A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS PARA LOA 2009 REGIÃO PÓLO RONDONÓPOLIS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUDIÊNCIAS PÚBLICAS PARA LOA 2009 REGIÃO PÓLO RONDONÓPOLIS."— Transcrição da apresentação:

1 AUDIÊNCIAS PÚBLICAS PARA LOA 2009 REGIÃO PÓLO RONDONÓPOLIS

2 Definiu as prioridades de ação do governo e da sociedade; Construiu uma agenda estratégica de longo prazo (ano 2026), uma de médio prazo e uma carteira de projetos de curto prazo ; Estabeleceu carteira de projetos com as prioridades para negociação com parceiros, incluindo o setor privado e governos federal e municipal – não se limitou, portanto, ao que o governo estadual deve fazer. MT + 20

3 Fundamentalmente toda a sociedade Mato-grossense. Técnicos das secretarias do Estado; Representantes da iniciativa privada; Representantes das 12 Regiões de Planejamento de Mato Grosso; Conselho Político (Poderes do Estado e Representantes es da Sociedade Civil Organizada); Suporte metodológico a empresa Multivisão; Representantes da Sociedade, em cada uma das 12 Regiões onde foram realizadas as oficinas de trabalho; Os 100 cidadãos mato-grossenses, que contribuíram respondendo a Pesquisa Qualitativa. Quem construiu o plano?

4 Plano Plurianual ; Estamos construindo a base de sua consolidação; Envolvendo os parceiros na sua implantação; Implantando o sistema de monitoramento e ajustes permanente nas suas metas. Situação Atual do MT + 20

5 Em 2026 Mato Grosso será um dos melhores lugares para se viver e trabalhar. VISÃO DE FUTURO

6 Macro-objetivos e Metas Globais do MT + 20

7 MACRO OBJETIVO 01: Melhoria da qualidade de vida da população. 50,0% 60,0% 70,0% 80,0% 90,0% 100,0% % Elevação da parcela de domicílios com abastecimento de água dos atuais 80,9%, para 95,0%, em 2026, passando pela marca de 90,0% em META:

8 MACRO OBJETIVO 01: Melhoria da qualidade de vida da população. 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70, % Aumento do percentual de domicílios com esgoto sanitário, dos atuais 21,4%, para 70,0% em 2026, devendo alcançar cerca de 35% em META:

9 MACRO OBJETIVO 01: Melhoria da qualidade de vida da população Ampliação da oferta de habitações populares com a construção de mais de 80 mil casas, entre 2005 e 2026, o que corresponde a uma média de cerca de habitações / ano. META: nd R$ (mil)

10 MACRO OBJETIVO 01: Melhoria da qualidade de vida da população 22,0 32,0 42,0 52,0 62,0 72,0 82,0 92, Redução dos índices de criminalidade, passando de 80,7 roubos e furtos por 100 mil habitantes em 2005 para 25,5 em META:

11 MACRO OBJETIVO 01: Melhoria da qualidade de vida da população Redução dos índices de criminalidade, passando de 21,6 homicídios dolosos por 100 mil habitantes em 2006 para 7,0 por 100 mil habitantes em 2026 e 12,3 por 100 mil habitantes em 2015 META:

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21 Fortalecimento do sistema de gestão ambiental Formação e manutenção de áreas de Preservação e Conservação Promoção do uso racional e sustentável dos recursos naturais Recuperação, preservação e manejo das bacias hidrográficas Reflorestamento de áreas degradadas Eixo 1: Uso sustentável dos recursos naturais Fortalecimento da capacidade de pesquisa e desenvolvimento tecnológico Inovação e desenvolvimento científico e tecnológico das cadeias produtivas Certificação de produtos e processos, registro de patentes, reconhecimento e disseminação do conhecimento das comunidades Ampliação do ensino técnico e profissionalizante Reestruturação do sistema educacional Expansão e democratização do ensino superior Eixo 2: Conhecimento – educação e inovação Recuperação e ampliação do sistema de transporte rodoviário Recuperação e ampliação do sistema multimodal de transporte Ampliação da estrutura de logística Expansão do sistema de oferta de energia elétrica (geração, transmissão e distribuição) Diversificação da matriz energética Ampliação do sistema de comunicações Eixo 3: Infra-estrutura econômica logística Eixos Estratégicos e Programas Programas

22 Fortalecimento e diversificação da produção agropecuária, extrativismo e silvicultura. Diversificação da estrutura produtiva industrial (extrativa e transformação) Adensamento e agregação de valor das cadeias produtivas (grãos, carne, couro, frutas etc) Ampliação e fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais – APL Diversificação da pauta e ampliação do valor agregado das exportações Eixo 4: Diversificação e adensamento das cadeias produtivas Desenvolvimento regional integrado Fortalecimento da rede urbana Eixo 7: Descentralização territorial e estruturação da rede urbana Estruturação e implementação de um sistema integrado de redução da criminalidade Fomento à geração de emprego e renda Cidadania e respeito aos direitos humanos Promoção da cultura, esportes e lazer Saneamento, saúde pública e habitação. Proteção, respeito e apoio às nações indígenas. Eixo 5: Qualidade de vida, cidadania, cultura e segurança Programas Modernização da estrutura e métodos da administração pública estadual Democratização, descentralização e transparência da gestão pública Fortalecimento do sistema estadual de regulação, monitoramento e fiscalização do estado Eixo 6: Governabilidade e gestão pública Programas Eixos Estratégicos e Programas

23

24 Índice de crescimento do PIB do Centro-Oeste e Estados da Região (1985 =100)

25 Participação Relativa de MT no Produto Total do Brasil ( )

26 1,4% 1,6% 1,8% 2,0% 2,2% 2,4% 2,6% 2,8% 3,0% 3,2% Elevação da participação da economia mato-grossense no PIB brasileiro, dos atuais 1,60% para cerca de 2,98%, em META:

27 PARTICIPAÇÃO DAS REGIÕES NA FORMAÇÃO DO PIB DE MT E TAXAS MÉDIAS ANUAIS DE CRESCIMENTO: 2005 – 2026 REGIÃO 1 REGIÃO 2 REGIÃO 3 REGIÃO 4 REGIÃO 5 REGIÃO 6 REGIÃO 7 REGIÃO 8 REGIÃO 9 REGIÃO 10 REGIÃO 11 REGIÃO 12 MATO GROSSO

28 Região 5 – RONDONÓPOLIS - Alto Araguaia - Alto Garças - Alto Taquari - Campo Verde - Dom Aquino - Gaúcha do Norte – Guiratinga – Itiquira – Jaciara – Juscimeira – Paranatinga - Pedra Preta – Poxoréu - Primavera do Leste - Santo Antonio do Leste - São José do Povo - São Pedro da Cipa

29

30

31

32

33

34 PROJEÇÃO RCL

35

36

37

38

39

40 Estes recursos foram distribuídos aos órgãos; Estão sendo elaborados as ações para 2009; Apresentar propostas na elaboração; Integrar as ações do Governo do Estado e dos Municípios; Encaminhar para Assembléia Legislativa o projeto orçamentário até 30 de setembro. Próximos passos

41


Carregar ppt "AUDIÊNCIAS PÚBLICAS PARA LOA 2009 REGIÃO PÓLO RONDONÓPOLIS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google