A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Sermão da Montanha Estudo 11 Cuidados necessários no viver cristão Mateus 6.33 a 7.3 Texto áureo: E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Sermão da Montanha Estudo 11 Cuidados necessários no viver cristão Mateus 6.33 a 7.3 Texto áureo: E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não."— Transcrição da apresentação:

1 O Sermão da Montanha Estudo 11 Cuidados necessários no viver cristão Mateus 6.33 a 7.3 Texto áureo: E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?

2 A plenitude do reino de Deus que estudamos no domingo passado se completa, em sua explicação por Cristo, com os dois últimos versículos do capítulo 6 (33,34) Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

3 Ou seja, aquilo mesmo que Davi em seu salmo 37.5 nos inspira desde o Antigo Testamento: Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará... … Cristo nos ensina a mesma coisa de forma diferente: Não vos inquieteis pois pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

4 Ele vai chamar então a nossa atenção para alguns cuidados básicos que devemos ter em nosso viver cristão para que possamos, realmente, ser assim considerados como cidadãos do reino de Deus. São cinco cuidados pelos quais devemos zelar em nossa vida cristã:

5 Com isto, Cristo quer nos ensinar que a vivência no reino de Deus também tem as suas exigências. Viver sob a bênção do Senhor exige certos cuidados: 1o. Cuidado (7.1): Não julgueis, para que não sejais julgados.

6 Conhecendo a personalidade humana ele sabe que muitas vezes somos intolerantes (com os outros) e tolerantes (para conosco). 2o. Cuidado, então (7.2): Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que vos medis vos medirão a vós.

7 Dá então um exemplo de como somos críticos e severos em olhar os erros dos outros, e sequer temos olhos para ver as nossas próprias falhas. 3o. Cuidado, então (7.3): E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?

8 Muitas vezes nos propomos a corrigir ou instruir os outros quando nós mesmos estamos em pior estado. 4o. Cuidado, então (7.4) Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?

9 Diante desta situação incômoda e não cristã, ele define com muita objetividade o caráter do crente que assim vive. 5o. Cuidado, então (7.5) Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão?

10 Já viram como seria diferente o mundo hoje se vivêssemos sob o império desta atmosfera de boa vontade e compreensão para com as atitudes dos outros e de rigor e zelo pelo nosso melhor comportamento? Este ambiente de paz e segurança é só predomina no reino de Deus.

11 Abram os jornais hoje: Quantos casos de acusação de corrupção entre magistrados, policiais, oficiais de Justiça, políticos e empresários?... Uns desconfiam dos outros. Todo mundo tem à disposição um cartão amarelo para o outro.

12 Infelizmente este espírito de beligerância e cobrança existe dentro de nossa própria casa, às vezes. Dentro de nossas igrejas, também! Por que isto?... Simplesmente, porque não temos deixado o reino de Deus entrar em nós. Queremos nele entrar, mas não ele em nós.

13 Falando sobre isto, Cristo nos ensina em Lucas 17.20,21: Sendo Jesus interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, respondeu-lhes: O reino de Deus não vem com aparência exterior; e nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Pois o reino de Deus está dentro de vós

14 Para concluir, pensemos: Você é responsável por construir este reino de Deus em torno de você: Em seu lar?... Em seu trabalho?... Em sua escola?... Em sua igreja?... Na medida em que cada um de nós se torne responsável por isto, o reino se tornará realidade

15 Realidade limitada sabemos, porque humana. Frágil e passageira às vezes, porque mutável. Ideal e meta a ser alcançada, porque hoje ainda não a temos. Mas é isto que ele deseja de nós: cidadãos em busca de fazer na terra imperar o reino que é dele!


Carregar ppt "O Sermão da Montanha Estudo 11 Cuidados necessários no viver cristão Mateus 6.33 a 7.3 Texto áureo: E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google