A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação econômica em projetos: o que é, o que requer e como fazer? Daniela Marques Embrapa/SGE Brasília, 16 de outubro de 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação econômica em projetos: o que é, o que requer e como fazer? Daniela Marques Embrapa/SGE Brasília, 16 de outubro de 2013."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação econômica em projetos: o que é, o que requer e como fazer? Daniela Marques Embrapa/SGE Brasília, 16 de outubro de 2013

2 Estrutura da Apresentação Avaliação ex-ante Avaliação ex-ante de Impacto Econômico A dimensão econômica A dimensão Potencial de Mercado Considerações Finais

3 Avaliação ex-ante de Impacto Objetivo: analisar e priorizar as propostas de projetos sob o ponto de vista dos impactos esperados Metodologias: Método: escores, congruência e excedente econômico Critérios: econômico, potencial de mercado, social, ambiental, conhecimento e capacitação e outros.

4 Avaliação ex-ante de Impacto O que se pretende: extrapolar a avaliação de mérito técnico-científico e de alinhamento estratégico, e permitir avaliar em que medida os projetos de pesquisa resultarão em retornos à sociedade sob os mais diversos ângulos permitir aos tomadores de decisão priorizar os projetos de P&D sob avaliação segundo determinado método, critério e/ou uma combinação deles

5 Experiências em avaliação ex-ante A Embrapa tem realizado algumas tentativas pontuais de aplicação da avaliação ex-ante de projetos de pesquisa, contudo não tiveram prosseguimento e/ou não utilizaram uma metodologia padronizada. Exemplos: Avaliação dos projetos que integraram o Agrofuturo (Programa de Inovação Tecnológica e novas formas de gestão na pesquisa agropecuária), financiado pelo BID. Desenvolvimento dos softwares AVALPESQ – Avaliação de Pesquisa e DreamSur, software para avaliação e priorização da pesquisa agropecuária. Recentemente, aprimoramento do software DreamSur, resultando na versão 4.0.

6 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Software DreamSur4 O DreamSur: Software para Avaliação de Impacto ex- ante e Priorização em Pesquisa Agropecuária O software foi desenvolvido no âmbito do PROCISUR (Programa Cooperativo para o Desenvolvimento Agroalimentar e Agroindustrial do Cone Sul) O DreamSur foi desenvolvido visando atender, principalmente, as demandas de priorização que são constantes em organizações de pesquisa agropecuária, especialmente, nos últimos anos, dada as restrições orçamentárias a que estão submetidas tais organizações

7 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Software DreamSur4

8 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Software DreamSur4

9 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Método do Excedente econômico Permite que se estime o benefício econômico gerado pela adoção de inovações tecnológicas, comparativamente a uma situação anterior em que a oferta do produto era dependente de tecnologia tradicional.

10 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Software DreamSur4

11 Cadastro do projeto

12 Software DreamSur4 – Benefícios

13 Software DreamSur4 - Custos

14 Software DreamSur4 – Fluxo de Benefícios/Custos

15 Software DreamSur4 – Análises de Rentabilidade

16 Software DreamSur4 – Análise de Sensibilidade TIR

17 Software DreamSur4 – Distribuição dos benefícios

18 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Software DreamSur4 Para a avaliação ex-ante dos impactos econômicos, a metodologia oferece um rol de indicadores por dimensão que podem ser usados integral ou parcialmente, de acordo com os projetos analisados e os objetivos que se quer atingir.

19 A dimensão econômica Aspectos conceituais Avaliação qualitativa do impacto econômico Baseada no enfoque comparativo (situação anterior versus atual) e os indicadores presentes no método do excedente econômico Construção de um rol de indicadores e componentes disponíveis para serem usado no método de escores

20 Avaliação ex-ante de Impacto Econômico Método de Escores O método de escores se baseia na opinião de um painel de juízes segundo um conjunto de critérios selecionados, os quais intervêm com um determinado peso na decisão ou resultados alcançados. Aspectos operacionais: seleção dos juízes; seleção dos critérios; priorização dos critérios; e, priorização dos projetos.

