A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Treinamento Técnico- Dimensão Social Novos Instrumentos de Planejamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Treinamento Técnico- Dimensão Social Novos Instrumentos de Planejamento."— Transcrição da apresentação:

1

2 Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Treinamento Técnico- Dimensão Social Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Módulo 10: Geração de Empregos no Setor Energético Paulo Hélio Kanayama

3 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 2 Conteúdo Análise comparativa entre as diversas energias, no que diz respeito a: Emprego e renda Necessidade de mão-de-obra qualificada Exploração da força de trabalho Segurança de trabalho (sugestão)

4 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 3 Visão Esquemática do Sistema Energético

5 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 4 Sistema Energético Cadeia dividida em: Energia Primária Energia Secundária Transporte Transmissão Uso Final

6 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 5 Fontes Primárias Petróleo 37 empregos para cada milhão de dólares investidos, sendo 12 empregos diretos, 13,7 indiretos e 11,2 empregos pelo efeito renda. (fonte: Impacto Econômico da Expansão da Indústria do Petróleo, IE/UFRJ, 2000). Como os investimentos projetados pelo Planejamento Estratégico da Petrobras são de US$ 6,6 bi/ano, entre , e o índice de nacionalização desses projetos varia de 45% e 65%, chegamos à estimativa de que, em seis anos, serão gerados entre 200 mil e 280 mil empregos

7 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 6 Percentual de Empregados do Sistema Petrobrás por área de atuação Em 2005, os gastos com pessoal totalizaram R$ 6 bilhões 569 milhões, incluídas as partes fixa e variável da política salarial da empresa. Fonte: PetrobrásRelatório Anual 2005

8 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 7 Fonte: PetrobrásRelatório Anual 2005

9 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 8 Para fazer frente ao Plano Estratégico 2015, a Petrobrás aprovou a abertura de 9 mil vagas, que correspondem a um aumento de 23% do número de empregados. Em 2005, a companhia realizou, em âmbito nacional, um processo seletivo público para a admissão de profissionais em diversos cargos de nível superior e médio. Ao longo do ano, foram admitidos trabalhadores – 835 para postos de nível superior e 971 para cargos de nível médio. Em atendimento às demandas de transmissão do conhecimento na companhia, a Universidade Petrobras teve em 2005 a freqüência de novos empregados, dos quais 749 completaram cursos de formação. Com 60 professores – 13 doutores, 28 mestres e 19 especialistas –, a universidade teve seu processo de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DRH) certificado em conformidade com as normas IS0 9001/2000. A Escola de Gestão e Negócios da universidade elaborou, com participação de todas as áreas da companhia, um modelo de desenvolvimento de gestores para o treinamento de cerca de 4 mil gestores, entre corpo gerencial e supervisores. Para o aprimoramento do processo ensino-aprendizagem, foi criado o Plano Pedagógico Empresarial (PPE). A Universidade Petrobras teve, também, os cursos de especialização em Engenharia de Petróleo e em Engenharia de Processamento reconhecidos pelo Ministério da Educação. Criados em parcerias com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), respectivamente, os cursos integram a estratégia de fortalecimento das relações da universidade com instituições nacionais e internacionais de ensino e pesquisa.

10 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 9 Carvão Estudo da FGV definiu um multiplicador de 8,32 para cada emprego direto gerado na indústria carbonífera nacional e a implementação da Política de Geração Termelétrica a Carvão Mineral, promoverá a geração de mais de novos empregos diretos e indiretos para; Þ durante o período de construção de cada usina, estimado em 36 meses, serão ofertados empregos diretos. Biomassa

11 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 10 CADEIA PRODUTIVA DO SETOR PETROLÍFERO Petróleo e seus Derivados

12 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 11 Fonte: WWF Agenda Elétrica Sustentável 2020

13 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 12 Fonte: Worldwatch Institute Center for American Progress 2006

