A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DSC/CCT/UFCG Prof.: José Eustáquio Rangel de Queiroz Carga Horária: 60 h.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DSC/CCT/UFCG Prof.: José Eustáquio Rangel de Queiroz Carga Horária: 60 h."— Transcrição da apresentação:

1 DSC/CCT/UFCG Prof.: José Eustáquio Rangel de Queiroz Carga Horária: 60 h

2 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 2 Análise e Modelagem da Tarefa Compreensão Seqüências de ações necessárias para realização de uma tarefa Porque tais seqüências são necessárias Qual é o fluxo da informação Qual a contribuição do usuário para o processo O que pode ser automatizado, com fins à otimização a produtividade, a eficiência e a qualidade do sistema Artefato Modelo da Tarefa Análise e Modelagem da Tarefa Compreensão Seqüências de ações necessárias para realização de uma tarefa Porque tais seqüências são necessárias Qual é o fluxo da informação Qual a contribuição do usuário para o processo O que pode ser automatizado, com fins à otimização a produtividade, a eficiência e a qualidade do sistema Artefato Modelo da Tarefa Análise e Modelagem da Tarefa

3 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 3 Modelo da Tarefa Descrição detalhada das tarefas, sub-tarefas e métodos envolvidos na utilização do sistema Identificação dos recursos necessários para a realização da tarefa Usuários Sistema Modelo da Tarefa Descrição detalhada das tarefas, sub-tarefas e métodos envolvidos na utilização do sistema Identificação dos recursos necessários para a realização da tarefa Usuários Sistema Análise e Modelagem da Tarefa

4 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 4 Tarefa Algo a ser executado pelo usuário durante a preparação, operação e manutenção de um sistema Descrição em termos de objetivos, procedimentos, regras de funcionamento, restrições, etc. Dualidade de pontos de vista Evolução da ação Modo de execução Resultado da ação Estado final Tarefa Algo a ser executado pelo usuário durante a preparação, operação e manutenção de um sistema Descrição em termos de objetivos, procedimentos, regras de funcionamento, restrições, etc. Dualidade de pontos de vista Evolução da ação Modo de execução Resultado da ação Estado final Análise e Modelagem da Tarefa

5 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 5 Detalhamento da Tarefa Propósito Determinação da natureza, do objetivo, das partes constituintes (sub-tarefas e ações elementares) e da ordem na qual tais partes devem ser executadas para a finalização satisfatória da tarefa Detalhamento da Tarefa Propósito Determinação da natureza, do objetivo, das partes constituintes (sub-tarefas e ações elementares) e da ordem na qual tais partes devem ser executadas para a finalização satisfatória da tarefa Análise e Modelagem da Tarefa

6 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 6 Alocação de Tarefas x Psicologia do Usuário Usuário humano Habilidade de comunicação com seres humanos Autonomia, adaptação e inteligência Capacidade de realização de avaliações subjetivas Capacidade de reconhecimento de padrões constantes em situações variadas Capacidade de superação de erros e incompletude nos dados Percepção e adaptação a eventos incomuns e inesperados Comportamento fundamentado em experiências Adaptação de decisões a situações novas ou inusitadas Capacidade de desenvolvimento de novas soluções Alocação de Tarefas x Psicologia do Usuário Usuário humano Habilidade de comunicação com seres humanos Autonomia, adaptação e inteligência Capacidade de realização de avaliações subjetivas Capacidade de reconhecimento de padrões constantes em situações variadas Capacidade de superação de erros e incompletude nos dados Percepção e adaptação a eventos incomuns e inesperados Comportamento fundamentado em experiências Adaptação de decisões a situações novas ou inusitadas Capacidade de desenvolvimento de novas soluções Análise e Modelagem da Tarefa

7 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 7 Alocação de Tarefas x Psicologia do Usuário Sistema Realização de ações repetitivas com confiabilidade Capacidade para a realização de avaliações objetivas Manutenção do nível de desempenho após longos períodos de ação Realização simultânea de atividades diversas Armazenamento e recuperação com precisão de grandes volumes de informação Detecção de estímulos fora da faixa de percepção humana Comportamento fundamentado em regras e instruções Alocação de Tarefas x Psicologia do Usuário Sistema Realização de ações repetitivas com confiabilidade Capacidade para a realização de avaliações objetivas Manutenção do nível de desempenho após longos períodos de ação Realização simultânea de atividades diversas Armazenamento e recuperação com precisão de grandes volumes de informação Detecção de estímulos fora da faixa de percepção humana Comportamento fundamentado em regras e instruções Análise e Modelagem da Tarefa

