A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONTEXTO MENSAGEM CÓDIGOCANAL RECEPTOR EMISSOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONTEXTO MENSAGEM CÓDIGOCANAL RECEPTOR EMISSOR."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 CONTEXTO MENSAGEM CÓDIGOCANAL RECEPTOR EMISSOR

4

5 FUNÇÃO EMOTIVA RECEPTOR FUNÇÃO APELATIVA MENSAGEM FUNÇÃO POÉTICA CÓDIGO FUNÇÃO METALIN- GUÍSTICA CANAL FUNÇÃO FÁTICA CONTEXTO FUNÇÃO DENOTATI- VA

6

7 Dissertar é o ato de expressar opiniões, idéias, pontos de vista a respeito de um assunto ou tema. Existem dois tipos de dissertação: Existem dois tipos de dissertação: A expositiva, cujo objetivo é explicar de modo impessoal uma idéia para esclarecimento de outras pessoas, com intuito de informar A expositiva, cujo objetivo é explicar de modo impessoal uma idéia para esclarecimento de outras pessoas, com intuito de informar A argumentativa, que visa a persuadir, por meio de provas, procurando levar o interlocutor a pensar como o autor do texto. A argumentativa, que visa a persuadir, por meio de provas, procurando levar o interlocutor a pensar como o autor do texto.

8 O texto faz predominar uma função da linguagem: (A) conativa; (B) metalinguística; (C) referencial; (D) apelativa; (E) emotiva.

9 O texto dissertativo é composto por três partes: O texto dissertativo é composto por três partes: Introdução (tese) Introdução (tese) desenvolvimento (argumentação) desenvolvimento (argumentação) conclusão (retomada da tese). conclusão (retomada da tese).

10

11 O QUE É GÊNERO TEXTUAL?

12 É A CLASSIFICAÇÃO AMPLA QUE SE DÁ AOS DIVERSOS TIPOS DE TEXTOS QUE UTILIZAMOS PARA ESTABELECER COMUNICAÇÃO. É A CLASSIFICAÇÃO AMPLA QUE SE DÁ AOS DIVERSOS TIPOS DE TEXTOS QUE UTILIZAMOS PARA ESTABELECER COMUNICAÇÃO.

13

14 EXEMPLOSDE GÊNEROS TEXTUAIS

15 EDITORIAL

16 ARTIGODEOPINIÃO

17 CARTA ARGUMENTATIVA

18 CRÔNICA

19

20

21

22 CARTUM TEXTO HUMORÍSTICO QUE USA A LINGUAGEM NÃO- VERBAL, COMBINADA OU NÃO COM A VERBAL. NORMALMENTE RETRATA SITUAÇÕES UNIVERSAIS E ATEMPORAIS, SATIRIZANDO OS COSTUMES HUMANOS TEXTO HUMORÍSTICO QUE USA A LINGUAGEM NÃO- VERBAL, COMBINADA OU NÃO COM A VERBAL. NORMALMENTE RETRATA SITUAÇÕES UNIVERSAIS E ATEMPORAIS, SATIRIZANDO OS COSTUMES HUMANOS

23

24 Em relação aos sentidos do texto, analise as afirmati - vas. Em relação aos sentidos do texto, analise as afirmati - vas. I - A mãe demonstra preocupação com o distanciamento do filho. II – No cartum pretende-se mostrar que o progresso tecnológico está facilitando as relações familiares. III - Infere-se, da leitura do texto que o filho é internauta, por isso prioriza conversas virtuais. Estão corretas as afirmativas Estão corretas as afirmativas A) II, III apenas. A) II, III apenas. B) I e II, apenas. B) I e II, apenas. C) II apenas. C) II apenas. D) I, III apenas. D) I, III apenas. E) I, II e III. E) I, II e III.

25 O texto faz predominar uma função da linguagem: (A) conativa; (B) metalinguística; (C) referencial; (D) apelativa; (E) emotiva.

26 QUAL É A CRÍTICA FEITA PELO CARTUNISTA? ELE CRITICA O COMPORTAMENTO DE CERTAS PESSOAS QUE NÃO SABEM VIVER SOCIALMENTE E EXTRAPOLAM OS SEUS DIREITOS COMO CIDADÃS.

