A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Acreditação da AABB Centro Regional de Hemoterapia Hemocentro de Ribeirão Preto Dra. Eugênia Maria Amorim Ubiali Novembro 2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Acreditação da AABB Centro Regional de Hemoterapia Hemocentro de Ribeirão Preto Dra. Eugênia Maria Amorim Ubiali Novembro 2003."— Transcrição da apresentação:

1 Acreditação da AABB Centro Regional de Hemoterapia Hemocentro de Ribeirão Preto Dra. Eugênia Maria Amorim Ubiali Novembro 2003

2 Características originais comuns aos programas de acreditação Uso de padrões explícitos/escritosUso de padrões explícitos/escritos Focalização em procedimentos e processos organizacionaisFocalização em procedimentos e processos organizacionais Participação voluntáriaParticipação voluntária Avaliação externa por elementos com experiência profissional em serviços de saúdeAvaliação externa por elementos com experiência profissional em serviços de saúde Elaboração de recomendações de melhoria por parte dos avaliadoresElaboração de recomendações de melhoria por parte dos avaliadores Caráter confidencial das conclusões para a organização candidataCaráter confidencial das conclusões para a organização candidata Âmbito nacionalÂmbito nacional

3 Particularidades de uma acreditação internacional A barreira/inibição da línguaA barreira/inibição da língua As diferenças culturaisAs diferenças culturais A dificuldade dos primeiros contatosA dificuldade dos primeiros contatos A compreensão e preenchimento dos formuláriosA compreensão e preenchimento dos formulários A dificuldade com o grande número de siglasA dificuldade com o grande número de siglas As diferenças de legislação entre os paísesAs diferenças de legislação entre os países A auditoria em outra línguaA auditoria em outra língua

4 Sistemas internacionais consolidados e testados Joint Commission on Accreditation of Healthcare Organizations (EUA)Joint Commission on Accreditation of Healthcare Organizations (EUA) Canadian Council on Health Services Acreditation (Canadá)Canadian Council on Health Services Acreditation (Canadá) The Australian Council on Healthcare Standards (Austrália)The Australian Council on Healthcare Standards (Austrália) Kings Fund Health Quality Service (Reino Unido)Kings Fund Health Quality Service (Reino Unido) Agence Nationale dÁccreditattion et dEva-luation em Santé (França)Agence Nationale dÁccreditattion et dEva-luation em Santé (França) Programa MIR (Espanha)Programa MIR (Espanha) Recentemente: Nova Zelândia, Hungria, Itália, Israel, África do Sul, Suécia, Holanda, China, Taiwan, Japão e Brasil (ONA)Recentemente: Nova Zelândia, Hungria, Itália, Israel, África do Sul, Suécia, Holanda, China, Taiwan, Japão e Brasil (ONA) AABB - American Association of Blood Banks (EUA) AABB - American Association of Blood Banks (EUA)

5 Associação internacional de bancos de sangue estabelecida em 1947 que inclui: Centros de sangue intra ou extra-hospitalaresCentros de sangue intra ou extra-hospitalares Serviços de transfusão e transplanteServiços de transfusão e transplante Pessoas envolvidas em atividades relacionadas a medicina transfusional e transplantePessoas envolvidas em atividades relacionadas a medicina transfusional e transplante Mais de 2200 membros institucionais e 8500 indivíduos membros, incluindo os 50 estados dos EUA e 80 paísesMais de 2200 membros institucionais e 8500 indivíduos membros, incluindo os 50 estados dos EUA e 80 países Associação Americana de Bancos de Sangue

6 Engloba altos padrões de performance médica, técnica e administrativa, investigação científica, aplicação clínica e educação.Engloba altos padrões de performance médica, técnica e administrativa, investigação científica, aplicação clínica e educação. Dedica-se a estimular a doação voluntária de sangue, outros tecidos e órgãos através da educação, informação pública e pesquisa.Dedica-se a estimular a doação voluntária de sangue, outros tecidos e órgãos através da educação, informação pública e pesquisa. Desde 1957, desenvolve padrões em banco de sangue para seguimento voluntário, em coleta, processamento e transfusão.Desde 1957, desenvolve padrões em banco de sangue para seguimento voluntário, em coleta, processamento e transfusão. Possui AABB Standards também para as demais atividades a que se dedica.Possui AABB Standards também para as demais atividades a que se dedica. Associação Americana de Bancos de Sangue

