A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Língua Portuguesa 1º. Ano do Ensino Médio Maj Lilavati Profª Gláucia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Língua Portuguesa 1º. Ano do Ensino Médio Maj Lilavati Profª Gláucia."— Transcrição da apresentação:

1 1 Língua Portuguesa 1º. Ano do Ensino Médio Maj Lilavati Profª Gláucia

2 2 Perceber a pontuação como um recurso gramatical que contribui para a construção de sentidos do texto. Compreender o uso da vírgula como um aspecto lógico-sintático e não simplesmente prosódico. Empregar corretamente a vírgula em períodos simples e compostos. Uso da vírgula

3 3 QUADRO DE TRABALHO LEITURA DE ESTUDO: Gramática, cap 30, p EXERCÍCIO: P , questões 2, 5 e 7.

4 4 Pontue corretamente o período abaixo, usando vírgula(s). Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro à sua procura.

5 5 Vamos à resposta... 1.Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro à sua (da mulher) procura. 1.Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria de quatro à sua (do homem) procura.

6 6 Uma vírgula pode mudar tudo… 1. Vírgula pode ser uma pausa... ou não. Não, espere. Não espere. 2. Ela pode sumir com seu dinheiro. 23,4. 2, Pode ser autoritária. Aceito, obrigado. Aceito obrigado.

7 7 4. Pode criar heróis. Isso só, ele resolve. Isso só ele resolve. 5. E vilões. Esse, juiz, é corrupto. Esse juiz é corrupto. 6. Ela pode ser a solução. Vamos perder, nada foi resolvido. Vamos perder nada, foi resolvido.

8 8 7. A vírgula muda uma opinião. Não queremos saber. Não, queremos saber. Uma vírgula muda tudo. ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

9 9

10 10 Uso da vírgula A vírgula é gramatical (lógico-sintática). Na leitura, pode haver pausa onde não há vírgula. A vírgula pode ser pessoal. Não há uniformidade entre os escritores quanto ao emprego da vírgula. Não há regras absolutas. A vírgula apenas assinala uma separação de sentido que já existe mentalmente. O principal objetivo da vírgula é esclarecer. (PIACENTINI, 2003)

11 11 Uso da vírgula As palavras em sua posição natural não precisam de vírgula: casa 1 – sujeito; casa 2 – verbo; casa 3 – complementos (elementos necessários ao verbo ou ao sujeito) casa 4 – circunstâncias (tempo, lugar, modo e outras). (LUFT, 2002)

12 12 Uso da vírgula 1 2 3a 3b A guerra de hoje será a vitória de amanhã. O rapaz deu o livro ao colega A CPI revelará toda a verdade segundo o deputado. OBS.: Quem sabe, sabe. (opcional) Quem diz vou, não vai. (opcional)

13 13 Uso da vírgula: ordem direta Não se deve usar vírgula entre as casas 1, 2 e 3; nem entre 1 e 2, nem entre 2 e 3. –A mulher deu o filho. A casa 4, sobretudo nas frases longas, pode ser separada por vírgula. –A mulher deu o filho, para que não morresse de fome como os irmãos.

14 14 Uso da vírgula: ordem invertida Segundo o deputado, a CPI revelará toda a verdade A CPI, segundo o deputado, revelará toda a verdade.

15 15 Uso da vírgula 1.1 A vírgula nas intercalações As intercalações, por cortarem o que está logicamente ligado, devem ser obrigatoriamente colocadas entre vírgulas.

16 16 Uso da vírgula Apostos (oracionais ou não), vocativos e orações adjetivas explicativas. Marilda, a secretária da empresa, deu-se mal com os computadores. (Aposto)

17 17 Marilda, liga o computador! (Vocativo) Liga, Marilda, o computador!

18 18 Marilda, que agora não perde uma aula de informática, já sabe desligar o computador. (Oração adjetiva explicativa)

19 19 O professor elogiou os alunos, que se esforçaram durante a aula. (= todo o universo de alunos) MAS O professor elogiou os alunos que se esforçaram durante a aula. (= conjunto restrito de alunos)

20 Conjunções coordenativas (porém, contudo, todavia, pois, portanto, etc.), quando intercaladas. Marilda estudou durante horas; não entendeu, contudo, nada do que leu.contudo

21 21 MAS Marilda estudou durante horas, contudo não entendeu nada do que leu. OUcontudo Marilda estudou durante horas; contudo, não entendeu nada do que leu. OUcontudo Marilda estudou durante horas. Contudo, não entendeu nada do que leu.Contudo

22 Expressões corretivas, explicativas, escusativas, etc. Marilda ficou cansada, ou melhor, dormiu sobre os livros...ou melhor Espero sinceramente, perdoem minha honestidade, que Marilda desista do curso, disse o professor.

23 Vírgula separando termos independentes No período, entre as orações coordenadas assindéticas. Marilda ficou deslumbrada com o professor de Informática, apaixonou-se perdidamente, decepcionou-se, chorou...

24 Na oração, entre os termos independentes entre si (com a mesma função) não ligados por conjunção. Marilda trabalhou duro, esforçou-se, prosperou; o professor, porém, insensível, indiferente, a rejeitou...

25 Vírgula separando adjuntos e orações subordinadas adverbiais (quando iniciam período ou se intercalam) Para vencer a dor, Marilda passou a trabalhar até altas horas da noite, embora fosse muito grande o cansaço. Marilda, para vencer a dor, passou a trabalhar até altas horas da noite, embora fosse muito grande o cansaço. Embora fosse muito grande o cansaço, Marilda, para vencer a dor, passou a trabalhar até altas horas da noite. A tristeza consumirá Marilda, se ela não esquecê-lo?

26 26

27 Vírgula indicando inversões, elipses e separando topônimos e numerais Inversões de termos na oração e elipses de palavras anteriormente mencionadas A vida de Marilda tornou-se um inferno: ora sentia tristeza; ora, raiva. Aos que vivem como Marilda, tudo lhes desagrada. Aos que vivem como Marilda

28 Separação dos topônimos nas datas Fortaleza, 15 de maio de (Local e data em que Marilda tentou suicídio.)

29 Separação do numeral após o nome da rua nos endereços (Quando o numeral se refere ao substantivo do qual é adjunto, não há vírgula) Endereço da Marilda (Caso alguém deseje consolá-la!) Rua D. Silvano, 567. Caixa postal 76.

30 Vírgula antes da conjunção E Realce de ideias de importância estilística: adversidade, tempo, consequência, finalidade, etc. Marilda voltou a frequentar o curso, preparou-se, estudou com muito empenho, e o professor a reprovou. Alegou, para sua surpresa, que não queria deixar de vê-la.e Preparou-se para voltar ao curso mais uma vez, e conquistar o coração do professor.

31 Sujeitos diferentes O professor marcou um encontro, e Marilda concordou.

32 Repetição enfática em termos seguidos. Marilda chegou pontualmente. E esperou meia hora, e esperou uma hora, e duas horas, e ele não veio... (Fernando Sabino) OBS.: Ocorre a mesma situação com as conjunções nem e ou.Ee

33 REFERÊNCIAS André (2005) Dacanal (1987) Luft (2002) PIACENTINI (2003) 33


Carregar ppt "1 Língua Portuguesa 1º. Ano do Ensino Médio Maj Lilavati Profª Gláucia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google