8 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 8 Coleta de Dados Sistema Realização de ações repetitivas com confiabilidade Capacidade para a realização de avaliações objetivas Manutenção do nível de desempenho após longos períodos de ação Realização simultânea de atividades diversas Armazenamento e recuperação com precisão de grandes volumes de informação Detecção de estímulos fora da faixa de percepção humana Comportamento fundamentado em regras e instruções Coleta de Dados Sistema Realização de ações repetitivas com confiabilidade Capacidade para a realização de avaliações objetivas Manutenção do nível de desempenho após longos períodos de ação Realização simultânea de atividades diversas Armazenamento e recuperação com precisão de grandes volumes de informação Detecção de estímulos fora da faixa de percepção humana Comportamento fundamentado em regras e instruções Análise e Modelagem da Tarefa

9 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 9 Coleta de Dados Estratégias Diretas Observações de campo (in loco) Anotações (lápis e papel) Registros em áudio e/ou vídeo Verbalização de ações (Think aloud) Entrevistas contextuais Ao vivo Contato telefônico Discussões em grupo típicas Workshops estruturados/ facilitados Coleta de Dados Estratégias Diretas Observações de campo (in loco) Anotações (lápis e papel) Registros em áudio e/ou vídeo Verbalização de ações (Think aloud) Entrevistas contextuais Ao vivo Contato telefônico Discussões em grupo típicas Workshops estruturados/ facilitados Análise e Modelagem da Tarefa

10 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 10 Coleta de Dados Estratégias Indiretas Questionários Impressos (lápis e papel) Eletrônicos (aplicações locais ou Web) Discussões em grupo eletrônicas (textuais ou audiovisuais) Captura automática (Automatic logging) Coleta de Dados Estratégias Indiretas Questionários Impressos (lápis e papel) Eletrônicos (aplicações locais ou Web) Discussões em grupo eletrônicas (textuais ou audiovisuais) Captura automática (Automatic logging) Análise e Modelagem da Tarefa

11 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 11 Coleta de Dados Focos Situações de normalidade Situações críticas para o contexto Situações de erros Coleta de Dados Focos Situações de normalidade Situações críticas para o contexto Situações de erros Análise e Modelagem da Tarefa

12 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 12 Análise da Tarefa Direcionamento Ponto de vista do usuário Objetivos/ Metas Lógica de execução (Plano de ações e Estrutura da tarefa e de sub-tarefas) Conceitos e objetos utilizados durante a execução da tarefa Procedimentos (métodos) adotados para atingir os objetivos/ metas Condições necessárias para a aplicação dos métodos Possíveis incoerências/ incompletudes descritivas Dificuldades e fatores críticos (freqüência e importância) na execução da tarefa Análise da Tarefa Direcionamento Ponto de vista do usuário Objetivos/ Metas Lógica de execução (Plano de ações e Estrutura da tarefa e de sub-tarefas) Conceitos e objetos utilizados durante a execução da tarefa Procedimentos (métodos) adotados para atingir os objetivos/ metas Condições necessárias para a aplicação dos métodos Possíveis incoerências/ incompletudes descritivas Dificuldades e fatores críticos (freqüência e importância) na execução da tarefa Análise e Modelagem da Tarefa

13 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 13 Análise da Tarefa Resultado Descrição detalhada e hierarquizada da tarefa Diagnóstico das situações problemáticas Graus de dificuldades Soluções possíveis e/ou recomendações ergonômicas para a concepção da interface do futuro sistema Descrição detalhada da tarefa Modelo da Tarefa Especificação do sistema Projeto da interface Elaboração da documentação do sistema Elaboração do material de treinamento Análise da Tarefa Resultado Descrição detalhada e hierarquizada da tarefa Diagnóstico das situações problemáticas Graus de dificuldades Soluções possíveis e/ou recomendações ergonômicas para a concepção da interface do futuro sistema Descrição detalhada da tarefa Modelo da Tarefa Especificação do sistema Projeto da interface Elaboração da documentação do sistema Elaboração do material de treinamento Análise e Modelagem da Tarefa

