A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é o coração? É um músculo oco, responsável pela circulação sanguínea de todo corpo e do transporte de oxigênio para o pulmão, e no homem tem o tamanho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é o coração? É um músculo oco, responsável pela circulação sanguínea de todo corpo e do transporte de oxigênio para o pulmão, e no homem tem o tamanho."— Transcrição da apresentação:

1 O que é o coração? É um músculo oco, responsável pela circulação sanguínea de todo corpo e do transporte de oxigênio para o pulmão, e no homem tem o tamanho aproximado de um punho fechado; Sua localização é na caixa torácica levemente inclinado para a esquerda e para baixo; Possui o miocárdio, endocárdio e pericárdio. Divide-se em parte esquerda (circulação de sangue arterial) e parte direita (circulação de sangue venoso); Cada uma das partes possui duas cavidades: superior e inferior, que são separadas por válvulas cardíacas ;

2 O coração é uma espécie de bomba que se contrai e se dilata, ritmando as batidas que sentimos ao pressionar a região do peito onde está localizado. A dilatação é chamada diástole: nesse momento, o coração puxa o sangue, enchendo suas cavidades. A contração é chamada sístole: agora o coração expulsa o sangue de suas cavidades. Externamente possui a circulação coronariana.

3 . 1 – Átrio direito 2 – Átrio esquerdo 3 – Veia cava superior 4 - Aorta 5 – Artéria pulmonar 6 – Veia Pulmonar 7 – Válvula mitral ou bicúspide 8 – Válvula aórtica 9 – Ventrículo esquerdo 10 – Ventrículo direito 11 – Veia cava inferior 12 – Válvula tricúspide 13 – Válvula aorta (pulmonar) * Informações copiadas do site

4 . Funcionamento O coração dilata-se e contrai-se, em média, 70 vezes por minuto. O processo de contração é denominado sístole, e o relaxamento entre uma sístole e outra é a diástole. O sangue é bombeado pelo corpo todo, onde a saída são as artérias e a entrada são as veias. Os lados esquerdo (átrio e ventrículo esquerdos) e direito (átrio e ventrículo direitos) trabalham em sincronismo. Hemodinâmico é o movimento do sangue vascular impulsionado pelo bombeamento do coração.

5 Controle Nervoso do Coração O sistema nervoso comunica-se com o coração através de dois grupos distintos de nervos: o sistema parassimpático e o simpático. Sistema parassimpático acalma o coração, diminui o efeito da adrenalina no corpo. Os neurônios pós-ganglionáres desse sistema libera a acetilcolina, por isso são denominados colinérgicos. Sistema simpático é totalmente o oposto, aumentando a frequência cardíaca. Os neurônios pós-ganglionares desse sistema liberam a noradrenalina, por isso são denominados adrenérgicos.

6

7

8 Vasos sanguíneos Função: Transportar nutrientes e remover produtos do metabolismo, mantendo um ambiente apropriado para a sobrevivência da célula. Divisão: Circulação sistêmica / grande (88%) Circulação pulmonar / pequena (12%)

9 Arteríola: São os menores elementos do sistema arterial, regulam a dinâmica do fluxo sanguíneo, atuando como válvulas de controle através dos quais o sangue é distribuído para os capilares Capilares: São os menores vasos sanguíneos, é o local onde ocorre a função mais importante da circulação, difusão das substâncias Artérias: São os vasos mais calibrosos do organismo. Transporta o sangue arterial para os tecidos sob alta pressão, suas paredes são mais resistentes e dilatáveis. Partes Funcionais

10 Vênulas: São os vasos do sistema venoso que coletam o sangue dos capilares. Veias: Funcionam como condutores para o transporte do sangue venoso de volta para o coração, responsáveis pelo retorno do sangue venoso. Além do retorno venoso as veias são grandes reservatórios de sangue, porque são bastante distensíveis. Sangue arterial Sangue arterial (em vermelho) é o sangue rico em oxigênio. Sangue venoso Sangue venoso (em azul) é o sangue pobre em oxigênio, mas rico em dióxido de carbono

11 Doenças Cardiovasculares Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) morrem aproximadamente 17,5 milhões de pessoas por ano no mundo, devido à doenças cardiovasculares comuns como o infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, entre outras. Doenças cardíacas são silenciosas, por isso é recomendado a consulta em um cardiologista periodicamente.

