A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COM A VIDA FIEMG Patrícia Quaresma Ragone 26/08/11.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COM A VIDA FIEMG Patrícia Quaresma Ragone 26/08/11."— Transcrição da apresentação:

1 COM A VIDA FIEMG Patrícia Quaresma Ragone 26/08/11

2 O MODELO COGNITIVO Nossos pensamentos não são meramente reações aos acontecimentos, eles modificam o que sucede. Os hábitos de pensar não precisam ser eternos... Se são aprendidos, podem ser desaprendidos e reestruturados, e está é uma das descobertas mais importantes da Terapia Cognitiva: o fato de os indivíduos poderem escolher a sua própria maneira de pensar, sentir e agir. Princípio Básico: Pensamento Emoções Comportamentos LAÇOS COM A VIDA

3 Como desenvolver o domínio pessoal: Os estilos de atribuição refletem a maneira pela qual os indivíduos tendem a explicar sucessos e insucessos. Diante de diversos eventos, portanto, as pessoas podem revelar uma tendência predominantemente otimista ou pessimista.

4 LAÇOS COM A VIDA Sucesso: atribuições internas, Estilo Otimista abrangentes e permanentes. Insucesso: atribuições externas, específicas e temporárias. Sucesso : atribuições externas, específicas e temporárias. Estilo Pessimista Insucesso: atribuições internas, globais e permanentes.

5 LAÇOS COM A VIDA EXEMPLOS DE DISTORÇÕES COGNITIVAS TÍPICAS Raciocínio emocional (emocionalização). Abstração seletiva. Hipergeneralização. Catastrofização. Pensamento tudo ou nada. Personalização. Rotulação. Leitura mental. Minimização e maximização. Imperativos. Questionalização.

6 LAÇOS COM A VIDA A FAMÍLIA A INFLUÊNCIA DOS PAIS SOBRE A BASE PSICOLÓGICA DOS FILHOS: Embora o amor seja uma poderosa força para se fazerem felizes uns aos outros e a criarem uma família, ele em si mesmo não configura a substância do relacionamento – certas qualidades e habilidades pessoais é que são cruciais para mantê-lo e fazê-lo crescer (...) têm de ser flexíveis, receptivos, compassivos e clementes. É preciso ser tolerantes com as falhas, erros e singularidades do outro. (Beck, 1995)

7 LAÇOS COM A VIDA A diferença entre papel e missão: o papel é substituível, mas a missão pertence à pessoa. O conceito de missão organiza, eterniza e dá ao pai e à mãe um caráter de responsabilidade única e de eternidade. A forma como se educa um filho reflete-se no modo como ele se comportará e nos aspectos que valorizará em sua vida futura. Isto ocorre por meio da aprendizagem de ideias, crenças e valores que ditam as regras do pensar e agir da criança nas diferentes situações de seu dia a dia, ou seja, a forma como ela vai interpretar e explicar os vários eventos da vida. Por isso, os pais têm uma grande responsabilidade na criação de seus filhos, e uma forma de contribuir positivamente é analisar o estilo de educação que se transmite a eles. (Ragone, 2009, p. 43)

8 LAÇOS COM A VIDA OS DIVERSOS ESTILOS DE PAIS Segundo Wessler (1996): Assustadores (gritos/ ameaças): obediência por medo, filhos ressentidos e se transformam em pessoas passivas e dependentes. Reclamadores (culpa o filho): obediência por pena, filhos se transformam em pessoas chorosas e que vão querer sempre agradar às outras pessoas. Submetidos à vontade do filho (Como não tivessem direitos e necessidades): não precisam obedecer a nada nem a ninguém, filhos tiranos e se transformam em pessoas egoístas.

9 LAÇOS COM A VIDA Controladores e dominantes (querem saber tudo): obediência cega, pais se antecipam às decisões dos filhos e gera a sensação de incompetência nos filhos, estes se transformam em pessoas sem opinião própria e cheias de medos. Incentivadores e firmes (colaboradores e participativos): obediência e respeito, boa resolução de problemas e geram filhos cooperativos, autônomos e leais à família.

