A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

USINAS TERMELÉTRICAS Dispositivos em que a queima de combustível (GN) libera calor, expansão dos gases que giram a turbina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "USINAS TERMELÉTRICAS Dispositivos em que a queima de combustível (GN) libera calor, expansão dos gases que giram a turbina."— Transcrição da apresentação:

1 USINAS TERMELÉTRICAS Dispositivos em que a queima de combustível (GN) libera calor, expansão dos gases que giram a turbina

2 USINAS TERMELÉTRICAS UTE de Ciclo Simples: Gases saem pela chaminé a temperaturas elevadas.

3 USINAS TERMELÉTRICAS UTE de Ciclo Combinado: Os gases de combustão, depois de saírem da primeira turbina, passam por um sistema de caldeiras em que água é aquecida, gerando vapor, que gira a segunda turbina. * Elevado consumo de água e de produtos químicos, para purificá-la

4 PROBLEMAS AMBIENTAIS Combustão gera gases causadores do efeito estufa: CH 4 + 2O 2 CO 2 + H 2 O Efeito estufa x aquecimento global x mudanças climáticas x Protocolo de Quioto (ratificado pelo governo brasileiro em Julho/2002) Ex: UTE W. Arjona / C. Grande: > t C / 2003

5 TERMO-CORUMBÁ/2000 Página 7.11 do EIA: serão emitidos 554,9 ton/h de gases de combustão a uma temperatura de 453,8 o C em cada turbina. Contabilizando- se as duas turbinas, serão emitidas 1109,8 ton/h, ,2 ton/dia de gases aquecidos, diretamente na atmosfera. Grande fluxo de efluentes gasosos, a elevada temperatura.

6 TERMO-CORUMBÁ/2000 P do EIA/RIMA cada uma das unidades da UTE irá injetar na atmosfera, na forma de gases quentes, uma potência de cerca de 53 MW. As duas chaminés, juntas, irão descartar na atmosfera aproximadamente 107 MW de energia térmica... OU SEJA, A UTE DE CORUMBÁ IRIA DISSIPAR, NA FORMA DE CALOR, O EQUIVALENTE À 1,2 VEZES A ENERGIA GERADA!!!!

7 MERCÚRIO NO GN Laudos (anexos) confirmam a contaminação do GN com mercúrio, em teores que variaram em 560%:

8

9

10

11

12

13

14

15 TERMO-CORUMBÁ/2000 EIA, página 7.10: As emissões inorgânicas tóxicas são metais ou seus compostos (arsênio, berílio, cádmio, cromo, cobalto, manganês, mercúrio, níquel e selênio), entretanto, em quantidades que aparecem, nas análises dos gases da exaustão, sob a forma de traços. Qualquer elemento tóxico presente como traço, ao multiplicar-se por um fluxo de ,2 ton/dia de gases de exaustão, passa a ser relevante.

16 TERMO-CORUMBÁ/2000 Os dados meteorológicos empregados para simular a qualidade do ar através do modelo matemático ISC3 são insuficientes em quantidade e qualidade, sendo necessária a realização de medidas pontuais para calibrar aquele modelo (Prof. Dr. Edson Kassar/DFI/CCET/UFMS). É questionável o que foi afirmado na p do EIA/RIMA:...Nesse caso, o incremento da temperatura numa área de 1000 m de largura em torno da UTE seria de, no máximo, 0,7 o C...

17 TERMO-CORUMBÁ/2000 Páginas 7.1 – 7.20 do EIA. Conforme indicado no item anterior, a precipitação dessas emissões dar-se-á à oeste dos pontos de emissão. Difícil dispersão dos poluentes, e na direção da Bolívia!!!!

18 ÓXIDO NÍTRICO DURANTE A COMBUSTÃO: N 2 + O 2 2N0 NO = Óxido nítrico = gás tóxico (câncer, diabetes, problemas cardíacos, impotência sexual masculina, etc) CHUVA ÁCIDA: NO + O 2 + H 2 O ácido nítrico UTE W. ARJONA/C. GRANDE: >2200 ton NO/2003, > 4400 ton ácido nítrico

19 ÓXIDO NÍTRICO RESOLUÇÃO/CONAMA/N.º 008 de 06 de dezembro de 1990 Art. 1º - Estabelecer, em nível nacional, limites máximos de emissão de poluentes do ar (padrões de emissão) para processos de combustão externa em fontes novas fixas de poluição com potências nominais totais até 70 MW (setenta megawatts) e superiores. NÃO LIMITA ÓXIDOS DE NITROGÊNIO OU METAIS PESADOS!!!

20

21

22

23

24

25 Providências

26

27

28

29

30


Carregar ppt "USINAS TERMELÉTRICAS Dispositivos em que a queima de combustível (GN) libera calor, expansão dos gases que giram a turbina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google