12 Tipos de Doenças Cardiovasculares Doença das artérias coronárias – É a mais comum doença cardíaca. Remete ao endurecimento e estreitamento das artérias coronárias devido ao acúmulo de placas (gorduras). Pode ocasionar o ataque cardíaco, a angina, arritmia e insuficiência cardíaca. Ataque Cardíaco – É uma das principais causas de mortes tanto de homens quanto de mulheres. E ocorre quando o fluxo sanguíneo tem sua passagem bloqueada por causa das placas.

13 Angina – É a dor ou desconforto que se sente no peito quando os músculos cardíacos não estão recebendo sangue corretamente. *estável é o tipo mais comum de angina, o coração trabalha mais forte que o normal, pode ser previsível. *instável é perigosa, pois não segue um padrão e pode ser sinal de que o ataque cardíaco está muito próximo. *variável é um tipo raro e ocorre normalmente quando em repouso.

14 O tipo de alimentação influi e muito no bom estado e funcionamento das artérias coronárias. Alimentação pobre em vegetais e rica em gorduras saturadas, juntamente com o fumo e a falta de exercício físico, causa a arteriosclerose e a deficiência de magnésio e de outros nutrientes tendem a causar espasmos, esses dois fatores aumenta as chances da pessoas ter uma Angina do peito. Benéficos: - Uva - Nozes - Cebola - Cevada - Batata - Pêssego - Morango - Manga - Vinho Maléficos: - Gorduras saturadas - Sódio

15 Aneurisma da Aorta – É quando a aorta tem um segmento dilatado. Doença extremamente silenciosa. Arritmias – São alterações na frequência cardíaca de forma anormal, podendo ser assintomáticas ou sintomáticas. *taquicardia é o aceleramento anormal dos batimentos do coração. Não é sinônimo de ataque cardíaco. *bradicardia é a redução anormal da frequência cardíaca. *fibrilação é o aceleramento do ritmo cardíaco, comprometendo o corpo a não suportar por muito tempo.

16 *parada cardíaca é quando o coração já não faz mais a sístole (contração). *palpitações ocorrem quando se sente os batimentos do coração, que normalmente é imperceptível. Não significa ser necessariamente uma doença. Doença Cardíaca Congênita – Anormalidades diferentes que afetam o coração, tem desenvolvimento na gestação.

17 Insuficiência Cardíaca – Ocorre quando uma das partes do coração não bombeia mais o sangue de forma eficaz. Fraqueza do coração por falta de nutrientes que precisa pra desenvolver seu trabalho, como a vitamina B¹ ou certos minerais. Excesso de líquidos no organismo geralmente provocado por consumo elevado de sódio ou sal, ou por um mal funcionamento dos rins. Isso supõe um maior volume de sangue e, consequentemente um maior esforço do coração, o que pode chegar a fatigá-lo.

18 Um dos tratamentos da insuficiência cardíaca é uma alimentação nutritiva e tonificada para o coração, os alimentos diuréticos são recomendados. Benéficos: - Nozes - Fruta-do-conde - Ervilha - Brócolis Maléficos: - Bebidas alcoólicas - Sódio

19 Infarto do Miocárdio : Ocorre como consequência da obstrução completa de uma artéria coronária ou de sua ramificação. Produz danos irreversíveis no músculo cardíaco, que consistem em necrose ou morte de uma área. Certos alimentos exercem uma ação claramente preventiva, enquanto outros o favorecem. Um regime correto depois do enfarte pode contribuir decisivamente para a reabilitação e prevenção de novas crises. Benéficos: - Frutas - Legumes - Verduras - Pseudofrutos - Azeite de oliva - Nozes Maléficos: - Gorduras saturadas - Frituras - Açúcar branco

20 Hipertensão – é popularmente conhecida por pressão alta, causada por estresse, hereditariedade, fumo, obesidade, sedentarismo, alcoolismo, entre outros. Pressões elevadas provocam danos como: alterações dos vasos sanguíneos; alterações no músculo do coração; hipertrofia do ventrículo esquerdo; AVC; infarto do miocárdio; morte súbita; insuficiências renais e cardíacas. *Negros têm até duas vezes mais chances de terem pressão alta.

21 Embora não tenha cura, seu tratamento consiste em: moderar a ingestão do sal; alimentar-se com refeições ricas em potássio; praticar atividade física; cuidar do peso. Entre outros métodos.