10 LAÇOS COM A VIDA Segundo Gottman (1997): Simplistas: não dão importância ao sentimento da criança (Emoção negativa reflete fraqueza de caráter). Permissivos: não fornecem os parâmetros comportamentais necessários. Preparadores emocionais: vêem em situações de manifestação da emoção negativa as melhores oportunidades.

11 LAÇOS COM A VIDA Reaprender a falar com as pessoas que se ama, como se estas fossem as pessoas mais importantes do mundo, requer dar sinais de que se está ouvindo, ter elegância ao interromper e fazê-lo apenas quando necessário, perguntar com habilidade e usar todo o tato e diplomacia. Reconhecendo os limites de atuação : O sucesso e o fracasso fazem parte do processo de serem pais, e quanto mais eles se desapegarem do medo de errar, mais chances terão de acertar. (Ragone, 2009, p. 142) Pais: preocupem-se menos e usufruam mais. Aprender a ser pai e mãe é mergulhar na experiência, é não querer ter o controle de tudo e de toda a vida dos filhos e poder contar com a proteção divina. (Ragone, 2009, p. 151)

12 LAÇOS COM A VIDA O RELACIONAMENTO A DOIS Objetivos de um relacionamento estável: 1º) Lutar por um sólido fundamento de confiança – o outro como parente mais próximo. 2º) Cultivar o aspecto amoroso da relação – o outro como um companheiro. 3º) Fortalecer a parceria – o outro como sócio de um empreendimento.

13 LAÇOS COM A VIDA Interferências na comunicação X A arte do diálogo: de que modo os casais deixam de OUVIR o que DIZEM e muitas vezes OUVEM o que NÃO DIZEM. O que é necessário para manter um relacionamento estável: Cooperação. Compromisso. Confiança Básica. Lealdade.

14 LAÇOS COM A VIDA Fidelidade. Aceitação. Compreensão empática. Companheirismo. Humor. Gratidão. Perdão.

15 LAÇOS COM A VIDA Três maneiras de uma pessoa estruturar o trabalho em relação aos outros aspectos da vida: Tarefa – é apenas um meio a serviço de um fim (em troca do pagamento no fim do mês, sem procurar outras recompensas). Carreira – é um investimento pessoal mais profundo (suas realizações são marcadas pelo dinheiro, mas também pelo progresso profissional). Vocação – é um compromisso apaixonado com o trabalho (trabalho como contribuição para um bem maior, para algo além, é fator de realização). Estado de Flow. O TRABALHO

16 LAÇOS COM A VIDA O PESSOAL Reescrevendo as regras para lidar com a ansiedade: Regra VelhaRegra Nova 1 Detecte o perigoVeja as coisas de maneira realista 2 Transforme o perigo em catástrofe Normalize as consequências 3 Controle a situaçãoAbandone a necessidade de controlar 4 Evite a sua ansiedade ou escape dela Assuma a sua ansiedade

17 LAÇOS COM A VIDA Reescrevendo as regras para lidar com a preocupação Regra VelhaRegra Nova 1Se algo ruim pode acontecer então é sua responsabilidade preocupar a respeito Identifique as preocupações produtivas e improdutivas 2Não aceite qualquer incertezaAceite a realidade e comprometa-se com a mudança 3Trate todos os seus pensamentos negativos como se fossem verdadeiros Conteste sua preocupação 4Qualquer coisa ruim que venha a acontecer é um reflexo de quem você é como pessoa Focalize a ameaça mais profunda 5O fracasso é inevitávelTransforme fracasso em oportunidade 6Livre-se de qualquer sentimento negativo imediatamente Use as emoções em vez de se preocupar com elas 7Trate tudo como se fosse uma emergência Assuma o controle do tempo

18 LAÇOS COM A VIDA A fórmula da felicidade: H = S + C + V H (happinnes) é seu nível constante de felicidade, S (set range) são seus limites estabelecidos, C (circunstances) são as circunstâncias da vida e V (voluntary) representa os fatores que obedecem ao controle voluntário. A felicidade vem por muitos caminhos. Torna-se indispensável desdobrar as nossas virtudes e forças pessoais pelos principais setores da vida: amor, trabalho, criação de filhos e busca de um propósito.

