A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Perispírito: Aspectos Gerais e Implicações na Mediunidade Carlos Henrique e Denise.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Perispírito: Aspectos Gerais e Implicações na Mediunidade Carlos Henrique e Denise."— Transcrição da apresentação:

1 Perispírito: Aspectos Gerais e Implicações na Mediunidade Carlos Henrique e Denise

2 1. Conceito 2. Propriedades 3. Funções 4. Perispírito e mediunidade 5. Tipos de mediunidade 6. Centros de Forças 7. Propriedades do perispírito e mediunidade 8. Transe 9. Tipos de transe 10. Ato mediúnico 11. Filmes correlacionados Roteiro

3 1. Conceito Perispírito (do gr. peri, em torno, e do lat. spiritus, alma, espírito) é o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico. Perispírito (do gr. peri, em torno, e do lat. spiritus, alma, espírito) é o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico. Também chamado psicossoma, corpo espiritual, corpo fluídico da alma. Também chamado psicossoma, corpo espiritual, corpo fluídico da alma. Kama-Rupa (Budismo); Kha (Egípcios); Rouch (Cabala judaica); Corpo sutil (Pitágoras); Corpo etéreo (Aristóteles); Corpo astral (Paracelso). Kama-Rupa (Budismo); Kha (Egípcios); Rouch (Cabala judaica); Corpo sutil (Pitágoras); Corpo etéreo (Aristóteles); Corpo astral (Paracelso). Einstein E = mc² ilusão da matéria Einstein E = mc² ilusão da matéria

4 1.1 Natureza formação sutil, urdida em recursos dinâmicos, extremamente porosa e plástica, em cuja tessitura as células, noutra faixa vibratória,(...) distribuem-se (...), com respectiva carga elétrica, (...) apresentando estados morfológicos conforme o campo mental a que se ajusta. (Evolução em dois mundos. FCX) formação sutil, urdida em recursos dinâmicos, extremamente porosa e plástica, em cuja tessitura as células, noutra faixa vibratória,(...) distribuem-se (...), com respectiva carga elétrica, (...) apresentando estados morfológicos conforme o campo mental a que se ajusta. (Evolução em dois mundos. FCX)

5 Figura 1 – perispírito desdobrado

6 Perispírito – para os espíritos ligados à crosta terrestre é resultado da aglutinação da energia cósmica matriz (fluido cósmico) adequada à natureza do nosso planeta, sobre um campo originado da própria extensão energética da alma (força espiritual); Perispírito – para os espíritos ligados à crosta terrestre é resultado da aglutinação da energia cósmica matriz (fluido cósmico) adequada à natureza do nosso planeta, sobre um campo originado da própria extensão energética da alma (força espiritual); depois desta agregação, comporta-se como uma estrutura de categoria eletromagnética (de ordem física) e formando o envoltório conhecido como o corpo da alma, necessário, insubstituível e perene, já de textura definida como material – embora tão sutil, que os Espíritos da Codificação usaram o termo semimaterial para qualificá-la. depois desta agregação, comporta-se como uma estrutura de categoria eletromagnética (de ordem física) e formando o envoltório conhecido como o corpo da alma, necessário, insubstituível e perene, já de textura definida como material – embora tão sutil, que os Espíritos da Codificação usaram o termo semimaterial para qualificá-la. (LE item 135). (LE item 135).

7 Figura 2 – cordão prateado expandido em liberdade pelo sono

8 1.2 Outras definições a constituição íntima do perispírito não é idêntica em todos os Espíritos encarnados ou desencarnados que povoam a Terra. (AG) – varia não só de acordo com a evolução moral da alma, como também, com as condições da região ou do planeta em que estagia. a constituição íntima do perispírito não é idêntica em todos os Espíritos encarnados ou desencarnados que povoam a Terra. (AG) – varia não só de acordo com a evolução moral da alma, como também, com as condições da região ou do planeta em que estagia. Nos mundos e nos Espíritos inferiores, ele é de natureza mais grosseira e se aproxima muito da matéria bruta. (OP) Nos mundos e nos Espíritos inferiores, ele é de natureza mais grosseira e se aproxima muito da matéria bruta. (OP)

