A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Sermão da Montanha Estudo 08 O perigo da ambição material Mateus 6.2 a 18 A ambição e a Oração modelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Sermão da Montanha Estudo 08 O perigo da ambição material Mateus 6.2 a 18 A ambição e a Oração modelo."— Transcrição da apresentação:

1 O Sermão da Montanha Estudo 08 O perigo da ambição material Mateus 6.2 a 18 A ambição e a Oração modelo

2 Nesta lição de hoje vamos fazer uma abordagem diferente. Como a oração modelo já tem sido estudada por nós em outros momentos, vamos colocá-la como um recitativo ao centro de nossos estudos, fazendo com que a classe a recite e introspectivamente cada aluno repense seu significado.

3 Vamos deter-nos mais de perto nos versículos anteriores a ela 6.2 a 4 e depois nos versículos posteriores Com isto, daremos mais ênfase aos textos de antes e depois que falam da ambição pela vaidade e orgulho pessoal

4 Nosso objetivo com isto será despertar para o crente a importância da oração em oculto, em secreto, pois o Mestre assim mesmo nos ensina. O texto que já é por muitos memorizado, vai perdendo o seu sentido e efeito em nossas vidas tornando-se mais e mais mecânico e sem vida.

5 Por certo muitos de vocês já viram este texto ser recitado por times de futebol antes ou depois de entrarem em campo, como se ele fosse um talismã para a vitória a ser alcançada. Não pode ser assim. Como crentes em Cristo devemos fazer dele um momento de experiência íntima e pessoal.

6 Daí o cuidado com que ele vai ensinar a oração do Pai Nosso, como todos a conhecemos. Comecemos pelos versículos introdutórios:

7 O sentimento de vaidade e de orgulho era muito grande entre os judeus. Daí o conselho (v.2): Quando, pois, deres esmola não faças tocar trombetas diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.

8 Este é um conselho para todos nós, pois ele logo acrescenta (v.3,4): Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai que vê em secreto, te recompensará

9 Ele passa então ao ensino sobre a oração fazendo quatro recomendações: Primeira (v.5): E, quando orardes, não sejais como os hipócritas, pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.

10 Segunda (v.6): Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai que vê em secreto, te recompensará.

11 Terceira (v.7): E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos.

12 Quarta (v.8): Não vos assemelheis pois a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

13 Portanto, orai vós deste modo: (vs.9-13): PAI NOSSO QUE ESTÁS NOS CÉUS, SANTIFICADO SEJA O SEU NOME; VENHA O TEU REINO, SEJA FEITA A TUA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU; O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DÁ HOJE; E PERDOA-NOS AS NOSSAS DÍVIDAS ASSIM COMO NÓS TAMBÉM TEMOS PERDOADO AOS NOSSOS DEVEDORES; E NÃO NOS DEIXES ENTRAR EM TENTAÇÃO, MAS LIVRA-NOS DO MAL. PORQUE TEU É O REINO E O PODER, E A GLÓRIA, PARA SEMPRE. AMÉM.

14 Vamos tentar resumi-la, enquanto o grupo a lê frase a frase: LOUV0R EXALTAÇÃO DEVOÇÃO SUJEIÇÃO PETIÇÃO PERDÃO COMPARTILHAMENTO PODER BÊNÇÃO RECONHECIMENTO GLORIFICAÇÃO AMÉM

15 Fica a pergunta para cada um de nós: -O que esta oração tem produzido em minha vida? - Tem produzido ela algo de novo em meu viver? - Cumpro-a com toda a integridade?

16 Sabedor o Senhor que estas indagações poderiam surgir, ele acrescenta dois adendos (vs.14,15): Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai Celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas

17 Para nossa reflexão: 1.O que é mais importante na vida cristã: a aparência ou o interior? 2.O que distingue o crente: o que ele pensa ou o que ele faz? 3. Diante da oração modelo como você pauta a sua vida?


Carregar ppt "O Sermão da Montanha Estudo 08 O perigo da ambição material Mateus 6.2 a 18 A ambição e a Oração modelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google