A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elaboração de relatórios para acadêmicos e orientadores Prof. Dr. Luís Carlos Vinhas Ítavo Coordenador do PIBIC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elaboração de relatórios para acadêmicos e orientadores Prof. Dr. Luís Carlos Vinhas Ítavo Coordenador do PIBIC."— Transcrição da apresentação:

1 Elaboração de relatórios para acadêmicos e orientadores Prof. Dr. Luís Carlos Vinhas Ítavo Coordenador do PIBIC

2 Elaboração de relatório para acadêmicos 1. IDENTIFICAÇÃO Título do Plano de trabalho Título do plano de trabalho APROVADO Nome do Orientador Sempre nome completo Nome do acadêmico Sempre: Nome completo sem abreviações acompanhado do RA Unidade Colocar o curso de graduação do acadêmico

3 Elaboração de relatório para acadêmicos 2. Resumo das atividades realizadas Inserir TODAS as atividades realizadas referentes ao plano/projeto. Acompanhar METODOLOGIA do plano Evitar Coleta de dados (como, quando, onde?, etc..) Viagens (quando, como, onde, pra quê?) Análises laboratoriais (quais?, metodologia?)

4 Exemplo de atividades

5 Elaboração de relatório para acadêmicos 3. Principais resultados Apresentar os resultados parciais/finais da pesquisa, já analisados estatisticamente, de preferência já na forma de Tabela ou Gráficos, acompanhados de texto explicativo

6 Elaboração de relatório para acadêmicos 3. Principais resultados Tabela 1 - Médias de características de carcaças em função do sistema de pastejo. Variáveis Sistema de pastejo P ContínuoRotacionado Peso de abate (kg)450,0441,1NS Peso de carcaça quente (kg)216,8225,30,30416 Rendimento de carcaça (%)48,651,30,19420 AOL (cm 2 )56,958,1NS Marmoreio *2,42,3NS EGS (mm)3,73,4NS

7 Elaboração de relatório para acadêmicos 3. Principais resultados Seguir normas da Revista a qual será enviado o artigo Exemplo de descrição da Tabela 1 (anterior) Na Tab. 1 estão apresentadas às médias de peso de abate, peso de carcaça quente, rendimento de carcaça, área de olho de lombo (AOL), marmoreio e espessura de gordura subcutânea (EGS) em função do sistema de pastejo. Observa-se que não houve efeito do sistema de pastejo para todas as variáveis estudadas. As médias de peso abate e peso de carcaça quente foram iguais a 450,0 e 216,8 kg e 441,1 e 225,3 kg, para os sistemas de pastejo contínuo e rotacionado, respectivamente. As médias de peso de carcaça do sistema continuo foram numericamente superiores 8,5 kg em relação ao sistema rotacionado, provavelmente devido ao maior oferta de forragem disponível, todavia sem efeito significativo (P>0,05).

8 Elaboração de relatório para acadêmicos 4. Artigos submetidos, aceitos e publicados (Referente ao projeto) Enumerar os ARTIGOS ou Resumos que foram submetidos, aceitos ou publicados/apresentados Se foram já foram aceitos, anexá-lo Exemplo Enviados: 1.Níveis de cálcio na alimentação... Revista Brasileira de Nutrição. Enviado 10/08/2006

9 Elaboração de relatório para acadêmicos 5. Atividades complementares Participação em seminários, congressos, eventos relacionados. Evento, cidade, data, etc.. (INFORMAÇÕES COMPLETAS) Participação em outras atividades complementares: monitoria, estágio, etc.. Participação em outro plano de trabalho

10 Elaboração de relatório para acadêmicos 6. Alterações na proposta original Descrever TODAS as alterações que ocorreram na proposta original que impeçam de atingir os objetivos do projeto. Para isto deve-se estar bem ciente de como era a proposta inicial. Explicar os motivos das modificações.

