A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Investimentos Públicos em Energia Elétrica no Brasil nas décadas de 80 e 90. João Lossio Pereira dos Reis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Investimentos Públicos em Energia Elétrica no Brasil nas décadas de 80 e 90. João Lossio Pereira dos Reis."— Transcrição da apresentação:

1 Os Investimentos Públicos em Energia Elétrica no Brasil nas décadas de 80 e 90. João Lossio Pereira dos Reis

2 Objetivo: Apresentar e discutir algumas razões para a redução do investimento no setor elétrico brasileiro ao longo das décadas de oitenta e noventa. Objetivo: Apresentar e discutir algumas razões para a redução do investimento no setor elétrico brasileiro ao longo das décadas de oitenta e noventa. Fonte: De Araújo (2001), página 82 Evolução do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro 1978/2000

3 Principais Tópicos Década de 80 Década de 80 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico O investimento do Setor Elétrico O investimento do Setor Elétrico Década de 90 Década de 90 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico O investimento do Setor Elétrico O investimento do Setor Elétrico Conclusão Conclusão

4 Década de 80 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico O grande aumento da inflação;O grande aumento da inflação; Taxa de Inflação Média (%a.a.) Período1971/ / / /2000 Índice Geral de Preços (FGV) 40%355%1099%10% A deterioração da contas públicas e das contas externas; A deterioração da contas públicas e das contas externas; Dívida Externa Líquida / Exportações Período1971/ / / /2000 Div.Liq. / Export. 2,333,673,053,06 Fonte: Elaboração própria, com base em: Castro; Giambiagi; Hermann; e Villela, (2005). Apêndice Estatístico.

5 Década de 80 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico O aumento das taxas de juros internacionais;O aumento das taxas de juros internacionais; Período Taxas de crescimento médias (% a.a.) BrasilA.LatinaMundo 1951/1960 7,45,14,2 1961/1970 6,25,74,9 1971/1980 8,65,53,8 1981/1990 1,51,03,1 A quase-estagnação econômica. A quase-estagnação econômica. Fonte: Além, A.C. e Giambiagi, F. (2000), página / / / /1999 4,18%7,09%16,36%9,95%5,14% Fonte: Elaboração Própria, com base em: FMI/IFS - Juros americano - fundos federais - (% a.a.)

6 Década de 80 As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro Período1971/ / / /1995 FBCF / PIB24%18%17%15% A realização desordenada dos investimentos na segunda metade dos anos oitenta. A realização desordenada dos investimentos na segunda metade dos anos oitenta. Fragilidade do Processo de Planejamento – viés expansionista A queda da Formação Bruta de Capital Fixo como proporção do PIB A queda da Formação Bruta de Capital Fixo como proporção do PIB Fonte: Elaboração própria, com base em: Além e Giambiagi, F., (2000), página 103.

7 Década de 80 As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro A ampla utilização das estatais como instrumento de política econômica Uso dos recursos do setor de energia elétrica (percentual) Investimentos Serv. da Dívida Dividendos0312 Outros Usos34117 Capital Circulante Líquido TOTAL100 Fonte: Buratini, (2004), Página 56

8 Década de 90 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico 1º Metade: Caracterizada por: Altas taxas de inflação; 1991/ %a.a. Maior abertura econômica; Início do processo de privatização. Ano Alíquota de Importação Média (%) 32,225,321,217,114,2 Fonte: Castro; Giambiagi; Hermann; e Villela, (2005). Página 147. Exclui os setores da tabela original

9 Década de 90 Panorama Macroeconômico Panorama Macroeconômico 2º Metade: Aspectos mais relevantes: A estabilização dos preços; A continuação e intensificação do processo de privatização – parte do setor elétrico. Diversos desequilíbrios macroeconômicos.

10 Década de 90 As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro As razões para a queda do Investimento no Setor Elétrico Brasileiro Os Problemas da Transição; Os Problemas da Transição; Ausência de normas – longo e dessincronizado período de transição Os Riscos Regulatórios; Os Riscos Regulatórios; Regras criadas para preservar a forma básica do sistema hídrico – Térmicos Hídricos – Licença ambiental ; ANA A Falta de Articulação das Reformas do Setor Energético. A Falta de Articulação das Reformas do Setor Energético. Petróleo/GN/EE – incompatibilidade de critérios nos reajustes de preços GN-EE

11 Conclusão Por que os investimentos no setor elétrico brasileiro se reduziram de maneira tão vigorosa no período analisado? Quando contrapostas as décadas de oitenta e noventa, nota-se que as respostas encontradas são amplamente diferentes. O Brasil não conseguiu incentivar os aportes de capital (nem estatal, nem privado) necessários para equilibrar a demanda e a oferta de energia elétrica no país. Assim sendo, pode-se concluir que desse longo período de subinvestimento eclodiu a crise energética brasileira (2001).


Carregar ppt "Os Investimentos Públicos em Energia Elétrica no Brasil nas décadas de 80 e 90. João Lossio Pereira dos Reis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google