7 Missão: estabelecer e promover o mais alto padrão de cuidado para pacientes e doadores em todos os aspectos de banco de sangue; medicina transfusional; terapias hematopoética, celular e gênica e transplante de tecidos.Missão: estabelecer e promover o mais alto padrão de cuidado para pacientes e doadores em todos os aspectos de banco de sangue; medicina transfusional; terapias hematopoética, celular e gênica e transplante de tecidos. Missão internacional: coordenar e promover melhorias internacionalmente através do desenvolvimento de padrões nacionais e/ou regionais em banco de sangue; medicina transfusional; terapias hematopoética, celular e gênica e transplante de tecido e através do desenvolvimento de mecanismos para avaliação do atendimento a estes padrões.Missão internacional: coordenar e promover melhorias internacionalmente através do desenvolvimento de padrões nacionais e/ou regionais em banco de sangue; medicina transfusional; terapias hematopoética, celular e gênica e transplante de tecido e através do desenvolvimento de mecanismos para avaliação do atendimento a estes padrões. Associação Americana de Bancos de Sangue

8 Visa melhorar a qualidade e segurança da coleta, processamento, testagem, distribuição e administração de sangue e produtos de sangue.Visa melhorar a qualidade e segurança da coleta, processamento, testagem, distribuição e administração de sangue e produtos de sangue. Avalia a qualidade e os sistemas operacionais que ocorrem na instituição.Avalia a qualidade e os sistemas operacionais que ocorrem na instituição. Ajuda a instituição a se preparar para outras inspeções, servindo como ferramenta de melhoria.Ajuda a instituição a se preparar para outras inspeções, servindo como ferramenta de melhoria. Possibilita à instituição a definição do escopo de sua acreditação.Possibilita à instituição a definição do escopo de sua acreditação. Programa de Acreditação da AABB

9 Escopos de acreditação AABB Atividades de um centro de doadores;Atividades de um centro de doadores; Atividades de transfusão;Atividades de transfusão; Atividades com células progenitoras hematopoéticasAtividades com células progenitoras hematopoéticas Atividades com células de cordãoAtividades com células de cordão Atividades de coleta de sangue peri-operatórias;Atividades de coleta de sangue peri-operatórias; Atividades em testes de paternidadeAtividades em testes de paternidade Atividades de laboratório de referência em imuno-hematologiaAtividades de laboratório de referência em imuno-hematologia

10 AABB Standards - edição anual baseada em boas práticas médicas, em dados científicos se disponíveis, e em princípios associados com com boas práticas de fabricação e qualidade que sejam consistentes com as regulações do FDA.AABB Standards - edição anual baseada em boas práticas médicas, em dados científicos se disponíveis, e em princípios associados com com boas práticas de fabricação e qualidade que sejam consistentes com as regulações do FDA. Code of Federal Regulations and federal guidance documents.Code of Federal Regulations and federal guidance documents. Acreditação AABB - conformidade com:

11 Accreditation Information Manual - 5ª edição - fornece as bases e orientações para o programa de acreditação AABB.Accreditation Information Manual - 5ª edição - fornece as bases e orientações para o programa de acreditação AABB. AABB Technical ManualAABB Technical Manual Acreditação AABB – material auxiliar:

12 Shall: usado para indicar um requisito obrigatório e descreve a única maneira aceitável para uma atividade ou método; seu não atendimento constitui uma não-conformidade no programa de acreditação da AABB.Shall: usado para indicar um requisito obrigatório e descreve a única maneira aceitável para uma atividade ou método; seu não atendimento constitui uma não-conformidade no programa de acreditação da AABB. Should: usado para indicar uma recomendação que é comumente aceita, existindo entretanto outras alternativas e não sendo portanto, requerido para a acreditação.Should: usado para indicar uma recomendação que é comumente aceita, existindo entretanto outras alternativas e não sendo portanto, requerido para a acreditação. Termos importantes nos AABB Standards

