A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 3º. Ano IMPRESSIONISMO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 3º. Ano IMPRESSIONISMO."— Transcrição da apresentação:

1 Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 3º. Ano IMPRESSIONISMO

2 O Ocidente, entre final do século XVIII e início do século XIX, é varrido por uma onda de revoluções liberais, políticas, e por outro lado, de revoluções industriais (1). (1) Toda essa situação vem provocou mudanças, principalmente ao nível político, o que causou uma maior estabilidade, devido ao triunfo das democracias liberais e à consolidação da burguesia (2). (2) ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: Le Mannequin' page: 51 / United States Public Domain. Imagem: A View in Whitechapel Road, 1831 / H. T. Alken / Public Domain.

3 Outras características desse período são o Capitalismo e a industrialização em ascensão, bem como o avanço das ciências e técnicas. São criações dessa época o telefone, a eletricidade, o cinema e a fotografia (grandes símbolos de Modernidade) (3). (3) Nessa época, começaram a organizar-se exposições universais para apresentar as inovações e Paris tornou- se o centro da vida artística e cultural ocidental (4). (4) ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: Adolphe Bitard / United States public domain. Imagem: Popular Science Monthly Volume 13 / United States public domain.

4 O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França, no século XIX. Esse fenômeno artístico criou uma nova visão conceitual da natureza, utilizando pinceladas soltas, dando ênfase na luz e no movimento (5). (5) Geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as nuances da luz e da natureza (6). (6) Imagem: Van Gogh / A Vinha Vermelha, 1888 / Public Domain. ARTE, 3º. Ano Impressionismo

5 ARTE, 3º. Ano Impressionismo A primeira vez que o público teve contato com a obra dos impressionistas foi numa exposição coletiva realizada em Paris, em abril de O público e a crítica reagiram muito mal ao novo movimento, pois ainda se mantinham fiéis aos princípios acadêmicos da pintura (7). (7) Imagem: Claude Monet retratado por Edouard Manet, 1874 / Neue Pinakothek / Public Domain.

6 A arte alegre e vibrante dos impressionistas enche os olhos de cor e luz. A presença dos contrastes, da natureza, transparências luminosas, claridade das cores, sugestão de felicidade e de vida harmoniosa transparecem nas imagens criadas pelos impressionistas (8). (8) Imagem: Edgar Degas / A primeira bailarina, 1878 / Public Domain. ARTE, 3º. Ano Impressionismo

7 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: Berthe Marisot / Caça de Borbbuletas / Musée d'Orsay / Public Domain.

8 ARTE, 3º. Ano Impressionismo O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. Imagem: Claude Monet / Impressão: nascer do sol, 1872 / Public Domain.

9 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Havia algumas considerações gerais, muito mais práticas do que teóricas, que os artistas seguiam em seus procedimentos técnicos para obter os resultados que caracterizaram a pintura impressionista (9). (9) Imagem: Camille Pissarro / Avenue de l'Opéra, Soleil, Matinée d'hiver, 1898 / Public Domain.

10 Os autores impressionistas não mais se preocupavam com os preceitos do Realismo ou da academia. A busca pelos elementos fundamentais de cada arte levou os pintores impressionistas a pesquisar a produção pictórica não mais interessados em temáticas nobres ou no retrato fiel da realidade, mas em ver o quadro como obra em si mesma (10). (10) ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: Jean-François Millet / As Respigadeiras, 1857 / Musée d'Orsay / Public Domain.

11 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Principais características da pintura: - A pintura deve registrar as tonalidades que os objetos adquirem ao refletir a luz solar num determinado momento, pois as cores da natureza se modificam constantemente, dependendo da incidência da luz do sol (11) ; (11) Imagem: Gustave Courbet / O Encontro ou Bonjour Monsieur Courbet, 1854 / Musée Fabre / Public Domain.

12 ARTE, 3º. Ano Impressionismo - As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens (12) ; (12) Jean-Baptiste Camille Corot / Tivoli, Os Jardins da Villa D'Este, 1843 / Public Domain.

