A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Modalidades Síncronas de Comunicação e Elementos de Percepção em Ambientes de EaD Janne Yukiko Yoshikawa Oeiras José Claudio Vahl Júnior Mário de Souza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Modalidades Síncronas de Comunicação e Elementos de Percepção em Ambientes de EaD Janne Yukiko Yoshikawa Oeiras José Claudio Vahl Júnior Mário de Souza."— Transcrição da apresentação:

1 Modalidades Síncronas de Comunicação e Elementos de Percepção em Ambientes de EaD Janne Yukiko Yoshikawa Oeiras José Claudio Vahl Júnior Mário de Souza Neto Heloísa Vieira da Rocha (IC-UNICAMP)

2 Estrutura da apresentação TelEduc –Filosofia –Linhas de pesquisa –Ferramenta de bate-papo atual Agentes –Visão geral –Agentes de interface Bate-papo coordenado –Modelos de coordenação Awareness –Presença e ações –Resignificação de outras ferramentas disponíveis –Direto Online Considerações finais

3 Ambiente TelEduc ambiente em desenvolvimento desde 1996 design participativo adequação de suas ferramentas à tarefa de ensinar e aprender a distância várias linhas de pesquisa em andamento: avaliação formativa; visualização de informação; ferramentas para aprendizagem colaborativa.

4 Ambiente TelEduc A importância da comunicação Resultados da área de sociologia mostram o efeito positivo da comunicação sobre a colaboração e a confiança Importância de estudar as diferenças entre as diferentes formas de comunicação e como explorar cada modalidade de comunicação Bate-papo coordenado Direto Online Bate-papo coordenado Direto Online

5 O Bate-papo atual Lista de entonações (controle explícito) Lista de participantes (não há mensagens privadas) Cores para identificar a origem das mensagens Falta de controle de turno Vários fios de conversa Muito esforço cognitivo

6 Agentes Componente de software capaz de agir e realizar tarefas autonomamente para o usuário, buscando atingir um conjunto de metas Não há um consenso sobre a definição do termo agente

7 Agentes de Interface Agentes de Interface são assistentes pessoais que colaboram com o usuário AutonomiaAprendizagem Classificação quanto a abordagens de construção: Agentes programados pelo usuário Abordagem baseada em conhecimento Abordagem baseada em aprendizagem

8 Bate-papos coordenados: Seminário Visualização dos critérios (aumenta a confiança) Seleção de participantes com privilégios especiais Possibilidade de usar material auxiliar Seminário: existe um grupo responsável com privilégios especiais, as perguntas são do público para esse grupo

9 Seminário seleção de VIPs Acesso ao Perfil

10 Seminário exemplo de sessão Comunicação com os responsáveis pelo seminário Mensagens aguardam em fila organizada segundo os critérios estabelecidos Codificação com cores

11 Bate-papos coordenados: Modelo Especial Possibilidade de usar configurações de sessões já realizadas Definição dos critérios Configurações da Interface e opções de funcionamento

12 Bate-papos coordenados: Outros Modelos Assembléia: Semelhante ao modelo Seminário; Maior número de pessoas; Uso da metáfora de levantar a mão para falar; Fila de espera para todos. Painel: Semelhante ao modelo Seminário; Grupo de responsáveis com privilégios; Uso de levantar a mão.

13 Awareness em ambientes de EaD O surfista virtual é visto enfrentando ondas de informação sem prestar muita atenção nos outros surfistas que lá estão (Steven Johnson). Percepção de presençaPercepção de ações Minimiza a sensação de solidão dos alunos Rastro do usuário ou grupo de usuários Criam atmosfera de confiança Criam um contexto para a comunicação

14 (Re) significações Resignificação das ferramentas Acessos e Correio Resignificação do Bate-papo

15 ICQ: experiência em EaD Comunicador instantâneo popular Mostra as pessoas da lista conectadas na rede Influência do uso na comunicação e nas relações sociais Espaço reservado para a troca de mensagens Meio de aproximação entre os participantes Realização de trabalhos em grupo Feedback mais rápido

16 Direto Online Aspectos considerados: Presença Ações Interface influenciada por ferramentas que exploram a percepção de presença Minimizar a sensação de distância criando pistas sociais Opções Usuários Online

17 Direto Online percepção de presença Não basta só evidenciar presença, é preciso possibilitar a comunicação e interação Escolha de Mensagem no menu de opções Envio de mensagem

18 Direto Online percepção de ações Escolha da opção Navegação Navegação (rastro) de um usuário online Ferramenta onde o usuário está Ferramentas alteradas Link para o Perfil

19 Considerações Finais Não há como consagrar um formato de comunicação e usá-lo em todos os ambientes. O público-alvo e o contexto devem ser levados em consideração. Novas modalidades que incentivem a comunicação, coordenação e colaboração Direto Online: a intenção não é reproduzir as funcionalidades de um comunicador instantâneo comum (ICQ) Bate-papo: uso de agentes para tornar as ferramentas mais adaptáveis e flexíveis.

20 Contatos: José Claudio Vahl Júnior: Projeto TelEduc: Núcleo de Informática Aplicada a Educação:


Carregar ppt "Modalidades Síncronas de Comunicação e Elementos de Percepção em Ambientes de EaD Janne Yukiko Yoshikawa Oeiras José Claudio Vahl Júnior Mário de Souza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google