A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fungos e Protistas. Questões de vestibular (FUVEST) Explique a importância ecológica dos fungos e das algas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fungos e Protistas. Questões de vestibular (FUVEST) Explique a importância ecológica dos fungos e das algas."— Transcrição da apresentação:

1 Fungos e Protistas

2 Questões de vestibular

3 (FUVEST) Explique a importância ecológica dos fungos e das algas.

4 (UNIFESP) Suponha que você queira inventar uma pomada que elimine, ao mesmo tempo, as bactérias saprófitas e os fungos que existem na sola do pé e tenha, para combinar nessa pomada, os princípios ativos e seus modos de ação discriminados abaixo. I- Destrói polissacarídeos compostos (como exoesqueleto de artrópodes) II- Fragmenta moléculas circulares de DNA III- Impede a formação de membranas tilacóides IV- Impede a síntese de celulose na parede celular V- Degrada o glicogênio presente nas células

5 (UNICAMP) Até a algum tempo, considerava-se que os fungos e as bactérias pertenciam ao reino vegetal. Com o reconhecimento das diferenças entre eucariotos e procaritos, as bactérias foram separadas,mas os fungos permaneceram incluídos no Reino Vegetal. Mas recentemente, porém, tornou-se claro que os organismos agrupados como fungos definitivamente não são plantas. A) Apresente uma característica comum a bactérias e fungos que permitiu considerá-las como plantas. B)Apresente uma característica das bactérias que demonstra serem elas pertencentes a outro Reino C)Cite duas características de plantas que não são encontradas nos fungos.

6 (FUVEST) Uma pessoa pretende processar um hospital com o argumento de que a doença de Chagas, da qual é portadora, foi ali adquirida em uma transfusão de sangue.A acusação: A) Não procede, pois a doença de Chagas é causada por um verme platelminto que se adquire em lagoas B) Não procede, pois a doença de Chagas é causada por um protozoário transmitido pela picada de um mosquito C)Não procede, pois a doença de Chagas resulta de uma malformação cardiaca congênita D)Procede, pois a doença de Chagas é causada por um protozoário que vive no sangue E)Procede, pois a doença de Chagas é causada por um vírus transmitido por contato sexual ou transfusão sanguínea

7 A Baixada de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, apresenta a mais elevada taxa de crescimento populacional do município e,dentre os seus problemas ambientais, destaca-se o lançamento de esgotos in natura no seu sistema lagunar. Como conseqüência direta, estas lagunas passam a apresentar: (A) aumento das condições aeróbicas do lodo do fundo e redução da fotossíntese global. (B) aumento da biomassa de consumidores secundários e redução dos organismos autotróficos. (C) redução do assoreamento provocado pela carga de nutrientes oriundos dos esgotos. (D) aumento da diversidade de algas, de gastrópodes e dos peixes herbívoros. (E) eutrofização, o que gera alta produtividade primária e grande biomassa de algas.

8 Esquematize o ciclo de vida do Tripanossoma cruzi. Qual a forma infectante?

9 Um oceanógrafo sugeriu reduzir o aquecimento global pelo efeito estufa por meio da fertilização do oceano a fim de aumentar o crescimento das algas.Como isso poderia reduzir o efeito estufa?

10 FUNGOS

11 Biologia e Características gerais dos fungos Maior ser vivo existente na Terra Organismos heterótrofos Características diferenciadas das plantas e dos animais. São essencialmente terrestres Formados por hifas (septadas ou asseptadas) Possuem parede celular

12 Relação superfície e volume é bem alta,facilitando a alimentação. Secreta enzimas e absorve as partículas pelo ápice da hifa. Glicogênio como polissacarídeo de reserva Reproduzem-se assexuadamente ou sexuadamente

13 Importância dos fungos Importância pela decomposição de materiais...conflito com o homem... Na culinária Penicillium roqueforti – dão origem aos queijos, aparência, sabor e odor (Gorgonzola) Aspergillus oryzae- fermentação do saquê Saccharomyces cerevisiae- pão, cerveja,cachaça, álcool...Proálcool

14 Fungos comestíveis: Champignon, Morchella, Trufa,Shitake Na medicina Antibióticos- Fleming Penicillium Surgimento de mais antibióticos Ciclosporina- derivado do fungo- Tolypocladium inflatum- minimizam rejeição de órgãos transplantados.

