A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 – DIFICULDADES NA RETOMADA DE TERRAS PÚBLICAS. a) extensão territorial – 67 milhões de hectares; b) dificuldade de acesso e presença estatal insuficiente;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 – DIFICULDADES NA RETOMADA DE TERRAS PÚBLICAS. a) extensão territorial – 67 milhões de hectares; b) dificuldade de acesso e presença estatal insuficiente;"— Transcrição da apresentação:

1

2 1 – DIFICULDADES NA RETOMADA DE TERRAS PÚBLICAS. a) extensão territorial – 67 milhões de hectares; b) dificuldade de acesso e presença estatal insuficiente; c) ausência de marcos cartorários regulares na Amazônia Legal; d) conflitos de interesses e receios administrativos (ameaças ao corpo estatal e pessoalidade); e) recursos insuficientes para atuação de retomada.

3 2 – ATUAÇÃO ESTATAL NA AMAZÔNIA LEGAL (delimitação de áreas, ocupação e políticas públicas). a) criação de unidades de conservação; b) territórios indígenas; c) territórios quilombolas; d) preservação de comunidades tradicionais; e) terrenos de marinha; f) assentamentos de reforma agrária.

4 2 – ÁREA TERRITORIAL OCUPADA POR ASSENTAMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA LEGAL (Dados até 18/03/2009 – Fonte: INCRA) 1) Tocantins – ,1701 ha; 2) Roraima – ,2520 ha; 3) Amapá – ,4253 ha; 4) Maranhão – ,3362 ha; 5) R ondônia – ,0197 ha; 6) Acre – ,7677 ha; 7) Mato Grosso – ,3120 ha; 8) Pará – ,8733 ha; 9) Amazonas – ,0516 ha.

5 2 – ÁREA TERRITORIAL OCUPADA POR ASSENTAMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA LEGAL (Dados até 18/03/2009 – Fonte: INCRA) Área total de assentamentos na Amazônia Legal: ,2079 ha (88,68% da área total no Brasil).

6 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Bloqueios em rodovias (2004 – 2008)

7 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Bloqueios em rodovias (2004 – 2008)

8 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Bloqueios em rodovias (2004 – 2008)

9 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Bloqueios em rodovias (2004 – 2008)

10 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Ocupações de Imóveis Rurais (2004 – 2008)

11 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Ocupações de Imóveis Rurais (2004 – 2008)

12 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Ocupações de Imóveis Rurais (2004 – 2008)

13 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Ocupações de Imóveis Rurais (2004 – 2008)

14 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Homicídios por Município (2004 – 2008)

15 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Homicídios por Município (2004 – 2008)

16 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Homicídios por Município (2004 – 2008)

17 3 - CONFLITOS AGRÁRIOS NA AMAZÔNIA LEGAL Homicídios por Município (2004 – 2008)

18 4 – ARCO DO DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA LEGAL Municípios mais desmatados (agosto/2007 – junho/2009))

19 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

20 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

21 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

22 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

23 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

24 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

25 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

26 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

27 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

28 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária.

29 5 – ATUAÇÃO DO INCRA NA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E CONTROLE IMOBILIÁRIO DA UNIÃO Formas de obtenção de assentamentos na Amazônia Legal.

30 6 – Ponderações a) Programa Terra Legal – base de dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) – 67 milhões de hectares em terras da União; b) Constituição da República - Art A destinação de terras públicas e devolutas será compatibilizada com a política agrícola e com o plano nacional de reforma agrária.

31 7 – Novos dados: grilagem/ocupação irregular nos assentamentos existentes. Número de famílias: capacidade dos assentamentos x famílias assentadas

32 7 – Novos dados: grilagem/ocupação irregular nos assentamentos existentes. Capacidade x Famílias Assentadas - Amazônia Legal

33 Fases de Implementação de Assentamentos na Amazônia Legal. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

34 Fases de Implementação de Assentamentos na Amazônia Legal. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

35 Fases de Implementação de Assentamentos na Amazônia Legal. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

36 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

37 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

38 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

39 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

40 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

41 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

42 Concentração de recursos na obtenção de terras para a reforma agrária. 8 – Etapa de implementação dos assentamentos rurais na Amazônia Legal.