13 ARTE, 3º. Ano Impressionismo - As sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é a impressão visual que nos causam, e não escuras ou pretas, como os pintores costumavam representá-las no passado (13) ; (13) Imagem: Jean-Auguste-Dominique Ingres / A banhista de Valpinçon, 1808 / Musée du Louvre /Public Domain.

14 ARTE, 3º. Ano Impressionismo - Os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com a lei das cores complementares. Assim, um amarelo próximo a um violeta produz uma impressão de luz e de sombra muito mais real do que o claro-escuro tão valorizado pelos pintores barrocos (14) ; (14) Imagem: Eugène Delacroix / Cavalaria árabe fazendo uma investida, 1832 / United States public domain.

15 ARTE, 3º. Ano Impressionismo - As cores e tonalidades não devem ser obtidas pela mistura das tintas na paleta do pintor. Pelo contrário, devem ser puras e dissociadas nos quadros em pequenas pinceladas; - É o observador que, ao admirar a pintura, combina as várias cores, obtendo o resultado final. A mistura deixa, portanto, de ser técnica para se óptica (15). (15) Imagem: Georges Seurat / As Modelos, / Public Domain.

16 - Romper completamente com o passado. - Fazer pesquisas sobre a óptica(ilusões). - Ser contra a cultura tradicional. - Pertencer a um grupo individualizado. - Falar de arte, sociedade etc., não concordar com as mesmas coisas, porém discordar do mesmo. - Pintar para o exterior, que com a evolução da indústria proporciona telas com mais formatos, tubos com as tintas, entre outras coisas (16). (16) Imagem: Pierre-Auguste Renoir / O Almoço dos Remadores, 1881 / United States Public Domain. ARTE, 3º. Ano Impressionismo Ações que caracterizam o impressionista:

17 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Principais artistas: Claude Monet - Incessante pesquisador da luz e seus efeitos. Pintou vários motivos em diversas horas do dia, a fim de estudar as mutações coloridas do ambiente com sua luminosidade (17). (17) Imagem: Claude Monet / Estação de St-Lazare, 1877 / United States Public Domain. Imagem: Claude Monet / Autorretrato em Beret / United States Public Domain.

18 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Auguste Renoir - Foi o pintor impressionista que ganhou maior popularidade, chegando a ter o reconhecimento da crítica, ainda em vida. Seus quadros manifestam otimismo, alegria e a intensa movimentação da vida parisiense do fim do século XIX (18). (18) Imagem: Pierre-Auguste Renoir / Retrato de Madame Henriot, 1876 – 1877 / United States Public Domain. Imagem: Pierre-Auguste Renoir / Autorretrato, 1899 / United States Public Domain.

19 Pintou o corpo feminino com formas puras e isentas de erotismo e sensualidade. Preferia os nus ao ar livre, as composições com personagens do cotidiano, os retratos e as naturezas mortas (19). (19) Imagem: Pierre-Auguste Renoir / Bau du Moulin de la Galette, 1876 / Musée d'Orsay / United States Public Domain. ARTE, 3º. Ano Impressionismo

20 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Edgar Degas - Sua formação acadêmica e sua admiração por Ingres fizeram com que valorizasse o desenho e não apenas a cor, que era a grande paixão do Impressionismo. Além disso, foi pintor de poucas paisagens e cenas ao ar livre. Os ambientes de seus quadros são interiores e a luz é artificial. Sua grande preocupação era flagrar um instante da vida das pessoas, aprender um momento do movimento de um corpo ou da expressão de um rosto. Adorava o teatro de bailados (20). (20) Imagem: Edgar Degas / Autorretrato, 1863 / Public Domain.

21 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: Degas / O Ensaio, /Fogg Art Museum / Zenodot Verlagsgesellschaft mbH / GNU Free Documentation License.

