A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNED Macaé COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL DISCIPLINA: GESTÃO AMBIENTAL AULA 06 - LICENCIAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNED Macaé COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL DISCIPLINA: GESTÃO AMBIENTAL AULA 06 - LICENCIAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 UNED Macaé COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL DISCIPLINA: GESTÃO AMBIENTAL AULA 06 - LICENCIAMENTO AMBIENTAL Profa. Maria Inês P. Ferreira, D.Sc

2 UNED Macaé 1. INTRODUÇÃO - DIRETRIZES AMBIENTAIS GARANTIR A QUALIDADE DE VIDA E SEGURANÇA AOS FUNCIONÁRIOS; ASSEGURAR A QUALIDADE AMBIENTAL PARA A SOCIEDADE COMO UM TODO. 2. LEGISLAÇÃO - REVISÃO Lei Federal No. 6938/81 – Estabelece a Política Nacional de Meio Ambiente; Lei Federal No. 9605/98 – Lei de Crimes Ambientais; Resolução CONAMA 06/86 – Institui e aprova modelos para publicação de pedidos e concessões de licenciamentos; Resolução CONAMA 23/94 – Estabelece procedimentos específicos para atividade EXPROPER; Resolução CONAMA 237/97 – Estabelece e define prazos para processos de licenciamento ambiental.

3 UNED Macaé 3. LICENCIAMENTO AMBIENTAL O licenciamento ambiental é um procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadores de recursos ambientais considerados efetiva ou potencialmente poluidores ou daqueles que, sob qualquer forma, possam causar degradação ambiental, considerando as disposições legais e regulamentares bem como as normas aplicáveis ao caso.

4 UNED Macaé OBJETIVO * DEFINIR CRITÉRIOS BÁSICOS PARA O PROCESSO DE SOLICITAÇÃO E CONCESSÃO DE LICENÇAS AMBIENTAIS. * PADRONIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE MODO A ATENDER A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL.

5 UNED Macaé DEFINIÇÕES ORGÃO AMBIENTAL: Órgão público responsável pelo Licenciamento Ambiental de atividades, seja ele Federal, Estadual ou Municipal. O licenciamento ambiental das atividades marítimas da indústria do petróleo (levantamento de dados sísmicos, exploração, perfuração, produção para pesquisa e produção de petróleo e gás natural) é realizado pelo IBAMA, através do Escritório de Licenciamento das Atividades de Petróleo e Nuclear – ELPN, criado pela Portaria nº 166-N, de 15 de dezembro de 1998.

6 UNED Macaé LICENÇA AMBIENTAL: Ato administrativo pelo qual o órgão ambiental competente, estabelece as condições, restrições e medidas de controle ambiental que deverão ser obedecidas pelo empreendedor; LICENÇA PRÉVIA (LP): concedida na fase preliminar do planejamento do negócio, atestando a viabilidade ambiental e estabelecendo requisitos e condicionantes a serem atendidos nas fases de implementação do empreendimento ou atividade; LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI): autoriza a instalação do empreendimento ou atividade, após a aprovação pelo órgão ambiental competente, de planos, projetos e programas que incluam as medidas de controle ambiental e demais condicionantes;

7 UNED Macaé LICENÇA DE OPERAÇÃO (LO): Autoriza a operação da atividade ou empreendimento, após a verificação do efetivo cumprimento do que consta nas licenças anteriores, com as medidas de controle ambiental e condicionantes determinados para a operação; LICENÇA PRÉVIA PARA PERFURAÇÃO (LPper): Autoriza a atividade de perfuração, devendo o empreendedor apresentar o RCA ao Órgão Ambiental; LICENÇA PRÉVIA DE PRODUÇÃO PARA PESQUISA (LPpro): autoriza a produção para pesquisa de viabilidade econômica da jazida, devendo o empreendedor apresentar o EVA ao Órgão Ambiental; TERMO DE REFERÊNCIA (TR): Documento formal emitido pelo Órgão Ambiental, definindo o escopo de um determinado Estudo Ambiental que deverá ser obedecido pelo empreendedor

8 UNED Macaé CONDICIONANTES: Critérios definidos pelo Órgão Ambiental que indicam as ações a serem adotadas pelo empreendedor, visando a concessão da Licença Ambiental posterior ou renovação da Licença em vigor. As condicionantes das licenças são requisitos legais e como tais deve ser devidamente atendidas. ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA): É um estudo amplo de diagnóstico ambiental da área de influência do projeto, com a caracterização do meio físico, biológico, ecossistemas naturais e o meio sócio-econômico. Este estudo subsidia a emissão das Licenças para novos projetos ;

