A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Profissional de Engenharia Química Adilson J. de Assis Núcleo de Modelagem, Otimização e Controle de Processos Faculdade de Engenharia Química Universidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Profissional de Engenharia Química Adilson J. de Assis Núcleo de Modelagem, Otimização e Controle de Processos Faculdade de Engenharia Química Universidade."— Transcrição da apresentação:

1 O Profissional de Engenharia Química Adilson J. de Assis Núcleo de Modelagem, Otimização e Controle de Processos Faculdade de Engenharia Química Universidade Federal de Uberlândia

2 Roteiro da apresentação Quem é um Engo. Químico; Breve histórico da EQ; Principais realizações da EQ; Áreas de atuação do Engo. Químico; O curso de EQ; Como estudar na universidade; Links de interesse; Quem sou?

3 Aventurar-se causa ansiedade, mas deixar de arriscar-se é perder a si mesmo...E aventurar-se no sentido mais elevado é precisamente tomar consciência de si próprio. Kierkgaard

4 QUEM É UM(A) ENGENHEIRO(A) QUÍMICO(A)? A) UM ENGENHEIRO QUE PRODUZ PRODUTOS QUÍMICOS? B) UM QUÍMICO QUE TRABA- LHA EM UMA FÁBRICA? C) UM ENCANADOR COM SORTE? Resposta: (a), (b) ou (c) ???

5 QUEM É UM(A) ENGENHEIRO(A) QUÍMICO(A)?

6 Todos os engenheiros empregam a matemática, a física e a arte de engenhar de tal modo a solucionar problemas técnicos de um modo seguro e econômico. O Engenheiro Químico, em particular, utiliza ainda a química e (recentemente) a biologia como ferramentas de trabalho.

7 QUEM É UM(A) ENGENHEIRO(A) QUÍMICO(A)? A Engenharia Química tem como meta transformar matérias- primas em produtos de valor comercial, utilizando para tal o processamento químico ou físico.

8 QUEM É UM(A) ENGENHEIRO(A) QUÍMICO(A)? Exemplos: grão de soja em óleo ou margarina; petróleo cru em gasolina ou plástico; cana-de-açúcar em álcool; rocha fosfática em fertilizante; ar em gases puros (oxigênio, etc.);

9 Exemplo de um processo - papel e celulose

10

11 Outro exemplo (fluxograma)... Produção do acetato de vinila a partir do ácido acético (C2H4O2) e etileno (C2H4)

12 NOSSAS RAÍZES Históricas... Quem são nossos pais? E nossos avós? Final do Século XIX e Início do Século XX: Inglaterra e Estados Unidos - Início da era industrial Engenharia Mecânica + Química Industrial = Engenharia Química 1 º curso de EQ - EUA: Massachusetts Institute of Technology – MIT (1888) No Brasil: EPUSP, 1925.

13 NOSSAS RAÍZES Históricas... Ao longo do Século XX, vários desenvolvimentos foram feitos, adquirindo a profissão uma identidade própria, que desfruta nos dias atuais. Tais progressos incluem o desenvolvimento de reatores operados de modo contínuo (em contrapartida aos antigos reatores em batelada), presença de reciclo e recuperação de reagentes não reagidos, processos de purificação, dentre outros avanços. Estes avanços requereram um conhecimento de sistemas com escoamento através de tubulações (processos que tradicionalmente os químicos não dominam) e conhecimentos aprofundados de físico- química (estequiometria, cinética química e termodinâmica), que os engenheiros mecânicos não possuem formação.

14 NOSSAS RAÍZES Históricas... Hoje a Engenharia Química passa novamente por transformações, pois novos produtos de alto valor agregado e produção em pequena escala (Ex: antibióticos) estão em ascensão, requerendo o desenvolvimento de novas metodologias de separação. Além disto, com o advento da Era da Informática, o projeto e operação de processos passa a cada dia a ser mais informatizado e automatizado, requerendo do Engenheiro Químico sólida formação na área computacional. A Modelagem e Simulação de Processos em computadores passou a se tornar muito importante, pois com o auxílio de modelos matemáticos pode-se representar com fidelidade crescente os diversos fenômenos físico-químicos envolvidos, bem como os equipamentos presentes numa planta industrial.

