A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TM175 Tópicos Especiais em Engenharia Mecânica IV: Ética Parte II – O Indivíduo nas Instituições.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TM175 Tópicos Especiais em Engenharia Mecânica IV: Ética Parte II – O Indivíduo nas Instituições."— Transcrição da apresentação:

1 TM175 Tópicos Especiais em Engenharia Mecânica IV: Ética Parte II – O Indivíduo nas Instituições

2 CARACTEROLOGIA

3 Introdução O Temperamento O Temperamento –Tendências ou inclinações profundas –Depende da constituição fisiológica e psicológica da pessoa –Matéria-prima da personalidade –Irracionalidade

4 Introdução O Caráter O Caráter –Disposições psicológicas adquiridas –Molda o temperamento –Educação –Esforço da vontade –Hábito –Racionalidade

5 Aspectos positivos e negativos Temperamento Temperamento –Positivo: favorece a virtude –Negativo: obstáculo à virtude Caráter Caráter –Positivo: virtude –Negativo: vício

6 Formação do caráter Conhecer o temperamento Conhecer o temperamento Agir sobre as inclinações Agir sobre as inclinações –Potencializar as favoráveis –Corrigir as desfavoráveis –Estabelecer uma ordem Orientação segundo valores e princípios éticos Orientação segundo valores e princípios éticos Educação da inteligência e da vontade Educação da inteligência e da vontade Esforço da vontade Esforço da vontade Exercício da virtude Exercício da virtude

7 Como fica a espontaneidade Do temperamento: Do temperamento: –Inata –Barco ao sabor do vento –Altos e baixos –Emana da animalidade Do caráter Do caráter –Fruto da liberdade –Conquistada –Dominada pela razão e pela vontade –Estabilidade –Emana da personalidade

8 Nas empresas e organizações O caráter manifesta-se no agir e no fazer O caráter manifesta-se no agir e no fazer O caráter virtuoso O caráter virtuoso –Age com princípios e valores éticos –Executa com competência e eficácia as tarefas

9 Nas empresas e organizações Princípios e valores claros Princípios e valores claros Estrutura organizacional favorável Estrutura organizacional favorável Exemplaridade de cima para baixo Exemplaridade de cima para baixo

10 Nas empresas e organizações Política de recursos humanos Política de recursos humanos Política de estratégias Política de estratégias Política organizacional Política organizacional Política mercadológica Política mercadológica Política de relacionamento com a comunidade Política de relacionamento com a comunidade Política ambiental Política ambiental

11 Programa de desenvolvimento da ética das virtudes Formação do pessoal com ênfase nas diretorias e gerências Formação do pessoal com ênfase nas diretorias e gerências Conscientização Conscientização Motivação Motivação Instrumentos de medida da qualidade Instrumentos de medida da qualidade Reciclagem constante Reciclagem constante

12 Sistema de Heymans Classificação dos traços temperamentais: Classificação dos traços temperamentais: –Emotividade Emotivo Emotivo Não emotivo Não emotivo –Atividade Ativo Ativo Passivo Passivo –Ressonância Primário Primário Secundário Secundário

13 Sistema de Heymans Emotividade Emotividade –Impressão interna subjetiva –Impressão externa objetiva Emotivo Emotivo –Sensibilidade aguçada –Muitas e mais impressões –Humor variável –Excitabilidade –Inquietação –Impressionabilidade –Exagero Não emotivo Não emotivo –Insensibilidade aos acontecimentos que comovem a maioria –Tranqüilidade –Humor estável

14 Sistema de Heymans Atividade Atividade –Ativo Inclinação à iniciativa Inclinação à iniciativa Propensão à mudança e à inovação Propensão à mudança e à inovação Os obstáculos são desafios Os obstáculos são desafios Entedia-se com a rotina Entedia-se com a rotina Pró-atividade Pró-atividade Sentimentos de esperança e audácia Sentimentos de esperança e audácia Otimista Otimista –Não ativo Encolhe-se diante dos obstáculos Encolhe-se diante dos obstáculos Sentimentos de medo e de fuga Sentimentos de medo e de fuga Pessimista Pessimista Inclinação a tarefas empreendedorasInclinação a tarefas empreendedoras Ativo Inclinação a tarefas rotineirasInclinação a tarefas rotineiras Não Ativo

15 Sistema de Heymans Ressonância Ressonância –Modo como se dá a relação estímulo- resposta Primário Primário –Reação imediata e contundente –Esquece logo –Desembaraçado –Entusiasta –Tendência à dispersão e à superficialidade –Incoerência mental –Avesso a sistematização Secundário Secundário –Reação lenta –Demora a esquecer –Tendência a se aferrar às recordações, aos seus princípios, às rotinas e aos preconceitos –Reflexivo –Ordenado –Coerência mental –Saudosista Inclinação a tarefas pontuais e de curto prazoInclinação a tarefas pontuais e de curto prazo Primário Inclinação a tarefas abrangentes e de longo prazoInclinação a tarefas abrangentes e de longo prazo Secundário