13 May: usado para refletir um método aceitável ou prática reconhecida mas não requerida.May: usado para refletir um método aceitável ou prática reconhecida mas não requerida. By a method known to: usado para padrões onde o uso de dados publicados podem ser usados para demonstrar a aceitabilidade de um processo ou procedimento.By a method known to: usado para padrões onde o uso de dados publicados podem ser usados para demonstrar a aceitabilidade de um processo ou procedimento. Specified requirements: inclui requisitos (não se limitando a) normas, leis federais, contratos com clientes ou requisito de órgão acreditador.Specified requirements: inclui requisitos (não se limitando a) normas, leis federais, contratos com clientes ou requisito de órgão acreditador. Termos importantes nos AABB Standards

14 Requisitos AABB não atendidos Não se pode utilizar métodos alternativos ou abordagens diferentes dos AABB Standards, sem que se tenha uma variância aprovada aplicável a cada edição do AABB Standards;Não se pode utilizar métodos alternativos ou abordagens diferentes dos AABB Standards, sem que se tenha uma variância aprovada aplicável a cada edição do AABB Standards; Se todos os requisitos não podem ser atendidos e uma variância é necessária, deve-se preencher a solicitação de variância e submetê-la ao Comitê do Programa dos Standards da AABB, juntamente com a auto-avaliação;Se todos os requisitos não podem ser atendidos e uma variância é necessária, deve-se preencher a solicitação de variância e submetê-la ao Comitê do Programa dos Standards da AABB, juntamente com a auto-avaliação;

15 Requisitos AABB não atendidos O método alternativo proposto não poderá comprometer a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos pela instituição e deverá atingir os mesmos resultados requeridos pelos AABB Standards;O método alternativo proposto não poderá comprometer a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos pela instituição e deverá atingir os mesmos resultados requeridos pelos AABB Standards; A solicitação de variância poderá ou não ser aceita pelo comitê e deverá ter sua solicitação renovada a cada nova edição dos AABB Standards, se o mesmo permanecer inalterado.A solicitação de variância poderá ou não ser aceita pelo comitê e deverá ter sua solicitação renovada a cada nova edição dos AABB Standards, se o mesmo permanecer inalterado.

16 OrganizaçãoOrganização RecursosRecursos EquipamentosEquipamentos Fornecedores e produtos para clientesFornecedores e produtos para clientes Controle de processosControle de processos Documentos e registrosDocumentos e registros Desvios, não-conformidades e complicaçõesDesvios, não-conformidades e complicações Conteúdo dos AABB Standards

17 Auditorias: internas e externasAuditorias: internas e externas Melhoria de processos através de ações corretivas e preventivasMelhoria de processos através de ações corretivas e preventivas Instituições e segurançaInstituições e segurança Lista de descrição de componentes sangüíneosLista de descrição de componentes sangüíneos GlossárioGlossário Crosswalk entre a edição atual e a anterior dos AABB StandardsCrosswalk entre a edição atual e a anterior dos AABB Standards Conteúdo dos AABB Standards

18 Instituição acreditada – em conformidade com os requisitosInstituição acreditada – em conformidade com os requisitos Condicional – conformidade parcial com os requisitos. Removido se a instituição responde satisfatoriamente às não-conformidades ou a uma avaliação focalizadaCondicional – conformidade parcial com os requisitos. Removido se a instituição responde satisfatoriamente às não-conformidades ou a uma avaliação focalizada Suspensa – instituição teve suas atividades limitadas por uma agência regulatória e terá que ser reavaliada antes de ativar a acreditaçãoSuspensa – instituição teve suas atividades limitadas por uma agência regulatória e terá que ser reavaliada antes de ativar a acreditação Retirada – instituição não está em conformidade com os requisitos da acreditação e precisa ser reavaliada antes de ativar a acreditaçãoRetirada – instituição não está em conformidade com os requisitos da acreditação e precisa ser reavaliada antes de ativar a acreditação Pendente – instituição iniciou o processo de acreditação mas a avaliação ainda não está completaPendente – instituição iniciou o processo de acreditação mas a avaliação ainda não está completa Provisionada – um pedido de alteração do ciclo em 03 anos ou mais entre as avaliaçõesProvisionada – um pedido de alteração do ciclo em 03 anos ou mais entre as avaliações Categorias de acreditação AABB

