A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OBRA DE ARTE TAMBÉM SE LÊ Mariana Domingues de Macedo Professora -EJA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OBRA DE ARTE TAMBÉM SE LÊ Mariana Domingues de Macedo Professora -EJA."— Transcrição da apresentação:

1 OBRA DE ARTE TAMBÉM SE LÊ Mariana Domingues de Macedo Professora -EJA

2 A obra de arte como recurso metodológico de análise e compreensão dos fenômenos sociais.

3 Inicia quando o homem provoca em si mesmo os sentimentos e ideias por ele experimentados sob a influência da realidade circundante e os manifesta mediante determinas imagens. A arte como fenômeno social

4 Análise crítica da imagem como recurso metodológico Toda arte é social porque se remete a um contexto histórico-social (seu pensamento, a situação política, social, econômica de um período). É um fenômeno de relação entre os seres humanos.

5 A leitura crítica da obra de arte é uma possibilidade metodologica que contribui para a interpretação da sociedade, a compreensão histórica dos fenômenos sociais e também para a familiarização cultural e acesso a arte. Porque a obra de arte?

6 Reflexão sociológica a partir da obra de arte A leitura crítica das obras, visitas a museus e exposições ajudam no entendimento das questões sociológicas discutidas pelo professor. Para cada conteúdo existe uma ou mais obras, que contribuem na reflexão e compreensão histórica dos fenômenos sociais.

7 Possibilita problematizar os sentidos da obra, vendo-a como representação da realidade. Estimula à reflexão, pois se constitui em um complemento do sentido da cultura e da vida.

8 Arte como recurso metodológico Aplicação

9 Contextualização da obra Os procedimentos metodológicos considerados necessários para a obtenção das informações, são a pesquisa bibliográfica e documental (escritos e visuais) – buscando conhecer diferentes aspectos relacionados à obra.

10 Retirantes Candido Portinari

11 Apresentação da Obra Data: 1944 Técnica: Óleo sobre tela Dimensão: 190 x 180 cm A obra pertence ao Museu de São Paulo. Assis Chateaubriand – São Paulo

12 Apresentação do Artista Biografia Sucinta Vida, pensamento e obras do artista Quem é esse artista? De que momento fala? De onde fala? Do que fala? A que valores se remetem? O que esta obra analisada comunica, expressa?

13 Leitura da Obra: Cândido Portinari Retirantes Instigar o olhar do aluno a perceber o que está sendo representado na obra. O que você lê (vê) nesta obra? Que pessoas são estas? De onde vêm? Para onde vão? O que buscam? O que deixam para traz? O título nos remete a qual situação, época, local, etc.

14 Qual a finalidade da obra? Uma forma de crítica social, de protesto, de denúncia, etc. Na nossa realidade ou na vida cotidiana vivenciamos situações semelhantes à da obra? Por quê?

15 Operários – 1933 Tarsila do Amaral

16 Contextualização da Obra Brasil - Início dos anos 30: profundas mudanças políticas, econômicas e sociais. As cidades caminham rumo a industrialização: aumento do número de operários urbanos que trabalham nas fabricas em péssimas condições. O quadro de Tarsila é um retrato do conjunto de operários, cujo os rostos sobrepostos remetem à massificação do trabalho.

17 Possibilidades de trabalho com a obra Conteúdo Estruturante Trabalho, Produção e Classes Sociais Conteúdos Básicos Modernização e Industrialização Modo de produção capitalista Trabalho no Brasil Massificação do Trabalho Desigualdades Sociais

18 Conteúdo Estruturante Cultura Conteúdos Básicos Diversidade cultural Diversidade cultural brasileira Identidade Nacional O Negro no Brasil

19 LASAR SEGAL –Rua de Erradias I

20 Contextualização da obra A obra de Lasar Segall retrata a marginalização da parcela feminina da sociedade, refletindo a situação da mulher no período de l926 a l956. Ilustra a condição a qual mulheres eram submetidas. Seus rostos expressam as injustiças sofridas, a marginalização, a submissão e a solidão.

21 Possibilidade de trabalho com a obra Conteúdo Estruturante Cultura e Industria Cultural Conteúdos Básicos Relação de gênero Desigualdade Social Discriminação Papeis sociais Mulher e mercado de trabalho

22 Sugestões de atividades Pesquisa de Campo – elaborar roteiro de visita e questionário para entrevista/coleta de dados na comunidade. Trabalho artístico (representações da leitura do mundo ou realidade, fixando em mural da escola) Aula de Campo - visita a museus ou exposições. Visita virtual – Sites: Para promover um aprofundamento de forma dinâmica, pode-se fazer conexão com músicas e filmes.

23 Imagens Imagem 1 – Operários - Tarsila do Amaral operarios.jpg Imagem 2 - Rua de Erradias I – Lasar Segall Imagem 3 - Retirantes – Candido Portinari retirantes.jpg


Carregar ppt "OBRA DE ARTE TAMBÉM SE LÊ Mariana Domingues de Macedo Professora -EJA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google