14 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 14 Estrutura da Tarefa Decomposição hierárquica Ponto de Partida Tarefa objetivo Nível mais elevado Raiz Ponto Final Tarefa elementar Nível mais baixo Folhas Tarefas Elementares Ações Elementares Decomposição de ações Ações de alto nível Ações intermediárias Ações elementares Execução via comando único Estrutura da Tarefa Decomposição hierárquica Ponto de Partida Tarefa objetivo Nível mais elevado Raiz Ponto Final Tarefa elementar Nível mais baixo Folhas Tarefas Elementares Ações Elementares Decomposição de ações Ações de alto nível Ações intermediárias Ações elementares Execução via comando único Análise e Modelagem da Tarefa

15 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG Estrutura da Tarefa – TKS Estrutura da tarefa Tarefa Sub-tarefa Procedimento ação Estrutura de objeto objeto

16 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 16 Complexidade da Tarefa Dificuldade de decomposição da tarefa em ações Ações muito pequenas Frustração em face do número elevado de ações para a realização de tarefas de alto nível Ações grandes e complexas Tarefa de decomposição mais dificil (impraticável ou impossível) Suporte de mecanismos de ajuda Freqüência relativa da ações Ações freqüentes devem ser simples e de rápida execução Complexidade da Tarefa Dificuldade de decomposição da tarefa em ações Ações muito pequenas Frustração em face do número elevado de ações para a realização de tarefas de alto nível Ações grandes e complexas Tarefa de decomposição mais dificil (impraticável ou impossível) Suporte de mecanismos de ajuda Freqüência relativa da ações Ações freqüentes devem ser simples e de rápida execução Análise e Modelagem da Tarefa

17 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 17 Exemplo Decomposição de tarefas em um editor de texto Ações freqüentes Execução via teclas especiais E.g. REMOVER FRASE Ações intermediárias Execução via menus E.g. INSERIR SÍMBOLOS ESPECIAIS Ações complexas ou pouco freqüentes Execução via seqüência de menus ou formulários E.g. ALTERAR FORMATO DE IMPRESSÃO Exemplo Decomposição de tarefas em um editor de texto Ações freqüentes Execução via teclas especiais E.g. REMOVER FRASE Ações intermediárias Execução via menus E.g. INSERIR SÍMBOLOS ESPECIAIS Ações complexas ou pouco freqüentes Execução via seqüência de menus ou formulários E.g. ALTERAR FORMATO DE IMPRESSÃO Análise e Modelagem da Tarefa

18 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 18 Representação da Tarefa Modelo adotado Modelos da Tarefa Contexto de execução Objetivos da execução Objetos envolvidos Ações realizadas Freqüência das ações Padrões típicos de execução (cenários) Hierarquia estrutural Planos de execução Representação da Tarefa Modelo adotado Modelos da Tarefa Contexto de execução Objetivos da execução Objetos envolvidos Ações realizadas Freqüência das ações Padrões típicos de execução (cenários) Hierarquia estrutural Planos de execução Análise e Modelagem da Tarefa

19 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 19 Representação da Tarefa Plano de execução (Cenário) Seqüência de passos (ou sub-tarefas) necessários à execução de uma tarefa ou à solução de um problema Representação da Tarefa Plano de execução (Cenário) Seqüência de passos (ou sub-tarefas) necessários à execução de uma tarefa ou à solução de um problema Análise e Modelagem da Tarefa Cognitivos ( GOMS [Card83], CCT [Kier85]) Lingüísticos ( BNF [Rels81], TAG [Payn86]) Físicos ( KLM [Card90], Tri-estado [Buxt90]) de Interação ( PIF [Dix98]) Cognitivos ( GOMS [Card83], CCT [Kier85]) Lingüísticos ( BNF [Rels81], TAG [Payn86]) Físicos ( KLM [Card90], Tri-estado [Buxt90]) de Interação ( PIF [Dix98])

