A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Comunicação e Coordenação Comunicação Suporte à comunicação na interface Coordenação Suporte à coordenação na interface.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Comunicação e Coordenação Comunicação Suporte à comunicação na interface Coordenação Suporte à coordenação na interface."— Transcrição da apresentação:

1 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Comunicação e Coordenação Comunicação Suporte à comunicação na interface Coordenação Suporte à coordenação na interface

2 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Como você vê os mecanismos de comunicação e colaboração utilizados no dia-a-dia pelas pessoas? Qual é a importância da conversação? Como dar suporte adequado à comunicação e à colaboração entre as pessoas na interface?

3 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO COMUNICAÇÃO A conversa é uma atividade que não exige muito e é praticada pelas pessoas através de regras que não se tem muita consciência

4 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO A conversação e a fala também são a base para outros tipos de comunicação Regras de conversação –1) o falante em ação escolhe o próximo através de uma opinião, pergunta ou pedido –2) uma outra pessoa começa a falar –3) o falante em ação continua a falar Como são identificadas falhas na conversação por telefone, ou chat?

5 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO As regras da conversação são mecanismos pelos quais as pessoas se comunicam, mas há outros –O turno Aquilo que um falante faz ou diz quando tem a palavra –Identificação de pistas específicas (marcadores) –Sequência –Pares adjacentes Pergunta-resposta, ordem-execução, convite-aceitação/recusa, cumprimento-cumprimento, xingamento-defesa/revide, desculpas- perdão –Coerência e organização tópica

6 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Tipos de conversação –Há vários tipos: discussão, argumentação, debate, bate- papo, sermão –Divisão comum: Formal –Atribui-se certos papéis a determinadas pessoas e prescreve-se os tipos de turno Informal –Aquelas nas quais as pessoas se socializam e podem ocorrer nos mais diferentes locais –Servem para a coordenação de trabalho em grupo, transmissão de conhecimento, estabelecer relações de confiança e formar equipes

7 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO SUPORTE À COMUNICAÇÃO NA INTERFACE Um grande desafio é considerar como diferentes tipos de comunicação podem ser facilitados e apoiados em ambientes onde há obstáculos e a conversação ocorrer naturalmente Pergunta crucial: –É melhor desenvolver interfaces que permitam às pessoas falar a distância como se estivessem frente a frente ou desenvolver novas interfaces que dêem suporte a novas formas de conversação? As pessoas sempre adaptam suas conversas devido a restrições tecnológicas –Mas as tecnologias também estendem as formas como as pessoas socializam-se seja em um SMS, no bate-papo etc

8 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Pode-se considerar os diversos tipos de comunicação mediados pelo computador (CMC) para saber quando utilizá-los dadas as suas vantagens e limitações –Comunicação síncrona Videofone, videoconferência, SMS, salas de bate-papo –Comunicação assíncrona s, listas de discussão, conferências –CMC combinada com outra atividade – para a realização de tarefas diferentes em suportes diferentes Salas de aula em rede, ferramentas de autoria

9 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Vantagens da comunicação síncrona –Não ter que encarar as pessoas fisicamente –Permitir atualização sobre o que está ocorrendo independentemente de onde esteja –Texto, imagens e mensagens instantâneos Limitações da comunicação síncrona –Falta de largura de banda –É difícil a comunicação com o olhar –O fato de poder se esconder em um personagem

10 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Vantagens da comunicação assíncrona –Ubiquidade –Flexibilidade no tempo –Envio a várias pessoas –Não ter que interagir para determinadas situações Limitações da comunicação assíncrona –Irritações –Sobrecarga –Falsas expectativas

11 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Vantagens da CMC combinada com outras atividades –Multitarefa e conversação –Velocidade e eficiência –Maior consciência (awareness) Limitações da CMC combinada com outra atividade –WYSIWIS (what you see is what i see) –Controle de bloqueio (floor)

12 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO COORDENAÇÃO Quando um grupo atua em conjunto para um objetivo Mecanismos –Verbal e não-verbal Comandos e orientações semelhantes ao da conversação Estruturas explícitas podem ser utilizadas Quanto da comunicação é não-verbal na TV, em uma videoconferência ou em um chat? Há compensações específicas dependendo do tipo de mecanismo utilizado

13 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO –Agendas, regras, convenções Esquemas que as pessoas seguem para coordenar pessoas e recursos Programas podem ter o detalhamento de funcionamento Regras e convenções podem ser formais ou informais –Regras formais: relatórios, chamadas e participações obrigatórias –Convenções: manutenção do silêncio e recolhimento do material após uma atividade –Representações externas Geralmente utilizadas para coordenar pessoas – quem está fazendo o quê, quando, onde e quando uma tarefa deve ser concluída Lembretes de , gráficos, quadros, formulários etc Quando as pessoas precisam reestruturar o trabalho e anotar o que foi compartilhado temos um mecanismo considerado tangível

14 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO SUPORTE À COORDENAÇÃO NA INTERFACE Uma das formas de suporte à coordenação são as convenções... –Ex.: formas de organização ou nomeação de arquivos mas as pessoas podem não seguir convenções –Pelo fato acharem que é um trabalho extra e que atrapalha –Pelo fato de acharem desnecessário e esquecerem Projetar mecanismos de interface para as pessoas implica saber o quanto eles são socialmente aceitáveis –Obter equilíbrio entre a coordenação humana e a do sistema –Ex.: projetar mecanismos de pedir a palavra para a comunicação ou uso de materiais

15 Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO TAREFA Utilizar um ambiente virtual com outras pessoas e analisar o que poderia ser reconstruído de acordo com o seguinte: –Verificar se o ambiente dá suporte adequado para a conversação –Verificar se o uso síncrono e assíncrono é adequado –Verificar se o ambiente dá mecanismos adequados de coordenação


Carregar ppt "Lafayette B. Melo – CEFET-PB - COINFO Comunicação e Coordenação Comunicação Suporte à comunicação na interface Coordenação Suporte à coordenação na interface."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google