A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agentes Inteligentes usados no Comércio Eletrônico

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agentes Inteligentes usados no Comércio Eletrônico"— Transcrição da apresentação:

1 Agentes Inteligentes usados no Comércio Eletrônico
Aluna: Lucy Guedes Professora: Flávia Barros

2 Tópicos da aula Introdução Inteligência Artificial Distribuída
Funções de Agentes como mediadores O processo de negociação Considerações Finais

3 Introdução Agentes de Software tem-se tornado muito populares nos últimos seis anos A WEB tem sido um importante canal para comércio e para transações “business to business” O potencial da Internet ainda não foi realmente descoberto

4 Introdução Crescimento exponencial da Web dificulta a localização de informações Tecnologia de agentes pode ser usada para automatizar várias etapas do comércio Área de comércio eletrônico é promissora com a utilização de agentes em destaque, a etapa de negociação

5 Inteligência Artificial Distribuída
A popularização das redes de computadores tornou mais comum e facilitada a resolução de problemas de natureza distribuída A Inteligência Artificial Distribuída (IAD) forma uma sub-área da Inteligência Artificial tradicional

6 Inteligência Artificial Distribuída - Benefícios
Adaptabilidade Custo Desenvolvimento e Gerenciamento Eficiência e Velocidade História Isolamento/Autonomia Naturalidade Confiabilidade Limitações de Recursos Especialização

7 Inteligência Artificial Distribuída
Resolução distribuída de problemas (DPS) e sistemas multi-agentes (MAS) DPS se caracteriza por ter como objeto principal o problema a ser resolvido Em sistemas MAS, os agentes são a parte central, e devem cooperar e trocar conhecimento para obter a solução de problemas antes desconhecidos Existem três visões diferentes da relação dos Sistemas Multi-Agentes com a Resolução Distribuída de Problemas

8 Funções de Agentes como Mediadores
Modelos de Comportamento de Compra/Venda Modelo Nicosia Modelo Howard-Sheth Modelo Engel-Blackwell Modelo de processamento de informação Bettman Modelo Andreasen

9 Estágios fundamentais no processo de compra / venda
Modelo de Comportamento de Compra/Venda Necessidade de Identificação do produto Reconhecimento de produtos Reconhecimento de fornecedores Negociação Compra e entrega Serviços do produto e acompanhamento

10 Modelo do Comportamento de Compra / Venda
Necessidade de Identificação do produto Reconhecimento de produtos fornecedores Negociação Compra e entrega Serviços do produto e acompanhamento Persona Logic Firefly Bargain Finder Jango Kasbah Auction Bot

11 Necessidade de Identificação
Tecnologia de agentes deve ajudar o comprador na busca de informação Um bom exemplo: Monitores Agentes de Monitoramento são abundantes em sites de e-commerce Um bom exemplo: Eyes (http://www.amazon.com)

12 Reconhecimento de produtos
Informações para determinar “o que” comprar Sistema de agentes que recuperam informações sobre produtos PersonaLogic - (http://www.personalogic.com) Firefly - (http://www.firefly.com) Tete-a-Tete - (http://ecommerce.media.mit.edu/tete-a-tete)

13 Reconhecimento de produtos
Técnicas de reconhecimento Baseada em necessidades Filtragem colaborativa Regras simples para personalizar produtos para consumidores individuais ex. Broadvision Inc Data-mining descobrir padrões de consumidores para oferecer outros itens que lhes interessarão Resultado Final Conjunto de produtos considerados

14 Reconhecimento de produtos
Figura

15 Reconhecimento de fornecedores
Combina o “conjunto em consideração” com as informações específicas do primeiro estágio Comparação entre fornecedores Primeiro agente de comparações de preços online Andersen Consulting’s BargainFinder (http://bf.cstar.ac.com/bf) Jango (http://jango.excite.com), BargainFinder avançado

16 Reconhecimento de fornecedores
Futuramente ... XML (artigo - “The XML Revolution”) Tecnologias de agentes móveis (artigo - “The Promise of Java-Based Mobile Agents) Agentes de compra mais flexíveis abertos (open-ended) fáceis de implementar

17 Mais detalhes sobre este tópico no final !!!
Negociação Como estabelecer os termos da transação Varia em duração e complexidade dependendo do mercado Em mercados tradicionais de revenda, preços e outros aspectos são fixos Em outros mercados, os preços e outros aspectos são acordados integralmente no processo de compra Mais detalhes sobre este tópico no final !!!

18 Compra e entrega Sinaliza o término do estágio da negociação
Formas de pagamento e opções de entrega Podem influenciar a escolha de produtos e fornecedores Apenas dinheiro !!! ??? Cartão de Crédito - Seguro ??? !!! Entrega domiciliar - Frete $

19 Serviços do produto e acompanhamento
Serviços dos produtos Serviços dos clientes Acompanhamento da satisfação do cliente em toda experiência de decisão e compra

20 O processo de negociação
A negociação dentro do comércio eletrônico é definida como um processo em que duas ou mais partes multilateralmente barganham recursos para um ganho mútuo, usando ferramentas e técnicas de comércio eletrônico. [Bean et al., 1996]

21 O processo de negociação
Preços e outros termos são sinalizados Em revenda, é mais comum trabalhar com preços fixos Vantagem da negociação dinâmica Fornecedor não precisa colocar o preço do produto a priori Desvantagem Os protocolos de negociação podem se estender além das limitações das partes ou da paciência dos envolvidos => CUSTO!