20 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 20 MAD (Méthode Analytique de Description) Elementos Estados, objetivos, ações, condições Estrutura fundamentada em construtores Categorias de Tarefas Composta Tarefa cujo nível operacional pode ser caracterizado por uma estrutura que descreve o corpo da tarefa, i.e. é um elemento da tarefa Elementar Tarefa caracterizada por uma relação simples entre métodos e objetos, i.e. uma ação Não pode ser decomposta no nível operacional MAD (Méthode Analytique de Description) Elementos Estados, objetivos, ações, condições Estrutura fundamentada em construtores Categorias de Tarefas Composta Tarefa cujo nível operacional pode ser caracterizado por uma estrutura que descreve o corpo da tarefa, i.e. é um elemento da tarefa Elementar Tarefa caracterizada por uma relação simples entre métodos e objetos, i.e. uma ação Não pode ser decomposta no nível operacional Análise e Modelagem da Tarefa

21 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 21 MAD (Méthode Analytique de Description) Estrutura da Tarefa Representação mediante objeto genérico constituído por um construtor e por parâmetros que o caracterizam Construtores Descrição da organização das tarefas envolvidas Definição de relações Estruturais Temporais MAD (Méthode Analytique de Description) Estrutura da Tarefa Representação mediante objeto genérico constituído por um construtor e por parâmetros que o caracterizam Construtores Descrição da organização das tarefas envolvidas Definição de relações Estruturais Temporais Análise e Modelagem da Tarefa

22 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 22 MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores para relações estruturais E Lógico E OU Lógico OU Alternativo ALT Opcional OP Iterativo LOOP Construtores para relações temporais Seqüencial SEQ Paralelo PAR Simultâneo SIM MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores para relações estruturais E Lógico E OU Lógico OU Alternativo ALT Opcional OP Iterativo LOOP Construtores para relações temporais Seqüencial SEQ Paralelo PAR Simultâneo SIM Análise e Modelagem da Tarefa

23 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 23 MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores para relações estruturais E Tarefas cujas sub-tarefas devem ser todas executadas em qualquer ordem, não importando a ordem de execução OU Tarefas nas quais pelo menos uma de suas sub-tarefas deve ser executada ALT Tarefas nas quais apenas uma de suas sub-tarefas deve ser executada OP Tarefas opcionais atividades não obrigatórias LOOP Tarefas iterativas atividades repetidas sobre diferentes elementos MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores para relações estruturais E Tarefas cujas sub-tarefas devem ser todas executadas em qualquer ordem, não importando a ordem de execução OU Tarefas nas quais pelo menos uma de suas sub-tarefas deve ser executada ALT Tarefas nas quais apenas uma de suas sub-tarefas deve ser executada OP Tarefas opcionais atividades não obrigatórias LOOP Tarefas iterativas atividades repetidas sobre diferentes elementos Análise e Modelagem da Tarefa

24 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 24 MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores SEQ Tarefas seqüenciais, realizadas sucessivamente, na ordem definida na árvore, da tarefa mais à esquerda para a tarefa mais à direita PAR Tarefas paralelas, cuja ordem não é pré-definida SIM Tarefas cujas sub-tarefas são executadas simultaneamente, sendo independentes entre si MAD (Méthode Analytique de Description) Construtores SEQ Tarefas seqüenciais, realizadas sucessivamente, na ordem definida na árvore, da tarefa mais à esquerda para a tarefa mais à direita PAR Tarefas paralelas, cuja ordem não é pré-definida SIM Tarefas cujas sub-tarefas são executadas simultaneamente, sendo independentes entre si Análise e Modelagem da Tarefa

25 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 25 MAD (Méthode Analytique de Description) Descritores Associação com os nós da árvore representativa da estrutura MAD (Méthode Analytique de Description) Descritores Associação com os nós da árvore representativa da estrutura Análise e Modelagem da Tarefa

26 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 26 MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 1: Interagir com aplicativo MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 1: Interagir com aplicativo Análise e Modelagem da Tarefa

27 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 27 Análise e Modelagem da Tarefa MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 1: Interagir com aplicativo MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 1: Interagir com aplicativo

28 DSC/CCT/UFCGDSC/CCT/UFCG 28 Análise e Modelagem da Tarefa MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 2: Usar SIG MAD (Méthode Analytique de Description) Exemplo 2: Usar SIG


Carregar ppt "DSC/CCT/UFCG Prof.: José Eustáquio Rangel de Queiroz Carga Horária: 60 h."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google