A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS Conceitos, âmbito e objetivo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS Conceitos, âmbito e objetivo."— Transcrição da apresentação:

1 AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS Conceitos, âmbito e objetivo

2 AUDITORIA Provém do verbo inglês: to audit (examinar, ajustar, corrigir, certificar). A atividade de auditoria é originária da Inglaterra. Como era dominadora dos mares e do comércio em épocas passadas, teria feito muitos investimentos em diversos locais e passou a controlá- los.

3 AUDITORIA Texto extraído da enciclopédia britânica:

4 AUDITORIA

5

6 CONTEXTO ATUAL Ambiente heterogêneo, complexo = dificuldade Quanto maior a organização, maior a dependência de sistemas de informação Faz-se necessário: Planejamento – Execução – Controle - Avaliação

7 CONCEITOS BÁSICOS Auditoria É uma atividade que engloba o exame/avaliação das operações, processos, sistemas e responsabilidades gerenciais de uma determinada entidade, com intuito de verificar sua conformidade com certos objetivos e políticas institucionais, orçamentos, regras, normas ou padrões.

8 CONCEITOS BÁSICOS Objetivo Tem por objetivo promover a adequação (avaliações e recomendações para o aprimoramento) dos controles internos dos sistemas de informações da empresa, bem como da utilização dos recursos humanos, materiais e tecnológicos envolvidos.

9 CONCEITOS BÁSICOS Controle Controle é a fiscalização exercida sobre as atividades de pessoas, órgãos, departamentos, ou sobre produtos, para que tais atividades, ou produtos, não se desviem das normas preestabelecidas.

10 CONCEITOS BÁSICOS Campo da auditoria Objeto a ser fiscalizado (entidade completa ou uma parte selecionada) + período a ser fiscalizado (1 mês, ou 1 ano, toda uma administração) + natureza da auditoria (operacional, financeira ou de legalidade).

11 CONCEITOS BÁSICOS Fases da auditoria planejamento + execução + relatório

12 CONCEITOS BÁSICOS Procedimentos de auditoria Conjunto de verificações e averiguações que permitem obter e analisar as informações necessárias à formulação da opinião do auditor. Também chamados de checklist (listas de pontos a serem verificados). Esses procedimentos são definidos na fase de planejamento.

13 CONCEITOS BÁSICOS Achados de auditoria São fatos significativos observados pelo auditor durante a execução da auditoria. Geralmente são associados a falhas e irregularidades, porém podem também indicar pontos fortes da instituição auditada.

14 CONCEITOS BÁSICOS Recomendações de auditoria São medidas corretivas possíveis, sugeridas pela instituição fiscalizadora ou pelo auditor em seu relatório, para corrigir as deficiências detectadas durante a auditoria.

15 CONCEITOS BÁSICOS Auditoria em RHAuditoria em RH Análise de políticas e práticas de pessoal de uma organização, e avaliação do seu funcionamento atual, seguida de sugestões para melhoria. Objetivo PrincipalObjetivo Principal Mostrar como o programa está funcionando, localizando práticas e condições que são prejudiciais à organização ou que não estão compensando o seu custo, ou práticas e condições que devam ser acrescentadas.

16 CONCEITOS BÁSICOS Padrões de Avaliação e Controle de RH Definição de Padrão Definição de Padrão critério ou modelo pré- estabelecido que permite comparação com resultados ou objetivos alcançados. Comparação Comparação função que verifica concordância entre uma variável e o seu padrão. EX.: rotatividade, satisfação, remuneração, produção, etc. Tipos de Padrões Tipos de Padrões quantidade, qualidade, tempo, custo. Métodos Métodos vários (entrevista, questionário, observação, combinação destes) - Criatividade.

17 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 1.Análise e descrição de cargos A. Especificações dos cargos B. Questionários de pessoal e tabelas de requisitos C. Custos da análise de cargos

18 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 2. Recrutamento A. Aplicações dos questionários de pedidos de empregos B. Número de candidatos por: Fones Anúncios Indicações de funcionários Meios etc. C. Custos de recrutamento

19 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 3. Seleção A. Bases para seleção (características pessoais): Resultados nos testes Checklists de entrevistas Educação, treinamento Experiência Referências e indicações Estado civil etc. B. Registros de acompanhamento e de desenvolvimento do pessoal; C. Registros individuais do pessoal D. Custos: De entrevistas De testagens, interpretação e acompanhamento.

20 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 4. Treinamento A. Número de empregados treinados por tipos de treinamento B. Graus e resultados do treinamento C. Tempo de treinamento necessário D. Custos de treinamento por tipo de treinamento 5. Nível de empregados A. Registros de produtividade 6. Promoções e transferências A. Registros de promoções e transferências por tipos B. Registros de tempo e serviço

21 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 7. Manutenção do moral e da disciplina A. Registros e avaliação geral: Dados sobre o nível do moral Atos disciplinares, por tipo Distúrbios Registros de aconselhamento Uso dos benefícios, serviços, pelos empregados Sugestões Registros de atendimento diversos B. Custos por tipo de atividade.

22 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 8. Saúde e segurança A. Registros de sanidade: Número de visitas ao serviço médico Enfermidades por tipo Dias perdidos por enfermidades Localização de defeitos físicos B. Registros de acidentes: Freqüência Intensidade Tipos de acidentes C. Custos 9. Controle de pessoal A. Registros de empregados: Total de empregados Total de horas de trabalho

23 CONCEITOS BÁSICOS Fontes de Avaliação 10. Administração de salários A. Dados sobre pagamentos: Níveis de salários Incentivos salariais Prêmios etc. B. Valor de cargos C. Administração dos planos de incentivos etc. 11. Acordos coletivos A. Listagem dos sindicalizados B. Acordos em suspenso C. Suspensão de trabalhos D. Custos de acordos coletivos

24 FATORES QUE INFLUENCIAM NA SISTEMATIZAÇÃO DA AUDITORIA mudanças na legislação trabalhista; sindicatos mais fortes; custos maiores com mão-de-obra; competição internacional agressiva; mudanças de habilidades requeridas empregados mais conscientes para questionar administração.

25 EM RESUMO... A AUDITORIA EM RH PERMITE VERIFICAR: Até que ponto a política de recursos humanos se baseia em teoria aceitável; Até que ponto a prática e os procedimentos são adequados á política e teoria adotada. Clima organizacional, envolvimento e incentivo à participação do pessoal.

26 Por hoje é só! Boa Noite!!


Carregar ppt "AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS Conceitos, âmbito e objetivo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google