19 LAÇOS COM A VIDA Duas maneiras de trazer sentimentos do passado para uma região de contentamento e satisfação: 1) A gratidão: aumenta a apreciação dos eventos positivos vividos; 2) O perdão: reescreve a história, diminui o poder que os acontecimentos negativos têm de instilar amargura, podendo de fato transformar más lembranças em boas. Uma vida plena envolve sentir satisfação em relação ao passado, otimismo em relação ao futuro e felicidade no presente.

20 LAÇOS COM A VIDA MENSAGEM FINAL Viver plenamente todos os dias. Acordar em cada manhã e conscientemente criar o seu dia. Acreditar com toda a força de sua mente que você pode afetar a sua realidade consistentemente. Manter a capacidade de sonhar. Manter o esforço e poder criar sempre uma nova vida e fazer disso a coisa mais importante.

21 LAÇOS COM A VIDA Entender que, embora não podemos mudar os eventos da vida, podemos mudar a forma de interpretá-los. Assumir a responsabilidade por si mesmo para viver melhor e aprender um bom método de resolução de problemas. Trabalhar as forças e virtudes pessoais como um processo de descoberta, criação e autoria. Significar a vida... sentido e propósito. Aceitar as limitações pessoais e tomar a prece da serenidade um hábito: Deus, conceda-me a serenidade de aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar as que posso, a sabedoria para conhecer a diferença.

22 LAÇOS COM A VIDA Aprendendo a amar-me incondicionalmente Tereza Robles Repita, interiormente: Eu, (seu nome completo), prometo a mim mesmo, (seu nome completo), fazer meu melhor esforço para amar- me incondicionalmente, saudavelmente, assim como sou, nos bons e nos maus momentos, na saúde e na doença, haja o que houver, deixe de fazer o que deixar de fazer, passe o que passar, façam o que fizerem os demais, digam o que disserem ou deixem de fazer ou dizer o que seja; prometo- me amar-me incondicionalmente com qualidades e defeitos que me fazem crescer, completa, completo e reconheço que em cada momento de minha vida tenho feito o melhor que posso e me parabenizo por isso.

23 LAÇOS COM A VIDA DEPOIMENTO Até onze anos atrás não desenvolvia nenhuma atividade física... Não tive muito incentivo na infância... A única recuperação que tomei na minha vida foi em Educação Física... Pensava que o esporte não era para mim e não gostava... Com a corrida procuro me tornar modelo vivo daquilo em que acredito e realizo no consultório, a mudança das crenças limitantes e distorcidas que as pessoas têm sobre si e os acontecimentos. Minha 2ª maratona na Disney em janeiro de 2008

24 LAÇOS COM A VIDA

25 Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra do caminho Você pode retirar Numa flor que tem espinhos Você pode se arranhar Se o bem e o mal existem Você pode escolher É preciso saber viver Saber viver, saber viver É Preciso Saber Viver Titãs. Composição : Erasmo Carlos/ Roberto Carlos MÚSICA

26 LAÇOS COM A VIDA REFERÊNCIA RAGONE, Patrícia Quaresma. Laços - contribuições da terapia cognitiva para as relações familiares. Belo Horizonte, 2009.

27 (31) (31) Muito obrigada! LAÇOS COM A VIDA


Carregar ppt "COM A VIDA FIEMG Patrícia Quaresma Ragone 26/08/11."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google