi Gregório)"— Transcrição da apresentação:

1 10/03/20121Influência e suas Consequências TÍTULO DA PALESTRA (Org. por Sérgio Biagi Gregório)

2 Influência e suas Consequências Introdução 10/03/2012Influência e suas Consequências2 O que se entende por influência? Quem influencia quem? Os Espíritos nos influenciam? Como? Como saber se os pensamentos são nossos ou se são dos Espíritos que nos acompanham? Como estamos influenciando o nosso próximo?

3 Influência e suas Consequências Conceito 10/03/2012Influência e suas Consequências3 É o poder, o prestígio, a ascendência de pessoa ou de uma coisa sobre outra. É um poder que irradia valores, sentimentos, amor, conselho, edificação, ânimo, orientação, do educador para o educando. Tem uma abrangência universal e onidirecional. Influência Influência

4 Influência e suas Consequências Considerações Iniciais 10/03/2012Influência e suas Consequências4 Vivemos no meio de raios, ondas, correntes, vibrações, mentes e mediunidade. O veículo carnal é um turbilhão eletrônico regido pela consciência. O nosso modo de pensar influencia o nosso próximo, este o seu próximo, o seu próximo outro próximo e, assim, todos acabam influenciando o Planeta Terra que, por sua vez, influencia outros planetas. Pelo poder irradiante do pensamento, uma dor no outro lado do Planeta pode ser também nossa. Cada indivíduo, com os sentimentos que lhe caracterizam a vida, emite raios específicos e vive no meio de vibrações com as quais se identifica.

5 Influência e suas Consequências Caracterização: Influência Neutra 10/03/2012Influência e suas Consequências5 Pode uma influência ser neutra? Para efeito de nosso raciocínio, imaginemos aquela influência que é muito fraca, tanto para o bem como para o mal. São as pessoas que vivem como marginalizadas da sociedade, cujas ações são limitadas e sem impacto para os demais. São indivíduos de um teor energético muito baixo, sem forças para grandes empreendimentos. É como se nenhuma influência exalasse de suas ações. Influência Neutra Influência Neutra

6 Influência e suas Consequências Caracterização: Influência no Mal 10/03/2012Influência e suas Consequências6 São os indivíduos que vivem constantemente com os pensamentos malsãos, muitas vezes chafurdados no crime, na destruição do próximo. Como se costuma dizer, são pessoas de vibrações pesadas. As consequências deste tipo de comportamento não se restringem simplesmente a esta encarnação, mas pode ser estendida para as próximas. Os que reencarnam com paralisia e impedimentos físicos diversos podem ser exemplos claros dos hábitos menos felizes do passado delituoso. Influência no Mal Influência no Mal

7 Influência e suas Consequências Caracterização: Influência no Bem 10/03/2012Influência e suas Consequências7 As pessoas que pensam e praticam o bem exalam simpatia, amor e compaixão. Quando nos aproximamos delas, sentimos um bem-estar sem tamanho. Se, as consequências para quem pratica o mal são lastimosas, estas são prestimosas. É a coroação da passagem pela porta estreita dos sofrimentos, pela renúncia aos desejos, pela prática incessante da caridade. Influência no Bem Influência no Bem

8 Influência e suas Consequências Influência dos Espíritos Imperfeitos 10/03/2012Influência e suas Consequências8 Os Espíritos imperfeitos querem nos arrastar ao mal. Eles não têm pena; chegam, muitas vezes de mansinho, como não querendo nada, mas no fundo desejam a nossa ruína. Se não tivermos forças suficientes para rechaçá- los, eles acabarão por nos dominar, levando-nos ao processo de obsessão e sua extensão à fascinação e à subjugação. As consequências, por lhe darmos atenção, não são nada agradáveis. Influência dos Espíritos Imperfeitos

9 Influência e suas Consequências Influência dos Espíritos Superiores 10/03/2012Influência e suas Consequências9 Eles não nos obrigam a fazer isso ou aquilo; dão- nos total liberdade de aceitar ou não as suas sugestões, as suas inspirações, os seus conselhos. Lembremo-nos do daimon socrático. Quando damos ouvidos ao nosso anjo da guarda e aos nossos protetores, as consequências são de mais liberdade em nossas futuras ações. Influência dos Espíritos Superiores Influência dos Espíritos Superiores

10 Influência e suas Consequências Influência dos Espíritos em Nossas Vidas 10/03/2012Influência e suas Consequências Os Espíritos influem sobre os nossos pensamentos e as nossas ações? Nesse sentido a sua influência é maior do que supondes, porque muito freqüentemente são eles que vos dirigem Temos pensamentos próprios e outros que nos são sugeridos? Vossa alma é um Espírito que pensa; não ignorais que muitos pensamentos vos ocorrem, a um só tempo, sobre o mesmo assunto e frequentemente bastante contraditórios. Pois bem: nesse conjunto há sempre os vossos e os nossos, e é isso o que vos deixa na incerteza, porque tendes em vós duas idéias que se combatem. Duas Questões, Extraídas de O Livro dos Espíritos. Duas Questões, Extraídas de O Livro dos Espíritos.

11 Influência e suas Consequências Administrar: Desanuviar a Mente 10/03/2012Influência e suas Consequências11 Aceitemos o convite do Espírito Emmanuel, que nos orienta a desanuviar a nossa mente todos os dias pela manhã. É de manhã, quando nos levantamos e ainda estamos envoltos com as influências recebidas durante o sono, que podemos renovar os nossos pensamentos e sentimentos. Podemos, também, fazer uma prece ou ler um texto evangélico. O importante é elevar o pensamento, entrar em contato com as forças superiores da natureza.

12 Influência e suas Consequências Administrar: Reflexão sobre o Dia 10/03/2012Influência e suas Consequências12 Espelhemo-nos em Santo Agostinho que, todas as noites, repassava o seu dia para ver como fora em pensamentos, palavras e obras. Adquirindo esse hábito, vamos eliminando as más influências, pois podemos redirecionar as nossas energias para a obtenção da paz e da harmonia. Em síntese: o objetivo é criar boas consequências para os nossos pensamentos.

13 Influência e suas Consequências Administrar: Olhar de Cima da Montanha 10/03/2012Influência e suas Consequências13 Quando os problemas são muitos e os encargos exagerados, criamos um quadro mental conturbado, nem sempre real. Se pudéssemos subir numa montanha, mesmo que fosse uma montanha mental, veríamos as mesmas coisas sob outro ângulo. Este exercício devolve-nos o equilíbrio mental e espiritual que momentaneamente havíamos perdido.

14 Influência e suas Consequências Conclusão 10/03/2012Influência e suas Consequências14 Seja qual for o problema que nos visite, esforcemo-nos por manter os nossos pensamentos elevados. Com isso, influenciaremos positivamente aqueles que nos rodeiam.

15 Influência e suas Consequências Bibliografia Consultada 10/03/2012Influência e suas Consequências15 KARDEC, A. O Evangelho Segundo o Espiritismo. 39. ed. São Paulo: IDE, KARDEC, A. O Livro dos Espíritos. 8. ed. São Paulo: Feesp, XAVIER, F. C. Nos Domínios da Mediunidade, pelo Espírito André Luiz. 10. ed. Rio de Janeiro: FEB, Texto em HTML consequencias.htm


Carregar ppt "10/03/20121Influência e suas Consequências TÍTULO DA PALESTRA (Org. por Sérgio Biagi Gregório)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google