A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Geografia. Aula 01 Geopolítica: comitês da ONU (Salvador Dali, Criança geopolítica obervando o nascimento de um novo homem) Anatomia de Lee

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Geografia. Aula 01 Geopolítica: comitês da ONU (Salvador Dali, Criança geopolítica obervando o nascimento de um novo homem) Anatomia de Lee"— Transcrição da apresentação:

1 Geografia. Aula 01 Geopolítica: comitês da ONU (Salvador Dali, Criança geopolítica obervando o nascimento de um novo homem) Anatomia de Lee A geopolítica atual contribui para o nascimento de um novo mundo, um novo homem?

2 1.1 Qual é o novo cenário geopolítico mundial?

3 1.2 O que fazer diante de tanto desafio?

4 1.3 O que é Geopolítica? A geopolítica contemporânea pode ser definida como o estudo das relações entre território e poder na idade contemporânea. A geopolítica na idade contemporânea se difere radicalmente da geopolítica em outros períodos da história, sobretudo pela crescente aceleração das mudanças sociais, econômicas e culturais.

5 1.4 ONU – Solução ou pesadelo? A Organização das Nações Unidas é uma instituição internacional formada por 192 Estados soberanos, fundada após a 2ª Guerra Mundial para manter a paz e a segurança no mundo, fomentar relações cordiais entre as nações, promover progresso social, melhores padrões de vida e direitos humanos. Os membros são unidos em torno da Carta da ONU, um tratado internacional que enuncia os direitos e deveres dos membros da comunidade internacional. As Nações Unidas são constituídas por seis órgãos principais: a Assembléia Geral, o Conselho de Segurança, o Conselho Econômico e Social, o Conselho de Tutela, o Tribunal Internacional de Justiça e o Secretariado. Todos eles estão situados na sede da ONU, em Nova York, com exceção do Tribunal, que fica em Haia, na Holanda. Ligados à ONU há organismos especializados que trabalham em áreas tão diversas como saúde, agricultura, aviação civil, meteorologia e trabalho – por exemplo: OMS (Organização Mundial da Saúde), OIT (Organização Internacional do Trabalho), Banco Mundial e FMI (Fundo Monetário Internacional). Estes organismos especializados, juntamente com as Nações Unidas e outros programas e fundos (tais como o Fundo das Nações Unidas para a Infância, UNICEF), compõem o Sistema das Nações Unidas.

6 1.5 A ESTRUTURA DA ONU O Sistema da Organização das Nações Unidas é centralizado nos seguintes órgãos: Assembléia Geral Conselho de Segurança Conselho Econômico e Social (ECOSOC) Conselho de Tutela Corte Internacional de Justiça Secretariado Programas e órgãos 1.Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) 2.Centro de Comércio Internacional (CCI) 3.Programa Mundial de Alimentação (PMA) 4.Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (PNUAH) 5.Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) 6.Programa das Nações Unidas para a Fiscalização Internacional de Drogas (PNUFID) 7.Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) 8.Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) 9.Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) 10.Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a mulher (UNIFEM) 11.Voluntários das Nações Unidas (VNU) É formado também por diversos outros órgãos: 1.Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) 2.Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV (ONUSIDA) 3.Gabinete das Nações Unidas de Serviços para Projetos (GNOPS) 4.United Nations System Staff College (UNSSC) 5.Universidade das Nações Unidas (UNU)

7 1.6 PRINCIPAIS ÓRGÃOS I.Assembléia GeralAssembléia Geral II.Conselho de SegurançaConselho de Segurança III.Conselho Econômico e SocialConselho Econômico e Social IV.Conselho de TutelaConselho de Tutela V.Corte Internacional de JustiçaCorte Internacional de Justiça VI.SecretariadoSecretariado

8 1.7 Assembléia Geral A Assembléia Geral, onde todos os Estados estão representados, tem sido descrita como a instituição mais próxima de um Parlamento de Nações e apresenta-se como uma forma única de diplomacia parlamentar. Todos os problemas do mundo são ali apresentados e o voto da Assembléia constitui um bom barômetro da opinião mundial. Na Assembléia Geral, todos os países podem debater as suas divergências e alcançar acordos sobre como resolver os problemas mais importantes. As decisões, embora constituam recomendações a que os Estados-membros não estão juridicamente vinculados, representam a autoridade moral da comunidade das nações.