11 Elaboração de Relatório para orientadores 1.Título do projeto Indicar também número do projeto Verificar na página 2.Nome do coordenador (Completo) 3.RF 4.Instituições participantes/colaboradores Indicar todas as Instituições que EFETIVAMENTE participaram do projeto Apontar o tipo de colaboração ex:Análises laboratoriais

12 5. Período de abrangência do relatório 6. Apoio Financeiro externo Se sim, indicar agência (CNPq, FUNDECT, etc...) 7. Programa ou Curso ao qual se vincula o projeto Indicar o Curso ou Programa ao qual o coordenador do projeto está inserido, podendo inclusive indicar a área de conhecimento do projeto (Tabela do CNPq) 8. Data de elaboração Não adianta colocar uma data que antecede o prazo e entregar com atraso 9. Tipo de Relatório (Parcial ou Final) Elaboração de Relatório para orientadores

13 10. SÍNTESE DAS ATIVIDADES REALIZADAS Inserir TODAS as atividades realizadas referentes ao projeto (somatório dos planos) Acompanhar METODOLOGIA OS PLANOS DE TRABALHOS DOS ALUNOS IRÃO AUXILIAR A COMPLEMENTAR ESTE ÍTEM DO RELATÓRIO Elaboração de Relatório para orientadores

14 11. DESCRIÇÃO DA METODOLOGIA UTILIZADA Acompanhar a metodologia do projeto Indicar apenas o que foi realizado Caso no coincida, indicar no item 16.Alterações no projeto Elaboração de Relatório para orientadores

15 12. RESULTADOS PARCIAIS E/OU FINAIS Apresentar RESULTADOS prontos na forma de Tabela ou Gráfico, acompanhado de texto explicativo, como no artigo. (não há necessidade de discussão) Elaboração de Relatório para orientadores

16 13. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS Onde já foram apresentados esses resultados? Congresso, Simpósio, etc. Indicar nome completo do evento, local e data da apresentação. Anexar a publicação (resumo ou resumo expandido) Elaboração de Relatório para orientadores

17 14. PUBLICAÇÕES REALIZADAS OU NO PRELO Enumerar os ARTIGOS que foram submetidos, aceitos ou publicados Se foram já foram aceitos, anexá-lo IMPORTANTE: Autores do artigo coincidir com equipe do projeto. Inserir equipe no Grupo de Pesquisa CNPq. Elaboração de Relatório para orientadores

18 15. REFLEXOS SOCIAIS DA PESQUISA Já houve algum reflexo com os resultados encontrados com a pesquisa? Há a possibilidade de haver reflexos? quais? Elaboração de Relatório para orientadores

19 16. ALTERAÇÕES NA FORMULAÇÃO ORIGINAL DO PROJETO Justificar as modificações na proposta original (que foi aprovada). Enumerar as alterações e suas alternativas realizadas para manter o andamento do projeto. Elaboração de Relatório para orientadores

20 17. DIFICULDADES ENCONTRADAS NA EXECUÇÃO DO PROJETO Indicar TODAS as dificuldades encontradas na execução do projeto. Lembrar que a falta de recursos não justifica a dificuldade, se este não tiver sido previsto no orçamento do projeto. Alterações de acadêmicos, pesquisadores, equipamentos, acidentes, animais, etc... Elaboração de Relatório para orientadores

21 18. RECURSOS HUMANOS Indicar TODOS os participantes do projeto, mesmo os externos. Facilita nas publicações (quem entra no artigo) Pesquisadores (internos e externos) Estudantes (todos os participantes) Elaboração de Relatório para orientadores

22 19. Programação das ações futuras Apresentar as atividades que serão desenvolvidas (RELATÓRIOS PARCIAIS) e aquelas que estão em fase de finalização. Ex: análises laboratoriais que faltam análises estatísticas (dados) elaboração de artigos para a revista... apresentação de resumo expandido no congresso... Elaboração de Relatório para orientadores

23 20. Observações Tudo que auxiliar na avaliação positiva do projeto/relatório Caso ainda haja informações relevantes quanto a execução, finalização da proposta do projeto, alteração de cronograma, mudanças de pesquisadores e estudantes. Elaboração de Relatório para orientadores

24 Considerações Finais para acadêmicos e orientadores Atender, SEMPRE, as exigências da Coordenação de Pesquisa (prazos, normas, formulários). Sugestão: Orientadores e alunos deverão elaborar relatórios juntos. O PIBIC é responsabilidade de todos! Contatos: /3615

25 determinar a posição de um lugar em relação ao oriente; guiar; dirigir; encaminhar; informar; esclarecer; reconhecer a situação em que se encontra; determinar o caminho a seguir; reconhecer, examinar cuidadosamente os diferentes aspectos de uma questão ou assunto. ORIENTAR.....


Carregar ppt "Elaboração de relatórios para acadêmicos e orientadores Prof. Dr. Luís Carlos Vinhas Ítavo Coordenador do PIBIC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google