19 Hemocentro de Ribeirão Preto tem certificação ISO desde 1999;Hemocentro de Ribeirão Preto tem certificação ISO desde 1999; Sentiu-se a necessidade de uma acreditação específica para o ramo principal de atividades;Sentiu-se a necessidade de uma acreditação específica para o ramo principal de atividades; Houve a decisão e escolha da acreditação pela AABB;Houve a decisão e escolha da acreditação pela AABB; Montada equipe: diretoria, gerência de qualidade, área técnica e área de gerência de equipamentos. Início em janeiro de 2002, auditoria externa em 08 e 09/09/03.Montada equipe: diretoria, gerência de qualidade, área técnica e área de gerência de equipamentos. Início em janeiro de 2002, auditoria externa em 08 e 09/09/03. Foram realizadas leituras cuidadosas, estudo dos AABB Standards e montagem de planilhas 5W2H de todos os itens do AABB Standards específico para o escopo pretendido;Foram realizadas leituras cuidadosas, estudo dos AABB Standards e montagem de planilhas 5W2H de todos os itens do AABB Standards específico para o escopo pretendido; Acreditação AABB no Hemocentro de Ribeirão Preto

20 Foi feito levantamento e leitura da bibliografia auxiliar e legislações citadas nos AABB Standards;Foi feito levantamento e leitura da bibliografia auxiliar e legislações citadas nos AABB Standards; Foram realizadas reuniões com cada área verificando o que já existia em funcionamento e o que não existia;Foram realizadas reuniões com cada área verificando o que já existia em funcionamento e o que não existia; Foram abertas SAPs e/ou SACs, PQs p ara o que foi necessário implementar, corrigir, melhorar ou modificar ;Foram abertas SAPs e/ou SACs, PQs p ara o que foi necessário implementar, corrigir, melhorar ou modificar ; Foram estabelecidas ações, prazos e responsáveis pelas ações;Foram estabelecidas ações, prazos e responsáveis pelas ações; Acreditação AABB no Hemocentro de Ribeirão Preto

21 Foram realizadas auditorias internas periódicas em todas as áreas, objetivando todos os processos e procedimentos, visando a conformidade com os requisitos dos AABB Standards;Foram realizadas auditorias internas periódicas em todas as áreas, objetivando todos os processos e procedimentos, visando a conformidade com os requisitos dos AABB Standards; Realizamos tantas auditorias internas quantas foram necessárias para verificação das ações e conferência dos procedimentos e processos;Realizamos tantas auditorias internas quantas foram necessárias para verificação das ações e conferência dos procedimentos e processos; Realizamos auditorias internas utilizando os check lists da AABB.Realizamos auditorias internas utilizando os check lists da AABB. Acreditação AABB no Hemocentro de Ribeirão Preto

22 Cumprimento estrito de todos os padrões dos AABB Standards e dos regulamentos/guidances referenciados;Cumprimento estrito de todos os padrões dos AABB Standards e dos regulamentos/guidances referenciados; Verificação dos registros obrigatórios e seu tempo mínimo de retenção;Verificação dos registros obrigatórios e seu tempo mínimo de retenção; Tradução dos documentos que precisam estar obrigatoriamente em inglês.Tradução dos documentos que precisam estar obrigatoriamente em inglês. Deve-se contar com pessoas confiáveis que conheçam bem os processos e que consigam se comunicar em inglês para acompanhar os auditores externos durante toda a auditoria;Deve-se contar com pessoas confiáveis que conheçam bem os processos e que consigam se comunicar em inglês para acompanhar os auditores externos durante toda a auditoria; Alguns pontos importantes