9 UNED Macaé RELATÓRIO DE IMPACTO AMBIENTAL (RIMA): é o resumo do EIA com linguagem acessível ao público, contendo ilustrações e informações simplificadas que facilitem o entendimento do estudo; ESTUDO DE VIABILIDADE AMBIENTAL (EVA): Elaborado pelo empreendedor, contendo plano de desenvolvimento da produção para a pesquisa pretendida, com avaliação ambiental e indicação de medidas de controle a serem adotadas. Subsidia o órgão ambiental para emissão da LPpro; RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL (RCA): Elaborado pelo empreendedor, contendo a descrição da atividade de perfuração, riscos ambientais, identificação dos impactos e medidas mitigadoras. Subsidia o órgão ambiental para emissão da LPper;

10 UNED Macaé RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL (RAA): Elaborado pelo empreendedor, contendo diagnóstico ambiental da área onde já se encontra implantada a atividade e descrição de novos empreendimentos e atividades ou ampliações. Subsidia o órgão ambiental para emissão de LI; PROJETO DE CONTROLE AMBIENTAL (PCA): Elaborado pelo empreendedor, contendo os Projetos Executivos de minimização dos impactos ambientais avaliados nas fases de LPper, LPpro e LI, com os respectivos documentos. É condicionante para emissão de LO.

11 UNED Macaé ATIVIDADETIPO DE LICEN Ç AESTUDO AMBIENTAL APLIC Á VEL FINALIDADE PERFURA ÇÃ O (Programa Explorat ó rio M í nimo contratado com a ANP) Licen ç a Pr é via para Perfura çã o - (LPper) Relat ó rio de Controle Ambiental - RCA Autoriza a atividade de perfura çã o. PRODU ÇÃ O PARA PESQUISA (Teste de Longa Dura çã o – TLD, autorizado pela ANP) Licen ç a Pr é via de Produ çã o para Pesquisa - (LPpro) Estudo de Viabilidade Ambiental - EVA Autoriza a realiza çã o do Teste de Longa Dura çã o – TLD,

12 UNED Macaé

13 4. ESTUDOS AMBIENTAIS ESTUDOS AMBIENTAIS: São todos e quaisquer estudos relativos aos aspectos ambientais relacionados à localização, instalação, operação e ampliação de uma atividade ou empreendimento, apresentado como subsídio para a análise de licença requerida. IMPACTOS AMBIENTAIS Qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que direta ou indiretamente afetam: a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; a qualidade dos recursos ambientais.

14 UNED Macaé Análise dos impactos ambientais do projeto e de suas alternativas Definição das medidas mitigadoras dos impactos negativos Diagnóstico Ambiental da área contemplada pelo projeto

15 UNED Macaé IMPACTOS AMBIENTAIS A análise de impactos ambientais abrange a identificação dos aspectos inerentes às diferentes etapas das atividades do empreendimento, a saber: -Instalação -Operação -Desativação E suas inter-relações com os meios antrópico e natural onde a atividade será desenvolvida.

16 UNED Macaé MÉTODOS E TÉCNICAS PARA IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS

17 UNED Macaé IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS Análise de EIA/RIMAs EIAs Mineroduto Minas-Rio – Grupo 1 Depósito Inicial dos Geradores de Vapor - Angra I – Grupo 2 AD - Sísmicos 3D - Blocos BM-C-26 e BM-C-27 - Bacia de Campos – Grupo 3 Sistema de Produção - Módulo 2 - Campo de Marlim Leste - Bacia de Campos – Grupo 4 Sistema de produção e escoamento de óleo e gás - Campo de Marlim Leste P-53 - Bacia de Campos – Grupo 4 Atividade de perfuração Maritima nos blocos BM-C-39 BM-C-40 BM-C- 41 BM-C-42 e BM-C-43 Bacia de Campos – Grupo 5 Sistema de rebombeio autônomo e escoamento - Campos de Marlim Leste, Marlim Sul e Roncador - Bacia de Campos – Grupo de Emergência. TAC - Bacia de Campos – Grupo 6 Outros Estudos AD - Sísmicos 3D - Bloco BM-C-28 - Bacia de Campos – Grupo 3 Sistema de Produção de Petróleo e Gás - Parque das Baleias - Bacia de Campos – Grupo 7 Teste de Longa Duração - Poço 1-RJS Campo Espadarte - Bacia de Campos – Grupo 8