15 Classificação Ascomicetos Característica distintica é o asco- estrutura saculiforme na qual são formadas ascósporos. Inclue os mofos, bolores e leveduras. Vivem sobre tecidos vegetais como saprófitas ou parasitas, penetrando no interior das células afetadas.

16

17 Morchella esculenta, um ascomiceto. As morchelas estão entre os fungos comestíveis mais apreciados.

18 Classificação Basidiomicetos Correspondem aos fungos conhecidos como cogumelos, orelhas de pau. São considerados os fungos mais evoluídos. Os basidiomicetos caracterizam-se por apresentarem os basídios, que são estruturas reprodutivas responsáveis pela produção dos esporos denominados basidiósporos.

19

20 Calostoma cinnabarina - Representante dos basidiomicetos

21 Dictyophora duplicata- Os basidiósporos são liberados em massa viscosa e malcheirosa, fato que atraí moscas que auxiliam na dispersão

22 Psilocybe mexicana- produtor do alucinógeno psilocibina

23

24 Fungo conhecido popularmente como orelha- de –pau. Basidiomiceto

25 Cogumelos da espécie Mycena sp. 'apagados' e 'acesos'. Eles brilham no escuro possivelmente para atrair insetos que ajudam na sua reprodução. No Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, em Iporanga, São Paulo, pesquisadores da USP encontraram dez espécies de cogumelos que brilham no escuro, todas desconhecidas pela ciência brasileira até então.

26 Classificação Deuteromicetos Somente a reprodução assexuada é conhecida, chamados de imperfeitos... Penicillium e Aspergillus são exemplos Penicillium- Penicilina

27

28 Oomicetos Destacam-se os que causam estragos em plantas de uva.Na reprodução assexuada dessa espécie formam-se esporos móveis-zoósporos e a reprodução sexuada ocorre por fusão das hifas.

29 Classificação Zigomicetos Reprodução assexuada – produção mitótica de esporos Reprodução sexuada-fusão de hifas, com formação zigósporo, e formação de esporo haplóide

30

31 Relações simbióticas Fungos + raízes de plantas= micorrizas Fungos + algas= líquens Fungos + formigas Fungos + plantas= inibem predadores

32 Líquens

33 Mutualismo

34 Prejuízos Aflatoxinas- Aspergillus flavus, são potentes causadores de câncer no fígado do homem- alimentos como o milho, o amendoim Micoses Tinhas Pé-de-atleta -Tinea pedis

35 Doenças Paracoccidioidomicose- fungo Paracoccidioides brasiliensis- hábito de mascar diferentes tipos de vegetais.

36 Candidíase Mais comumente conhecida como "sapinho", esta lesão é causada por fungos.

37 Criptococose Infecção fúngica que tem duas formas: cutânea e profunda sistêmica. Causada pelo fungo Cryptococcus neoformans. As manifestações mais comuns são a pneumonia e a meningite.

38 Micoses

39 Esporotricose A esporotricose é micose crônica causada pelo Sporothrix schenckii, que é saprófita, permanecendo no solo, vegetais e palhas. Sua penetração cutânea ocorre por traumatismo.

40 Cromomicose A cromomicose, que também é micose crônica, é provocada por vários fungos demácios, entre eles a Fonsecae pedrosoi, o Cladosporium carionii e Phialophora verrucosa. É doença universal, mais prevalente em zona tropical e subtropical.

41 Protistas

42 Protistas são organismos eucarióticos que não estão incluídos nos reinos dos fungos, das plantas e dos animais. Podem ser autótrofos (algas) ou heterótrofos (protozoários)

43 Protozoários Constituído por organismos microscópicos, unicelulares e heterótrofos. Todas as funções são realizadas por uma única célula. Trocas gasosas por difusão O transporte de alimentos e excretas é realizado pela movimentação do citoplasma

44 Protozoários Reprodução é predominantemente assexuada Os protozoários podem apresentar estruturas de locomoção, e essas estruturas determinam a classificação. Vivem praticamente em todos os ambientes- livres, parasitas, água doce, água salgada, etc

45 Pseudópodes – rizópodes Ex: Ameba Flagelos – flagelados Ex: Trypanosoma Cílios – ciliados Ex: Paramecium Não apresentam estruturas de locomoção- esporozoários

46 Dependendo da sua atividade fisiológica, algumas espécies possuem fases bem definidas. Assim, temos: Trofozoíto: É a forma ativa do protozoário. Cisto: É a forma de resistência ou inativa. Gameta: É a forma sexuada, que aparece em algumas espécies.