22 Imagem: Gaspard-Félix Tournachon / Foto de Édouard Manet, 1870 / United States Public Domain. Édouard Manet e seus seguidores viram que a arte tradicional representava homens e/ou objetos sob condições muito artificiais. Perceberam que o público estava tão acostumado com aquele estilo de pintura, que já não notavam as diferenças entre um objeto retratado no estúdio e outro ao ar livre. Esse grupo de pintores observou que se olharmos a natureza ao ar livre não vemos objetos individuais, cada um com sua cor própria, mas uma brilhante mistura de matizes que se combinam em nossos olhos e mente (21). (21) ARTE, 3º. Ano Impressionismo

23 Imagem: Édouard Manet / As corridas em Longchamp, / Art Institute of Chicago / Zenodot Verlagsgesellschaft mbH / GNU Free Documentation License. ARTE, 3º. Ano Impressionismo

24 No início do século XX, Eliseu Visconti foi sem dúvida o artista que melhor representou os postulados impressionistas no Brasil. Sobre o impressionismo de Visconti, diz Flávio de Aquino: "Visconti é, para nós, o precursor da arte dos nossos dias, o nosso mais legítimo representante de uma das mais importantes etapas da pintura contemporânea: o Impressionismo. Trouxe-o da França ainda quente das discussões, vivo; transformou-o, ante o motivo brasileiro, perante a cor e a atmosfera luminosa do nosso País (22). (22) Imagem: Eliseu Visconti / Maternidade / ARTE, 3º. Ano Impressionismo

25 ARTE, 3º. Ano Impressionismo No Brasil, destaca-se o pintor Eliseu Visconti, que não se preocupa mais em imitar modelos clássicos. Ele procurou, decididamente, registrar os efeitos da luz solar nos objetivos e seres humanos que retrata em suas telas (23). (23) Imagem: EliseuVisconti / Moça no Trigal (pão e flores), 1913 /

26 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Ganhou uma viagem à Europa, onde teve contato com a obra dos impressionistas. A influência que recebeu desses artistas foi tão grande que ele é considerado o maior representante dessa tendência na pintura brasileira (24). (24) Imagem: Eliseu Visconti / Galinhas /

27 Principais pintores impressionistas brasileiros: Eliseu Visconti, Almeida Júnior, Timótheo da Costa, Henrique Cavaleiro e Vicente do Rego Monteiro. ARTE, 3º. Ano Impressionismo Imagem: José Ferraz de Almeida Júnior / Violeiro, 1899 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / United States Public Domain. Imagem: Eliseu Visconti / Copacabana /

28 Imagem: Timótheo da Costa / Passeio Público, 1919 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / United States Public Domain. Imagem: Henrique Cavaleiro / Rio – Tarde / Pinacoteca Barão de Santo Ângelo do Insituto de Artes da UFRGS / pid=437&album=search&cat=0&pos=0 ARTE, 3º. Ano Impressionismo

29 Imagem: Vicente do Rego Monteiro / Nascimento de Mani,1921 / Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo / C3%AD_%281921%29,_por_Vicente_Rego_Monteiro..jpg Imagem: Vicente Rego Monteiro Retrato de Joaquim Rego Monteiro, 1920 / Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo / s/22ideia/22ideia_monteiro_retrato.asp Vicente do Rego Monteiro nasceu em Recife, em É um artista múltiplo: pintor, desenhista, muralista, escultor e poeta. A pintura de Vicente do Rego Monteiro é marcada pela sinuosidade e sensualidade. Contido nas cores e contrastes, as obras do artista nos reportam a um clima místico e metafísico (25). (25) ARTE, 3º. Ano Impressionismo

30 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Originando-se na França, a música impressionista, caracterizada por sugestão e atmosfera, abstem-se dos excessos emocionais da Era Romântica. Compositores impressionistas preferiam composições com formas curtas como o Nocturne, Arabesque e o prelúdio. Um estilo musical do período da música impressionista foi o efeito de planar sobre uma frase melódica. Essa tendência era considerada distinta e marcante. Claude Debussy, especialmente, foi mestre desse efeito. "A música orquestral de Debussy é a que corresponde melhor à sua imagem de impressionista". Maurice Ravel também utiliza os mesmo efeitos que Debussy, e sua Pavane pour une infante demonstra isto muito bem (26).(26) Link para ouvir Nocturne,1892: Claude Debussy Imagem: Die berühmten Musiker Kunstverlag Lucien Mazenod, Genf 1946 / Claude Debussy / Domínio Público.

