A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CACAU. HISTÓRICO O nome científico: theobroma cacao Theo: Deus broma: alimento - Alimento dos Deuses Os Aztecas no México cultivavam o cacaueiro muito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CACAU. HISTÓRICO O nome científico: theobroma cacao Theo: Deus broma: alimento - Alimento dos Deuses Os Aztecas no México cultivavam o cacaueiro muito."— Transcrição da apresentação:

1 CACAU

2 HISTÓRICO O nome científico: theobroma cacao Theo: Deus broma: alimento - Alimento dos Deuses Os Aztecas no México cultivavam o cacaueiro muito antes dos Europeus chegarem na América. Antes de ser utilizado como bebida, o cacau serviu de moeda.

3 HISTÓRICO 1502 o cacau é conhecido pela primeira vez pelos europeus. O cultivo do cacau começou no Brasil em 1679, através da Carta Régia que autorizava, os colonizadores a plantá-lo em suas terras 1995 chegada na Bahia de um navio trazendo da Costa do Marfim o primeiro carregamento de cacau importado, situação inédita numa região que já foi a maior produtora do mundo.

4 O FRUTO DO CACAU O cacau, fruto do cacaueiro, é um fruto típico de clima tropical, (Região equatorial) principalmente regiões úmidas e quentes.. O fruto é constituído por casca, polpa e sementes. (de 20 à 50 sementes por fruto.) O cacau maduro tem a casca amarelo alaranjado/ouro segundo a variedade. Casca Polpa e Semente

5 OPERAÇÕES PRÉ-PROCESSAMENTO

6 COLHEITA Períodos: outubro a janeiro maio a agosto

7 QUEBRA

8 FERMENTAÇÃO fermentação por 3 a 8 dias. Neste período, crescem microorganismos que geram substâncias como ácidos, aldeídos etc. Estas substâncias ajudam na formação do aroma, cor e sabor a chocolate através de numerosas reações químicas. Cochos

9 SECAGEM As sementes são espalhadas no chão ao sol para secar por 7 a 10 dias. A umidade final deve ser ao redor de 7%. Durante a secagem elas são continuamente reviradas. A noite elas são cobertas ou quando chove. Da semente de cacau seca (fava) é que obtemos o Líquor de Cacau.

10 TORREFAÇÃO Etapa crítica do processo de beneficiamento do cacau. Na torrefação, as sementes desenvolvem cor mais escura, sabor e cheiro bem parecido com o do chocolate, a umidade baixa para 1%. A torrefação também serve para eliminar os microorganismos presentes. As sementes torradas são quebradas e as cascas são removidas. Lembrar que os M.O. são os mesmos da etapa de fermentação.

11 MOAGEM As sementes sem casca (nibs) são trituradas em moinhos de martelo. O atrito gerado aumenta a temperatura, o nibs se funde e então obtem-se um produto de característica pastosa e escura. Este produto passa a ser denominado Líquor ou Massa de Cacau. Parte dele é utilizado diretamente na fabricação de chocolate e o restante é prensado.

12 PRENSAGEM O Líquor ao ser prensado gera a torta e a manteiga de cacau. A manteiga de cacau é separada da torta para ser utilizada como ingrediente na fabricação do chocolate. A separação é feita através da prensagem. Líquor Pó de Cacau Manteiga de Cacau Prensagem

13 O cacau prensado é quebrado em pedaços pequenos, moído e colocado em sacos de papel, sendo então vendido para as fábricas de chocolate como Pó de Cacau. A Manteiga de Cacau, ainda líquida, é colocada em caixas com sacos plásticos, indo para o resfriamento e, então, transportada para as fábricas.

14 ESTADOS PRODUTORES ESTADOQUANTIDADE Bahia129,329 mil de ton. Demais27,880 mil ton. Fonte: CEPLAC, 2002

15 PRODUTORES NO MUNDO PAÍSQUANTIDADE Costa do Marfim1,150 milhões de ton. Indonésia410 mil ton. Gana405 mil ton. Nigéria170 mil ton. Brasil130 mil ton. Produção Mundial2,818 milhões de toneladas Fonte: CEPLAC, 2001

16 PRINCIPAIS PROCESSADORES PAÍSQUANTIDADE Holanda15% Estados Unidos da América15% Costa do Marfim –9% Alemanha –7% Brasil7% Fonte: CEPLAC, 2002

17 ORGÃO GOVERNAMENTAL Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira Criada em 1957 Estados de Atuação: Bahia, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso.

18 PRINCIPAIS AÇÕES (Fundação) Apoio à cacauicultura Elevação da produção nacional de cacau em 310%, comparando-se os períodos de 60/65 a 80/85 Aumento da produtividade do cacau de 220 kg/ha, em 1962, para 740 kg/há Geração, através do Programa de Expansão da Cacauicultura - PROCACAU, mais de empregos diretos

19 PRINCIPAIS AÇÕES (Atualmente) Recuperação da economia regional, com ênfase para o combate à "vassoura-de-bruxa, deixando 200 mil desempregados; Diversificação vertical e horizontal da atividade agropecuária; Conservação ambiental, com atividades agroeconômicas sustentáveis e a preservação dos fragmentos florestais remanescentes

20 PRODUTOS DO CACAU PRODUTO PRINCIPAL Amêndoas (chocolate) SUBPRODUTO Mel de cacau Geléia Vinagre Destilado Polpa Suco congelado Néctar

21 PRINCIPAIS PRAGAS DO CACAU PODRIDÃO PARDA (Phythophthora palmivora) Fungo que provoca manchas escuras que se propagam por todo o fruto. Em uma semana os frutos apodrecem. VASSOURA- DE- BRUXA (Crinipellis perniciosa) Fungo que ataca a floração, brotos e frutos novos principalmente, migrou da Amazônia para a região cacaueira da Bahia em 1989 Ocorre 100% de perda Sintomas: aparecimento de mancha negra, dura e irregular, semente inaproveitáveis

22 FRUTO INFECTADO PELA VASSOURA-DE-BRUXA

23 FRUTO INFECTADO PELA VASSOURA-DE-BRUXA

24 CONTROLE RECOMENDAÇÕES CEPLAC: * óxido cuproso (cobre) * tebuconazole (Folicur) * Cortar os galhos afetados 20 cm abaixo do ponto de infecção (vassoura), retirando parte da casca. nos meses de fevereiro e maio (primeiro pico) e agosto e novembro (segundo pico).


Carregar ppt "CACAU. HISTÓRICO O nome científico: theobroma cacao Theo: Deus broma: alimento - Alimento dos Deuses Os Aztecas no México cultivavam o cacaueiro muito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google