A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ORIENTE MÉDIO Tudo separa os árabes, somente o ódio aos judeus os une.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ORIENTE MÉDIO Tudo separa os árabes, somente o ódio aos judeus os une."— Transcrição da apresentação:

1 ORIENTE MÉDIO Tudo separa os árabes, somente o ódio aos judeus os une.

2 -HEBREU: Descendentes de Abraão. (errante) -HEBRAICO: Língua do Velho Testamento -ISRAELENSE: Qualquer cidadão do Estado de Israel, independente da religião ou etnia. -ISRAELITA : Adepto da religião judaica. -SEMITA: Referente à etnia dos povos nômades da Arábia. -SIONISTA: Partidário do retorno dos judeus à Palestina. -JUDEU: Aquele que se considera judeu.

3 1.OS PATRIARCAS -Abraão e a aliança com Deus (XIX a.C.) E o senhor disse a Abraão, deixa tua terra, tua família e a casa do teu pai, e vai para a terra que eu te mostrar(…) Gênesis 12:1 -Os filhos de Abraão: com Hagar: Ismael (origem do povo árabe) com Sara: Isaac (herda aliança com Deus, circuncisão)

4 Abrão expulsa Hagar e Ismael, Guercino

5 O Sacrifício de Isaac, Caravagio.

6 Mesquita de Omar

7 1.O SIONISMO - O anti-semitismo no Leste europeu na segunda metade do século XIX *os pogroms no Império Russo - O Barão de Rotchschild financia as primeiras colônias Theodor Herzl cria o Movimento Sionista, Organização Sionista Mundial O fortalecimento do sionismo no pós 1ª Guerra Mundial *A Declaração Balfour

8 "Declaração Balfour": Prezado Lord Rothschild, Tenho muito prazer em transmitir-lhe, em nome do governo de Sua Majestade, a seguinte declaração de simpatia com as aspirações sionistas que foram apresentadas ao Gabinete e aprovadas por ele: "O Governo de Sua Majestade vê com simpatia o estabelecimento na Palestina de um lar nacional para o povo judeu e envidará seus melhores esforços para facilitar a conquista desse objetivos, ficando claramente entendido que nada será feito que possa prejudicar os direitos religiosos e civis das comunidades não judaicas existentes na Palestina ou os direitos e condições políticas usufruídas pelos judeus em qualquer outro país." Agracederia que o senhor levasse essa declaração ao conhecimento da Federação Sionista. Atenciosamente, Arthur James Balfour

9 Theodor Herzl Arthur James Balfour

10 - A colonização sionista e o conflito com os árabes *O Haganah (exército clandestino de proteção às colônias) -O nazi-fascismo, o aumento da migração judaica e das tensões com os árabes - A Guerra Civil de *O Livro Branco de 1939 que limitava a imigração judia e protegia os árabes contra ataques do terrorismo hebraico

11 -A Segunda Guerra Mundial *Agência Judaica apoia os Aliados enquanto os árabes apoiam o Eixo - Resolução 181 das Nações Unidas de 29 de novembro de 1947 divide o território palestino: * palestinos para Km² * judeus para Km²

12 Osvaldo Aranha

13 David Ben Gurion, o Leão da Judeia

14 OS CONFLITOS ARMADOS ENTRE ISRAEL E OS PAÍSES ÁRABES A Primeira Guerra Árabe-Israelense ou Guerra de Independência de Israel -Datas: 15 de maio de 1948 a janeiro de Forças rivais: Israel contra a Liga Árabe (Egito, Iraque, Jordânia, Líbano e Síria) -Causas: recusa árabe à partilha da Palestina proposta pela ONU -Resultados: Israel ocupa Galileia e o deserto de Neguev (expansão territorial de Km² para Km²)

15 2. Guerra de Suez -Datas: outubro de Forças rivais: Israel –com apoio da França e Inglaterra- contra o Egito. -Causas: Nacionalização do Canal de Suez pelo presidente Nasser, contrariando os interesses judeus de irrigação do Negvev e de acesso ao Mar Vermelho -Resultados: Israel conquista o Sinai, o golfo de Ácaba. Pressões internacionais fazem Israel recuar às fronteiras de 1949.

16 Gamal Abdel Nasser

17

18 3. Guerra dos Seis Dias -Datas:5/6/1967 – 11/6/1967 -Forças rivais: Israel contra Egito, Jordânia e Síria. -Causas: ataques terroristas do Al-Fatah e as retaliações israelenses, apoio da Síria aos guerrilheiros palestinos, ataque israelense à Jordânia (4/1967), Nasser ocupa o golfo de Ácaba e o porto de Eliat (5/1967), em 30/5/1967 Jordânia – Síria e Egito assinam o Acordo de Defesa Mútua, Israel ataca sem declaração de guerra. -Resultados: Israel conquista a península do Sinai, a Faixa de Gaza, a Cisjordânia e as Colinas de Golã (total de Km²), árabes atendem o cessar fogo decretado pela ONU mas Israel não retira as tropas.