9 1.8 Conselho de Segurança A Carta das Nações Unidas, espécie de Constituição da ONU, estabelece que o Conselho é o órgão primordialmente responsável pela manutenção da paz e da segurança internacionais. Reúne-se de maneira quase contínua e ocupa- se das crises à medida que elas surgem. Na Carta, os Estados-membros concordam em aceitar e pôr em prática as decisões do Conselho. Ou seja, essas decisões, ao contrário das da Assembléia Geral, devem ser legalmente acatadas pelos governos. O Conselho é composto de 15 membros. O sistema de votação no Conselho dá maior peso aos cinco membros permanentes: China, Estados Unidos, Federação Russa, França e Reino Unido. Qualquer um deles pode bloquear uma proposta com a apresentação de um voto negativo, mesmo que os outros quatro membros permanentes e os dez membros não- permanentes tenham votado a favor. Chama-se a esta situação de poder de veto. almente-darfur/

10 1.9 Conselho Econômico e Social O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, um dos mais importantes da ONU, tem 54 membros, eleitos pela Assembléia Geral por períodos de três anos. Este destina-se ao estudo de questões relativas à saúde, organização econômica, direitos da mulher, varas internacionais de infância, direito trabalhista internacional, direito cultural e de independência dos povos de toda parte do Mundo. No Conselho Econômico e Social existem várias comissões; a FAO, a OIT, a OMS e a UNESCO e o recém-criado Conselho dos Direitos Humanos - que veio substituir a já enfraquecida Comissão dos Direitos Humanos (instituída em 1948 com a Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão).

11 2.0 Conselho de Tutela Segundo a Carta, cabia ao Conselho de Tutela a supervisão da administração dos territórios sob regime de tutela internacional. As principais metas desse regime de tutela consistiam em promover o progresso dos habitantes dos territórios e desenvolver condições para a progressiva independência e estabelecimento de um governo próprio. Os objetivos do Conselho de Tutela foram tão amplamente atingidos que os territórios inicialmente sob esse regime - em sua maioria países da África - alcançaram, ao longo dos últimos anos, sua independência. Tanto assim que em 19 de novembro de 1994, o Conselho de Tutela suspendeu suas atividades, após quase meio século de luta em favor da autodeterminação dos povos. Antes de fixar o número de membros do Conselho de Tutela, a Carta previu um equilíbrio entre membros administradores de territórios sob tutela e membros que não o eram. À medida que decresceu o número de países administradores, diminuiu também o número de membros do Conselho. kantoximpi.blogspot.com

12 2.1 Corte Internacional de Justiça O Tribunal Internacional de Justiça ou Corte Internacional de Justiça é o principal órgão judiciário da Organização das Nações Unidas. Tem sede em Haia, nos Países Baixos. Por isso, também costuma ser denominada como Corte da Haia ou Tribunal da Haia. Fundado em 1946, sua principal função é de deliberar sobre disputas a ele submetidas por Estados e dar conselhos sobre assuntos legais a ele submetidos pela Assembléia Geral das Nações Unidas ou pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, ou por agências especializadas autorizadas pela Assembléia da ONU, de acordo com a Carta das Nações Unidas. O estatuto do Tribunal Internacional de Justiça é o principal documento constitucional constituindo e regulando o Tribunal.

13 2.2 Secretariado O Secretariado presta serviço a outros órgãos das Nações Unidas e administra os programas e políticas que elaboram. Seu chefe é o Secretário-Geral, que é nomeado pela Assembléia Geral, seguindo recomendação do Conselho de Segurança. Como uma de suas múltiplas funções tem a de chamar a atenção do Conselho de Segurança para qualquer assunto que ameace a paz e a segurança internacionais. O Secretário-Geral dirige um quadro internacional de funcionários, cujo recrutamento obedece aos mais elevados padrões de eficiência, competência e integridade, levando em conta também a mais ampla distribuição geográfica possível, bem como um equilíbrio entre o número de homens e mulheres. No desempenho de suas funções, é vedado ao Secretário-Geral e a seu quadro de funcionários procurar ou receber instruções de parte de qualquer governo ou de qualquer autoridade alheia às Nações Unidas. Os membros da ONU se comprometeram a respeitar o caráter exclusivamente internacional das atribuições do Secretariado, bem como a não tentar influenciá-lo no desempenho de suas funções.