16 Tipologia de Lê Senne EmotividadeAtividadeRessonânciaTipoDenominação Valor Dominante E nA PE, nA, PNervosoDiversão SE, nA, SSentimentalIntimidade A PE, A, PColéricoAção SE, A, SApaixonadoObra e realização nE A PnE, A, PSangüíneoÊxito SnE, A, SFleumáticoDever nA PnE, nA, PAmorfoPrazer SnE, nA, SApáticoTranqüilidade

17 O nervoso (E, A, S) Muda continuamente de interesse e ocupação Muda continuamente de interesse e ocupação Inconstante Inconstante Entusiasmado com o novo Entusiasmado com o novo Procura resultados práticos e imediatos Procura resultados práticos e imediatos Alterna entre euforia e abatimento Alterna entre euforia e abatimento Falta de ordem, disciplina e perseverança no trabalho Falta de ordem, disciplina e perseverança no trabalho Usa mal o tempo Usa mal o tempo Vontade débil Vontade débil Indeciso Indeciso Instável Instável Generoso Generoso Sociável Sociável Carinhoso Carinhoso Extrovertido Extrovertido

18 O sentimental (E, nA, S) Muito sensível Muito sensível Retraído Retraído Tímido Tímido Pessimista Pessimista Procura o isolamento e a solidão Procura o isolamento e a solidão Suscetível Suscetível Rancoroso Rancoroso Desmoraliza-se facilmente Desmoraliza-se facilmente Inseguro Inseguro Muito vulnerável Muito vulnerável Lento no trabalho Lento no trabalho Indeciso Indeciso Introvertido Introvertido

19 O colérico (E, A, P) Vive ocupado com atividades e projetos Vive ocupado com atividades e projetos Busca novas tarefas Busca novas tarefas Improvisa Improvisa Precipitado Precipitado Desperdiça energia Desperdiça energia Dispersivo Dispersivo Abandona os planos diante de obstáculos Abandona os planos diante de obstáculos Extrovertido Extrovertido

20 O apaixonado (E, A, S) Grande capacidade de trabalho Grande capacidade de trabalho Em contínua atividade Em contínua atividade Concentra-se num determinado objeto Concentra-se num determinado objeto Dominado e movido por uma paixão existencial Dominado e movido por uma paixão existencial Independente Independente Violento Violento Decidido Decidido Perseverante Perseverante Sóbrio Sóbrio

21 O sangüíneo (nE, A, P) Pragmático Pragmático Calculista Calculista Insensibilidade ao que não aproveita pessoalmente Insensibilidade ao que não aproveita pessoalmente Movido por resultados a curto prazo Movido por resultados a curto prazo Prático Prático Positivo Positivo Tende a mentir para conseguir o quer Tende a mentir para conseguir o quer Cerebral Cerebral Otimista Otimista Afetuoso Afetuoso Sociável Sociável Extrovertido Extrovertido

22 O fleumático (nE, A, S) Ânimo repousado, tranqüilo e estável Ânimo repousado, tranqüilo e estável Reflexivo Reflexivo Calado Calado Tende a trabalhar e divertir-se só Tende a trabalhar e divertir-se só Muito ordenado Muito ordenado Pontual e rígido no uso do tempo Pontual e rígido no uso do tempo Preocupado pela objetividade e exatidão das coisas Preocupado pela objetividade e exatidão das coisas Muito senso comum Muito senso comum

23 O amorfo (nE, nA, P) Falta de curiosidade e sentido prático Falta de curiosidade e sentido prático Muito preguiçoso Muito preguiçoso Busca de prazeres orgânicos Busca de prazeres orgânicos Pouco original Pouco original Esbanjador Esbanjador Impontual Impontual Sociável Sociável Dócil Dócil Sem energia nem entusiasmo Sem energia nem entusiasmo Extrovertido Extrovertido

24 O apático (nE, nA, S) Muito fechado em si mesmo Muito fechado em si mesmo Melancólico Melancólico Teimoso e irreconciliável Teimoso e irreconciliável Pouca energia e vitalidade Pouca energia e vitalidade Preguiçoso Preguiçoso Rotineiro Rotineiro Passivo Passivo Indiferente Indiferente Introvertido Introvertido

25 Determinismo? Não! Não! A ética das virtudes não se conforma com as inclinações inatas do temperamento A ética das virtudes não se conforma com as inclinações inatas do temperamento O homem livre tem o seu ideal nas alturas e se rebela contra esta escravidão. Rompe a cadeia que o subjuga, adquirindo virtudes, modelando o seu caráter O homem livre tem o seu ideal nas alturas e se rebela contra esta escravidão. Rompe a cadeia que o subjuga, adquirindo virtudes, modelando o seu caráter


Carregar ppt "TM175 Tópicos Especiais em Engenharia Mecânica IV: Ética Parte II – O Indivíduo nas Instituições."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google