A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS EM ONCOLOGIA FUNDAMENTADA NA TAXONOMIA DA NANDA E E DA NIC: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A ACREDITAÇÃO HOSPITALAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS EM ONCOLOGIA FUNDAMENTADA NA TAXONOMIA DA NANDA E E DA NIC: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A ACREDITAÇÃO HOSPITALAR."— Transcrição da apresentação:

1 CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS EM ONCOLOGIA FUNDAMENTADA NA TAXONOMIA DA NANDA E E DA NIC: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A ACREDITAÇÃO HOSPITALAR

2 ACREDITAÇÃO HOSPITALAR PADRÃO: CUIDADOS AOS PACIENTES COP 3: Cuidado aos Pacientes de Alto Risco e Disponibilização de Serviços de Alto Risco Elementos de Mensuração: Os líderes da instituição identificaram os pacientes e serviços de alto risco. Os líderes usam um processo colaborativo para desenvolver políticas e procedimentos aplicáveis. Os profissionais foram treinados e utilizam as políticas e procedimentos para orientar o cuidado.

3 COMO FIZEMOS? Conceituação de risco para as equipes multiprofissionais (médico, enfermeiro, fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, farmacêutico e nutricionista); Caracterização de risco conforme cada equipe profissional; Categorização de tipos de riscos conforme afinidade dos temas; Elaboração de políticas e procedimentos e um manual prático para prevenção, minimização ou intervenção direta nos riscos identificados. REFERENCIAL TEÓRICO: Taxonomia da Associação Americana de Diagnósticos de Enfermagem ( NANDA) e da Classificação das Intervenções de Enfermagem( NIC)

4 CARACTERIZAÇÃO DE RISCOS: Risco Potencial: São eventos ou situações relacionadas a fatores que concorrem para a vulnerabilidade do paciente, favorecendo a ocorrência de danos e agravos à saúde, podendo vir a comprometer o processo terapêutico. Risco Instalado: São eventos ou situações reais e presentes na história clínica, psicológica e social do paciente, expressos por evidências clínicas, psicológicas e sociais e que caracterizem danos e agravos concretos à saúde, interferindo diretamente na condução do processo terapêutico.

5 RISCOS POTENCIAIS: 1 – Risco de infecção 2 – Risco de confusão aguda 3– Risco de isolamento social 4– Risco no uso de MPP (Medicamentos Potencialmente Perigosos) 5 – Risco para função respiratória alterada 6 – Risco para resposta disfuncional ao desmame ventilatório na enfermaria 7 – Risco para transtornos tromboembólicos 8_ Risco para sangramento 9_ Risco para integridade da pele prejudicada 10 - Risco nutricional 11 –Risco de suicídio

6 RISCOS INSTALADOS: 1 – Ausência de documentação civil 2 – Síndrome de compressão medular 3 – Hemodiálise 4 – Infecção 5 – Presença de co morbidades (diabetes, hipertensão arterial, insuficiência coronariana) 6 – Presença de cateter para nutrição enteral 7 – Terapia parenteral 8 – Pacientes em quadro de desnutrição

7 PROCEDIMENTO ASSISTENCIAL ASSISTÊNCIA À PACIENTE DE ALTO RISCO POP Risco.doc Apostila Riscos.doc

8 CONTRIBUIÇÃO DO ESTUDO A aplicabilidade das Taxonomias de Diagnósticos,Intervenções e Resultados de Enfermagem se estende para além da área assistencial; traduzindo-se em ferramentas gerenciais úteis para nortear a construção de políticas, procedimentos e indicadores para avaliação da qualidade em saúde, e na enfermagem.

9 EQUIPE PARTICIPANTE Ailse Bittencourt –Divisão de Enfermagem Ana Cristina Waissmann – Serviço de Psicologia Angela Cóe – Serviço de Enfermagem Hospitalar e Comissão de Controle e Suporte de Curativos do INCA Dulce Helena Nunes Couto – Serviço de Farmácia Fabiana Felix Ribeiro – Serviço Social Fátima Batalha –Div.Enf-Educação Continuada Jorge Salluh – UTI/UPO Kadma Carriço – Divisão Clínica Lucia Regina Lopes Machado – Serviço de Fisioterapia Maria Conceição Barbosa dos Santos – Serviço Social Maria da Glória Nascimento de Souza– UTI/UPO

10 OBRIGADO !


Carregar ppt "CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS EM ONCOLOGIA FUNDAMENTADA NA TAXONOMIA DA NANDA E E DA NIC: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A ACREDITAÇÃO HOSPITALAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google