A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ler um texto é compreender toda a variedade de implícitos: a) através do pano de fundo (contexto sociocognitivo dos interlocutores).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ler um texto é compreender toda a variedade de implícitos: a) através do pano de fundo (contexto sociocognitivo dos interlocutores)."— Transcrição da apresentação:

1 Ler um texto é compreender toda a variedade de implícitos: a) através do pano de fundo (contexto sociocognitivo dos interlocutores).

2 b) pela mobilização de um vasto conjunto de saberes armazenados na mente do sujeito;

3 PERIODIZAÇÃO DA LITERATURA -AC-----/-IM-----/ --H----- /--R-----/ Antiguidade Idade HUMANISMO RENASCIMENTO Clássica Média Transição

4 Visão antropocêntrica de mundo Mitologia Greco-romana Antiguidade Clássica Longo período da História da Europa. Início: séc. VIII a.C, com o surgimento da poesia grega de Homero. Término: Séc. V d.C com a queda do Império Romano do Ocidente e o avanço do CRISTIANISMO

5 A Cultura Grega Valorização da cidadania e a presença de uma religião sem Valorização da cidadania e a presença de uma religião sem grandes impedimentos morais, induziam os gregos a um grandes impedimentos morais, induziam os gregos a um pensamento profundamente impregnado por um espírito pensamento profundamente impregnado por um espírito humanista. humanista. Os grandes temas do homem nas suas relações com o Os grandes temas do homem nas suas relações com o universo seduziram Sócrates, Platão e Aristóteles e daí nasceu universo seduziram Sócrates, Platão e Aristóteles e daí nasceu a Filosofia. a Filosofia.

6 A crença vigorosa na razão humana era acompanhada por A crença vigorosa na razão humana era acompanhada por um ideal de beleza extremamente elaborado. um ideal de beleza extremamente elaborado. Religião : MITOLOGIA -Politeísmo antropomórfico. -Seus deuses assumiam forma humana, comportamentos. humanos e se debatiam, entre ímpetos de lealdade, humanos e se debatiam, entre ímpetos de lealdade, vingança, poder e sedução. vingança, poder e sedução.

7

8 Deuses protagonizam histórias de amor e ciúmes, ganham aspecto humano e passam a agir como mortais A AURORA descendo do seu carro

9 O DEUS do AMOR A ILÍADA Descreve acontecimentos do último ano da Guerra de Tróia, que durou 10 anos. Páris, herdeiro do trono de Tróia, rapta Helena, de Esparta, provocando a Guerra.

10 NETUNO ou POSEIDON, o deus do mar A ODISSEIA Descreve as aventuras de ULISSES ao tentar regressar a sua terra natal, depois da vitória da Grécia na guerra de Troia. ULISSES naufraga em alto mar, devido à fúria de Poseidon, mas termina em seu palácio ao lado de sua esposa, Penélope.

11 PSYCHE abandonada

12 VÊNUS de MILO

13 A ARTE NA IDADE MÉDIA Com o Cristianismo a arte se voltou para a valorização do espírito.

14 A Cultura Medieval Verdadeira estagnação científica e cultural. Verdadeira estagnação científica e cultural. (do séc. XII ao XV) O clero tinha o monopólio do saber. O clero tinha o monopólio do saber. Inibiram a produção subjetiva dos artistas. Inibiram a produção subjetiva dos artistas. Difundir o conhecimento seria instigar a dúvida no intelecto de populações que deveriam permanecer no sono dos ingênuos. Difundir o conhecimento seria instigar a dúvida no intelecto de populações que deveriam permanecer no sono dos ingênuos.

15 A Cultura Medieval (do séc. XII ao XV) A igreja dizia que só a FÉ seria capaz de decifrar o enigma do universo. A percepção do mundo teria quer ser feita pela ótica divina. A igreja dizia que só a FÉ seria capaz de decifrar o enigma do universo. A percepção do mundo teria quer ser feita pela ótica divina. Razão = instrumento do diabo Razão = instrumento do diabo

16 Deus é o centro do universo e a medida de todas as coisas. A igreja como representante de Deus na Terra, tinha poderes ilimitados.

17 A ARQUITETURA NA IDADE MÉDIA Tudo se volta para o alto, projetando-se na direção do céu, como se vê nas pontas agulhadas das torres de algumas igrejas góticas.

18 Outros elementos característicos da arquitetura gótica são os arcos góticos ou ogivais

19 As esculturas se alongam para o alto, demonstrando verticalidade. As feições são caracterizadas de formas a que o fiel possa reconhecer facilmente a personagem representada, exercendo a função de ilustrar os ensinamentos propostos pela igreja..

