A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Rede Federal de Educação, Profissional Científica e Tecnológica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Rede Federal de Educação, Profissional Científica e Tecnológica."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 Rede Federal de Educação, Profissional Científica e Tecnológica

3 3 HISTÓRIA DOS INSTITUTOS FEDERAIS

4 Somente os Institutos: 38 Institutos 423 campi Mais de alunos Rede Federal

5 Lei de 29/12/2008, Art. 7 º, que nos orienta para ofertar, além da formação básica, de nível médio e de graduação: (...) e) cursos de pós-graduação stricto sensu de mestrado e doutorado, que contribuam para promover o estabelecimento de bases sólidas em educação, ciência e tecnologia, com vistas no processo de geração e inovação tecnológica.

6 Metas de oferta para o ensino Ensino Básico Ensino Técnico 50% Graduação, Mestrado e Doutorado 20% formação de docentes 50%

7 Requisitos da Capes para criação de programas (Portaria Capes no 088, de 27/09/2006, § 1 o ) Comprometimento institucional (...); Clareza e consistência da proposta (...); Competência técnico-científica para promoção do curso (...); Quadro docente permanente qualificado (...); Infraestrutura de ensino e pesquisa (...).

8

9 Quantidade de doutores: Dinter em andamento: 46 Minter em andamento: 19 Unidades da rede que possuem laboratórios exclusivos para pesquisa: 19 Bolsistas de iniciação científica: Programas de pesquisa com recursos próprios: todos Programas de Doutorado e Mestrado: 23 (3 Doutorados) APCN´s reprovados: 48

10 Total: doutores Fontes: Lattes (05/11/2012)

11 Artigos em periódicos:Artigos com JCR: Artigos Qualis A e B: Trabalhos em congressos, seminários, eventos: Patentes requeridas:Livros:

12

13 Cenário para a Pesquisa e Pós-Graduação Características gerais Estima-se que este plano deva ser executado em 10 anos. Os Ifes possuem cerca de 10% de professores Doutores. É razoável pensar que em 10 anos teremos 40% dos professores como doutores: Aposentarão parte significativa do quadro atual e que não possuem doutorado na sua maior parte; O PNPG aponta um crescimento de 80% do número de doutores no mercado; A diferença salarial incentiva fortemente a qualificação. É razoável imaginar então um crescimento do número de doutores em 15% ao ano nos próximos 10 anos. Esta projeção é inclusive modesta. Deste modo, neste cenário, teremos nos próximos anos em torno de doutores.

14 Matriz SWOT Forças - Capilaridade da rede no país - Incentivo governamental à expansão na rede - Equipe com experiência forte na área técnica - Equipe motivada para se qualificar - Verticalização dos níveis e modalidades - Infraestrutura compatível com pesquisa - Fomento à pesquisa institucionalizado - Tradição em ensino de alta qualidade Fraquezas - Baixa concentração de doutores em mesmo campus - Baixa produção científica média - Falta de pesquisa institucional que permita clareza de diretrizes - Ausência de política e diretrizes para qualificação - Resistência interna à execução da pesquisa, refletida no Plano de Metas, no PDI e na cultura de parte dos gestores e docentes - Falta de esclarecimento à Capes e avaliadores de nosso potencial e propósito Oportunidades - Apoio da Capes em alguns Dinter e Minter - Momento de desejo do país em internacionalizar a pesquisa. - Sociedade entendendo a ideia que a pesquisa, inovação e internacionalização podem ajudar o país - Corpo de doutores jovem e não endógeno - PNPG - Parcerias desejadas pelo setor produtivo Ameaças - Restrições maiores da Capes frente aos nossos APCN´s - Dificuldade de obtenção de Dinter e Minter - Ausência de um programa específico da Capes para qualificação da rede - Ausência de um programa da Setec para pesquisa e pós- graduação da rede

15 Referencial para dimensionamento da pesquisa e pós-graduação Instituição Quantidade de Doutores (Lattes) Quantidade de programas (07/09) Relação doutores/programa Unicamp USP UFRJ UFMG UFRGS Total /média

16 Baseado na quantidade de doutores, quantos programas deveríamos ter? Período Quant. Doutores Programas em funcionamento Quantos deveríamos ter Hoje Em 10 anos

17 Que metas parecem razoáveis? Para a rede estar nas condições que as Instituições de referência estão hoje. Claro, as instituições de referência estarão ainda melhores. Quantidade de programas: 384 Quantidade de docentes qualificados: Quantidade de docentes produtivos: (considerando que cada programa terá um mínimo de 12 doutores e 6 com potencial mas não inserido no programa)


Carregar ppt "1. Rede Federal de Educação, Profissional Científica e Tecnológica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google