43 9 – Potencial de terras públicas para a reforma agrária. Exemplo: INCRA - Superintendência Regional/27 (Marabá) a)somente no Relatório de Gestão de Terras Públicas – Março/2007 (INCRA/SR-27), pelo menos ,19 hectares, divididos em apenas 110 imóveis no sudeste do Pará, já restaram certificados como públicos pelo INCRA, com aptidão de imediata atuação para reaver a titularidade; b)a média da área de cada projeto de assentamento existente é de 9.220,23 hectares (metodologia: dividiu-se a área total dos projetos de assentamentos ,6108 hectares - pelo número de projetos de assentamentos – dados fornecidos pelo INCRA);

44 Exemplo: INCRA - Superintendência Regional/27 (Marabá) c) em média, cada família poderia receber até 50,26 hectares nos assentamentos atuais (metodologia: dividiu-se a área total dos projetos ,6108 hectares - pela capacidade em número de famílias nos assentamentos – dados fornecidos pelo INCRA); d) levando-se em conta apenas as áreas griladas do referido relatório, seria possível assentar mais de 8.715,38 famílias (metodologia: dividiu-se a área total de grilagem certificada no relatório ,19 hectares - pela média de área que cada família poderia receber - 50,26 hectares). 9 – Potencial de terras públicas para a reforma agrária.

45 a)a partir do programa 'Terra Legal' somente serão objeto de retomada: i) áreas de conflito; ii) áreas excedentes ao limite territorial programado; iii) áreas que não cumprirem as normas vigentes; e iv) áreas planejadas para o programa de reforma agrária; b)com o 'Terra Legal' não há planejamento atual para assentamentos em novas áreas. Risco das áreas hoje regularizadas serem futuramente passíveis de desapropriação para a reforma agrária; c)tendo em vista a concentração de lotes em assentamentos, o INCRA pretende acentuar a retomada, na medida em que permitiria um decréscimo nas desapropriações. Há estudos iniciados com a demonstração administrativa do efeito, principalmente com relação aos custos; 10 – Posicionamento do INCRA face ao ponderado pelo GT.

46 d)principais dificuldades na atuação de retomada: i) receio de ameaças a procuradores federais e agentes administrativos envolvidos; ii) suposta celeridade do procedimento desapropriatório; iii) pressão de movimentos sociais, que exigem apenas as áreas originadas em desapropriações. Dificuldade em contornar o ponto; e)já iniciou a elaboração de estratégia em conjunto com a superintendências regionais para modificar o panorama existente, principalmente nos estados do PA e MT. A Coordenação-Geral Agrária da PFE/INCRA ampara o objetivo. 10 – Posicionamento do INCRA face ao ponderado pelo GT.

47 10 – Posicionamento das Instituições envolvidas face ao ponderado pelo GT.

48 1 – Retomada de terras da União (grilagem e ocupação): a)atuação em litisconsórcio com o INCRA (casos específicos); b)viabilizar a tutela judicial com amparo em documentação pericial (técnicos especializados do INCRA); c)criação de equipes especializadas e afastadas dos focos locais, pelo INCRA, de modo a minimizar desvios e interferências; d)viabilização de ações penais concomitantes (coordenação com a 2a CCR); e)produção de cautelares para permitir a atuação concreta do INCRA na área, com estudos, vistorias etc; 11 – Alternativas e propostas do GT (estratégias de atuação do MPF).

49 1 – Retomada de terras da União (grilagem e ocupação): f)atuação conjunta com outras instituições (IBAMA, MPT, órgãos de crédito etc.), o que reforçaria o efeito econômico da medida e a mensuração do dano; g)levar a questão ao CNJ e CNMP, na medida da diretriz prioritária em conflitos no campo, viabilizando a melhor conscientização dos agentes públicos envolvidos; h)paralelamente, realizar a interface com as secretarias estaduais de meio ambiente, reforçando a restrição ambiental de licenciamento; i)expedição de recomendação. 11 – Alternativas e propostas do GT (estratégias de atuação do MPF).

50 2 - Retomada de lotes de assentamento ocupados irregularmente: controle dos assentamentos com foco ambiental, por satélite, para forçar sua regularização e retomada. 11 – Alternativas e propostas do GT (estratégias de atuação do MPF).

51


Carregar ppt "1 – DIFICULDADES NA RETOMADA DE TERRAS PÚBLICAS. a) extensão territorial – 67 milhões de hectares; b) dificuldade de acesso e presença estatal insuficiente;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google