20 A pequenez humana diante da grandiosidade de Deus

21 O CRISTO MEDIEVAL

22 Temas religiosos, personagens de corpos pouco volumosos, cobertos por muita roupa. Século XIII Giotto, século XIV

23 IDADE MÉDIA FEUDALISMO: sistema de poder baseado na posse da terra. Supremacia do clero: TEOCENTRISMO Supremacia da nobreza: senhores feudais, patriarcalismo

24 A LITERATURA NA IDADE MÉDIA

25 Características literárias Predomínio da literatura oral, associada à música e à dança: as CANTIGAS. CANTIGAS LÍRICAS DE AMOR: eu-lírico masculino vassalagem amorosa à mulher, à senhora ( AMOR CORTÊS)

26 DE AMIGO: o eu-lírico feminino, sensual e popular lamenta a ausência do amigo (amante). CANTIGA DA RIBEIRINHA: Primeiro texto de literatura em Língua Portuguesa, de Paio Soares Taveirós.

27 CANTIGAS SATÍRICAS DE ESCÁRNIO: Crítica pessoal ou social indireta,irônica. DE MALDIZER: Crítica pessoal ou social direta.

28 PROSA MEDIEVAL O rei Artur e os cavaleiros da Távola Redonda NOVELAS DE CAVALARIA (O heroísmo de influência religiosa e feudal)

29 Adoração dos Reis Magos. (Florença 1488) Séc. XV Período de transição: HUMANISMO

30 A VIRGEM COM O MENINO. Período do Humanismo Século XV

31 DANTE ALIGHIERI – A Divina Comédia FRANCISCO PETRARCA – canções, baladas, poesias FERNÃO LOPES – Cronista português GIL VICENTE – criador do teatro português

32 SÉCULOS XV E XVI RENASCIMENTO CLASSICISMO

33 Classicismo Antropocentrismo. Antropocentrismo. Racionalismo – Preocupação científica. Racionalismo – Preocupação científica. Equilíbrio, clareza e linearidade. Equilíbrio, clareza e linearidade. Universalismo – o conceito geral sobre as coisas é Universalismo – o conceito geral sobre as coisas é superior ao conceito particular. Presença da mitologia greco-romana. Presença da mitologia greco-romana. Valorização da beleza. Valorização da beleza. Humanismo – interesse pelo homem e por tudo o que a ele se relaciona. Humanismo – interesse pelo homem e por tudo o que a ele se relaciona. Valorização da natureza e da fruição dos prazeres humanos. Séc.XV e XVI

34 Renascimento é o nome que se dá a um grande movimento de mudanças culturais, que atingiu as camadas urbanas da Europa Ocidental entre os séculos XIV e XVI. DAVID - Michelangelo

35 Assim como os gregos, os homens "modernos" valorizaram o antropocentrismo: "O homem é a medida de todas as coisas"; HUMANISMO

36 Baco Caravaggio 1589 É caracterizado pela retomada dos valores da cultura greco- romana, ou seja, da cultura clássica.

37 O entendimento do mundo passava a ser feito a partir da importância do ser humano. A Criação de Adão - Michelangelo

38 O trabalho, as guerras, as transformações, os amores, as contradições humanas tornaram-se objetos de preocupação, compreendidos como produto da ação do homem.

39 Ao romper definitivamente com a visão teocentrista do homem, restabeleceu o equilíbrio entre o mundo real e o espiritual. MOISÉS Michelangelo

40 FORÇA PODER DETERMINAÇÃO

41 A MORTE A DOR A TRISTEZA

42 PROTEÇÃO ACONCHEGO TERNURA MATERNIDADE MADONNA – Leonardo da Vinci

43

44 Uma outra característica marcante foi o racionalismo, isto é, a convicção de que tudo pode ser explicado pela razão do homem e pela ciência, a recusa em acreditar em qualquer coisa que não tenha sido provada.

45 dessa maneira o experimentalismo, a ciência, conheceram grande desenvolvimento.

46 O Homem Vitruviano Leonardo da Vinci

47 Nascimento de Vênus Sandro Botticelli ( )

48

49 LUIS VAZ DE CAMÕES: OS LUSÍADAS – poesia épica Poesia Lírica

50 Ler um texto é compreender toda a variedade de implícitos:

51 c) com base nos elementos linguísticos presentes na superfície textual; d) pela forma de organização dada ao texto; e) pela reconstrução destes saberes no interior do evento comunicativo.


Carregar ppt "Ler um texto é compreender toda a variedade de implícitos: a) através do pano de fundo (contexto sociocognitivo dos interlocutores)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google