9 Figura 3 – perispírito de uma senhora desencarnada semelhante ao corpo físico

10 2. Propriedades do Perispírito

11 2.1 Plasticidade O perispírito, extensão da alma, é o eterno espelho da mente, moldando-se de acordo com seu comando plasticizante. O perispírito, extensão da alma, é o eterno espelho da mente, moldando-se de acordo com seu comando plasticizante. O corpo espiritual mostra extremo poder plástico, como assinala Emmanuel, adaptando- se automaticamente às ordens mentais que brotam continuamente da alma. A forma que assume, pode dizer muito com o desenvolvimento da vontade e independentemente do aperfeiçoamento moral. O corpo espiritual mostra extremo poder plástico, como assinala Emmanuel, adaptando- se automaticamente às ordens mentais que brotam continuamente da alma. A forma que assume, pode dizer muito com o desenvolvimento da vontade e independentemente do aperfeiçoamento moral. Ex. processo da reencarnação, zoantropia e ovóides Ex. processo da reencarnação, zoantropia e ovóides

12 Figura 5 – exemplo licantropia

13 2.2 Densidade O perispírito não deixa de ser matéria ainda que quintessenciada. (LM) Como tal, apresenta uma certa densidade, que se relaciona com o grau de evolução da alma. O perispírito não deixa de ser matéria ainda que quintessenciada. (LM) Como tal, apresenta uma certa densidade, que se relaciona com o grau de evolução da alma. A densidade psicossômica varia de acordo com a evolução do Espírito, ditando, então, seu peso, e, também, sua luminosidade. (quanto menor densidade, menor peso e maior luminosidade). A densidade psicossômica varia de acordo com a evolução do Espírito, ditando, então, seu peso, e, também, sua luminosidade. (quanto menor densidade, menor peso e maior luminosidade).

14 Figura 6 – luminosidade do perispírito

15 2.3 Penetrabilidade A natureza etérea do perispírito permite ao Espírito – se presentes as necessárias condições mentais – atravessar qualquer barreira física. Matéria nenhuma lhe opõe obstáculo; ele atravessa todas, como a luz atravessa os corpo transparente. (OP) A natureza etérea do perispírito permite ao Espírito – se presentes as necessárias condições mentais – atravessar qualquer barreira física. Matéria nenhuma lhe opõe obstáculo; ele atravessa todas, como a luz atravessa os corpo transparente. (OP) Em níveis menos adiantados, os Espíritos não conseguem atravessar obstáculos materiais simplesmente por ignorarem como fazê-lo. (André Luiz) Em níveis menos adiantados, os Espíritos não conseguem atravessar obstáculos materiais simplesmente por ignorarem como fazê-lo. (André Luiz)

16 2.4 Sensibilidade global Se quando encarnado, o Espírito recolhe impressões por meio de vias especializadas que compões os órgãos dos sentidos, sem o corpo físico, sua capacidade de perceber amplia-se extraordinariamente. Se quando encarnado, o Espírito recolhe impressões por meio de vias especializadas que compões os órgãos dos sentidos, sem o corpo físico, sua capacidade de perceber amplia-se extraordinariamente. a percepção acontece como um registro global do perispírito. Assim, vê, ouve, sente com o corpo espiritual inteiro (independente de posição ou direção). p. 49 a percepção acontece como um registro global do perispírito. Assim, vê, ouve, sente com o corpo espiritual inteiro (independente de posição ou direção). p. 49

17 2.5 Sensibilidade magnética O perispírito é sensível à ação magnética o que o torna suscetível às influências da energia ambiental que o envolve (psicosfera) e é essa propriedade que lhe permite absorver e assimilar – e, também, transmitir – a energia espiritual que capta ou recebe. O perispírito é sensível à ação magnética o que o torna suscetível às influências da energia ambiental que o envolve (psicosfera) e é essa propriedade que lhe permite absorver e assimilar – e, também, transmitir – a energia espiritual que capta ou recebe. No passe - o espírito acumulando energias e estimulando a sensibilidade do médium, conjuga forças psíquicas e vitais para a transmissão dos recursos de cura. No passe - o espírito acumulando energias e estimulando a sensibilidade do médium, conjuga forças psíquicas e vitais para a transmissão dos recursos de cura.

