A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMPORTÂNCIA DA FEBRE AFTOSA efeitos negativos produtividade pecuária pequenos produtores => Ásia, impedindo o acesso ao mercado internacional paises de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMPORTÂNCIA DA FEBRE AFTOSA efeitos negativos produtividade pecuária pequenos produtores => Ásia, impedindo o acesso ao mercado internacional paises de."— Transcrição da apresentação:

1 IMPORTÂNCIA DA FEBRE AFTOSA efeitos negativos produtividade pecuária pequenos produtores => Ásia, impedindo o acesso ao mercado internacional paises de agricultura desenvolvida => impacto econômico grandes proporções Holanda (26 focos) prejuízo estimado em US$ 250 milhões de dólares Reino Unido, US$ 7 bilhões de dólares na pecuária e indústria de alimentos e de US$ 7 a US$ 9 bilhões na indústria de turismo

2 Globalização C E E => barreiras alfandegárias/ outros continentes, incapaz de deter a propagação de doenças de países do Terceiro Mundo, como a febre aftosa=> erradicação da virose em todos os países que viriam a integrar a União Européia Estados Unidos=> livres, 1929 coordenaram a erradicação na América do Norte, 1954

3 MARCOS DO PROGRAMA NO BRASIL 1895=> Ministério da Agricultura Anos 50=>Primeira Conferência Nacional de Febre Aftosa - criação do CPFA Anos 60 => primeiro programa: infra-estrutura laboratorial, treinamento, conscientização dos produtores, controle sistemático da doença, produção de vacina. Anos 70=>sistema de informação, controle de qualidade da vacina, estudo do trânsito animal.

4 MARCOS DO PROGRAMA NO BRASIL Anos 80=> redução focos, caracterização dos ecossistemas e estrutura de produção / determinantes da doença- Exigências internacionais processo de globalização anos 90=> implantação da política de erradicação- meta - país livre livres com vacinação / livres sem vacinação, análise de riscos comércio interno e externo, vigilância interna e fronteiras- foco emergência sanitária- Rastreabilidade

5 Exportações de carne bovina em milhões de dólares, em relação ao número de focos de febre aftosa. Brasil,

6 PAPEL DO ESTADO Defesa - medidas homogêneas controle/ erradicação doenças, minimizar ou eliminar prejuízos econômicos políticas públicas: evitar introdução de doenças; situação das doenças ocorrentes; registrar e controlar insumos, medidas de vigilância epidemiológica=> detectar e atuar rapidamente focos Informes=> decisão, conhecimento perfil epidemiológico – divulgados- momento oportuno, adoção âmbito nacional, modificações de atuação internacional- conhecimento da situação confiabilidade, segurança=> exportações, redução do impacto das barreiras.

7 PAPEL DO ESTADO Governo Federal - planejamento; coordenação, acompanhamento e avaliação da operacionalização, divulgação dos resultados. Ações, indelegáveis=> acordos internacionais Órgãos estaduais- execução / atores sociais fundamental=> planejamento,metas realistas, recursos previstos ou busca de novos recursos déficit orçamentário, impede programas prioritários=> Brasil não pode prescindir

8 SURGIMENTO DA FEBRE AFTOSA NO ESTADO DO PARANÁ 658 amostras- lab- Pará 10 /11/ 2005; Isolamento viral negativo 2 / 63 => Cafeara 1/ 32 => Tamarana 1/30=> Parque de Exposições de Toledo 2 /7, município de Loanda 1/ 5, município de Amaporã 2 /10 soros, município de Maringá

9 SURGIMENTO DA FEBRE AFTOSA NO ESTADO DO PARANÁ 2/12- São Sebastião da Amoreira, lab-RS resultados Sorologia: ELISA 3ABC 22 % / EITB/ 50% 6/12- foco de Febre aftosa- Paraná

10 NORMAS DA OIE Regionalização áreas livres/ país infectado (OIE 1992). rapidez e regularidade na declaração das doenças animais à OIE credibilidade do sistema de vigilância sanitária do país

