A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O PERÍODO PRÉ-COLONIAL E O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO OBJETIVOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O PERÍODO PRÉ-COLONIAL E O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO OBJETIVOS."— Transcrição da apresentação:

1 EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O PERÍODO PRÉ-COLONIAL E O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO OBJETIVOS JUSTIFICAR O DESINTERESSE PORTUGUÊS NO PERÍODO LOCALIZAR AS EXPEDIÇÕES EXPLORADORAS E GUARDA- COSTAS ANALISAR A IMPORTÂNCIA DA EXPEDIÇÃO DE MARTIM AFONSO DE SOUSA PARA O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO ANALISAR A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS, RELACIONANDO-O À INSTALAÇÃO DO GOVERNO GERAL INTRODUÇÃO: A BULA INTERCOETERA X O TRATADO DE TORDESILHAS

2 Além da conquista territorial, a posse do Brasil era importante por possibilitar o acesso à rota do Cabo da Boa Esperança e o apoio às frotas no comércio com o oriente Aliás, os enormes lucros que Portugal tinha com este comércio e a população muito pequena explicam o seu desinteresse pelo Brasil, que só tinha até então o pau-brasil Portugal precisava conhecer o território e buscar minérios; eis porque foram organizadas várias expedições exploradoras e, mais tarde, expedições guarda-costas para guardar o litoral e impedir a pirataria Expedições exploradoras (1501 – Gaspar de Lemos; 1503 – Gonçalo Coelho) Expedições guarda-costas (1516 e 1526 – Cristóvão Jacques) As expedições fizeram o mapeamento, o patrulhamento e a defesa do litoral brasileiro Foi o Mercantilismo que atribuiu ao Estado português o controle e a exploração da colônia brasileira Com a chegada às Índias de franceses e holandeses, o controle português sobre aquele comércio começou a declinar, e os gastos com a construção de navios e fortes, pagamento das tripulações e compras de armas endividaram a Coroa Para explorar economicamente a colônia era necessário povoar, organizar a economia e então, produzir a riqueza, a cana-de-açúcar, escolhida pelos altos preços na Europa

3 A expedição de Martim Afonso de Sousa reconheceu o litoral norte a partir do Cabo de Santo Agostinho, o litoral sul até o estuário do Rio da Prata, combateu os corsários franceses, instalou núcleos populacionais e procurou ouro e prata no interior Martim Afonso de Sousa também fundou São Vicente, a primeira vila do Brasil, distribuiu sesmarias e iniciou o cultivo da cana-de-açúcar Diferentemente da Espanha, Portugal não teve lucros imediatos aqui Durante seu longo reinado de mais de três décadas, Dom João III ocupou e colonizou o Brasil, e instituiu as capitanias hereditárias e o governo geral Orientado pelo sucesso que tivera nos Açores e na Madeira, o sistema de capitanias hereditárias foi implantado no Brasil, visando tirar da Coroa o ônus de novos gastos Dois documentos regularam o funcionamento das quinze capitanias hereditárias: a Carta de doação (administração e título de propriedade) e o Foral (direitos e deveres) As dificuldades encontradas foram muito além do esperado, a ponto de vários dos donatários não chegarem mesmo a tomar posse das mesmas Ainda assim, o sistema teve sucesso em São Vicente e Pernambuco, devido ao plantio bem sucedido da cana-de-açúcar CONCLUSÃO: Era necessária a presença do Estado português na colonização, daí a instalação do sistema de governo geral

4 TORDESILHAS x INTERCOETERA

5 TORDESILHAS

6 CHEGADA DE CABRAL

7 BRASIL

8 PAU-BRASIL

9 EXPEDIÇÕES EXPLORADORAS

10 EXPEDIÇÕES GUARDA-COSTAS

11 MARTIM AFONSO DE SOUSA

12 CAPITANIAS HEREDITÁRIAS

13

14 CARTA DE DOAÇÃO E FORAL


Carregar ppt "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O PERÍODO PRÉ-COLONIAL E O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO OBJETIVOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google