A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cosme Massi A caridade na visão espírita A caridade na visão espírita.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cosme Massi A caridade na visão espírita A caridade na visão espírita."— Transcrição da apresentação:

1 Cosme Massi A caridade na visão espírita A caridade na visão espírita

2 Cosme Massi Sentido comum da palavra caridade Caridade - ato pelo qual se beneficia o próximo, especialmente os pobres e os desprotegidos; disposição favorável em relação a alguém em situação de inferioridade (física, moral, social etc.); compaixão, benevolência, piedade; donativo ou ajuda que se dá aos pobres; esmola, benefício.

3 Cosme Massi Fora da caridade não há salvação - Não podendo amar a Deus sem praticar a caridade para com o próximo, todos os deveres do homem se resumem nesta máxima: FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO. (Evangelho, cap. XV, Fora da caridade não há salvação, item 5) - "Amar o próximo como a si mesmo: fazer pelos outros o que quereríamos que os outros fizessem por nós", é a expressão mais completa da caridade, porque resume todos os deveres do homem para com o próximo. (Evangelho, cap. XI, Amar o próximo como a si mesmo, item 4)

4 Cosme Massi O homem x O próximo Pensar Pensar Sentir Sentir Agir Agir

5 Cosme Massi Pensar Pensar Sentir Sentir Agir Agir O homem x O próximo

6 Cosme Massi Estrutura psíquica do homem FunçõesÓrgão PensarEntendimento ( Pensamento ) SentirSentimento (Percepção) Agir (querer) Vontade A essência psíquica do homem possui três potências (faculdades) fundamentais:

7 Cosme Massi Deve-se observar expressamente que não se faz referência, com isso, a três capacidades independentes da alma, mas apenas a três tendências ou orientações diferentes da vida psíquica do homem. Isso posto, devemos distinguir uma inteligência racional, uma emocional e uma volitiva. Estrutura psíquica do homem

8 Cosme Massi O homem em sociedade Pensar Sentir Agir Homem Sociedade

9 Cosme Massi O Pensamento no relacionamento com o próximo A função psíquica PENSAR, no relacionamento com o próximo, na sociedade, é utilizada para analisar ou julgar o caráter ou conduta do próximo. Para utilizar corretamente esta função no relacionamento social, como devemos proceder? Que virtude deve controlar ou dirigir o uso desta função? Resposta: A indulgência

10 Cosme Massi A indulgência Espíritas, queremos falar-vos hoje da indulgência, sentimento doce e fraternal que todo homem deve alimentar para com seus irmãos, mas do qual bem poucos fazem uso. A indulgência não vê os defeitos de outrem, ou, se os vê, evita falar deles, divulgá-los. Ao contrário, oculta-os, a fim de que se não tornem conhecidos senão dela unicamente, e, se a malevolência os descobre, tem sempre pronta uma escusa para eles, escusa plausível, séria, não das que, com aparência de atenuar a falta, mais a evidenciam com pérfida intenção.

11 Cosme Massi A indulgência jamais se ocupa com os maus atos de outrem, a menos que seja para prestar um serviço; mas, mesmo neste caso, tem o cuidado de os atenuar tanto quanto possível. Não faz observações chocantes, não tem nos lábios censuras; apenas conselhos e, as mais das vezes, velados. Quando criticais, que conseqüência se há de tirar das vossas palavras? A de que não tereis feito o que reprovais, visto que estais a censurar; que valeis mais do que o culpado. O homens! quando será que julgareis os vossos próprios corações, os vossos próprios pensamentos, os vossos próprios atos, sem vos ocupardes com o que fazem vossos irmãos? Quando só tereis olhares severos sobre vós mesmos? A indulgência

12 Cosme Massi Sede, pois, severos para convosco, indulgentes para com os outros. Lembrai-vos daquele que julga em última instância, que vê os pensamentos íntimos de cada coração e que, por conseguinte, desculpa muitas vezes as faltas que censurais, ou condena o que relevais, porque conhece o móvel de todos os atos. Lembrai-vos de que vós, que clamais em altas vozes: anátema! tereis, quiçá, cometido faltas mais graves. Sede indulgentes, meus amigos, porquanto a indulgência atrai, acalma, ergue, ao passo que o rigor desanima, afasta e irrita. José, Espírito protetor. (Bordéus, 1863.) A indulgência

13 Cosme Massi O Sentimento no relacionamento social A função psíquica SENTIR, no relacionamento com o próximo, na sociedade, é utilizada para receber o julgamento ou as ações do próximo. Para utilizar corretamente esta função no relacionamento social, como devemos proceder? Que virtude deve controlar ou dirigir o uso desta função? Resposta: O Perdão O perdão atua com se fosse um filtro, impedindo que o mal gerado pelo próximo se instale em nosso mundo interior.

