A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Equipamento de Proteção Individual EPI Nome: Ronaldo Pires Técnico em Segurança do Trabalho Seconci - DF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Equipamento de Proteção Individual EPI Nome: Ronaldo Pires Técnico em Segurança do Trabalho Seconci - DF."— Transcrição da apresentação:

1 Equipamento de Proteção Individual EPI Nome: Ronaldo Pires Técnico em Segurança do Trabalho Seconci - DF

2 Conceito legal Equipamento de Proteção Individual é todo dispositivo ou produto, de uso individual, utilizado pelo trabalhador, destinado a proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.

3 Obrigatoriedade Lei 6514 de 22/12/77 altera o Capítulo V do Título II da CLT, estabelecendo uma série de disposições quanto a segurança e medicina do trabalho. Portaria n.º 3214 de 08/06/78, aprova as Normas Regulamentadoras. Inicia com 28 normas, dentre as quais a NR Equipamentos de Proteção Individual. Hoje são 33 NRs.

4 Legislação A empresa é obrigada fornecer Epi,s aos empregados, de forma gratuita, Epi,s adequado ao risco, e em perfeito estado de conservação e funcionamento, nas seguintes circunstâncias: a) Sempre que medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes do trabalho ou de doenças profissionais e do trabalho; b) Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas e c) Para atender situações de emergência.

5 Obrigações do empregador Cabe ao empregador (Empresa) Adquirir o adequado ao risco da atividade; Exigir seu uso; Fornecer somente o EPI aprovado pelo órgão nacional competente com;(C.A) Orientar e treinar o trabalhador quanto a seu uso, guarda e conservação; Substituir imediatamente quando extraviado ou danificado ; Responsabilizar-se por sua manutenção e higienização; Comunicar ao M T E qualquer irregularidade observada.

6 Obrigações do empregado Cabe ao empregado: Usar, utilizando-o apenas para a finalidade a que se destina; responsabilizar-se por sua guarda e conservação; comunicar qualquer alteração que o torne impróprio para uso; cumprir as determinações do empregador sobre seu uso adequado.

7 Recibo de entrega Ao fornecer um EPI ao empregado, deve ser efetuado o registro formal desta entrega. Preparar um formulário com no mínimo os seguintes dados: Nome do Condomínio / endereço Data da entrega do EPI Tipo de EPI e respectivo número do CA Assinatura do empregado.

8 Tipos de EPI

9 Proteção da cabeça Capacete: Proteção do crânio contra impactos, choques elétricos e no combate a incêndios. Capuz: Proteção do crânio contra riscos de origem térmica, respingos de produtos químicos e contato com partes móveis de máquinas.

10 Proteção dos olhos e face Óculos: Proteção contra partículas, luz intensa, radiação, respingos de produtos químicos; Protetor facial: Proteção do rosto

11 Proteção da pele Proteção da pele contra a ação de produtos químicos em geral; Grupo 1 - creme água resistente Grupo 2 - creme óleo resistente Grupo 3 - cremes especiais

12 Proteção dos membros superiores Luvas de proteção Mangas Mangotes Luvas de AT, BT Proteção de mãos, dedos e braços de riscos mecânicos, térmicos e químicos.

13 Proteção dos membros inferiores Calçados de segurança Botas e botinas Proteção de pés, dedos dos pés e pernas contra riscos de origem térmica, umidade, produtos químicos, quedas.

14 Seu desempenho e aparência tempo dependem muito de como foi escolhido, usado, cuidado e conservado. A falta de conservação resulta em enfraquecimento das fibras favorecendo o rompimento e descascamento do acabamento do couro. O suor pode danificar o calçado endurecendo o couro tornando-o quebradiço e pode resultar em odor desagradável que poderá propiciar no aparecimento de fungos, caso não se de um descanso para os calçados.

15 Limpeza: É fundamental que, antes de se aplicar qualquer produto para engraxar e dar brilho aos sapatos de couro, proceda-se a uma limpeza cuidadosa para evitar que partículas de pó ou terra permaneçam sobre o couro. Se o calçado estiver muito sujo remova a sujeira com um pano úmido, sem deixar partículas de sujeira na superfície e quando estiver seco aplicar a graxa aplicando uniformemente deixando-o secar. Após a secagem lustrar com pano seco e limpo ou escova de cerdas macias.

16 Como secar calçados molhados: Jamais secar um calçado, junto a fontes de calor intenso como secadoras de roupa, aquecedores, estufas, fogões, nem tão pouco o sol. Altas temperaturas e tentativas de acelerar a secagem afetarão o couro endurecendo-o e favorecendo a sua quebra devido à perda de flexibilidade. A secagem em alta temperatura danifica o couro mais do que deixar úmido, a secagem deve ser feita em temperatura ambiente em local arejado á sombra. Para auxiliar na absorção da umidade e, ao mesmo tempo manter o formato do calçado durante a secagem, aconselhamos a colocação de buchas de papel jornal dentro dele, no mínimo uma hora.

17 Calçados Sem Conservação Agressão produto químico Falta de conservação Hidrólise

18 Agressão calor / PU Falta de conservação

19 Proteção contra quedas com diferença de nível Cintos de segurança Tipo páraquedista e com talabarte; Trava quedas; Cadeiras suspensas. Uso em trabalhos acima de 2 metros

20 Proteção Respiratória Proteção do sistema respiratório contra gases, vapores, névoas, poeiras. Máscaras de proteção respiratória

21 Proteção para o corpo em geral Calças Conjuntos de calça e blusão Aventais Capas Proteção contra calor, frio, produtos químicos, umidade, intempéries.

22 EPC Dispositivo de uso coletivo, serve para advertir sinalizar locais onde devem se prestar atenção.

23 Equipamentos coletivos - Sinalização Características: Fitas personalizadas de sinalização: Os textos nas fitas de sinalização podem ser personalizados, possibilitando uma ampla variedade de aplicações. Correntes para sinalização em ABS Correntes de sinalização e isolamento em plástico ABS de alta durabilidade, resistência mecânica e contra altas temperaturas. Excelente para uso externo, não perdendo cor ou descascando com a ação de intempéries. Fabricada nos tamanhos pequeno e grande, nas cores amarela, preta ou as duas cores mescladas. Garantia contra defeitos de fabricação de 15 anos. Utilizada interna e externamente na sinalização, interdição, balizamento ou demarcação em geral, por indústrias, construtoras, transportes, órgãos públicos ou empresas que realizam trabalhos externos.

24 Comunicação de Acidente de Trabalho


Carregar ppt "Equipamento de Proteção Individual EPI Nome: Ronaldo Pires Técnico em Segurança do Trabalho Seconci - DF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google