23 Controle de documentos internos:Controle de documentos internos: Controle de desenvolvimento e revisão de documentosControle de desenvolvimento e revisão de documentos Tratamento de não-conformidades geradasTratamento de não-conformidades geradas Ações corretivas/preventivasAções corretivas/preventivas Auditorias internas e externasAuditorias internas e externas Planos da qualidade executados e em execuçãoPlanos da qualidade executados e em execução Cartões de assinaturaCartões de assinatura Responsáveis por funções-chaveResponsáveis por funções-chave Procedimentos documentadosProcedimentos documentados Inexistência de rasuras em documentos e registrosInexistência de rasuras em documentos e registros Plano de proficiência laboratorial para as dosagens realizadasPlano de proficiência laboratorial para as dosagens realizadas Alguns pontos importantes

24 Controle e validação de processosControle e validação de processos Controle de equipamentos:Controle de equipamentos: ValidaçãoValidação CalibraçãoCalibração Manutenção preventiva e corretivaManutenção preventiva e corretiva Plano de capacitação de funcionários:Plano de capacitação de funcionários: FormaçãoFormação HabilidadeHabilidade ExperiênciaExperiência Treinamento com avaliação da eficácia de treinamentoTreinamento com avaliação da eficácia de treinamento Avaliação periódica de desempenhoAvaliação periódica de desempenho Alguns pontos importantes

25 Escopo pretendido Ferramentas requeridas para auto-avaliação Serviço de Transfusão Sistema de Qualidade + Transfusão Banco de Sangue Sist. Qualidade + Transfusão + Centro Doadores Centro de Doadores Sistema de Qualidade + Centro de Doadores Serviço de Sangue de Cordão Sangue de Cordão Lab. de Teste de Paternidade Teste de Paternidade Lab.Referência em Imuno-hematologia Lab. de Referência em Imuno-hematologia Serviços Peri-operatórios Sistema de Qualidade + Peri-operatórios S. Cél. Progenitoras Hematopoéticas Células Progenitoras Hematopoéticas Alguns pontos importantes

26 Quem Processo inicial de Acreditação pela AABB O que Instituição Faz contato com AABB AABB Envia pacote de informações: Brochura do programa de acreditaçãoBrochura do programa de acreditação Descrição inicial do processo de acreditaçãoDescrição inicial do processo de acreditação Lista de referências sugeridasLista de referências sugeridas Solicitação para se tornar AABB Institutional membershipSolicitação para se tornar AABB Institutional membership Questionário específico para escopo de atividades de cordãoQuestionário específico para escopo de atividades de cordão 01 semana Instituição Submete solicitação para se tornar AABB Institutional membership e efetua pagamento das taxas. 03 meses da data inicial Quando

27 Processo inicial de Acreditação pela AABB AABB Envia para a instituição interessada: Cópia do AABB Standards correspondente; Cópia do AABB Standards correspondente; Cópia do Accreditation Information Manual; Cópia do Accreditation Information Manual; Pedidos de publicações, se houver; Pedidos de publicações, se houver; Notificação de novo membro. Notificação de novo membro. Envia pacote de auto-avaliação I nstruções para realização da auto-avaliação e como completar o relatório de auto-avaliação; I nstruções para realização da auto-avaliação e como completar o relatório de auto-avaliação; Ferramentas para auto-avaliação; Ferramentas para auto-avaliação; Relatório da auto-avaliação da instituição; Relatório da auto-avaliação da instituição; Formulário para solicitação de variância. Formulário para solicitação de variância. 02 semanas do recebimento Quem O que Quando 10 dias

28 Processo inicial de Acreditação pela AABB AABB Recebe os documentos preenchidos: Envia notificação de recebimento Envia notificação de recebimento Envia notificação se o pacote estiver incompleto Envia notificação se o pacote estiver incompleto Notificação 01 sem após recebimento Quem O que Quando AABB Avalia pedidos de variância aos AABB Standards Responde em 02 meses do pedido Instituição Submete documentos preenchidos à AABB: Relatório da auto-avaliação Relatório da auto-avaliação Pedido de variância aos AABB Standards, SN Pedido de variância aos AABB Standards, SN 03 meses

