A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UDESC Defeitos na forma do tronco Laércio Rudolfo Bertram Alexandro Bitencourt John Carlo Weiss prof Arlindo Costa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UDESC Defeitos na forma do tronco Laércio Rudolfo Bertram Alexandro Bitencourt John Carlo Weiss prof Arlindo Costa."— Transcrição da apresentação:

1 UDESC Defeitos na forma do tronco Laércio Rudolfo Bertram Alexandro Bitencourt John Carlo Weiss prof Arlindo Costa

2 Introdução Introdução No presente estudo vamos ver alguns tipos de defeitos na forma do tronco, que por vezes para algumas pessoas certos defeito se apresentam como forma de estética para embelezar tanto quanto para outras apresenta problemas no processo de fabricação da madeira.

3 Defeitos na forma do tronco Tortuosidade - São os mais comuns pois resultam de vários fatores como luminosidade, folhagem assimétrica pendendo mais para uma direção, cipós etc... Bifurcação - Ocorre quando o tronco de divide em dois, e dependendo da altura pode inviabilizar o corte. Bifurcação - Ocorre quando o tronco de divide em dois, e dependendo da altura pode inviabilizar o corte.

4 Defeitos na forma do tronco Sapopemas - São raízes tabulares, que servem de contra ponto para sustentação da árvore e por causa da altura dificulta o corte. Conicidade – Ocorre quando o tronco forma um cone, a partir do 2º metro o tronco diminui 1cm por metro.

5 Defeitos na forma do tronco Tronco acanalado - É caracterizado pela presença natural de saliências ao redor do fuste, que resulta em perda significativa de aproveitamento. Tronco fenestrado – Neste caso o fuste apresenta depressões e geralmente e usado inteiro como poste.

6 Defeitos na forma do tronco Nós - São definidos como interseções de ramos (bases) no tronco, influenciando na resistência da madeira e também no seu desdobro, pois possuem coloração distinta e um sistema independente de anéis concêntricos de crescimento. Há vários tipos de nós comuns na madeira dos Pinus: vivos (aderidos) e mortos (soltos). Nós - São definidos como interseções de ramos (bases) no tronco, influenciando na resistência da madeira e também no seu desdobro, pois possuem coloração distinta e um sistema independente de anéis concêntricos de crescimento. Há vários tipos de nós comuns na madeira dos Pinus: vivos (aderidos) e mortos (soltos).

7 Defeitos na forma do tronco

8

9

10

11 Defeitos de secagem Rachaduras – Caracterizan-se por grandes aberturas radiais no topo da peça. As causas podem ser variadas e ocorrem sempre nos sentidos dos raios. Fendilhamento – aberturas de pequenas extensão ao longo da peça. Empenamento – É caracterizado por uma distorção em relação ao plano da superfície da peça.

12 Defeitos de secagem Curvatura – Encurvamento longitudinal ou lateral na peça. Encruamento – Ocorre quando as peças são secadas em processo acelerado, na extremidade ficam secas enquanto no seu interior há um toer de umidade elevado.

13 Defeitos de secagem A. N ó B. 1 / 2 / 3. Rachadura provocada por resecamento. C. 1. Anel de Crescimento 2. Cerne D. Arqueamento E. Encurvamento F. Fissuras de comportamento das fibras G. Esmoado H. Encanoamento

14 EMPENAMENTO

15 warping ABAULAMENTO sweep ARQUEAMEN TO camber TORCIMENTO

16 Defeitos de Secagem FENDAS PERIFÉRICAS SPLIT FENDAS CERNE SHAKE GRETAS CUP SHAKE GRETA TOTAL

17 Defeitos de secagem

18 Defeitos de processamento inadequado Presença de medula – No processo de desdobro é possível que as peças retiradas do centro da tora contenha tecido parenquimático, favorecendo o ataque de organismos xilófagos e também rachaduras na tábua. Presença de casca e alburno – Semelhante ao que ocorre com medula a madeira pode conter vestigios de casca e alburno.

19 Defeitos de alteração provocados por agentes físicos e bióticos Defeitos de Weathering – A exposição da madeira à condições adversas sofre descoloração de tecido, levantamento da grã e enfraquecimento geral. Apodrecimento por fungos e bactérias – O ataque desta agentes provoca o apodrecimento, afetando a resistência e durabilidade. Ataque por insetos – O ataque pode perfurar canais, câmaras e danificar a peça.

20 Defeito de Weathering

21 Defeitos ataque por fungos

22 Defeito da madeira ataque por insetos

23 Obrigado(a)!!!!!!


Carregar ppt "UDESC Defeitos na forma do tronco Laércio Rudolfo Bertram Alexandro Bitencourt John Carlo Weiss prof Arlindo Costa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google