A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Detritos: Carbono orgânico e o metabolismo dos Ecossistemas Emmanuel Duarte Almada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Detritos: Carbono orgânico e o metabolismo dos Ecossistemas Emmanuel Duarte Almada."— Transcrição da apresentação:

1 Detritos: Carbono orgânico e o metabolismo dos Ecossistemas Emmanuel Duarte Almada

2 Introdução O vento do meu espírito soprou sobre minha vida. E tudo que era efêmero se desfez. Só sobraste tu que és eterno. Cecília Meireles

3 Introdução O estudo dos fluxos de energia e matéria nos ecossistemas tem priorizado a avaliação das taxas de transferência nos níveis tróficos mais elevados. A cadeia de detritos representa maior reserva de energia em vários ecossistemas. Estudos de cadeias de detritos. Carbono como eixo de estudo

4

5 Composição da matéria orgânica detrital : POM: Matéria Orgânica Particulada DOM: Matéria Orgânica Dissolvida

6 Composição da matéria orgânica detrital: POC: Carbono Orgânico Particulado DOC: Carbono Orgânico Dissolvido (DOCR e DOCL)

7 Substâncias Não-húmicas: Proteínas Aminoácidos, Vitaminas, Lipídeos e pigmentos Composição do carbono orgânico dissolvido:

8 Substâncias Húmicas: Ácidos húmicos Ácidos fúlvicos Huminas

9 Substâncias Húmicas: Apresentam organização coloidal Atuam na adsorção de metais como Ca+, Fe++ e até mesmo Hg Interferem nos processos de bioacumulação

10 Fontes alóctones de matéria orgânica: Lixiviação dos solos da bacia de drenagem Queda de tecidos vegetais da vegetação ripária. Pulsos de inundação Tributários Aspectos pedológicos Sazonalidade

11 Fontes autóctones de matéria orgânica: Macrófitas aquáticas Algas e cianobactérias Excreções e produtores secundários Lise celular Ataque viral a bactérias Sazonalidade

12 Metabolismo de carbono em rios DOM e POM alóctones são as fontes dominantes de matéria e energia Relação DOM : POM = 10 : 1 até 25 : 1 Maiores taxas de decomposição de DOM DOMR (refratário) vai rio abaixo

13 A composição de comunidade vegetal influências as velocidades de decomposição Luz solar afeta as taxas de decomposição de DOM Rios são ambientes altamente heterotróficos Metabolismo de carbono em rios

14

15

16

17 Mudanças globais: Aumento de UV: diminuição de substâncias cromóforas Mudança nos padrões de precipitação: alteração no aporte de fontes alóctones Aumento da liberação de CO 2 par a atmosfera

18 Conclusões: Apesar de negligenciada, as cadeias de detritos representam em muitos ambientes, o maior compartimento de energia e matéria orgânica. O estudo das cadeias de detritos é fundamental para a compreensão dos processos ecológicos. A adoção de medidas eficazes no campo da ecologia da restauração e na construção de uma sociedade sustentável.

19 DETRITOS HUMANOS

20 Referências bibliográficas: WETZEL, ESTEVES F. A. Fundamentos de Limnologia, 2ª edição, Interciência, 599p RICKLEFS, R. E., A Economia da Natureza, 5ª edição, Guanabara Koogan, 503p MARGALEF, R Ecología, Ediciones Omega, 2ª edição, 951p, 1977


Carregar ppt "Detritos: Carbono orgânico e o metabolismo dos Ecossistemas Emmanuel Duarte Almada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google