18 UNED Macaé IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS Análise de EIA/RIMAs O TRABALHO CONSITIRÁ DE: 1)Um texto de no mínimo 10 e no máximo 20 páginas contendo a apreciação crítica dos trabalhos dos grupos, com os seguintes itens: 1. Introdução (objetivo/ justificativa e importância do trabalho); 2. Materiais e Método (como o trabalho foi elaborado); 3. Desenvolvimento; 4. Conclusões/Sugestões e Recomendações; 5. Referências Bibliográficas; 2)Uma apresentação no Power Point, com cerca de 10 lâminas (cada grupo terá até 10 minutos máximos de apresentação). CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS Dia 03/07/09 – aula de dúvidas sobre os trabalhos dos grupos (1 tempo); Dia 08/07/09 – envio dos arquivos em Word e em P. Point para o Arquivos com mais de 10Mb devem ser entregues em CD! Dia 10/07/09 – apresentação dos trabalhos (P2); Dia 17/07/09 – segunda chamada da P2 (e P2 para quem não fez trabalho!) NO HORÁRIO DA AULA, aplicada pela Gisele! Dia 20/07/09 – segunda/terceira chamada da P2 – de 14h às 16h, no NUPERN! Dia 24/07/09 – P3

19 UNED Macaé Análise de EIAs/RIMAs de Empreendimentos EXEMPLO DE ESTRUTURA GERAL DE UM EIA – GASCAB III Capítulo 1. INTRODUÇÃO Capítulo 2. DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO 2.1 Identificação do Empreendimento 2.2 Histórico 2.3 Justificativas do Empreendimento 2.4 Descrição Técnica 2.5 Implantação, Construção, Montagem, Operação e Desativação 2.6 Recursos Humanos 2.7 Segurança

20 UNED Macaé Análise de EIAs/RIMAs de Empreendimentos da Indústria de Petróleo &Gás em Licenciamento na BC Capítulo 3. ÁREA DE INFLUÊNCIA 3.1 Área de Influência Direta 3.2 Área de Influência Indireta Capítulo 4. DIAGNÓSTICO AMBIENTAL 4.1 Aspectos Metodológicos Gerais 4.2 Meio Físico 4.3 Meio Biótico 4.4 Meio Antrópico Capítulo 5. IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS 5.1 Metodologia de Identificação e Avaliação de Impactos 5.2 Identificação dos Impactos 5.3 Avaliação dos Impactos Identificados 5.4 Prognóstico da Qualidade Ambiental

21 UNED Macaé Análise de EIAs/RIMAs de Empreendimentos da Indústria de Petróleo &Gás em Licenciamento na BC Capítulo 6. ANÁLISE INTEGRADA E SÍNTESE DA QUALIDADE AMBIENTAL 6.1 Análise Integrada 6.2 Síntese da Qualidade e Sensibilidade Ambiental 6.3 Conclusão Capítulo 7. ANÁLISE DE RISCO 7.1 Introdução 7.2 Caracterização do Empreendimento 7.3 Caracterização da Substância Relacionada 7.4 Identificação dos Perigos 7.5 Cálculo das Conseqüências e Vulnerabilidade

22 UNED Macaé Análise de EIAs/RIMAs de Empreendimentos da Indústria de Petróleo &Gás em Licenciamento na BC Capítulo 7. ANÁLISE DE RISCO (cont.) 7.6 Estimativa das Freqüências 7.7 Cálculo do Risco 7.8 Critérios de Tolerabilidade 7.9 Medidas Preventivas e/ou Mitigadoras 7.10 Conclusão Capítulo 8. LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

23 UNED Macaé Análise de EIAs/RIMAs de Empreendimentos da Indústria de Petróleo &Gás em Licenciamento na BC Capítulo 9. PROGRAMAS AMBIENTAIS 9.1 Programa de Comunicação Social 9.2 Programa de Apoio Técnico às Prefeituras 9.3 Programa de Saúde da Mão-de-obra 9.4 Programa de Monitoramento Ambiental 9.5 Programa de Controle dos Processos Erosivos 9.6 Programa de Revegetação 9.7 Programa de Investigação Arqueológica 9.8 Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR) 9.9 Plano de Ação de Emergência (PAE) 9.10 Plano Ambiental de Construção (PAC)


Carregar ppt "UNED Macaé COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA CURSO: ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL DISCIPLINA: GESTÃO AMBIENTAL AULA 06 - LICENCIAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google