14 2.3 As Faces da Pobreza no mundo Mais de um bilhão de pessoas no mundo vivem com menos de um dólar por dia. Outros 2.7 bilhões lutam para sobreviver com menos de dois dólares por dia. A pobreza nos países em desenvolvimento, no entanto, vai muito além da pobreza de renda. Significa ter de caminhar mais de 1,5 quilômetros todos os dias, apenas para ir buscar água e lenha; significa sofrer de doenças que, nos países ricos, foram erradicadas há décadas. Todos os anos, morrem onze milhões de crianças, a maioria das quais com menos de cinco anos; e mais de seis milhões morrem devido a causas totalmente evitáveis como a malária, a diarréia e a pneumonia. Em alguns países extremamente pobres, menos de metade das crianças freqüentam o ensino primário e uma percentagem inferior a 20% passa para o ensino secundário. No mundo inteiro, 114 milhões de crianças não recebem instrução sequer ao nível básico e 584 milhões de mulheres são analfabetas.

15 2.4 Como resolver as principais questões Geopolíticas atuais sob o olhar da ONU Causas e expressões da pobreza que afeta mais de um terço da população mundial: Saúde Fome Água Agricultura O efeito devastador da pobreza nas mulheres

16 2.5 Saúde Todos os anos, seis milhões de crianças morrem de má nutrição de fazer cinco anos. Mais de 50% dos africanos sofrem de doenças relacionadas à qualidade da água, como cólera e diarréia infantil. Todos os dias, o HIV/AIDS mata pessoas e infecta outras A cada 30 segundos, uma criança africana morre devido à malária – o que significa mais de um milhão de crianças mortas por ano. A cada ano, aproximadamente 300 a 500 milhões de pessoas são infectadas pela malária. Aproximadamente três milhões de pessoas morrem por causa da doença. Tuberculose (TB) é a principal causa de morte relacionada com a AIDS e, em algumas partes da África, 75% das pessoas portadoras do vírus HIV também têm TB.

17 2.6 Fome Mais de 800 milhões de pessoas vão se deitar todas as noites com fome; dentre elas, 300 milhões são crianças. Desses 300 milhões de crianças, apenas 8% são vítimas de fome ou de outras condições de emergência. Mais de 90% sofrem de má nutrição prolongada e de um déficit de micronutrientes. A cada 3,6 segundos, mais uma pessoa morre de fome; em sua grande maioria, crianças com menos de 5 anos.

18 2.7 Água Mais de 2,6 bilhões de pessoas - mais de 40% da população mundial – carecem de saneamento básico e mais de um bilhão continua a usar fontes de água imprópria para o consumo. Quatro em cada dez pessoas no mundo carecem de acesso a uma simples latrina. Cinco milhões de pessoas, na sua maioria crianças, morrem todos os anos de doenças relacionadas à qualidade da água.

19 2.8 Agricultura Em 1969, a África era um exportador líquido de alimentos; hoje, o continente importa um terço dos cereais de que necessita. Mais de 40% dos africanos não têm capacidade de obter diariamente os alimentos suficientes. A decrescente fertilidade dos solos, a sua degradação e a pandemia da AIDS levaram a uma diminuição da produção de alimentos per capita da ordem dos 23%, nos últimos 25 anos, apesar de a população ter aumentado muito significativamente. O agricultor africano paga pelos fertilizantes convencionais entre três e seis vezes mais do que o seu custo no mercado mundial.

20 2.9 O efeito devastador da pobreza nas mulheres Mais de 80% dos agricultores da África são mulheres. Mais de 40% das mulheres africanas carecem de acesso ao ensino básico. Se uma menina receber instrução durante seis anos ou mais, a sua utilização, quando adulta, dos cuidados pré e pós-natais e a taxa de sobrevivência ao parto aumentam significativamente. As mães que possuem instrução vacinam os filhos com uma freqüência 50% superior à das mães não-instruídas. A AIDS propaga-se com o dobro da rapidez entre as meninas não instruídas, em comparação com aquelas que têm alguma escolaridade. Os filhos de uma mulher que freqüentou o ensino primário durante cinco anos apresentam uma taxa de sobrevivência 40% superior aos filhos das mulheres sem qualquer instrução. Uma mulher da África sub-saariana tem 1 possibilidade em 16 de morrer durante a gravidez ou o parto. Na América do Norte, o risco de é 1 em cada 3700 casos. Em cada minuto, uma mulher morre no mundo durante a gravidez ou o parto. Isto significa que, no total, morrem mulheres por dia – isto é, por ano – devido a causas relacionadas com a gravidez.


Carregar ppt "Geografia. Aula 01 Geopolítica: comitês da ONU (Salvador Dali, Criança geopolítica obervando o nascimento de um novo homem) Anatomia de Lee"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google