15 NOSSAS REALIZAÇÕES Históricas...

16

17 ÁREAS DE ATUAÇÃO Controle de Qualidade em Indústrias Químicas, Agroquímicas, Petroquímicas, de Processamento de Alimentos, etc., envolvendo Análises químicas, físico- químicas e microbiológicas, incluindo o Controle de Qualidade na área ambiental (ISO 14000); Estudo, Planejamento, Projeto, Operação e Manutenção, referentes à indústria química, petroquímica e de alimentos; Tratamento de Água e Instalações de tratamento de água industrial e de rejeitos industriais;

18 Áreas de Atuação... Proteção do meio-ambiente (estações de tratamento de efluentes industriais, esgoto doméstico, resíduos sólidos, remoção de material particulado do ar, estudo de impacto ambiental, recuperação de dejetos – reciclagem, etc.); Instrumentação e Controle Automático de Processos Químicos, Petroquímicos e de Alimentos; Estudo de Viabilidade Técnico-Econômica referentes à Indústria Química, Petroquímica e de Alimentos;

19 Áreas de Atuação... Engenheiro de Processos (supervisão, operação, otimização e manutenção do processo) em indústrias de: Cerâmica, Cimento e Vidro; Fermentação (álcool, cerveja, lácteos); Perfumes, aromatizantes e aditivos alimentares; Sabões e Detergentes; Açúcar e do Amido; Fertilizantes; Nucleares; Tintas; Alimentos; Agroquí-micas; Polpa de celulose e Papel; Plásticos; Farma-cêutica; Processamento e Refino do Petróleo; Petro-química incluindo gás natural e carvão; Bebidas; etc. Ensino em cursos técnicos e universidades; Pesquisador em centros de pesquisa públicos ou privados.

20 Áreas de Atuação...Exemplo: Simulação de Processos br/port/caso_virtual.htm Planta virtual da Aracruz Papel e Celulose

21 O CURSO DE EQ... FORMAÇÃO GERAL E CIENTÍFICA - Matérias de Formação Básica: Matemática; Física; Química; Mecânica e Resistência dos Materiais; Computação Digital, Programação e Análise de Sistemas; Desenho; Eletricidade/Eletrônica; Fenômenos dos Transportes. - Matérias de Formação Geral: Economia e Administração; Ciências do Ambiente e Ciências Humanas e Sociais; Controle de Qualidade e Segurança.

22 O CURSO DE EQ... Matérias de Formação Profissional: Química Analítica; Química Descritiva (Química Orgânica); Físico-Química; Materiais da Indústria; Química Industrial; Operações Unitárias e Processos Químicos; Modelagem e Simulação de Processos; Controle e Instrumentação Industrial. - Matérias de Complementação Profissional: Análise e Otimização; Biotecnologia; Engenharia de Alimentos; Ciências dos Materiais Poliméricos;

23 COMO ESTUDAR NA UNIVERSIDADE COMO ESTUDAR NA UNIVERSIDADE Estudar nos livros adotados (não apenas pelo caderno) e procurar evitar o estudo de última hora; Balancear entre estudo individual e em grupo; Entender bem a teoria antes de tentar fazer os exercícios; Aproveitar as disciplinas: todas são importantes para o curso, a despeito do que alguns veteranos dizem; Imprescindível FLUÊNCIA em Inglês e desejável conhecer outra língua estrangeira (Francês, Alemão ou Espanhol); Reservar um tempo para o lazer (academia, esporte, leituras, etc.), música, família,...

24 SITES DE INTERESSE ÚTEIS: Associação Brasileira de Enga. Química Associação Brasileira da Indústria Química American Institute of Chemical Engineers (em inglês)

25

26 OBRIGADO PELA ATENÇÃO! Quem desejar receber cópia deste material, enviar um para:


Carregar ppt "O Profissional de Engenharia Química Adilson J. de Assis Núcleo de Modelagem, Otimização e Controle de Processos Faculdade de Engenharia Química Universidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google