19

20 General Moshe Dayan

21 4. Guerra do Yom Kippur -Data: Forças rivais: Egito e Síria contra Israel -Causas: Israel manteve os territórios ocupados levando ao ataque da Síria (norte) e do Egito (sul). -Resultados:Damasco foi bombardeada e as forças egípcias no Sinai isoladas, a área israelense não mudou, acordos de paz são assinados em 1973, 1974 e (1° choque do petróleo)

22

23 O Acordo de Camp David O presidente do Egito Anuar Sadat e o primeiro ministro de Israel Menahem Begin, sob a mediação do presidente norte americano Jimmi Carter. -Israel devolve o Sinai para o Egito (1982) e concede autonomia limitada aos palestinos de Gaza e Cisjordânia mas mantém colônias judaicas nesses territórios. -Sadat e Begin receberam o Nobel da Paz em A paz em separado foi repudiada pelos árabes, Egito foi expulso da Liga Árabe e da OPEP e Sadat assassinado em 1981.

24 Camp David 1978

25 A Questão Palestina -dos refugiados palestinos nos países árabes vizinhos e daqueles que permaneceram sob jurisdição judaica. -em 1950 é criado o Organismo de Ajuda e de Trabalho das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (UNRWA).

26 Yasser Arafat

27 A Resistência Palestina fundado o Al-Fatah (Conquista, Vitória) sob a liderança de Yasser Arafat, a luta armada para a construção de um Estado Palestino nas áreas ocupadas por Israel é criada a OLP (Organização para a Libertação da Palestina) para a formação de um Estado democrático e laico para judeus, cristãos e muçulmanos em toda a Palestina (inclusive Israel). Também é fundado o Conselho Nacional Palestino (parlamento no exílio)

28 -1974 OLP é reconhecida pela ONU como legítima representante do povo palestino A primeira Intifada (formação do Hamas) foi proclamado o Estado da palestina em Argel por Yasser Arafat Acordo de Oslo:A retirada das forças armadas israelense da Faixa de Gaza e Cisjordânia, assim como o direito dos palestinos ao auto-governo nas zonas governadas pela Autoridade palestina A segunda Intifada retirada israelense de Gaza e norte da Cisjordânia Israel ataca sul do Líbano (Hezbolah) bombardeio na Faixa de Gaza

29

30 Isaac Rabin, Bill Clinton e Yasser Arafat durante os Acordos de Oslo.

31

32 Palestinos, em fila, aguardam permissão para passar de Ramallah a Jerusalém.

33 Muro da Cisjordânia

34 A Questão Palestina no Líbano -Líbano, tornou-se independente da França em 1946 e o poder dividido: *cristãos maronitas(38% da pop.): presidência da república e comando do exército *sunitas: primeiro ministro *xiitas e drusos: presidente do parlamento -Refugiados palestinos no sul, vindos das guerras de 1949, de 1967 e do setembro negro.

35 Centro de Beirute

36 Guerra Civil no Líbano 1975 – Conflitos entre grupos religiosos Maronitas, Síria X drusos, xiitas, sunitas e OLP Intervenção da Síria Israel, ESL e falanges maronitas X Síria e OLP Invasão israelense no sul do Líbano (Operação Litani) – 1984 Invasão israelense Tomada de Beirute OLP sai do Líbano – 1990 Intervenção da ONU

37

38 Desfile das forças do Hamas Bandeira do Hezbollah

39

40

41 Hilary Clinton conduz os diálogos entre Binyamin Netanyahu e Mahmoud Abbas (2010)

42 A Revolução Xiita do Irã A antiga Pérsia torna-se área de influência russa e inglesa início da ditadura militar de Reza Shah Pahlevi Disputas territoriais com o Iraque ocupação soviética durante a 2ª Guerra Mundial, Reza Shah abdica em favor de seu filho Mohamed Reza Pahlevi

43 O Xá com a família real e a rainha Fahra Diba

44 -1951 torna-se área de influência norte americana Savak, a polícia política treinada pela CIA A comunidade xiita (93% dos habitantes) condena a ocidentalização manifestações contrárias ao regime exigem a volta do aiatolá Khomeini O xá foge para o exílio e Khomeini instala uma ditadura fundamentalista islâmica (2° choque do petróleo)

45 aiatolá Ruhollah Khomeini

46 GUERRA IRÃ – IRAQUE Saddam (sunita) alega a presença iraniana em Chat-el- Arab com vistas a ganhos territoriais e a chefia moral no mundo árabe *subestima o poder bélico e a união do povo iraniano em torno do regime do aiatolá *a guerra alastra-se pelo golfo pérsico *500 mil mortos, 1 milhão de feridos

47

48 Guerra do Golfo /08/1990 Iraque de Saddam Hussein invade o Kuwait -17/01/1991 forças da coalizão lideradas pelos EUA iniciam massivo bombardeio aéreo -28/02/1991 o presidente norte americano George H. W. Bush declarou o cessar-fogo, aceito em abril pelo Iraque. A Guerra Contra o Terror Invasão do Afeganistão (2001- ) -Invasão do Iraque em Morte de Osama bin Laden (2011)

49 Saddam Hussein George Herbert Walker Bush George Walker Bush

50


Carregar ppt "ORIENTE MÉDIO Tudo separa os árabes, somente o ódio aos judeus os une."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google