18 2.6 Expansibilidade O perispírito pode, conforme suas condições, expandir-se, ampliando o seu campo de sensibilidade e, também, de percepção. O perispírito pode, conforme suas condições, expandir-se, ampliando o seu campo de sensibilidade e, também, de percepção. Deve-se a esta propriedade os fenômenos de exteriorização da sensibilidade, comprovados por pesquisadores operando com sujeitos em transe hipnótico. Deve-se a esta propriedade os fenômenos de exteriorização da sensibilidade, comprovados por pesquisadores operando com sujeitos em transe hipnótico. A expansibilidade perispirítica é a base dos processos mediúnicos. A expansibilidade perispirítica é a base dos processos mediúnicos.

19 3. Funções do Perispírito Função instrumental - a função primordial do perispírito é servir de instrumento à alma, em sua interação com os mundos espiritual e físico. Projeção energética da alma, aglutina em si a energia cósmica matriz, consolidando uma estrutura de natureza física que serve de instrumento de ligação com o meio que o cerca. Função instrumental - a função primordial do perispírito é servir de instrumento à alma, em sua interação com os mundos espiritual e físico. Projeção energética da alma, aglutina em si a energia cósmica matriz, consolidando uma estrutura de natureza física que serve de instrumento de ligação com o meio que o cerca. Função individualizadora – o perispírito serve para a individualização e identificação da alma. O perispírito, como corpo perene da alma, mostra a sua identidade exclusiva que reflete sua própria história e memória. Função individualizadora – o perispírito serve para a individualização e identificação da alma. O perispírito, como corpo perene da alma, mostra a sua identidade exclusiva que reflete sua própria história e memória.

20 Função organizadora – aparece no processo da reencarnação, em que o ritmo morfogenético leva à formação do novo corpo físico. Função organizadora – aparece no processo da reencarnação, em que o ritmo morfogenético leva à formação do novo corpo físico. A função organizadora do perispírito (ação organizadora da alma) tem sido designada por função modeladora – MOB – modelo organizador biológico – capaz de atuar sobre a matéria e provocar-lhe o desenvolvimento biológico. (HG Andrade). A função organizadora do perispírito (ação organizadora da alma) tem sido designada por função modeladora – MOB – modelo organizador biológico – capaz de atuar sobre a matéria e provocar-lhe o desenvolvimento biológico. (HG Andrade). Iniciado o processo embriogênico, ou antes até, o reencarnante sob a assistência espiritual já influencia o equipamento genético disponível para atender as necessidades de sua recorporificação, sempre com vistas à sua evolução. Iniciado o processo embriogênico, ou antes até, o reencarnante sob a assistência espiritual já influencia o equipamento genético disponível para atender as necessidades de sua recorporificação, sempre com vistas à sua evolução.

21 Função sustentadora – o perispírito sustenta o veículo físico, desde a formação até o completo crescimento, conservando-o depois, na vida adulta, durante o tempo necessário. no meio de toda essa complexidade das ações vitais, dessa efervescência resultante da cadeia de recomposições químicas, na trama de nervos, músculos, glândulas em desordem aparente, mas da qual sairá, contudo, a mais estupenda regularidade, sendo que a função pertence ao conjunto e não as unidades que o compõem. (G Delanne) no meio de toda essa complexidade das ações vitais, dessa efervescência resultante da cadeia de recomposições químicas, na trama de nervos, músculos, glândulas em desordem aparente, mas da qual sairá, contudo, a mais estupenda regularidade, sendo que a função pertence ao conjunto e não as unidades que o compõem. (G Delanne) o perispírito assegura a estabilidade da vida em meio da contínua renovação das células. (L Denis) o perispírito assegura a estabilidade da vida em meio da contínua renovação das células. (L Denis)