11 DIAGNÓSTICO- Código. Cap , art , OIE, 2005 presença de infecção fica demonstrada, em caso de: Item 3- detecção de anticorpos dirigidos contra proteínas estruturais ou não estruturais do vírus da Febre aftosa, que não são consecutivos a uma vacinação, em um ou mais animais que manifestaram sinais clínicos compatíveis com a doença, ou epidemiologicamente relacionados com uma suspeita ou um foco de Febre aftosa, ou que deram motivo para suspeitar da associação ou contato prévio com o vírus da Febre aftosa.

12 DIAGNÓSTICO-Manual Capitulo A detecção de anticorpos para proteínas não estruturais (NSPs) do vírus da febre aftosa (FA) tem sido usada para identificar a infecção, presente ou passada, com qualquer dos sete sorotipos do vírus. no caso de animais repetidamente vacinados contra a febre aftosa, a pureza da vacina é um fator importante a ser considerado visto que a presença de vestígios de proteínas não estruturais (NSPS) em algumas vacinas podem resultar em reações falso positivas- Brasil

13 Conclusões Imprescindível=> laboratório de referência equipado, profissionais capacitados Laboratório Nacional de Referência Animal, em Pedro Leopoldo êxito da erradicação- foco de febre aftosa é Rapidez de Ação

14 Êxito - programa de Saúde Animal Rapidez=> identificação e caracterização do agente técnicas sorológicas- corretamente utilizadas=> confirmar a suspeita clínica novas ferramentas=> técnicas bioquímicas e biologia molecular – Plano Hemisférico de Erradicação da Febre Aftosa maior confiabilidade,programas de controle e erradicação da febre aftosa continente. validação=> Manual Padronização, OIE,2000

15 Definição de infecção condição- definir resultados de infecção=> provas de detecção para proteínas não estruturais em animais vacinados, deve ser assegurada a pureza da vacina utilizada isolamento do vírus é incontestável- identifica o tipo de vírus identificação da atividade viral

16 Definição de infecção seqüência=> provas de screening VIA ou I- ELISA 3ABC- os animais não reagentes- liberados; positivos provas de EITB, não reagentes- liberados regentes=> provas de isolamento de vírus- Probang isolado e identificado o vírus=> foco novos critérios da OIE=> países livres com vacinação / Vacinas pouco purificadas- diagnóstico positivo sorologia, confundir infecção- OIE- altivez reação indesejável da vacina.

17 Atores sociais programa erradicação da febre aftosa- resultados - Controle / erradicação focos 1.232/ 1992 =>zero/ 2002 erradicação na América Latina=> participação conjunta atores sociais dos países fronteiros numa política internacional envolvimento atores sociais=> parceria público- privada não pode significar privatização Serviços Veterinários Serviço Oficial=> reforçado- atividades planos de cargos e carreira

18 Proposta grupo emergencial Ministro- grupo de especialistas=> questões emergenciais em Saúde Animal- válida e oportuna- rotina intensa trabalhos profissionais envolvidos alto gabarito profissional, reconhecimento internacional

19 Importância econômica e social da pecuária Embora forma mais complexa, o sistema colonial brasileiro continua o mesmo do passado, isto é, uma organização fundada na produção de matérias- primas e gêneros alimentares demandados nos mercados internacionais. É com essa produção e exportação conseqüente que fundamentalmente se mantém a vida do País, pois é com a receita daí proveniente que se pagam as importações essenciais à nossa subsistência... e, com que se pretende contar para a industrialização e desenvolvimento econômico do País Caio Prado Júnior, Edição de 1980.

20 O QUE DEVE SER FEITO Apoio político ao MAPA Recursos imediatos e flexíveis Laboratório Pessoal


Carregar ppt "IMPORTÂNCIA DA FEBRE AFTOSA efeitos negativos produtividade pecuária pequenos produtores => Ásia, impedindo o acesso ao mercado internacional paises de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google