29 Processo inicial de Acreditação pela AABB Instituição Responde se aceita a designação de avaliação on-site em 01 trimestre AABB Inicia processo de avaliação on-site. Dentro de 01 semana Quem O que Quando AABB Acusa recebimento da resposta da instituição sobre a designação em 01 trimestre e envia notificação de recebimento à instituição Em 01 semana do recebimento AABB Revisa relatório de auto-avaliação e comunica: se pronto, designa tentativa de avaliação on-site em 01 trimestre se pronto, designa tentativa de avaliação on-site em 01 trimestre se não pronto, comunica necessidades adicionais se não pronto, comunica necessidades adicionais 01 mês do pedido

30 Processo de Acreditação pela AABB Enviar FDVR (Facility Data Verification Record). Para renovação, enviar o FDVF 06m antes da expiração da acreditação. AABB Ação Carta de apresentação Carta de apresentação FDVR anterior FDVR anterior Atualizar informações demográficas e atividades a serem acreditadas. Retorno em 10 dias. Instituição FDVR Conforme as atividades a serem acreditadas, define time de assessores e envia aceitação de designação aos assessores, em 14 dias.. AABB FDVR atualizadoFDVR atualizado Aceitação de designação como assessorAceitação de designação como assessor DocumentoQuem

31 Ação Completa e retorna em 07 dias para AABB. Assessor líder/único e membros do time Aceitação de designação de assessor preenchida Envia a aceitação do assessor à instituição assim que o time completo aceitou a designação, em 02 dias. AABB Aceitação de assessor pela instituição Completa e retorna a aceitação do assessor em 07 dias para a AABB. Se todos os membros forem aceitos, submete os materiais da pré-avaliação, em 24 horas. Instituição Materiais da pré- avaliação * Processo de Acreditação pela AABB DocumentoQuem

32 Facility Data Verification Record (FDVR)Facility Data Verification Record (FDVR) Estrutura organizacional da instituição e as responsabilidadesEstrutura organizacional da instituição e as responsabilidades Descrição do sistema de qualidade da instituiçãoDescrição do sistema de qualidade da instituição Lista mestra de documentosLista mestra de documentos Processo de desenvolvimento de documentos e controle de alterações de documentosProcesso de desenvolvimento de documentos e controle de alterações de documentos Processo de gerenciamento de não-conformidadesProcesso de gerenciamento de não-conformidades Processo de gerenciamento de auditorias internas e externasProcesso de gerenciamento de auditorias internas e externas Lista e/ou sumário de auditorias internas/externas desde a última avaliação AABBLista e/ou sumário de auditorias internas/externas desde a última avaliação AABB Processo de gerenciamento de treinamento e avaliação de competênciaProcesso de gerenciamento de treinamento e avaliação de competência Lista atual de testes de proficiência realizados (internos e externos)Lista atual de testes de proficiência realizados (internos e externos) Registro anual (coleta/ transfusão/ volume de testes)Registro anual (coleta/ transfusão/ volume de testes)*

33 Ação Prepara e envia o pacote da pré- avaliação aos assessores, em 07 dias. AABB Para o assessor líder/único: Para o assessor líder/único: carta para realizar a avaliação; carta de notificação de avaliação; lista de documentos disponíveis no site; carta para coordenar a avaliação e inspeção do CAP; formulário para sumário da avaliação; formulário de interpretação dos AABB Standards; equivalência de documentos; questionário pós- avaliação; formulário para relatório de assessor líder; formulário de avaliação de trainee; check lists, relatório e réplica da última avaliação; cópia do FDVR; materiais da pré-avaliação; etc Para os outros assessores: Para os outros assessores: carta para o time realizar a avaliação; ferramentas do sistema da qualidade; cópia da FDVR; documentos da pré-avaliação; formulário para relatório dos assessores; relatório e réplica da última avaliação Processo de Acreditação pela AABB DocumentoQuem