22 Sopro no coração – é uma alteração do fluxo sanguíneo no coração causada por problemas nas válvulas cardíacas. Quando o caso é muito grave, o paciente deve se tratar logo pois o sangue venoso pode misturar-se com o sangue arterial. O sintoma é um ruído anormal no coração. O tratamento varia de simples medicamentos à cirurgias, e não há uma prevenção concreta.

23 Todas as frutas e hortaliças frescas exercem ação preventiva das doenças do coração, entre todos eles destacam-se por seu poder preventivo e curativo: a fruta-do-conde, a uva, a banana e as nozes. Alimentos indispensáveis A cebola evita a arteriosclerose(espessamento e endurecimento da parede arterial), torna o sangue mais fluido e melhora a circulação sanguínea nas artérias coronárias

24 As ervilhas, complementadas opcionalmente com milho ou outro cereal, são um elemento ideal para os que sofrem do coração. Brócolis – entre todas as couves, destaca-se por ser uma das mais ricas em proteínas, em cálcio e em provitamina A e vitamina C. Também rico em potássio, tem baixo teor de sódio. O brócolis previne principalmente: Afecções cardíacas, obesidade, diabetes.

25 Coração humano & animal A capacidade do miocárdio, o músculo que forma o coração, para trabalhar incessantemente e sem descanso, é um dos fatos mais surpreendentes tanto da fisiologia animal como da humana. Os anfíbios possuem coração com dois átrios e um ventrículo. O coração das aves e mamíferos é semelhante, possuindo dois átrios e dois ventrículos, porém a artéria aorta das aves curva-se para direita, enquanto nos mamíferos, curva-se para a esquerda.,

26 Circulação humana & animal A circulação dos vertebrados possuem algumas diferenças, que correspondem a aspectos evolutivos de natureza estrutural, molecular ou anatômica, de acordo com o grupo taxonômico, sendo, por exemplo: - A presença de hemácias anucleadas (nos mamíferos) e nucleadas (nas aves);

27 Simples quando o sangue passa apenas uma vez pelo coração (um ciclo); Dupla quando o sangue passa duas vezes pelo coração (dois ciclos / um arterial e o outro venoso); Completo quando o sangue arterial não se mistura com o venoso; Incompleto quando o sangue arterial se mistura com o venoso. E a disposição e a conformação das cavidades que formam o coração, visto que o sistema circulatório pode ser:

28 Peixes – a circulação é simples e completa, o coração é dividido em duas cavidades (um átrio e um ventrículo); Exemplos Anfíbios e répteis (exceto os crocodilianos) – a circulação é dupla e incompleta, o coração é subdividido em três cavidades (dois átrios e um ventrículo), contudo em alguns répteis o ventrículo apresenta uma parcial separação denominada Septo de Sabatier;

29

30 Répteis crocodilianos – a circulação é dupla e completa, o coração possui quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), podendo ainda existir uma comunicação entre os ventrículos através de um orifício chamado forame de Panizza; Nas aves e mamíferos – a circulação é dupla e completa, o coração apresenta quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos que não se comunicam). A artéria aorta das aves curva-se para direita, enquanto nos mamíferos, curva-se para a esquerda.

31

32 Curiosidades O marca-passo serve para regular os batimentos cardíacos, e isso acontece devido dispositivos elétricos que são acionados quando o intervalo entre a sístole e a diástole está fora do normal. Pesquisas afirmam que a taxa de mortalidade por infartos é mais alta entre as mulheres. O porquê desse ocorrido ainda é oculto, embora haja palpites de que seja pelo fato de que as mulheres possuem vasos sanguíneos menores.

33 Os sentimentos não são sentidos pelo coração, embora seja o que parece. É o nosso cérebro que manda um alerta para o coração quando há forte emoção, ocorrendo o batimento acelerado e outras consequências. Portanto, os sentimentos partem do cérebro, e não do músculo cardiovascular. Os animais não morrem de infarto do miocárdio, e sim de micro-infartos providos da degeneração do músculo cardíaco. Todos podem ter infarto, irregularidades nos vasos sanguíneos podem surgir em seres humanos de qualquer idade. Apenas há pessoas com mais tendência.

34 O coração em si não dói porque ele não tem nervos para transmitir esse tipo de impulso. E quando há uma angina, um infarto, a abstinência do sangue incomoda o músculo cardíaco e os nervos do mesmo mandam uma mensagem ao cérebro avisando que algo está errado.


Carregar ppt "O que é o coração? É um músculo oco, responsável pela circulação sanguínea de todo corpo e do transporte de oxigênio para o pulmão, e no homem tem o tamanho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google