27 HISTÓRIA EM QUADRINHOS É UMA NARRATIVA VISUAL QUE, NORMALMENTE, EXPRESSA A LÍNGUA ORAL E APRESENTA UM ENREDO RÁPIDO, EMPREGANDO SOMENTE IMAGEM OU ASSOCIANDO PALAVRA E IMAGEM É UMA NARRATIVA VISUAL QUE, NORMALMENTE, EXPRESSA A LÍNGUA ORAL E APRESENTA UM ENREDO RÁPIDO, EMPREGANDO SOMENTE IMAGEM OU ASSOCIANDO PALAVRA E IMAGEM

28 Leia e marque a alternativa correta. a) Na fala do primeiro quadrinho, a palavra desses traz, explicitamente, a idéia de sol escaldante. b) Percebe-se, na tira, intenção de valorizar o trabalho doméstico das mulheres. C) A fala do segundo quadrinho reforça a expectativa criada pela leitura da fala do primeiro quadrinho. NÃO É JUSTO QUE UMA MULHER TRABALHE TANTO COM UM SOL DESSES!

29 O texto faz predominar uma função da linguagem: (A) conativa; (B) metalinguística; (C) referencial; (D) poética; (E) emotiva.

30 1.A conversa entre Mafalda e seus amigos (A) revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir. (B) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito entre as pessoas. (C) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento entre posições divergentes. (D) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do debate político de ideias. (E) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para superar divergências.

31 CHARGE É UM DESENHO HUMORÍSTICO, ACOMPANHADO OU NÃO DE TEXTO VERBAL. NORMALMENTE, CRITICA UM FATO OU ACONTECIMENTO ESPECÍFICO E ABORDA TEMAS SOCIAIS E SOBRETUDO POLÍTICOS. É UM DESENHO HUMORÍSTICO, ACOMPANHADO OU NÃO DE TEXTO VERBAL. NORMALMENTE, CRITICA UM FATO OU ACONTECIMENTO ESPECÍFICO E ABORDA TEMAS SOCIAIS E SOBRETUDO POLÍTICOS.

32 - Senhores, a ideia é criarmos um conselho que coloque em prática medidas efetivas contra o desmatamento! Folha de S.Paulo, São Paulo, 22 maio 2005

33 Pode se afirmar que o chargista: a) Ele critica a rapidez da máquina do governo, que age com eficiência e rapidez para deter o desmatamento. b) Ele elogia a eficiência do governo em criar conselhos para resolver o problema do desmatamento c) Ele critica a morosidade da máquina do governo, que não age com eficiência e rapidez para solucionar problemas como o desmatamento.

34 O papel é meu, a assinatura também, mas eu não reconheço o documento.

35 Neste texto, a relação entre a imagem e a fala permite concluir que a atitude da personagem revela (A) intimidação. (B) honestidade. (C) esquecimento. (D) preocupação. (E) dissimulação.

36

37 Um confronto das capas das duas revistas permite fazer as seguintes afirmativas, exceto a) Veja: destaca o consenso do mundo diante da grandeza do papa João Paulo II b) Veja: sugere um impasse de se identificar um sucessor à altura do papa João Paulo II c) Veja: simboliza o vazio do poder ao reproduzir apenas a mitra, sem quem a porte. d) Época: mostra a sucessão como uma questão de disputa interna pelo poder da Igreja. e) Veja: convida o leitor a assumir uma atitude de reverência diante do papa morto. Época: incita o leitor a manter posição de neutralidade frente à sucessão do papa.

38 EXERCÍCIO 5. "Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque serão fartos."; esta frase de Mateus, 5,6 tem como função de linguagem predominante a: 5. "Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque serão fartos."; esta frase de Mateus, 5,6 tem como função de linguagem predominante a: (A) emotiva; (A) emotiva; (B) metalinguística; (B) metalinguística; (C) fática; (C) fática; (D) conativa; (D) conativa; (E) referencial (E) referencial

39 Acho que foi uma premonição, uma vez que ele já tinha declarado que A Fraternidade é Vermelha seria seu último filme. Foi o cineasta contemporâneo que conseguiu chegar mais perto do conceito de Deus. Poderia ter feito muito mais filmes, mas foi vítima do totalitarismo socialista. Acho que foi uma premonição, uma vez que ele já tinha declarado que A Fraternidade é Vermelha seria seu último filme. Foi o cineasta contemporâneo que conseguiu chegar mais perto do conceito de Deus. Poderia ter feito muito mais filmes, mas foi vítima do totalitarismo socialista. (Leon Cakoff, no Jornal da Tarde) (Leon Cakoff, no Jornal da Tarde)

40 O totalitarismo socialista: O totalitarismo socialista: a) atrapalhou a carreira do cineasta. b) Manteve-se alheio à carreira do cineasta. c) Interrompeu a carreira do cineasta. d) Incentivou a carreira do cineasta. e) Fiscalizou a carreira do cineasta

41 Fraternidade é Vermelha: a) Foi um filme de repercussão nos meios religiosos. b) Foi o primeiro filme de sucesso do cineasta. c) Não abordava o assunto Deus. d) Foi o melhor filme do cineasta. e) Foi o último filme do cineasta.