31 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Assim como na pintura, a música impressionista não possui linhas (melódicas) nítidas, suas melodias são pouco angulosas, sensuais e etéreas. O efeito dos sons é muito importante no contexto da obra, muitas vezes mais importante que a própria melodia, como se pode observar nos floreios e dedilhados representados em Gaspard de La Nuit, obra para piano, de Maurice de Ravel (27). (27) Imagem: Portrait de Maurice Ravel ( ) au piano / Domínio Público.. Link Para ouvir Gaspard de La Nuit, 1908 – Ondine(1ª Parte):

32 ARTE, 3º. Ano Impressionismo Fontes de pesquisa: - CHIPP, H.B. Teorias da Arte Moderna. São Paulo: Martins Fontes, GOMBRICH, E.H. A História da Arte. Rio de Janeiro: Editora Guanabara, PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Editora Ática, ARGAN, Giulio Carlo. Arte moderna; São Paulo: Companhia das Letras, Link para a música Nocturne:

33 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 2aA View in Whitechapel Road, 1831 / Imagem: H. T. Alken / Public Domain. View-Whitechapel-Road-steam-carriage- caricature.jpg 16/02/2012 2bLe Mannequin' page: 51 / Imagem: United States Public Domain. tion_de_la_taile1872_1877_1880.gif 16/02/2012 3aAdolphe Bitard / United States public domain. _Bitard_- _T%C3%A9l%C3%A9phone_cropped1.JPG 16/02/2012 3bPopular Science Monthly Volume 13 / United States public domain. 3_D459_New_type_of_camera_and_photo_proce ss.jpg 16/02/2012 4Van Gogh / A Vinha Vermelha, 1888 / Public Domain. Willem_van_Gogh_036.jpg 16/02/2012 5Claude Monet retratado por Edouard Manet, 1874 / Neue Pinakothek / Public Domain. _Manet_010.jpg 16/02/2012 6Edgar Degas / A primeira bailarina, 1878 / Public Domain. ermain_Hilaire_Degas_018.jpg 16/02/2012 7Berthe Marisot / Caça de Borbbuletas / Musée d'Orsay / Public Domain. Morisot_Ca%C3%A7a_de_borboleta.jpg 16/02/2012 Tabela de Imagens

34 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 8Claude Monet / Impressão: Nascer do Sol, 1872 / Public Domain. Monet,_Impression,_soleil_levant.jpg 16/02/2012 9Camille Pissarro / Avenue de l'Opéra, Soleil, Matinée d'hiver, 1898 / Public Domain. Pissarro_002.jpg 16/02/ Jean-François Millet / As Respigadeiras, 1857 / Musée d'Orsay / Public Domain. eaners.jpg 23/02/ Gustave Courbet / O Encontro ou Bonjour Monsieur Courbet, 1854 / Musée Fabre / Public Domain. Courbet_010.jpg 23/02/ Jean-Baptiste Camille Corot / Tivoli, Os Jardins da Villa D'Este, 1843 / Public Domain. of_the_Villa_d%27Este_at_Tivoli.jpg 23/02/ Jean-Auguste-Dominique Ingres / A banhista de Valpinçon, 1808 / Musée du Louvre /Public Domain. _Die_Badende_von_Valpincon.jpeg 23/02/ Eugène Delacroix / Cavalaria árabe fazendo uma investida, 1832 / United States public domain. _-_Exercices_militaires_des_Marocains.jpg 23/02/ Georges Seurat / As Modelos, / Public Domain. Seurat_-_Les_Poseuses.jpg 23/02/2012 Tabela de Imagens