22 Figura 7 – Expansão, desdobramento e influências energéticas

23 4. Perispírito e Mediunidade O perispírito, assinala Kardec, é o princípio de todas as manifestações. O conhecimento dele foi a chave da explicação de uma imensidade de fenômenos... LM O perispírito, assinala Kardec, é o princípio de todas as manifestações. O conhecimento dele foi a chave da explicação de uma imensidade de fenômenos... LM Seja qual for o tipo de manifestação mediúnica, o perispírito é sempre o principal elemento a ser considerado. P. 293 Seja qual for o tipo de manifestação mediúnica, o perispírito é sempre o principal elemento a ser considerado. P. 293 Mediunidade é a natural aptidão para intermediar os Espíritos. Mediunidade é a natural aptidão para intermediar os Espíritos. A mediunidade é aquela luz que seria derramada sobre toda carne e prometida pelo Divino Mestre aos tempos do Consolador, atualmente em curso na Terra, (Emmanuel) A mediunidade é aquela luz que seria derramada sobre toda carne e prometida pelo Divino Mestre aos tempos do Consolador, atualmente em curso na Terra, (Emmanuel)

24 4.1 Conceitos básicos Animismo – experiência do espírito (anima – alma) atributos da própria alma. Fixação mental. Animismo – experiência do espírito (anima – alma) atributos da própria alma. Fixação mental. Mediunismo – mediunidade disciplinada. (Emmanuel) Trabalho do pontífice – que faz a ponte entre os dois mundos. Mediunismo – mediunidade disciplinada. (Emmanuel) Trabalho do pontífice – que faz a ponte entre os dois mundos. Personalismo – interferência da personalidade no processo mediúnico ( é inevitável). Personalismo – interferência da personalidade no processo mediúnico ( é inevitável). Mistificação – espírito que se apresenta com falsa identidade. (LM – cap. XXIV) Mistificação – espírito que se apresenta com falsa identidade. (LM – cap. XXIV) Fraude – médium que forja comunicações e efeitos. Fraude – médium que forja comunicações e efeitos.

25 5. Tipos de mediunidade Kardec dividiu os médiuns, segundo suas particularidades mediúnicas, em duas grandes categorias : Kardec dividiu os médiuns, segundo suas particularidades mediúnicas, em duas grandes categorias : Médiuns de efeitos físicos: tiptólogos, motores, de translações e de suspensões, de efeitos musicais, de aparições, de transporte, noturnos, curadores etc. Médiuns de efeitos físicos: tiptólogos, motores, de translações e de suspensões, de efeitos musicais, de aparições, de transporte, noturnos, curadores etc. Médiuns de efeitos inteligentes: audientes, falantes, videntes, inspirados, de pressentimentos, proféticos, sonâmbulos, extáticos, pintores, músicos, escreventes. Médiuns de efeitos inteligentes: audientes, falantes, videntes, inspirados, de pressentimentos, proféticos, sonâmbulos, extáticos, pintores, músicos, escreventes.

26 Figura 8 – efeitos físicos

27 6. Centros de Força A complexa tessitura psicossômica apresenta um número considerável de pontos de força, responsáveis pela distribuição da energia vital e, por conseguinte, pelo equilíbrio fisiológico do organismo físico. (Pg 75) A complexa tessitura psicossômica apresenta um número considerável de pontos de força, responsáveis pela distribuição da energia vital e, por conseguinte, pelo equilíbrio fisiológico do organismo físico. (Pg 75) Da mesma forma os centros de força desempenham papel muito importante em relação a mediunidade, pois o desenvolvimento e o aceleramento dos centros de força está ligado diretamente com a mediunidade. Para que o médium assimile ou perceba mais o plano espiritual é necessário acelerar a velocidade do centro de força correspondente a sua mediunidade. Ao organizar nossa encarnação nossos centros de força são preparados com a velocidade compatível com a mediunidade que vamos ter. O aceleramento também pode se dar durante a encarnação, com a entrada de mais energia espiritual através do centro de força coronário e ou de mais energia física através do centro de força básico. (http://www.cvdee.org.br/) Da mesma forma os centros de força desempenham papel muito importante em relação a mediunidade, pois o desenvolvimento e o aceleramento dos centros de força está ligado diretamente com a mediunidade. Para que o médium assimile ou perceba mais o plano espiritual é necessário acelerar a velocidade do centro de força correspondente a sua mediunidade. Ao organizar nossa encarnação nossos centros de força são preparados com a velocidade compatível com a mediunidade que vamos ter. O aceleramento também pode se dar durante a encarnação, com a entrada de mais energia espiritual através do centro de força coronário e ou de mais energia física através do centro de força básico. (http://www.cvdee.org.br/)