22 O processo de negociação
Felizmente, muitos dos impedimentos somem no mundo digital !!! Exemplos: Onsale (http://www.onsale.com) Bay’s AuctionWeb (http://www.ebay.com/aw)

23 O processo de negociação
Exigência de que os clientes tenham sua própria estratégia de negociação num período de tempo Outros exemplos: AuctionBot (http://auction.eecs.umich.edu) Kasbah (http://kasbah.media.mit.edu) Tete-a-Tete (http://ecommerce.media.mit.edu/tete-a-tete

24 O processo de negociação
Tipos de problemas de negociação Negociação cooperativa Negociação não cooperativa ou competitiva

25 O processo de negociação
Tipos de abordagens de negociação Fatores Humanos Economia e Teoria dos Jogos Ciência da Computação e Agentes Inteligentes Maneira mais adequada dentro do Comércio Eletrônico Características: regras de negociação, acesso à base de dados dos fornecedores e facilidade para encontrar fornecedores e clientes Tipos de agentes: os que aprendem com a interação com outros agentes e os que não aprendem

26 Um exemplo de arquitetura

27 Um exemplo de arquitetura
Modelo do usuário representa a base de conhecimento contendo informações sobre os usuários do sistema Modelo do domínio representa a(s) base(s) de conhecimento contendo informações sobre o assunto sobre o qual o agente é capaz de conversar Interface é a forma de comunicação entre o agente e o usuário Elemento de execução é o componente central de processamento

28 Considerações Finais Agentes de Software estão auxiliando compradores e vendedores Hoje, a primeira geração de agentes mediadores de sistemas de comércio eletrônico já criou novos mercados, e começa a reduzir o custo numa variedade de processos de negócio

29 Considerações Finais Agentes de software ainda irão crescer muito:
Padrões serão criados Serviços, clientes e fornecedores terão perfis não ambíguos universais Serviços terão seus valores adicionados Mecanismos de segurança de pagamento Formas eletrônicas de fazer negócios

30 Considerações Finais Futuro
agentes explorando novos tipos de transações ainda não previstas Na velocidade dos bits, agentes irão fechar contratos e crias parcerias dinâmicas de negócios. Mexer com a economia !!!

31 Referências PARAISO, Emerson C. Concepção e Implementação de um Sistema Multi-Agentes para Monitonação e Controle de Processos Industriais. Curitiba: Curso de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Inustrial - CEFET - PR, Dissertação de Mestrado. BOND, A. H.; GASSER, L. Reading in Distributed Artificial Intelligence. Morgan Kaufmann, 1988. FLEISCHHAUER, Luciana I. A. Uso da Tecnologia de Agentes na Integração da Programação da Produção. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Dissertação de Mestrado. OLIVEIRA, Flávio Moreira de. Measuring Agreement and Harmony in Multi-Agent Societies: A First Approach. Instituto de Informática da PUC-RS

32 Referências CAZELLA, S. C. Uma Arquitetura para Coordenar a Interação de Agentes na Internet. Porto Alegre: Centro de Pós Graduação em Ciência da Computação - UFRGS, Dissertação de Mestrado. DURFEE, E. H.; ROSENSCHEIN, J. S. Distribuited Problem Solving and Multi-Agent Systems: Comparation and Examples. In: International Workshop on Distributed Artificila Intelligence, 1994. STEVEN, J. Johnson; EDWARD M. Schreck. Eletronic Commerce: Seizing Opportunity in the Third Wave. Andersen Consulting, Web: MIRANDA, Flávia Maria de. Comércio Eletrônico Web: BEAM, Carrie, SEGEV, Arie. Electronic Catalogs and Negociations. Fisher Center for Information Technology & Management. University of California, Berkeley

33 Referências NISSEN, Mark E. Knowledge-Based Reengineering: From Mysterious Art to Learnable Craft. Fischer Center for Information Technology and Management. University of California st Berkeley, Web: ORLANTA, Do; MARCH, Eric; RICH, Jennifer; WOLFF, Tara. Intelligent Agents & The Internet: Effects On Electronic Commerce and Marketing Web: AOUN, Bassan. Robots And The Web: An Electronic Shopping Agent. IMAGE Technology Research Group. Curtin University of Technology. Perth, Western Australia ABDU, David; BAR-NER Oren. Software Agents: A General Overview Web: techst02tchinion.ac.il/~s /agent.html

34 Acabou, vamos debater ???


Carregar ppt "Agentes Inteligentes usados no Comércio Eletrônico"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google