14 Cosme Massi O Perdão Ele, o justo por excelência, responde a Pedro: perdoarás, mas ilimitadamente; perdoarás cada ofensa tantas vezes quantas ela te for feita; ensinarás a teus irmãos esse esquecimento de si mesmo, que torna cada criatura invulnerável ao ataque, aos maus procedimentos e às injúrias; serás brando e humilde de coração, sem medir tua mansuetude; farás, enfim, o que desejas que o Pai celestial por ti faça. Não está Ele a te perdoar freqüentemente? Conta porventura as vezes que o seu perdão desce a te apagar as faltas? (Simeão, Evangelho, cap.X, item 14)

15 Cosme Massi O Perdão Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si próprio; perdoar aos amigos é dar-lhes uma prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar-se melhor do que era. Perdoai, pois, meus amigos, a fim de que Deus vos perdoe, porquanto, se fordes duros, exigentes, inflexíveis, se usardes de rigor até por uma ofensa leve, como querereis que Deus esqueça de que cada dia maior necessidade tendes de indulgência? Oh! ai daquele que diz: "Nunca perdoarei", pois pronuncia a sua própria condenação. Quem sabe, aliás, se, descendo ao fundo de vós mesmos, não reconhecereis que fostes o agressor? Quem sabe se, nessa luta que começa por uma alfinetada e acaba por uma ruptura, não fostes quem atirou o primeiro golpe, se vos não escapou alguma palavra injuriosa, se não procedestes com toda a moderação necessária?

16 Cosme Massi O Perdão Sem dúvida, o vosso adversário andou mal em se mostrar excessivamente suscetível; razão de mais para serdes indulgentes e para não vos tomardes merecedores da invectiva que lhe lançastes. Admitamos que, em dada circunstância, fostes realmente ofendido: quem dirá que não envenenastes as coisas por meio de represálias e que não fizestes degenerasse em querela grave o que houvera podido cair facilmente no olvido? Se de vós dependia impedir as conseqüências do fato e não as impedistes, sois culpados. admitamos, finalmente, que de nenhuma censura vos reconheceis merecedores: mostrai-vos clementes e com isso só fareis que o vosso mérito cresça.

17 Cosme Massi O Perdão Mas, há duas maneiras bem diferentes de perdoar: há o perdão dos lábios e o perdão do coração. Muitas pessoas dizem, com referência ao seu adversário: "Eu lhe perdôo", mas, interiormente, alegram-se com o mal que lhe advém, comentando que ele tem o que merece. Quantos não dizem: "Perdôo" e acrescentam. "mas, não me reconciliarei nunca; não quero tornar a vê-lo em toda a minha vida." Será esse o perdão, segundo o Evangelho? Não; o perdão verdadeiro, o perdão cristão é aquele que lança um véu sobre o passado; esse o único que vos será levado em conta, visto que Deus não se satisfaz com as aparências.

18 Cosme Massi O Perdão Ele sonda o recesso do coração e os mais secretos pensamentos. Ninguém se lhe impõe por meio de vãs palavras e de simulacros. O esquecimento completo e absoluto das ofensas é peculiar às grandes almas; o rancor é sempre sinal de baixeza e de inferioridade. Não olvideis que o verdadeiro perdão se reconhece muito mais pelos atos do que pelas palavras. - Paulo, apóstolo. (Lião, 1861.)

19 Cosme Massi A Vontade no relacionamento social A função psíquica QUERER, no relacionamento com o próximo, na sociedade, é utilizada para determinar o nosso AGIR, ou como devem ser as nossas ações?. O que devemos fazer? Como devemos proceder? Para utilizar corretamente esta função no relacionamento social, como devemos proceder? Que virtude deve controlar ou dirigir o uso desta função? Resposta: A Benevolência Agir no bem, deve ser a determinação da nossa vontade.

20 Cosme Massi A Benevolência O bem é tudo o que é conforme à lei de Deus; o mal, tudo que lhe é contrário. Assim, fazer o bem é proceder de acordo com a lei de Deus. Fazer o mal é infringi-la. (LE, 630) O homem procede bem quando tudo faz pelo bem de todos, porque cumpre a lei de Deus. (LE, 629) Para agradar a Deus e assegurar a sua posição futura, bastará que o homem não pratique o mal? Não; cumpre-lhe fazer o bem no limite de suas forças, porquanto responderá por todo o mal que haja resultado de não haver praticado o bem. (L.E 642)

21 Cosme Massi Não há quem não possa fazer o bem. Somente o egoísta nunca encontra ensejo de o praticar. Basta que se esteja em relações com outros homens para que se tenha ocasião de fazer o bem, e não há dia da existência que não ofereça, a quem não se ache cego pelo egoísmo, oportunidade de praticá-lo Porque, fazer o bem não consiste para o homem, apenas em ser caridoso, mas em ser útil, na medida do possível, todas as vezes que o seu concurso venha a ser necessário. (L.E, 643) A Benevolência

22 Cosme Massi Pensar Sentir Agir Indulgência Perdão Benevolência CARIDADECARIDADE O homem em sociedade 886. Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus? Benevolência para com todos, indulgência para a imperfeições dos outros, perdão das ofensas


Carregar ppt "Cosme Massi A caridade na visão espírita A caridade na visão espírita."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google