A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof: Arlindo Costa DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRESERVANTES DE MADEIRA Alunos: Edivilson Rosá Enizio Neves Enizio Neves Claudinei Cruz Claudinei CruzGionei.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof: Arlindo Costa DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRESERVANTES DE MADEIRA Alunos: Edivilson Rosá Enizio Neves Enizio Neves Claudinei Cruz Claudinei CruzGionei."— Transcrição da apresentação:

1 Prof: Arlindo Costa DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRESERVANTES DE MADEIRA Alunos: Edivilson Rosá Enizio Neves Enizio Neves Claudinei Cruz Claudinei CruzGionei

2 Determinação da eficiência dos preservantes de madeira Antes de usar um produto de preservação de madeira é importante ver se ele não apresenta perigo a saúde das que irão utiliza – los Ao se utilizar o preservante deve se observar a sua toxidez ao organismo Xilófago e o grau de fixação na madeira.

3 Teste em serviço Neste teste trata – se a madeira e a coloca em condicões reais de uso fazendo inspeções periódicas A vantagem é que a madeira está exposta a todas as condições sujeitas Exemplo de um poste no ensaio de CAMPO é apenas uma madeira roliça qualquer sem as cruzetas, furações e fios etc.

4 Teste em serviço Na pratica ele apresenta todas essas características Sua vida útil depende de sua condição de uso, sendo que em condições drásticas bem preservado deve durar pelo menos 15 anos. Em condições normais geralmente dura acima de 25 anos.

5 Teste em serviço Na escolha da amostra deve se levar em conta o tamanho do lote, a condição geográfica dos postes o ano de instalação. Se o poste estiver em condicões sujeita a deterioração, a região entre 20 cm acima e 30cm abaixo da linha de afloramento deve ser inspecionada com mais rigor. Inicialmente cava- se ao redor do poste 50cm profundidade em seguida se examina seu estado:

6 Inspeção visual Ao se notar a presença de superfície amolecida é um sinal de apodrecimento por ataque de fungos, orifícios e/ou galerias indica ataque de insetos.

7 Inspeção visual Ao se notar a presença de superfície amolecida é um sinal de apodrecimento por ataque de fungos, orifícios e/ou galerias indica ataque de insetos.

8 Instrumento de percussão Esse método serve para detectar sinais de ataque interno para isso pode se utilizar um martelo. Se a batida apresentar um som claro a madeira esta boa. Um som surdo a madeira está deteriorada. Deve –se tomar cuidado se a madeira está molhada pois ao se bater na madeira o som sai surdo porem a madeira está boa.

9 Trado de incremento Esse teste serve para retirar amostra do poste. Com a amostra se analisa a retenção do preservante e a presença de fungos. Também permite o acesso ao interior da madeira para detecção de ataque.

10 Radiografia Nesse teste se pode utilizar um aparelho de radiografia portátil. Radiografia da madeira boa representa a estrutura definida e densidade óptica uniforme. Radiografia da madeira deteriorada apresenta uma densidade ótica não definida e perda da estrutura da madeira.

11 Teste rápidoTeste rápido

12 TESTE EM CAMPO teste acelerado fornece informações mais precisas que o teste rápido. Porém, trata-se ainda de uma condição artificial, pois por um lado o fungo este exposto a condições ótimas de desenvolvimento e por outro lado, o preservante não está sujeito a interferências de diversos agentes físicos ou químicos do meio ambiente. Além dois fatores, os corpos de prova são de dimensões reduzidas, o que pode interferir nos parâmetros de penetração e retenção do produto e no processo de colonização da madeira pelo fungo. Portanto, o preservante aprovado no teste acelerado é submetido a um teste mais amplo.

13 Este teste deve envolver um maior número possível de influências do meio e só pode ser obtido no teste de campo. Desta forma, pode-se testar o preservante em contato com a água, utilizando-se madeira no formato de placas, estacas, blocos, etc. Neste teste trata-se a madeira com várias retenções do preservante e implanta-se em áreas adequadas. Quando a madeira é colocada em contato com o solo, a área de instalação é denominada de campo de apodrecimento. Instalado o experimento, são efetuadas inspeções periódicas com avaliação criteriosa de cada tratamento. Desta forma, o teste em campo pode durar vários anos.

14 O preservante dever ser testado em contato com o solo; Neste teste, trata-se a madeira com várias retenções do preservante e implanta-se em áreas adequadas; A madeira quando colocada em contato com o solo, é denominada campo de apodrecimento. Instalado o teste serão realizadas inspeções periódicas para a avaliação do tratamento.

15 ULTRA-SOM Quando há qualquer problema no interior da madeira há alteração na transmissão do som da madeira.

16 MEDIDOR DE CORRENTE ELETRICA Quando a madeira apodrece aumenta o número de cations nos móveis, conseqüentemente, diminui a resistência elétrica da madeira, avaliando assim a grau de seu apodrecimento.


Carregar ppt "Prof: Arlindo Costa DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRESERVANTES DE MADEIRA Alunos: Edivilson Rosá Enizio Neves Enizio Neves Claudinei Cruz Claudinei CruzGionei."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google