A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."— Transcrição da apresentação:

1 Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

2 Prof.ª Caroline Bonilha Arte Pop no Reino Unido Os integrantes do Independent Group lançaram as bases da pop arte utilizando várias novidades tecnológicas e possibilidades colocadas pela visualidade moderna exposta no mundo, e não apenas em museus e galerias. São alguns dos principais nomes do grupo britânico: Richard Hamilton (1992) Eduardo Luigi Paolozzi (1924 – 2005) Richard Smith (1931) Peter Blake (1931)

3 Prof.ª Caroline Bonilha Eduardo Luigi Paolozzi Paolozzi estudou no Colégio de Artes de Edimburgo em 1943, e na Universidade de Londres de Logo após trabalhou em Paris, onde conheceu Alberto Giacometti, Jean Arp, Brancusi Constantin, Georges Braque e Fernand Léger. Este período tornou-se uma importante influência para seu trabalho posterior. Depois de Paris, ele se mudou para Londres, tendo sido um dos integrantes do Independent Group. Sua colagem intitulada I was a Rich Man's Plaything de 1947, é considerada a obra precursora da Arte Pop.

4 I was a Rich Man's Plaything

5 Prof.ª Caroline Bonilha Richard Hamilton Richard Hamilton proclamou o seu "entusiasmo por uma relação relaxada com a arte, em oposição a longa e séria tradição cultural da Europa. Suas obras apresentam vários pontos de conexão com o quotidiano, remetendo- se à multiplicidade de impressões audiovisuais, típica da cultura atual. Comparada com as obras do movimento artístico norte-americano dos anos 60, sua obra é mais subtil e multifacetada. Hamilton toma emprestadas imagens do dia-a-dia, para através delas refletir sobre fenômenos sociais. Além e apesar disso, ele não perde de vista a questão: onde está a fronteira que separa produto e obra de arte?

6 Interior, Richard Hamilton

7 Prof.ª Caroline Bonilha Peter Thomas Blake Artista pop mais conhecido por ter sido o autor da capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. Também desenvolveu significativa carreira na pintura, incorporando imagens da cultura de massa e colagens.

8

9 Peter Blake On the Balcony

10 The Toy Shop 1962

11

12 Prof.ª Caroline Bonilha Arte Pop nos Estados Unidos Ao contrário que ocorre no Reino Unido, nos Estados Unidos da América os artistas trabalham de forma isolada até meados de 1963, quando duas exposições reúnem obras que compartilham de um vocabulário comum. Principais artistas estadunidenses são: Andy Warhol (1928 – 1987) Roy Lichtenstein (1923 – 1997) Claes Oldenburg (1929) James Rosenquist (1933) Tom Wesselmann (1931 – 2004)

13 Prof.ª Caroline Bonilha Andy Warhol -Primeira mostra individual em 1952; -Durante os anos de 1960 passou a utilizar motivos e conceitos da publicidade em suas obras; -Trabalhava a partir de cores fortes e brilhantes alcançadas através da utilização de tinta acrílica. -Seus múltiplos serigráficos apresentam temas do cotidiano e artigos de consumo, como reproduções da lata das sopas Campbell e da garrafa de Coca-Cola. -Representou também rostos de figuras famosas como Marilyn Monroe, Liz Taylor, Michael Jackson, Elvis Presley, Pelé, Che Guevara e símbolos icônicos da história da arte, como Mona Lisa.

14 Campbell's Soup Cans, Andy Warhol

15

16

17 Andy Warhol no Ankrom Museum

18 Prof.ª Caroline Bonilha Roy Lichtenstein -Valorizava os clichês das histórias em quadradinhos como forma de arte; -Critica a cultura de massa; -Empregou uma técnica pontilhista conhecida como Pontos Ben-Day para simular os pontos reticulados das histórias; -Cores brilhantes, planas e limitadas, delineadas por um traço negro, contribuíam para o intenso impacto visual; -Os seus quadros, desvinculados do contexto de uma história, aparecem como imagens frias, intelectuais, símbolos ambíguos do mundo moderno. O resultado é a combinação de arte comercial e abstração;

19 Drowning Girl, Roy Lichtenstein

20

21

22

23 Prof.ª Caroline Bonilha Claes Oldenburg -Desaparece qualquer vestígio de pintura, permanecem apenas as coisas-imagem, apresentadas em cores berrantes, ampliadas e exageradas. -Discute em sua obra a "sociedade de consumo" através da comida, como se a "cultura de massa" também fosse uma espécie de alimento. -Os modelos para suas representações não são sequer as comidas, mas sua publicidade, como se, na sociedade de consumo primeiro viesse a imagem publicitária, depois a coisa.

24 Two Cheeseburgers, with Everything (Dual Hamburgers), Claes Oldenburg

25

26

27 Prof.ª Caroline Bonilha Tom Wesselmann -Pintor, escultor e designer comercial; -Executa pequenas colagens com papel rasgado e desperdícios de outros materiais. -Estes trabalhos, e algumas naturezas mortas gigantescas, compostas por objetos domésticos e fragmentos de anúncios populares colados, proporcionaram-lhe fama e notoriedade como fundador da Arte Pop americana.

28 Still Life #30, Tom Wesselmann

29 Still Life #20, 1962

30 Prof.ª Caroline Bonilha Pontos em comum entre a Pop Arte inglesa e estadunidense -Vários dos mais importantes artistas vinham de uma cultura da classe trabalhadora imigrante e tinham pouco respeito por hierarquias rígidas de forma e tema; -Interesse por revistas em quadrinhos, revistas de grande circulação e pelo cinema de Hollywood; -Divida clara com fontes fotográficas; -Desenho formal forte e cores vibrantes;


Carregar ppt "Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google