42 Provavelmente, o cineasta: a) Agradou, por ser materialista. b) Agradou por falar de Deus. c) Desagradou por falar de Deus. d) Desagradou por não falar de Deus. e) Não sabia nada sobre Deus.

43 A palavra premonição se justifica porque: A palavra premonição se justifica porque: a) Seu filme foi um sucesso. b) O cineasta falava de Deus. c) O cineasta não quis fazer mais filmes. d) A Fraternidade é Vermelha e) O cineasta foi vítima do totalitarismo socialista.

44 A palavra vermelha equivale no texto a: A palavra vermelha equivale no texto a: a) totalitária b) comunista c) socialista d) materialista e) espiritualista

45 O conectivo que não poderia substituir uma vez que no texto é: a) porque b) pois c) já que d) porquanto e) se bem que

46 Uma nação já não é bárbara quando tem historiadores. Uma nação já não é bárbara quando tem historiadores. (Marquês de Marica) (Marquês de Marica) O texto é: O texto é: a) uma apologia à barbárie b) um tributo ao desenvolvimento das nações c) uma valorização dos historiadores d) uma reprovação da selvageria e) um canto de louvor à liberdade

47 3. Marque a opção que não estabelece corretamente a relação dos elementos da comunicação na tira "Ócios do Ofício". (A) Rick - emissor. (B) Garrafa - canal. (C) Língua portuguesa - código. (D) Toque do telefone - ruído. (E) Informação sobre a publicação da tira – mensagem

48 Transgênicos em xeque Os organismos geneticamente modificados são também chamados de transgênicos porque recebem pedaços de DNA de outras espécies. Esses genes alienígenas mandam o receptor produzir substâncias que nunca produziria na natureza. No caso do milho, é enxertado um gene da bactéria Bacillus thuringiensis (daí o nome "Bt") contendo instruções para fabricar uma toxina que envenena insetos, mas não o homem. A própria planta se torna um inseticida. Folha de São Paulo, 23/5/99

49 O texto faz predominar uma função da linguagem: (A) conativa; (B) metalinguística; (C) referencial; (D) apelativa; (E) emotiva.

50 9 - Definindo transgênicos e justificando a abreviatura "Bt", o texto faz predominar uma função da linguagem: (A) conativa; (B) metalinguística; (C) referencial; (D) apelativa; (E) emotiva.

51 O humor provocado pela tirinha se estabelece pela leitura: (A) do primeiro quadrinho, somente. (B) do segundo quadrinho, somente. (C) do terceiro quadrinho, somente. (D) do primeiro e do terceiro quadrinhos. (E) do segundo e do terceiro quadrinhos.

52

53 De acordo com a lógica da fala da menina Mafalda, é correto afirmar que: (A) na visão da mãe, sopa não é uma comida gostosa. (B) a palavra sopa não é palavrão. (C) por não representar uma comida gostosa, a palavra sopa vira palavrão. (D) a comida que a mãe trouxe não é sopa. (E) a mãe deliberadamente mentiu duas vezes para ela.

54 Na visão da personagem Mafalda, os dirigentes do mundo são: (A) beligerantes como animais ferozes. (B) inconsequentes como crianças. (C) irascíveis como industriais. (D) ousados como publicitários. (E) apressados como radialistas.

55 O humor da tirinha se constrói: (A) porque o vocábulo bombar não está dicionarizado. (B) Pois o vocábulo bombar foi dito equivocadamente no sentido de bombear. (C) Pois reflete o problema da educação no país, em que os alunos só se comunicam por gírias, como é o caso de fessor. (D) Porque a forma fessor é uma tentativa de incluir na norma culta o regionalismo fessô. (E) Pois a imagem resgata o valor original do radical que compõe a gíria bombar

56

57


Carregar ppt "CONTEXTO MENSAGEM CÓDIGOCANAL RECEPTOR EMISSOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google