21 A dimensão econômica Aspectos conceituais

22 A dimensão econômica Indicador Renda Esse indicador é avaliado segundo a geração de renda em decorrência dos seguintes componentes: incremento de produtividade: compara-se o rendimento atual versus anterior redução de custos: compara-se os custos anteriores versus atuais expansão da produção para novas áreas: avalia-se a renda obtida na situação atual versus obtida com o outro produto anterior agregação de valor: mede-se a renda com e sem o produto

23 Dimensão econômica Indicador Impacto econômico da geração da tecnologia O indicador impacto econômico da geração da tecnologia visa entender as mudanças que a adoção da futura tecnologia implicará na valorização dos seguintes componentes: valorização da propriedade: aumento patrimonial ou do seu valor de mercado geração de renda: maior garantia na obtenção da renda (segurança/ estabilidade/ autonomia) diversidade de fontes de renda: possibilidade de diversificar as fontes de renda (dentro e fora do estabelecimento).

24 A dimensão econômica Indicador Insumo Os insumos são os elementos básicos (terra, trabalho e capital) utilizados na produção de bens e serviços. Levanta diferenças promovidas quando da adoção da tecnologia nos seguintes componentes: fertilizantes/defensivos/sementes, mão-de-obra, máquinas e equipamentos, terra e outros insumos

25 Dimensão Econômica - Análise dos Resultados

26

27 Dimensão Potencial de Mercado Aspectos conceituais É importante avaliar qual o potencial de inserção da tecnologia no mercado Quais as possibilidades de aceitação pelos seus clientes/consumidores potenciais Existe demanda para a tecnologia a ser gerada É importante avaliar os concorrentes dessa tecnologia Se há produtos similares no mercado E se o mercado é ou não concentrado

28 Dimensão Potencial de Mercado Aspectos conceituais

29 Dimensão Potencial de Mercado Indicador Mercado Potencial Quando um novo produto ou serviço é lançado no mercado, primeiro é preciso conhecer em qual mercado ele será inserido, avaliando se existe e quais serão seus possíveis consumidores/clientes: Existência de barreiras de entrada: fatores que dificultam a começar a atuar num determinado segmento do mercado Tamanho da demanda: quantidade de bens e serviços que os consumidores estão dispostos a adquirir em um determinado período de tempo Abrangência da demanda: identifica se a demanda é local, regional, nacional ou mundial

30 Avalia-se o diferencial da tecnologia frente às características de seus concorrentes. Para isso, os componentes usados são: Diferencial da tecnologia: verifica se será gerado um serviço ou produto diferenciado Tipo de concorrente: verifica se a nova tecnologia será inserida num mercado menos ou mais competitivo. Dimensão Potencial de Mercado Indicador Concorrentes

31 Dimensão Potencial de Mercado Indicador Royalties Royalty: termo utilizado para designar a importância paga ao detentor ou proprietário ou território, detentor de recurso natural, produto, marca, patente de produto, processo de produção, ou obra original, pelos direitos de exploração, uso, distribuição ou comercialização do referido produto ou tecnologia Componentes: Geração de Royalties: recebem porcentagens Pagamento de Royalties: pagam porcentagens

32 Resultado Final – Priorização dos Projetos

33 Resultado Final Relatório

34 Considerações sobre a avaliação ex-ante de impactos A avaliação de impactos ex ante serve para avaliar e priorizar projetos Compara-se a tecnologia a ser desenvolvida com a melhor opção disponível aos produtores É importante estruturar o processo de avaliação de projetos dentro dos centros tornando-o constante e padronizado Considerar a análise multidimensional avaliação e priorização dos projetos

35 Opções de métodos para a avaliação de impactos de projetos Além da metodologia para avaliação econômica apresentada, disponível no DreamSur4, o software ainda oferece outras metodologias que podem ser usadas, fornecendo, assim, uma análise multidimensional dos projetos em avaliação. Existem outras opções de software que realizam avaliação ex-ante, como é o caso do Inova-tec também desenvolvido no âmbito da Empresa, pela Embrapa Meio Ambiente.

36 Obrigada!! Avaliação econômica em projetos: o que é, o que requer e como fazer?


Carregar ppt "Avaliação econômica em projetos: o que é, o que requer e como fazer? Daniela Marques Embrapa/SGE Brasília, 16 de outubro de 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google