47 Respiração Aeróbico: são os protozoários que vivem em meio rico em oxigênio; Anaeróbicos: quando vivem em ambientes pobres em oxigênio

48 Amebíase ou Disenteria Amebiana Protozoário: Entamoeba histolytica Transmissão se dá por cistos eliminados nas fezes, ingeridos através de água ou alimentos contaminados. Sintomas:dores abdominais, diarréia, vômitos Em geral ficam aderidos à mucosa do intestino. Giardíase Protozoário: Giardia lamblia Mesmo modo de transmissão Sintomas:perturbações intestinais e diarréia.

49 Doença ou mal de Chagas Protozoário: Trypanosoma cruzi Transmissão indireta 30 espécies de percevejos Sintomas: Cardiomegalia, hipotensão, (morte) Transmissão: Defecação do barbeiro nos locais das picadas

50 Úlcera de Bauru ou Leishmaniose Tegumentar Americana Protozoário:Leishmania brasiliensis Mosquito transmissor: fêmea, do gênero Lutzomyia- birigui ou mosquito de palha. Inicialmente- lesões cutâneas Posteriormente- Ulcerações oral, nasal, faringeana e laringeana Favorece o aparecimento de doenças oportunistas

51 Tricomoníase Protozoário: Trichomonas vaginalis Doença sexualmente transmissível. Toalha, peças de vestuário também podem passar Não encista Causa inflamação, corrimentos vaginais O homem é portador assintomático

52 Malária Protozoário: Plasmodium sp (mais de uma espécie) Agentes causadores: Plasmodium vivax (febre terçã benigna) Plasmodium malariae (febre quartã benigna). Plasmodium falciparum (febre terçã maligna ) Transmitida pela fêmea de 50 espécies de mosquito do gênero Anopheles Sintomas:Acessos febris provocados pela ruptura em larga escala de hemácias contaminadas pelos parasitas; intensa sudorese, calafrios e anemia.

53 Através da corrente, os esporos migram para o fígado, multiplicando-se. Pode-se dar por transfusões de sangue.

54 Toxoplasmose Protozoário: Toxoplasma gondii O gato é hospedeiro definitivo O homem e outros mamíferos – hospedeiros intermediários Transmissão: Ingestão de alimentos contaminados com fezes de gatos, carnes cruas ou mal cozidas, transmissão congênita.

55 Algas Base da cadeia alimentar (fitoplâncton) Grande diversidade Eucariontes fotossintetizantes (uni ou pluricelulares) Contribui para o abastecimento de O 2 na biosfera As algas não possuem tecidos e órgãos especializados São encontradas nos mares, nos rios, sobre pedras, e outras superfícies muito úmidas.

56 Importância das algas Alimentação- principalmente de orientais Alginatos- substâncias derivadas dos kelps, usados como agentes espessantes na indústria alimentícia, têxtil, cosmética e farmacêutica. Algas vermelhas- ágar-ágar-cápsulas, moldes dentários, meios de cultura Agarose- gel utilizado na eletroforese

57 Coloração das algas A cor de uma alga é dada por pigmentos especiais. clorofila - possui cor verde; ficoeritrina - possui cor vermelha; fucoxantina - possui cor marrom.

58 Como são as algas? O corpo de uma alga é um talo, e mesmo que ele seja gigante, não possui nem raiz, nem caule, nem folhas.

59 Clorofíceas (algas verdes) Unicelulares(isoladas ou em colônias)ou pluricelulares Água doce, marinhos, solo úmido. Espécies comestíveis Provável ancestral das plantas.

60 Rodofíceas (algas vermelhas) Maioria pluricelular Predominantemente marinhas Espécies comestíveis Produz o ágar

61 Feofíceas (algas pardas ou marrons) Pluricelulares Predominantemente marinhos. Abundante em regiões polares. Maior tamanho e complexidade

62 Pirrofíceas Unicelulares Mar e água doce Importante componente do fitoplâncton Responsáveis pela Maré Vermelha


Carregar ppt "Fungos e Protistas. Questões de vestibular (FUVEST) Explique a importância ecológica dos fungos e das algas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google