14 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 13 Renováveis Hipótese: aumento na matriz energética dos EUA para 160 mil MW ou 20% de energias renováveis até 2020 criaria quase o dobro de empregos do que a mesma quantidade de energia com derivados de petróleo Fonte: UCS – Union of Concerned Scientists, USA, 2004 Renewing Americas Economy

15 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 14 Comparação de benefícios EUA participação de renováveis 20% até % até 2020 Aumento de postos de trabalho Invenstimento US$ 72,6 bilhões US$ 41,5 bilhões Economia na conta do usuário final de energia US$ 49,1 bilhões US$ 28,1 bilhões Custo da energia de biomassa US$ 15 bilhões US$ 4,9 bilhões Economia de gás natural15,7 Tcf7,2 Tcf redução de emissão de CO2434 MMT166 MT Fonte: UCS – Union of Concerned Scientists, USA, 2004 Renewing Americas Economy

16 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 15 Renováveis 1980 a 1999: houve aumento de 32% na produção de carvão mineral nos EUA e redução de 66% postos de trabalho. Fonte: Worldwatch Institute Center for American Progress O uso de fontes de energias renováveis cria empregos em áreas rurais, principalmente na agricultura

17 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 16 Agricultura Familiar Agricultura empresarial: 1 trabalhador para 100 ha cultivados Agricultura familiar: 1 trabalhador para 10 ha cultivados Em relação ao cultivo de cana-de- açúcar, o cultivo de mamona gera 5 vezes mais empregos por hectare plantado

18 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 17 Biomassa Cana de açúcar: aproximadamente 300 usinas e destilarias (140 em SP), geram mais de 1 milhão de empregos diretos (metade em SP) e 3,5 milhões de empregos indiretos. Fonte: UNICA 2004 Biodiesel: 1 % de substituição de óleo diesel por biodiesel produzido com a participação da agricultura familiar podem ser gerados cerca de 45 mil empregos no campo, com uma renda média anual de aproximadamente R$ 4.900,00 por emprego. Fonte: estudos desenvolvidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério da Integração Nacional e Ministério das Cidades

19 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 18 Geração de emprego por unidade de energia Em relação à produção de petróleo: 4x maior no carvão 3x na hidro 150x no etanol fonte: Hecta Desenvolvimento Empresarial, 1º Workshop sobre MDL e as oportunidades e desafios para o Agronegócio Brasileiro, 2003

20 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 19 Eficiência Energética Exemplo: fabricação de veículos mais econômicos nos EUA para aumentar a eficiência, em 10 anos, de 12 km/l para 17 km/ l até 2015 Fonte: _vehicles/FuelEconomyJobs.pdf

21 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 20 Desenvolvimento de tecnologia Motores mais eficientes Sistemas de transmissão mais eficientes Ligas de aço e alumínio mais leves e altamente resistentes Melhores pneus Motores híbridos

22 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 21 Criação de empregos na cadeia produtiva Indústria geração de empre gos Agricultura6.200 Construção Finanças, Seguros e Imóveis Governo e educação4.700 Manufatura (excluindo motores veiculares) Mineração de recursos minerais e Refino de petróleo Motores veiculares Comércio Varejista Serviços Transporte, Comunicação e Concessionárias7.500 Comércio atacadista total Economia de US$ durante a vida útil do veículo para o proprietário Em 2015, a economia de petróleo seria equivalente à importação corrente do Golfo Pérsico Redução de 106 milhões de teC Seriam criados postos de trabalho

23 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 22 GLD e Conservação Energética Fabricação de equipamentos ( Controladores de demanda, termoacumuladores, materiais eficientes de arquitetura bioclimática) Pessoal envolvido em campanhas e cursos de capacitação para a promoção do uso racional

24 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 23 Outros Tipos de Geração Biomassa Eólica Fotovoltáica Células a Combustível

25 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 24 Usos Finais - Fabricação Iluminação Refrigeração Condicionamento Aquecimento de Água Cocção


Carregar ppt "Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Treinamento Técnico- Dimensão Social Novos Instrumentos de Planejamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google