28 Figura 9 – Centros de força

29 7. Propriedades do perispírito e mediunidade 7.1 Expansibilidade e mediunidade 7.2 Sensibilidade magnética e mediunidade

30 7.1 Expansibilidade O fenômeno mediúnico acontece devido à expansibilidade do perispírito. Graças a essa propriedade, amplia-se e afina-se a sensibilidade do médium, o seu campo de percepção, permitindo um registro mais apurado da presença e do pensamento do comunicante. (pg.294) O fenômeno mediúnico acontece devido à expansibilidade do perispírito. Graças a essa propriedade, amplia-se e afina-se a sensibilidade do médium, o seu campo de percepção, permitindo um registro mais apurado da presença e do pensamento do comunicante. (pg.294) Na psicofonia e na psicografia, os processos mediúnicos são peculiarmente caracterizados por um estreito contato perispírito a perispírito, que pode chegar a um estado de verdadeira interpenetração psíquica. Na psicofonia e na psicografia, os processos mediúnicos são peculiarmente caracterizados por um estreito contato perispírito a perispírito, que pode chegar a um estado de verdadeira interpenetração psíquica.

31 Expansibilidade Já na vidência e na audiência é a expansibilidade do perispírito que torna possível a captação de impressões visuais e auditivas oriundas do plano espiritual, a repercutirem, por ação dos centros perispiríticos superiores, nas vias nervosas especializadas. Provocando o estado de semidesprendimento. O espírito faculta ao sensitivo a visão espiritual, independente do sentido físico da visão. Já na vidência e na audiência é a expansibilidade do perispírito que torna possível a captação de impressões visuais e auditivas oriundas do plano espiritual, a repercutirem, por ação dos centros perispiríticos superiores, nas vias nervosas especializadas. Provocando o estado de semidesprendimento. O espírito faculta ao sensitivo a visão espiritual, independente do sentido físico da visão.

32 7.2 Sensibilidade magnética No domínio do magnetismo espiritual (psicomagnetismo) essa qualidade do psicossoma surge especialmente relevante. Pág. 52 No domínio do magnetismo espiritual (psicomagnetismo) essa qualidade do psicossoma surge especialmente relevante. Pág. 52 Se toda aproximação de ordem mediúnica significa contato e ligação entre auras, é óbvio, também, que deve haver um mínimo de compatibilidade energética (magnética ou psicomagnética) entre elas. Pág. 294 Se toda aproximação de ordem mediúnica significa contato e ligação entre auras, é óbvio, também, que deve haver um mínimo de compatibilidade energética (magnética ou psicomagnética) entre elas. Pág. 294 Exemplo: psicometria Exemplo: psicometria

33 8. Transe O transe pode ser caracterizado como um estado de alteração consciencial (abrandamento ou apagamento provisório do consciente vígil), possibilitando a emersão do subconsciente ou a expressão do pensamento alheio. O transe pode ser caracterizado como um estado de alteração consciencial (abrandamento ou apagamento provisório do consciente vígil), possibilitando a emersão do subconsciente ou a expressão do pensamento alheio.

