A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tese e Argumentos O que é tese? O que é argumento? Quais os tipos de argumentos? Congregação das Filhas do Amor Divino Colégio Nossa Senhora das Neves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tese e Argumentos O que é tese? O que é argumento? Quais os tipos de argumentos? Congregação das Filhas do Amor Divino Colégio Nossa Senhora das Neves."— Transcrição da apresentação:

1 Tese e Argumentos O que é tese? O que é argumento? Quais os tipos de argumentos? Congregação das Filhas do Amor Divino Colégio Nossa Senhora das Neves 2ª Série do Ensino Médio Disciplina: Língua Portuguesa e Literatura I Professor Marlyton

2 Tese Ante o posicionamento a respeito de um tema polêmico, a ideia defendida é, necessariamente, a tese. Tivemos, por exemplo, a tese defendida por parte da população de que não seria legal o uso de armas por parte de civis. Essa ideia foi defendida por justificativas plausíveis, aceitáveis, chamadas Argumentos.

3 Argumentos Ao defendermos a ideia de que seria ilegal o uso de armas por civis, temos de justificar essa escolha. Uma justificativa aceitável é a de que não se resolve o problema da violência social colocando armas nas mãos de civis para se defenderem.

4 Tipos de argumentos 1. Argumento de autoridade Ao defendermos uma ideia, podemos nos valer de discursos de pessoas consagradas, que têm conhecimento no assunto em evidência.

5 Tipos de Argumentos 2. Argumento de Causa e Consequência A fim de comprovar a tese, é possível nos valermo-nos da relação causa (os motivos, os porquês) e consequência (o efeito).

6 Tipos de Argumentos 3. Argumento de Exemplificação ou Ilustração A comprovação de nossa tese pode partir do relato de fatos reais ou fictícios. Esse é um dos recursos mais usados quando a tese é muito teórica e carece de esclarecimento com dados concretos.

7 Tipos de Argumentos 4. Argumentos de Prova Concreta ou Princípio Com esse tipo de argumento busca-se a comprovação por meio de informações concretas, advindas da realidade. É nesse caso, por exemplo, que podemos encaixar o uso de informações como os dados estatísticos.

8 Estratégias As estratégias não podem ser confundidas com os argumentos. Estes, como já visto, respondem à pergunta por quê?. As estratégias são, na verdade, os meios (verbais e não-verbais) utilizados pelo orador para atrair, convencer melhor, suscitar mais credibilidade.

9 Estratégias 1. Clareza O orador, para se fazer entender, busca ser claro para que tenha a adesão de seu auditório à sua ideia defendida. A clareza, portanto, não é um argumento, mas uma estratégia a fim de fazer o auditório ter seu espírito esclarecido quanto ao que é exposto.

10 Estratégias 2. Linguagem Culta Formal A fim de dar credibilidade e mostrar mais autoridade sobre o que diz, e até mesmo para não comprometer a clareza do texto, o orador deve, estrategicamente, utilizar-se de uma linguagem formal.

11 Estratégias 3. Título ou Início do texto O título e/ ou o início devem ser usados estrategicamente para prender a atenção do leitor/ ouvinte de imediato. De nada valem os argumentos se não são lidos/ ouvidos.

12 Estratégias A quantidade de argumento; A disposição dos argumentos; Ataque às fontes adversárias; A qualificação das fontes; A antecipação ou prolepse; A ironia; A linguagem agressiva; Pergunta - retórica.


Carregar ppt "Tese e Argumentos O que é tese? O que é argumento? Quais os tipos de argumentos? Congregação das Filhas do Amor Divino Colégio Nossa Senhora das Neves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google