35 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 16Pierre-Auguste Renoir / O Almoço dos Remadores, 1881 / United States Public Domain. Auguste_Renoir_- _Le_D%C3%A9jeuner_des_canotiers.jpg 23/02/ aClaude Monet / Auto Retrato em Beret / United States Public Domain. et_Claude_Monet.jpg 23/02/ bClaude Monet / Estação de St-Lazare, 1877 / United States Public Domain. Saint-Lazare.jpg 23/02/ aPierre-Auguste Renoir / Autorretrato, 1899 / United States Public Domain. Auguste_Renoir_-_Autoportrait,_1899.jpg 23/02/ bPierre-Auguste Renoir / Retrato de Madame Henriot, 1876 – 1877 / United States Public Domain. Auguste_Renoir_098.jpg 23/02/ Pierre-Auguste Renoir / Bau du Moulin de la Galette, 1876 / Musée d'Orsay / United States Public Domain. Auguste_Renoir,_Le_Moulin_de_la_Galette.jpg 23/02/ Edgar Degas / Autorretrato, 1863 / Public Domain.http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Self- portrait_by_Edgar_Degas.jpg 23/02/ Degas / O Ensaio, /Fogg Art Museum / Zenodot Verlagsgesellschaft mbH / GNU Free Documentation License. rmain_Hilaire_Degas_004.jpg 23/02/2012 Tabela de Imagens

36 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 22Imagem: Gaspard-Félix Tournachon / Foto de Édouard Manet, 1870 / United States Public Domain. ouard_Manet.jpg 23/02/ Imagem: Édouard Manet / As corridas em Longchamp, / Art Institute of Chicago / Zenodot Verlagsgesellschaft mbH / GNU Free Documentation License. Manet_053.jpg 23/02/ Eliseu Visconti / Maternidade / al/3/Catalogo.aspx al/3/Catalogo.aspx 23/02/ EliseuVisconti / Moça no Trigal (pão e flores), 1913 / ao/1/Mo%C3%A7a_No_Trigal.aspx cao/1/Mo%C3%A7a_No_Trigal.aspx 23/02/ Eliseu Visconti / Galinhas / %202red.jpg %202red.jpg 23/02/ aEliseu Visconti / Copacabana / o08.jpg o08.jpg 23/02/ bJosé Ferraz de Almeida Júnior / Violeiro, 1899 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / United States Public Domain. J%C3%BAnior_-_O_Violeiro.jpg 23/02/2012 Tabela de Imagens

37 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 28aTimótheo da Costa / Passeio Público, 1919 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / United States Public Domain. m%C3%B3teo_da_Costa_- _Passeio_P%C3%BAblico,_1919.jpg 23/02/ bHenrique Cavaleiro / Rio – Tarde / Pinacoteca Barão de Santo Ângelo do Insituto de Artes da UFRGS / displayimage.php?pid=437&album=search&cat=0 &pos=0 displayimage.php?pid=437&album=search&cat=0 &pos=0 23/02/ aImagem: Vicente Rego Monteiro Retrato de Joaquim Rego Monteiro, 1920 / Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo / s/22ideia/22ideia_monteiro_retrato.asp s/22ideia/22ideia_monteiro_retrato.asp 24/02/ bVicente do Rego Monteiro / Nascimento de Mani,1921 / Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo / _por_Vicente_Rego_Monteiro..jpg Vicente_Rego_Monteiro..jpg 24/02/ Die berühmten Musiker Kunstverlag Lucien Mazenod, Genf 1946 / Claude Debussy / Domínio Público. y.JPG?uselang=pt-br 24/02/ Portrait de Maurice Ravel ( ) au piano / Domínio Público.. _Ravel_au_piano_1912.jpg 24/02/2012 Tabela de Imagens


Carregar ppt "Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 3º. Ano IMPRESSIONISMO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google