34 Figura 10 – Graus de afastamento do Perispírito VIGÍLIAVIGÍLIA DESENCARNEDESENCARNE Efeito Fenômeno Sonho Sono Sonabulismo Êxtase Letargia Catalepsia

35 9. Tipos de transe Transe patológico: doença (epilético); Transe patológico: doença (epilético); Transe hipnótico: induzido por sugestão; Transe hipnótico: induzido por sugestão; Transe farmacógeno: provocado por remédios – anestésico (mescalina LSD-25); Transe farmacógeno: provocado por remédios – anestésico (mescalina LSD-25); Transe anímico: espontâneo ou provocado ocorre por sugestão mental. Transe anímico: espontâneo ou provocado ocorre por sugestão mental. Transe noctípico: sonho, desdobramento, sonambúlico. Transe noctípico: sonho, desdobramento, sonambúlico. Transe mediúnico: psicofônico, psicográfico, psicopictórico. Transe mediúnico: psicofônico, psicográfico, psicopictórico.

36 Figura 11 – Corpos do homem encarnado Espírito Corpo mental Perispírito Duplo etérico Corpo físico

37 10. Ato mediúnico O ato mediúnico é o momento em que o espírito comunicante e o médium se fundem na unidade psico-afetiva da comunicação. O espírito aproxima-se do médium e o envolve nas suas vibrações espirituais. Essas vibrações irradiam- se do seu corpo espiritual atingindo o corpo espiritual do médium. A esse toque vibratório, semelhante ao de um brando choque elétrico, reage o perispírito do médium. Realiza-se a fusão fluídica. Há uma simultânea alteração no psiquismo de ambos. Cada um assimila um pouco do outro. O ato mediúnico é o momento em que o espírito comunicante e o médium se fundem na unidade psico-afetiva da comunicação. O espírito aproxima-se do médium e o envolve nas suas vibrações espirituais. Essas vibrações irradiam- se do seu corpo espiritual atingindo o corpo espiritual do médium. A esse toque vibratório, semelhante ao de um brando choque elétrico, reage o perispírito do médium. Realiza-se a fusão fluídica. Há uma simultânea alteração no psiquismo de ambos. Cada um assimila um pouco do outro.

38 Uma percepção visual desse momento comove o vidente que tem a ventura de captá-la. As irradiações perispirituais projetam sobre o rosto do médium a máscara transparente do espírito. Compreende-se então o sentido profundo da palavra intermúndio. Ali estão, fundidos e ao mesmo tempo distintos, o semblante radioso do espírito e o semblante humano do médium iluminado pelo suave clarão da realidade espiritual. Uma percepção visual desse momento comove o vidente que tem a ventura de captá-la. As irradiações perispirituais projetam sobre o rosto do médium a máscara transparente do espírito. Compreende-se então o sentido profundo da palavra intermúndio. Ali estão, fundidos e ao mesmo tempo distintos, o semblante radioso do espírito e o semblante humano do médium iluminado pelo suave clarão da realidade espiritual.

39 Essa superposição de planos dá aos videntes a impressão de que o espírito comunicante se incorpora no médium. Daí a errônea denominação de incorporação, mas uma interpenetração psíquica, como a da luz atravessando a vidraça. Ligados os centros vitais de ambos, o espírito se manifesta emocionado, reintegrando-se nas sensações da vida terrena, sem sentir o peso da carne. O médium, por sua vez, experimenta a leveza do espírito, sem perder a consciência de sua natureza carnal, e fala ao sopro do espírito, como um intérprete que não se dá ao trabalho da tradução. (Herculano Pires Mediunidade) Essa superposição de planos dá aos videntes a impressão de que o espírito comunicante se incorpora no médium. Daí a errônea denominação de incorporação, mas uma interpenetração psíquica, como a da luz atravessando a vidraça. Ligados os centros vitais de ambos, o espírito se manifesta emocionado, reintegrando-se nas sensações da vida terrena, sem sentir o peso da carne. O médium, por sua vez, experimenta a leveza do espírito, sem perder a consciência de sua natureza carnal, e fala ao sopro do espírito, como um intérprete que não se dá ao trabalho da tradução. (Herculano Pires Mediunidade)

40 11. Filmes correlacionados Dr Quantum visita a Planolândia Viagem astral


Carregar ppt "Perispírito: Aspectos Gerais e Implicações na Mediunidade Carlos Henrique e Denise."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google