34 Ação Faz contato com a instituição em 10 dias úteis após receber o pacote para esquematizar data da avaliação, verificando também c/ os demais assessores – máximo 90 dias. Assessor líder Carta de notificação de avaliação Notifica AABB e time de assessores a data acertada para a avaliação em 24 horas ou explica, se não for acertado em 90 dias. Assessor líder Fax da página de frente da carta de notificação de avaliação Faz contato com a AABB para solicitar documentos e registros adicionais da instituição. Assessor líder/time de assessores Materiais da pré-avaliação Materiais da pré-avaliação Relatório resumo da última avaliação e réplica da instituição Relatório resumo da última avaliação e réplica da instituição Check lists Check lists Processo de Acreditação pela AABB DocumentoQuem

35 AçãoQuem Desenvolve esquema da avaliação e o envia à instituição. Assessor líder/único Esquema de avaliação Realiza a avaliação. Faz contato com AABB, em caso de dúvidas. Assessor líder/único (time) Check lists Check lists Formulário de interpretação dos AABB Standards Formulário de interpretação dos AABB Standards Realiza encontros periódicos entre o time de assessores e encontros diários de resumo, SN. Assessor líder/único Processo de Acreditação pela AABB Documento

36 AçãoQuem Comunica com representantes da instituição e atualiza esquema, SN. Assessor líder/único Faz relatório resumo Assessor líder/único (time) Check lists Check lists Formulário p/ sumário da avaliação Formulário p/ sumário da avaliação Conduz reunião sucinta para relatar os achados da avaliação. Modifica o relatório se surgirem esclarecimentos após discussão com representantes da instituição. Assessor líder/único Processo de Acreditação pela AABB Formulário p/ sumário da avaliação Documento

37 AçãoQuem Finaliza o relatório da avaliação, deixando cópia com pessoa autorizada na instituição, assim como todos os documentos, registros e cópias do material da pré-avaliação. Assessor líder/único (time) Cópia do relatório sumário da avaliação, contendo nome da instituição e dos assessores Cópia do relatório sumário da avaliação, contendo nome da instituição e dos assessores Todas as cópias dos materiais da pré- avaliação Todas as cópias dos materiais da pré- avaliação Todas as cópias do FDVR Todas as cópias do FDVR Sumário da última avaliação Sumário da última avaliação Envia os materiais da pós-avaliação à AABB em 01 dia. Assessor líder/único Original do relatório sumário da avaliação Original do relatório sumário da avaliação Relatório do assessor líder/único Relatório do assessor líder/único Outros documentos, se aplicável Outros documentos, se aplicável Processo de Acreditação pela AABB Documento

38 AçãoQuem Recebe o pacote da avaliação e verifica se está completo. AABB Completa e realiza devolução de formulários à AABB em 30 dias da avaliação. Assessor líder/único (time) Relatório do time de assessores Relatório do time de assessores Formulário de avaliação de trainee Formulário de avaliação de trainee Devolução de formulários com recibos Devolução de formulários com recibos Envia carta de seguimento à instituição em 5 dias após recebimento do pacote. AABB Original do relatório sumário da avaliação Original do relatório sumário da avaliação Outros documentos, se aplicável Outros documentos, se aplicável Carta de seguimento com ou sem não conformidade Prepara plano de ação corretiva/preventiva e o envia à AABB até 30 dias da sessão final, SN. Instituição Plano de ação corretiva/preventiva Plano de ação corretiva/preventiva Questionário pós-avaliação Questionário pós-avaliação Processo de Acreditação pela AABB Documento

39 AçãoQuemDocumento Avalia e responde o Plano de ação corretiva/preventiva em 15 dias do recebimento: Se o plano necessitar esclarecimento, fazer contato com a instituição para documentos adicionais ou esclarecimentos.Se o plano necessitar esclarecimento, fazer contato com a instituição para documentos adicionais ou esclarecimentos. AABB Réplica da Instituição Processo de Acreditação pela AABB Se o plano é aceitável, envia os documentos de acreditação em 30 dias. AABB Carta de acreditação Carta de acreditação Certificado de acreditação Certificado de acreditação Kit de acreditação Kit de acreditação

40 Centro Regional de Hemoterapia Hemocentro de Ribeirão Preto


Carregar ppt "Acreditação da AABB Centro Regional de Hemoterapia Hemocentro de Ribeirão Preto Dra. Eugênia Maria Amorim Ubiali Novembro 2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google